AGENDA


Método de Madame Lenormannd.


Representa um retrato do consulente, assim como o resumo de sua vida. Por isso, é o primeiro jogo que deve ser aberto, objetivando visualizar o momento atual nos diversos setores da vida (trabalho, amor, saúde, espiritualidade, etc.). O jogo é aberto formando cinco filas da esquerda para a direita, sendo que as quatro primeiras formadas por oito cartas cada e a última por apenas quatro cartas, que devem ser centralizadas. A primeira carta é aberta em dupla com a última, a Segunda com a penúltima, e assim, sucessivamente; sempre da esquerda para a direita na parte superior, e da direita para a esquerda na parte inferior. Primeiramente a carta será interpretada só pelo seu significado específico, juntamente com o simbolismo da que foi aberta duplamente. Somente depois do jogo todo aberto que serão interpretadas as latitudes, longitudes e diagonais vizinhas.



Método da Cruz Mágica


É um jogo simples que utiliza apenas cinco cartas, mais as cartas-temas, que indicam o assunto da consulta. As cartas-tema devem ser colocadas no centro da mandala, sendo as demais embaralhadas. Cinco cartas devem ser tiradas em sequência. Será analisada pelo oraculador desta forma: A carta 01, é a que fica centralizada na cruz, ela sintetiza o inicial da leitura e influencia as outras cartas. A carta 02 é a que fica acima da carta 01, apresentará situações que estarão interferindo na resolução do problema. A carta 03 estará abaixo da carta 01, indicará fatos ou pessoas que estão contra você na resolução do problema. A carta 04 que estará à esquerda da carta 01, representa as forças, fatos e pessoas que estão dispostas a seu favor na resolução do problema. A carta 05 estará à direita da carta 01, representará o resultado final ou indica posição a ser tomada para a resolução do problema (as cartas temas são: Para o trabalho a carta dos Livros, Para o amor a do Coração, Para a família a da Casa, Para a espiritualidade a da Torre, Para dinheiro a da Âncora, Para amizades, a do Cão).


Fonte de Consulta:


Sociedade Esotérica Rajor


Ramona Torres


______________________________________________________________________________________________


BANHOS CIGANOS


Muita gente julga um exagero afirmar que os ciganos foram os responsáveis pela disseminação da medicina simpática e da medicina natural, em suas andanças pelo mundo.



Culturalmente isso estava dentro das possibilidades deles, já que não se fixavam e estavam em constante movimento e, consequentemente, em constante contato com as populações de toda parte do mundo.



Ao mesmo tempo, os ciganos reservam ainda hoje uma data para os grandes encontros, como o feito no dia de Nossa Senhora Aparecida aqui no Brasil. Nesses encontros, trocam informações e atualizam conhecimentos, enriquecendo-se com essa constante interação.



Paracelsus foi aprender com os ciganos tudo o que eles conheciam de medicina aplicada, usando ervas, cristais, cores, água, som, metais e outros elementos, como o famoso pó simpático, que por alguns séculos foi à sensação na Europa.



Práticas como a astrologia, a cartomancia e a quiromancia, que floresciam principalmente na Pérsia, foram levadas para o mundo inteiro também pelos ciganos, que continuaram estudando e aperfeiçoando conhecimentos a respeito do assunto.



Nas artes mágicas em geral, dedicaram-se com afinco a tudo que se referia á Magia Branca, embora tivessem também conhecimentos de sua concorrente, a Magia Negra.



Assim, as Ervas e Simpatias Ciganas representam um conhecimento que se perde na noite dos tempos, de tão antigos que são. Preservados com carinho, não como concorrente das Simpatias Nacionais, mas como um novo acréscimo e uma nova contribuição.



Paracelsus revolucionou a medicina, viajando com os ciganos pela Europa e observando a maneira como utilizavam as ervas para curar as mais diversas doenças.



Por muito tempo esses conhecimentos foram utilizados com sucesso e apenas recentemente, a partir da metade deste século é que se deu tanto destaque, à custa de volumosos investimentos publicitários, aos remédios ditos alopáticos.



A medicina mágica dos ciganos, no entanto, tem múltiplas facetas e a da cura pelo contato com as plantas é uma das mais interessantes e pouco conhecidas.



As simpatias ciganas para a saúde não diferem muito das simpatias tradicionais, até porque tiveram a mesma origem. Em suas viagens, os ciganos aproveitavam-se dos recursos disponíveis em cada nação. Com isso, amealharam um conhecimento muito vasto sobre o assunto, já que engloba conhecimentos de diversos países ao mesmo tempo.



Particularmente aqui no Brasil, não vemos utilidade em apresentar simpatias que utilizem ingredientes ou elementos que somente são encontrados em países da Europa, por exemplo, porque não seriam utilizadas por ninguém.



Dessa forma, foram selecionado aquelas que, tendo sua origem aqui mesmo, incorporaram elementos da magia e do conhecimento cigano sobre a saúde e a harmonia física e mental, que entendemos os ciganos estão intimamente ligadas.



Os ciganos sempre utilizaram, para preparar suas simpatias, recipientes de louça, vidro ou metal, notadamente as vasilhas de cobre e bronze, jamais usando o alumínio, por nós considerado o metal falso por excelência, sem desmerecer a tecnologia hoje empregada na preparação do metal e na elaboração de utensílios. Trata-se apenas de uma tradição que procuramos respeitar.



Banhos:


Negócios: Benjoim, Canela, Cravo Da Índia, Louro.


Cura: Alecrim, Arruda, Canela, Cravo, Eucalipto, Hortelã, Lavanda, Maçã, Mirra, Rosa, Sálvia, Violeta.


Amor: Alecrim, Canela, Cominho, Coentro, Jasmim, Laranja, Lavanda, Limão, Lírio, Maçã, Manjericão, Verbena, Violeta.


Dinheiro: Amêndoa, Artemísia, Camomila, Cravo, Jasmim, Madressilva, Manjericão, Menta, Trigo.


Proteção: Alecrim, Angélica, Arruda, Boca De Leão, Artemísia, Erva Doce, Louro, Verbena.


Purificação: Açafrão, Alfazema, Alecrim, Anis, Arruda, Hortelã, Lavanda, Limão, Louro, Mirra, Sabugueiro.



BANHO PARA O AMOR:


Ferva Poejo, Levante, Manjericão, Boldo, Pétalas de Rosa Branca e Amarela e 8 gotas de perfume de seu uso. Após o banho de higiene, jogue este chá da cabeça aos pés, coloque uma roupa clara.



BANHO PARA ATRAIR BENS MATERIAIS:


Após o banho de higiene, ou de limpeza com ervas, pegue 1 quilo de Açúcar e um pacote de canela em pó, misture, passe tudo pelo corpo e em seguida deixe somente cair água no corpo. Isto é feito no banho da manhã.



FONTE DE CONSULTA:


ERVAS, BANHOS E RITUAIS CIGANOS


(Prof.ª ROSE DE SOUZA)



_______________________________________________________________________________________________


MEDITAÇÃO X NOVO PADRÃO DE FREQUÊNCIA


História


A meditação encontra-se entre dois polos: a concentração e a contemplação. É comumente associada a religiões orientais. Há dados históricos comprovando que ela é tão antiga quanto a humanidade. Não sendo exatamente originária de um povo ou região, desenvolveu-se em várias culturas diferentes e recebeu vários nomes. Floresceu no Egito (o mais antigo relato), na Índia, entre o povo Maia etc. Apesar da associação entre as questões tradicionalmente relacionadas à espiritualidade e essa prática, a meditação pode também ser praticada como um instrumento para o desenvolvimento pessoal em um contexto não religioso.


Etimologia


A palavra meditação vem do latim meditare, que significa "voltar-se para o centro” no sentido de desligar-se do mundo exterior e voltar a atenção para dentro de si. Em sânscrito é um idioma indiano, com uso litúrgico no hinduísmo, budismo e jainismo. O sânscrito faz parte do conjunto das 23 línguas oficiais da Índia. É chamada dhyana e é obtida pelas técnicas de dharana (concentração). Na língua chinesa, dhyana tornou-se Ch'anna, termo que sofreu uma contração e tornou-se Ch'an (Zen, em japonês). Em páli, é jhana. Significa: "concentrar intensamente o espírito em algo".


Definição:


A meditação costuma ser definida


das seguintes maneiras:


*Um estado que é vivenciado quando a mente se torna vazia e sem pensamentos;


*Prática de focar a mente em um único objeto (por exemplo: em uma estátua religiosa, na própria respiração, em um mantra);


*Uma abertura mental para o divino, invocando a orientação de um poder mais alto;


*Análise racional de ensinamentos religiosos (como a impermanência, para os Budistas)


*Processo de introspecção que permite ao ser conectar o Tudo com o Todo ampliando seus níveis de consciência promovendo a iluminação.


Mestres conhecidos na meditação:


Gautama


Yogananda


Shankar


Aurobindo


Krishnamurti


Osho



TUDO É MENTAL!


O TODO É MENTAL!NÓS SOMOS CRIAÇÃO DA MENTE DIVINA, CONECTADOS POR UMA MANTA ENERGÉTICA CHAMADA EGRÉGORA.



NOVO PADRÃO DE FREQUÊNCIA


Mudanças em nós com novo padrão frequência


Núcleo Trigueirinho


1. Mudança no padrão de sono


Perturbações durante o sono, pés quentes, acordar duas ou três vezes durante a noite. Sentir-se cansado e com sono depois de acordar. Adormecer e acordar durante o dia. O Padrão de 3 Sonos, que acontece frequentemente a muitas pessoas caracteriza-se por: dormir cerca de 2-3 horas, acordar, voltar a adormecer mais 2-3 horas, acordar de novo, voltar a adormecer mais 2-3 horas. Outras pessoas viram alterar-se as suas necessidades de sono, passando a dormir menos. Ultimamente, algumas pessoas sentem enormes ondas energéticas percorrendo o seu corpo a partir do coronário (centro energético no alto da cabeça). Estas ondas podem afetar o sono.



Conselho: Habitue-se. Pacifique-se com essa energia e não se preocupe se não dormir o suficiente (preocupação que, por vezes, pode causar mais insônia). Será capaz de suportar bem o dia se pensar que tem a quantidade certa do que necessita. Também pode pedir ao seu Eu Superior que, de vez em quando, lhe dê um intervalo para poder ter um sono reparador. Se, durante a noite, não conseguir adormecer, aproveite esse tempo para meditar, ler poesia, escrever o seu diário ou olhar para a Lua. O seu corpo ajustar-se-á ao novo padrão.


2. Atividade do chakra coronário


(alto da cabeça)


Sensações de tilintar, comichão, formigamento e arrepios no couro cabeludo e/ou na coluna. Sensação de vibração energética no topo da cabeça, como se a energia jorrasse em chuveiro. Poderá sentir pressão na coroa, como se alguém estivesse a pressionar um dedo contra o centro da cabeça. Como referido no ponto 1, vivemos enormes carregamentos de energia através do chakra coronário. Podemos sentir uma pressão mais generalizada, como se a cabeça estivesse dentro dum aparelho muito suave.



Conselho: Não se assuste. Trata-se da abertura do chakra da coroa. Tais sensações dizem-lhe que você está aberto a receber a energia divina.


3. Repentinas ondas de emoção


Choro convulsivo. Inesperadamente, sente-se zangado, deprimido, triste ou muito infeliz à mínima provocação. Emoções à solta. Muitas vezes a pressão ou as emoções congestionadas são sentidas no chakra do coração (no centro do peito), o que não deve ser confundido com o coração, localizado à esquerda do chakra do coração.



Conselho: Aceite os seus sentimentos como surgem, abençoe-os e deixe-os partir. Sinta a conteúdo emocional da energia no chakra do coração. Expanda-a para todos os seus campos e respire profundamente, desde o umbigo até a parte superior do peito. Sinta a emoção e deixe-a evaporar-se. Não dirija as emoções para ninguém. Você está limpando o passado. Se necessitar de ajuda, diga em voz alta que pretende largar todo esse velho material e peça ajuda ao seu Eu Superior. Também pode pedir aos Anjos da Graça (energia branco cristal) que o ajudem a soltar estas emoções, fácil e suavemente. Agradeça por o seu corpo estar soltando estas emoções, não as retendo dentro de si, o que poderia provocar danos. Uma das nossas fontes sugere que a depressão está ligada às relações de «deixar ficar como está», de relações pessoais, profissionais, etc. que já não servem nem a nós, nem às nossas frequências.


4. Clarificação de Carma


Velhos conteúdos parecem estar ressurgindo, como descrito acima, ressurgindo em sua vida as pessoas envolvidas nesses episódios. Casos de encerramento de processo. Ou talvez você precise trabalhar o seu amor-próprio, abundância, criatividade, apegos, etc. Começarão a aparecer os recursos ou as pessoas de que necessita para auxiliar neste trabalho.



Conselho: O mesmo do que para Ponto 3. E ainda: não se envolva demasiado na análise destas situações, pois isso fará com que volte para eles, novamente, cada vez a níveis mais profundos. Peça ajuda de um terapeuta, se necessitar, e avance. Não tente evitar nem «passar ao lado» destas «memórias». Abrace o que aparecer e agradeça por isso contribuir para o seu desenvolvimento. Agradeça ao seu Eu Superior por lhe dar a oportunidade de se livrar destes «resíduos». Lembre-se, você não quer que eles continuem no seu DNA.


5. Alteração no peso corporal


O excesso de peso adquirido pela população é, em geral, extraordinário. Outros setores da população podem, pelo contrário, estar perdendo peso. Geralmente, ganhamos peso porque muitos medos reprimidos estão voltando para serem tratados. Reagimos construindo defesas, tentando ancorar-nos ou obter massa corporal, de forma a não permitir que a frequência no corpo aumente.



Conselho: Não seja teimoso. Aceite isto como um sintoma do que está se passando com você. Perderá ou ganhará peso, quando todos os seus medos forem integrados. Solte a sua ansiedade. Depois, talvez constate que será mais fácil perder ou ganhar peso.



Exercício: Antes de começar a comer, experimente o seguinte: sente-se à mesa, posta com um aparelho de louça bonito. Acenda uma vela. Aprecie a aparência da comida. Coloque a sua mão dominante no coração e abençoe o alimento. Diga ao seu corpo para usar o alimento para se alimentar corretamente, em vez de usar a comida para alimentar as suas zangas emocionais. Depois, passe a mão, da esquerda para a direita, por cima do alimento, abençoando-o. Poderá notar que a comida parece quente à sua mão, mesmo que seja um prato frio. Repare que quando abençoamos a comida, não comemos tanta quantidade. Outra coisa que poderá fazer enquanto come é não ver TV ou ler. Aprecie saudavelmente a bênção que está à sua frente.


6. Mudanças nos hábitos alimentares.


Desejos estranhos e escolhas esquisitas.


Há quem sinta mais fome ou menos fome do que anteriormente.


Conselho: Não negue o que o corpo lhe pede. Se não tiver a certeza, tente provar antes de escolher, para ver se é isso o que o corpo quer. Tente também abençoar os alimentos, como descrito no ponto 5.


7. Intolerância e alergias a certo tipo de alimentos, que nunca teve antes.


Conforme vai crescendo espiritualmente, você se torna mais sensível a tudo o que o rodeia. O seu corpo dir-lhe-á o que já não tolera, como se também ele estivesse rejeitando o que já não lhe serve. Pode estar se limpando de toxinas. Certas pessoas descobrem um resíduo branco na boca, parecido com a baba de corredores no fim de uma corrida.



Conselho: Isso pode ser retirado esfregando (*) 2 colheres de azeite na boca, durante 10 a 15 minutos (não engula); depois cuspa para o vaso sanitário - não para o lavatório. Escove os dentes e, depois, limpe a escova.


(*) Nota Stela


Aconselho a leitura do texto sobre o bochecho


com óleo de girassol.


8. Amplificação dos sentidos.


Aumento de sensibilidade.


a) Perturbação na visão, objetos tremeluzentes, observação de partículas brilhantes, visão de auras em pessoas, plantas animais e objetos. Alguns relatam ver como transparentes os objetos normalmente opacos. Quando fecha os olhos já não vê escuridão, mas vermelhidão. Talvez veja formas geométricas, cores brilhantes e quadros quando tem os olhos fechados. As cores aparecem mais vivas. O céu pode parecer tingido ou a relva ter um verde espantoso. Conforme vai se tornando mais sensível, poderá ver formas ou riscos no ar, especialmente quando o quarto estiver mais escuro. Poderá ver formas brancas na sua visão periférica, quer com olhos abertos, quer com eles fechados.



Conselho: A sua visão está mudando de várias maneiras; está conhecendo novas formas de ver. Seja paciente. Aconteça o que acontecer, não se assuste. Visões nebulosas podem ser aliviadas desviando o olhar.



b) Aumento ou diminuição na capacidade auditiva. Audição de ruídos na cabeça, como «bips», sons, música ou sons eletrônicos. Há quem ouça água correndo, zunidos, barulhos ou toques. Há quem tenha o que se chama dislexia auditiva, ou seja, nem sempre consegue perceber o que os outros estão dizendo, como se não conseguisse entender a sua própria língua. Algumas pessoas ouvem vozes estranhas em sonhos, como se alguém lhes estivesse gritando ao ouvido. Nestes casos pode pedir à «isso» para ir-se embora, ou pedir ao plano angélico para tomar conta da situação. Mais uma vez, não há nada a temer.


Conselho: Renda-se. Deixe ir. Ouça. Os seus ouvidos estão se ajustando a novas frequências.


c) Intensificação do sentido do olfato, tato (toque) e/ou sabor. Há quem se aperceba de que passou a conseguir detectar o cheiro e o sabor dos aditivos químicos em alguns alimentos, de uma forma bastante desagradável. Por outro lado, alguns alimentos passam a ter um sabor maravilhoso. Para algumas pessoas, esta intensificação dos sentidos é tanto maravilhosa como divertida. Pode ser possível cheirar a fragrância de flores aqui e ali. Muitos místicos fazem-no. Aproveite.


9. Erupções da pele


Borbulhas, inchaços, acne, urticária e herpes. A ira produz perturbações à volta da boca e queixo. Certa pessoa teve uma dermatite nas extremidades durante vários meses, enquanto curava um episódio do seu passado. Quando saneou a maior parte desse material, o problema foi resolvido.



Conselho: Poderá estar deixando sair toxinas e trazendo emoções à superfície. Quando existe material que deve ser liberado e você tenta reprimi-lo, a sua pele expressará a situação por si, até que se decida a trabalhar as emoções.


10. Alternância entre vigor e cansaço


Episódios de energia intensa que o fazem querer saltar da cama e agir, seguidos por períodos de letargia e cansaço. O cansaço, normalmente, segue-se a grandes mudanças. Aceite, pois este é um tempo de integração.



Conselho: Flua com a natureza da energia. Não a combata. Seja gentil consigo. Durma a sesta, se estiver cansado. No caso de sentir muita energia e não conseguir dormir, escreva pensamentos ou um romance. Tire vantagem do tipo de energia.


11. Alterações na oração ou na meditação


Talvez não sinta as sensações habituais. Não tem a mesma experiência no contato com o Espírito. Dificuldade em concentrar-se.


Conselho: Talvez tenha passado a estar em comunhão com o Espírito mais frequentemente e durante mais tempo. A sensação pode ser diferente, mas acabará por se adaptar a ela. Na verdade, você passou a pensar e agir em conformidade com o Espírito. Poderá notar que os seus períodos de meditação são agora mais curtos.


12. Ondas de energia


De repente, sente-se percorrido por energia da cabeça aos pés. É uma sensação momentânea e pouco confortável. Por outro lado, algumas pessoas sentem um frio inexplicável. Se você for um trabalhador de energia, deve ter reparado que o calor que corre nas suas mãos aumentou consideravelmente. Isto é bom.



Conselho: Se sentir desconforto, peça ao seu Eu Superior para aumentar ou diminuir a temperatura.


13. Sintomas variados


Dores de cabeça, dores de costas, dores de pescoço, sintomas de constipação (chamada «constipação de vibração»), problemas digestivos, danos musculares, aceleração dos batimentos cardíacos, dores no peito, alterações no desejo sexual, dores nos membros, vocalizações ou movimentos de corpo involuntários. Há quem tenha que se defrontar e solucionar certos episódios da infância. Relaxe. São sintomas temporários.


14. Rejuvenescimento


Tornar-se-á cada vez mais leve à medida que for limpando o material emocional, libertando crenças limitadoras assim como bagagem pesada do passado. A sua frequência aumentou. Ama-se mais, assim como ama mais a vida. Comece a mostrar a perfeição que você realmente é.


15. Sonhos vivos


Por vezes, os sonhos são tão reais que acorda confuso. Também pode ter sonhos lúcidos, nos quais está no controle: você sabe que não está «sonhando»; o que está acontecendo é de alguma forma real. Muitos sonhos poderão ser místicos ou trazer mensagens. Lembrar-se-á daquilo que for importante para si. Não force nada. Acima de tudo, não tenha medo.


16. Acontecimentos que alteram


completamente a sua vida


Morte, divórcio, mudança no trabalho ou de emprego, perda de casa, doença, e/ou outras catástrofes - por vezes, várias de uma só vez. Trata-se de forças que o obrigam a desacelerar, simplificar, mudar, reexaminar o que você é, assim como o que a sua vida lhe diz. Forças que não pode ignorar, que o obrigam a desapegar-se, que o acordam para o amor e compaixão por tudo.


17. Libertação


Desejo de cortar com todos os padrões restritivos: empregos, estilos de vida consumistas e pessoas ou situações tóxicas. Necessidade de «se encontrar» e de encontrar o propósito da sua vida - Agora! Quer ser criativo e livre para ser aquilo que é, na verdade. Apetência para as artes e a natureza. Desejo de cortar com coisas e pessoas que já não lhe dizem nada.


Conselho: FAÇA-O!



18. Confusão mental e emocional


Sentimento de que precisa arrumar a sua vida, pois está uma confusão. Mas, ao mesmo tempo, sente-se caótico e incapaz de o fazer, de se concentrar. Veja o Ponto 45.



Conselho: Concentre-se no seu coração e ouça o seu próprio discernimento.


19. Introspecção, solidão e perda de interesse por atividades no exterior.


Este estado apareceu de surpresa a muitos extrovertidos que, antes, se viam envolvidos em diversas atividades. Agora dizem: «Não sei por que, mas já não gosto tanto de sair como antes».


20. Manifestações de criatividade


Recepção frequente de imagens, ideias, música e outras inspirações criativas. Conselho: Pelo menos registre estas inspirações, porque o Espírito está falando com você sobre como poderá preencher o seu propósito e contribuir para a regeneração do planeta.


21. Percepção de que o tempo está acelerando


Tem essa impressão porque sofreu muitas e frequentes alterações na sua vida. A quantidade de alterações parece estar aumentando.


Conselho: Repartir o dia em encontros e segmentos temporários, aumenta o sentido de aceleração. Pode abrandar o tempo relaxando no momento presente e prestando atenção ao que tem em mãos, sem antecipar os acontecimentos. Abrande e diga para si mesmo que tem bastante tempo. Peça ajuda ao seu Eu Superior. Mantenha-se atento ao presente. Tente passar de uma atividade a outra. Centre-se no seu guia interior.


22. Premonição


Um sentimento de que algo vai acontecer, que pode criar ansiedade. Conselho: Não há nada com que se preocupar. As coisas acontecem mesmo, mas a ansiedade só lhe criará mais problemas. Não há nada a temer.


23. Impaciência


Sabe o que fazer, mas, por vezes, isso não ajuda. Quer resolver o que lhe parece estar no seu caminho. Reconhece que as incertezas são desconfortáveis.


Conselho: Aprenda a viver com incertezas sabendo que nada lhe aparecerá à sua frente, se não estiver pronto. A impaciência é, na realidade, uma falta de confiança, especialmente no seu Eu Superior. Quando focar o presente, verá milagres acontecerem.


24. Despertar


Talvez um interesse pelo Espírito surja, pela primeira vez, na vida. Uma chamada profunda para o significado da vida, para o seu propósito. Ligação espiritual e revelação. Um "constante desejo ardente" como lhe chama K.D. Lang. A vida mundana não preenche este vazio.


Conselho: Siga o seu coração, e o caminho ser-lhe-á mostrado.


25. Ser diferente dos outros


Um sentimento estranho de que tudo na sua vida parece novo e alterado, que deixou o seu eu antigo para trás. E deixou! Está muito maior que pode imaginar. E há mais para vir!


26. Ajudas de vários tipos


Aparecem «professores» em todo o lado, no momento certo, para ajudar à sua caminhada espiritual - pessoas, livros, palestras, filmes, acontecimentos, Mãe Natureza, etc. Estes «professores» podem parecer negativos ou positivos, mas, de uma perspectiva transcendente, são sempre perfeitos. Surgirá, precisamente, o que tiver que aprender. Conselho: Lembre-se de que nunca receberemos mais do que aquilo que estamos preparados para lidar. Cada desafio apresenta-nos uma oportunidade para provarmos a nossa mestria na superação.


27. Compreensão súbita


Encontro de uma pista espiritual, que faz sentido para si e que lhe «toca» nos mais profundos níveis. Repentinamente, obtém uma perspectiva que nunca tinha considerado. Tem fome de mais. Lê, partilha os conhecimentos com outros, faz perguntas e vai ao fundo para descobrir quem é e porque está aqui. Corre o risco filosófico de se perguntar «Por que Existo?».


28. Rapidez de aprendizagem


Aprende depressa.


Sente que está «captando» muito rapidamente.


Conselho: Lembre-se que as coisas lhe chegarão quando estiver pronto para lidar com elas. Não antes. Lide corajosamente com o que for surgindo e, assim, avançará rapidamente.


29. Presenças invisíveis


Algumas pessoas dizem que, à noite, se sentem rodeadas por seres, ou têm a sensação de serem tocadas ou de que «alguém» lhes fala. Por vezes, acordam. Outras pessoas sentem as órbitas oculares vibrarem. Estas vibrações são causadas pelas mudanças energéticas, depois de feita a limpeza emocional.



Conselho: Este é um assunto sensível, mas talvez se sinta melhor se, antes de adormecer, abençoar a sua cama e o espaço à sua volta. Adormeça, na certeza que está rodeado pelos mais magníficos seres espirituais e que está em segurança, ao cuidado de Deus. Não se culpe por ter medo de vez em quando.


30. Presságios, visões, números e símbolos


Vê coisas a que dá significado espiritual. Repara na sincronicidade dos números. Tudo tem uma mensagem se se der ao trabalho de reparar.


31. Intensificação de integridade


Reconhece que é tempo para viver e falar a sua verdade. Subitamente, parece-lhe importante ser mais autêntico, mais você mesmo. Talvez tenha que dizer «não» a pessoas a quem tentou agradar no passado. Achará intolerável manter-se num casamento, emprego ou lugar, que já não se coaduna com o que você é atualmente. Igualmente, talvez se dê conta de que já não tem nada a esconder ou segredos a manter. A honestidade torna-se importante em todos os seus relacionamentos.



Conselho: ouça o seu coração. Se o seu interior lhe disser para não fazer algo, fale alto e aja.


Diga «não». Da mesma forma deverá dizer «sim» àquilo que considera válido. Deve arriscar-se a não agradar aos outros, sem culpas, de forma a atingir a soberania espiritual.


32. Harmonia com épocas e ciclos


Sente-se mais sintonizado com as estações do ano, fases da lua e ciclos naturais. Maior entendimento sobre o seu lugar no mundo. Uma forte ligação à Terra.


33. Desarranjos elétricos e mecânicos


Com você por perto, as luzes se apagam, o computador trava ou o rádio perde a sintonia.



Conselho: Chame os seus anjos ou guias para os arranjar, ou colocarem um campo protetor nas máquinas. Imagine o seu carro rodeado de luz azul. Aprenda a rir...


34. Aumento da sincronicidade


Se ocorrem muitos pequenos milagres... espere por mais!


Conselho: Situações sincronizadas dizem-lhe que está agindo na direção certa ou fazendo as escolhas acertadas. O espírito usa a sincronicidade para se comunicar com você. Começou a viver os milagres diários. Veja ponto 30.


35. Desenvolvimento das habilidades intuitivas e alteração de estados de consciência


Pensar em alguém e imediatamente saber desse alguém. Mais sincronismo. Ter percepções internas sobre padrões ou acontecimentos passados. Ver o futuro, ter experiências fora do corpo e outros fenômenos físicos. Intensificação da sensibilidade e do conhecimento. Entender a sua própria essência e a dos outros.


36. Comunicação com o Espírito


Contato com anjos, guias espirituais e outras entidades divinas. Canalizar informação. Cada vez mais pessoas parecem estar recebendo esta oportunidade. Sentir inspiração e obter informação, que toma a forma de escrita, pintura, ideias, comunicações, dança, etc.


37. Sentimento de Unidade


Experiência direta de União. Conhecimento transcendente. Compaixão e amor por tudo o que vive. Compaixão desligada ou amor incondicional por tudo, o que nos leva a mais altos níveis de consciência e júbilo.


38. Alegria e benção


Um profundo e permanente sentido de paz e acompanhamento.


39. Integração


Torna-se mais forte e mais leve emocional, psicológica, física e espiritualmente. Sensação de alinhamento com o Eu Superior.


40. Viver o seu propósito


Sabe que está, finalmente, fazendo aquilo que o trouxe à Terra. Novas aptidões e dons estão emergindo, especialmente os de recuperação da saúde. A sua vida/trabalho está, agora, convergindo e começando a fazer sentido. Vai usar, finalmente, todas estas aptidões.



Conselho: ouça o seu coração. A sua paixão leva-o para onde deve estar. Deixe-se ir e pergunte ao seu Eu Interior: «O que queres que eu faça?» Preste atenção às sincronicidades. Ouça.


41. Sentir-se mais perto dos animais e plantas


Para algumas pessoas, os animais parecem ser mais «humanos» no seu comportamento. Os animais selvagens mostram menos medo. As plantas respondem ao amor e à atenção que você lhes dá, agora mais que nunca. Algumas até podem ter mensagens para você.


42. Visualização de seres de outras dimensões


O véu entre dimensões é cada vez mais fino, pelo que este fato não surpreende. Mantenha-se no seu posto. Dado que você tem mais poder do que imagina, não receie nada. Peça ajuda aos seus guias, no caso de sentir que escorrega para o medo.


43. Refinamento da visão


Visão de formas mais verdadeiras das pessoas; visão de pessoas queridas com uma face diferente - vida passada ou vida paralela.


44. Manifestação física de pensamentos e desejos


Tudo isto passa a ocorrer de forma mais rápida e eficiente.


Conselho: Controle os seus pensamentos. Pois todos eles são orações. Tenha cuidado com o que pede.


45. Hemisfério esquerdo confuso


As suas habilidades físicas, o seu saber intuitivo, os seus sentimentos e compaixão, a sua forma de sentir o corpo, a sua visão, a sua expressão, todos emanam do lado direito do cérebro. Para que esta parte do cérebro se desenvolva melhor, o lado esquerdo do cérebro deve «abrandar». Normalmente, a capacidade do hemisfério esquerdo de ordenar, organizar, estruturar, alinhar, analisar, rever, precisar, concentrar, resolver problemas e aprender matemática domina o nosso menos valorizado cérebro direito. Daqui resultam: lapsos de memória, colocação de palavras na sequência errada, falta de habilidade ou falta de vontade de ler durante muito tempo, falta de concentração, esquecer-se do que ia dizer, impaciência com formas lineares de comunicação (áudio ou escrita), dispersão, perda de interesse em investigar ou em informação complexa; sentimento de ser bombardeado com palavras, conversas e informação. Relutância em escrever. Por vezes sente-se «obtuso» e não tem interesse em analisar, viver discussões intelectuais ou investigar. Por outro lado, pode se sentir inclinado ao que tem significado: vídeos, revistas com fotografias, trabalhos artísticos, filmes, música, escultura, pintura, estar com pessoas, dançar, jardinagem, andar a pé e outras formas de esforço muscular. Pode procurar informação espiritual ou até ficção científica.



Conselho: Se permitir que o seu coração e o lado direito cerebral o orientem, o cérebro esquerdo será ativado apropriadamente para ajudá-lo. Um dia, estaremos bem equilibrados, usando ambos os hemisférios com maestria.


46. Vertigens


Isto acontece quando não está estabilizado. Talvez tenha acabado de limpar uma grande carga emocional e o seu corpo esteja se ajustando ao seu estado mais «leve».



Conselho: «Aterre» comendo proteínas. Algumas vezes, os «alimentos que consolam» são os certos. Não rotule nenhum tipo de comida como boa ou má para si. Utilize a sua intuição para saber do que necessita em dado momento. Tire os sapatos e ponha os pés na relva, por uns minutos.


47. Quedas, acidentes, fraturas


O seu corpo não está estabilizado ou talvez a sua vida esteja desequilibrada. Talvez o corpo esteja lhe dizendo para abrandar, examinar certos aspectos da sua vida ou a resolver certos bloqueios. Procure o significado da mensagem.



Conselho: Caminhe na terra ou na relva; ou melhor, deite-se na grama com um cobertor por cima. Sinta a terra por baixo. Passeie na natureza. Abrande e preste atenção. Veja o que está a fazer. Sinta os sentimentos quando estes brotam. Fique no presente. Cerque-se de luz azul quando se sentir confuso.


48. Palpitações cardíacas


Um coração apressado geralmente é acompanhado por uma abertura. Só dura alguns momentos e quer dizer que o coração está se equilibrando depois de uma libertação emocional.



Conselho: Consulte o seu médico ou terapeuta sempre que for preciso ou não se sinta bem.


49. Crescimento rápido de cabelo e unhas


Significa que está sendo utilizada mais proteína no corpo.


50. Desejo de encontrar o (a) seu (sua) parceiro (a) certo (a)


Mais que nunca, a ideia de que podemos ter uma relação ideal parece mais desejada. Conselho: A verdade é que devemos ser o tipo de pessoa que queremos atrair. Temos que gostar de nós e do lugar onde nos encontramos agora, antes de podermos atrair um parceiro mais «perfeito». O trabalho começa em casa: retenha o desejo por aquela pessoa no seu coração, mas sem apego. Espere que algum dia irá encontrar alguém que se ajuste mais a si, mas não mantenha expectativas de quem será e de como se passará. Centre-se, antes do mais, em limpar a sua vida e ser a pessoa que quer ser. Seja feliz agora. Goze a vida. Depois verá...


51. Memórias


Memórias de superfície, memórias de corpos, memórias suprimidas, imagens de vidas passadas e/ou vidas paralelas. Porque estamos a harmonizar e a integrar todos os nossos «Eus», espere por alguma destas experiências.



Conselho: O melhor é prestar atenção só ao que lhe vem à mente. Deixe o resto, não analise tudo ao pormenor (senão ficará atolado de material antigo) e sinta os sentimentos conforme eles forem aparecendo. Peça ajuda aos seus guias.



Você está despertando?


Parabéns!!!!!



Texto enviado por Silvio Salzedas


(Núcleo Trigueirinho)


Daniel Bruno Baeta



________________________________________________________________________________________________


MESTRES CIGANOS ASTRAIS



TEXTO EXTRAÍDO E EMBASADO NO LIVRO.


MESTRES CIGANOS ASTRAIS.


AUTORA: SRA. RAMONA TORRES


AUTORIZADO PELA AUTORA.



É com muita alegria no meu coração que apresentarei estas explicações sobre o Povo Cigano, escrita por uma Cigana, esta que nasceu em uma tenda, e que hoje honra e levanta a Bandeira Cigana, para todos que desejam conhecer a verdade do nosso Povo Cigano.



Este livro para mim, assim como os outros livros escritos pela Ramona Torres, eu indico como fonte de consulta, Mestre Ciganos Astrais é um presente para os esclarecimentos que buscamos.



Hoje irei apresentar somente a 1º parte deste livro, falar um pouco de cada Mestre, e a estrutura do Clã que cada Mestre dirige.



Sejam Bem-Vindos a Magia Cigana.


Prof.ª Rose de Souza.



Mas antes de começar a explanar sobre os Mestres e os 12 Clãs, é necessário que todos entendam que cada Clã Cigano tem a sua estrutura dividida em grupos. Cada grupo é chefiado por um Mestre, e cada Mestre é responsável um setor material, emocional e espiritual nas nossas vidas.



Estrutura do Clã Cigano Espiritual.



O 1º Grupo. É chefiado pela Cigana Sulamita, e ela é a responsável pela continuação de nossa raça, tendo como domínio principal os Partos. Sobre os partos (difíceis, amarrados e perigosos).



O 2º Grupo. É chefiado pela Cigana Carmem, responsável pelos males do amor, que é a mola que impulsiona o fator de continuação da raça e que move o mundo. Sobre estes males do amor. (abandono, contrariedades, casos de rivais e harmonização de casais).



O 3º Grupo. É chefiado pela Cigana Madalena, responsável pelo fator que atinge toda a humanidade, que são os problemas do sexo. Sexo que une e desune pessoas, causando amores e ódios. Sobre os problemas do sexo. (Timidez, conquista, medo e dificuldade para se entregar na vida sexual).



O 4º Grupo. É chefiado pela Cigana Esmeralda, a responsável pela fartura de alimentos, fator que atinge diretamente a sobrevivência de cada um. Ela também faz feitiços para os mais diversos fins com suas guloseimas. Sobre a fartura dos alimentos. (ela tanto faz quanto tira feitiços feitos com comida, para os mais diversos objetivos).



O 5º Grupo. É chefiado pelo Cigano Juan, o responsável por não deixar que os clãs, familiares ou não, sejam afetados por brigas e que ninguém guarde ódio ou rancor. É um Cigano harmonizador por excelência. Sobre a família. ( ele abranda e resolve casos de desavenças em família ).



O 6º Grupo. É chefiado pelo Cigano Artêmio, o responsável por consolar ciganos e gadjés ante os problemas da vida, e que trata dos Oraculadores, ledores de sina, imantando-os para evitar o desgaste de energia. Sobre as pessoas que precisam de consolo. (protege de inveja, ingratidão e desgastes de energia ledores de sina e oraculadores).



O 7º Grupo. É chefiado pelo Cigano mais célebre e amado nos Clãs deste mundo e do outro. Mais conhecido como “Reis dos Ciganos”, o Ciganos Wladimir é o Chefe Espiritual deste clã e também de todos os outros, já que não é permitido fazer nada sem o seu consentimento; por isso, ao evocar qualquer espirito cigano, deve-se pedir licença a Wladimir. Este Cigano é responsável pelo trabalho, porque sabe que o trabalho é uma das coisas mais importantes na vida de um ser, esteja no plano físico ou astral. Costuma ajudar a conseguir trabalho e “toma conta “da jornada astral”“. Wladimir tem grande preocupação com as mulheres, que são responsáveis pelo milagre da continuação da raça. Do 7º grupo comanda os outros, sendo aí consagrado porque o número 7 significa perfeição. Sobre o trabalho. (para conseguir emprego, mantê-lo e crescer nele).



O 8º Grupo. É chefiado pelo Cigano Manolo, que é responsável por conduzir situações e aconselhar os clientes, estando ele na aura de um médiun ou enviando insights do astral para várias pessoas que estejam precisando de conselhos. É o “papa” da capacidade analítica e comanda um grande grupo de Shuvanis, aptas para executar qualquer ordem para fazer encantamentos que ajudem aos que procuram em Manolo um mentor e conselheiro de fé.Sobre o dom de convencer. (oratória,capacidade analítica e bons conselhos).



O 9º Grupo. É chefiado pelo Cigano Sandro, que é responsável por fazer cálculos astrológicos e pelo uso de cristais em suas funções. É o que atende as pessoas marginalizadas que vivem na “noite”, dando atendimento específico e imantando-os, já que o desgaste de energia é grande nessas pessoas. Sobre Astrologia e cristais.(dá conselhos principalmente para as pessoas que trabalham na noite).



O 10º Grupo. É chefiado pela Cigana Natasha, que é responsável pela família, por harmonizar o amor e o sustento. Desfazendo brigas familiares, unindo os que se amam, fazendo com que seja um por todos e todos por um, também é a “madrinha” dos arrimos de família: ela os imanta, ajuda e aconselha, já que o desgaste que essa situação ocasiona é grande. Sobre a família, o amor e o sustento.(desfaz brigas entre familiares e ajuda os arrimos de família).



O 11º Grupo. É chefiado pela Cigana Yasmim, que é responsável pelas amizades, para que estas nunca se desfaçam, principalmente por brigas em que os motivos são de louvés. Não deixa que coisas terrenas interfiram no que considera vital, que é a existência dos círculos de amigos: ela julga que a amizade tem que passar por cima de todos os tipos de problema. Sobre a amizade.(brigas por motivos de louvés).



O 12º Grupo. É chefiado pelo Cigano Ramiro, que é responsável pelas transformações das situações por que estamos passando. Ramiro, por meio de conversas sérias, mostra para as pessoas que toda a situação – principalmente ruins – pode ser transformada em ensinamentos valiosos para a existência terrena. Sobre as transformações (pela transformação de situações difíceis por que estamos passando).



O Clã Cigano Espiritual também é calcado nos ensinamentos que buscam essencialmente extrair o que existe de melhor no sentimento de cada um, porque acredita-se que tudo que fazemos com consciência e amor só poderá nos levar até a Luz. Os 12 Mestres Espirituais têm a sua organização astral de maneira que, como já foi dito, cada um tem um domínio, porém isso não impede que os espíritos amigos ajudem a cuidar, elucidar e resolver problemas nos mais diversos setores.



TEXTO EXTRAÍDO DO LIVRO:


MESTRES CIGANOS ASTRAIS,


AUTORA: RAMONA TORRES


ESTE TEXTO FOI AUTORIZADO PARA O PROGRAMA MAGIA CIGANA.


APRESENTADO PELA PROF.ª ROSE DE SOUZA.



___________________________________________________________________________________


O PODER DAS PALAVRAS POSITIVAS.


Os pensamentos positivos, trazem as ações positivas


As coisas boas começarão a acontecer mais rápidas e com uma frequência maior.


Faz o seguinte, paute sua vida pela “solução”, porque os problemas sempre irão existir.


Comece a pensar em soluções para tudo, sempre abrindo pra varias soluções possíveis.


Em seu trabalho reavalie o que faz e pense como obter o mesmo resultado ou melhor de uma maneira mais eficiente.


Observe suas atitudes em sua vida social e veja quais as soluções pra melhorar seus relacionamentos com parentes, amigos e românticos.


Esse treinamento vai favorecê-lo a descobrir soluções para sua vida de uma maneira mais rápida e mais eficiente.


Não espere que tais “soluções” sejam implementadas de imediato e nem queira que as outras pessoas as sigam porque chegou a essa ou aquela conclusão.


Quando for viável esteja aberto às opiniões conflitantes e até mesmo que não sejam implementadas.


Nas soluções que reportarem exclusivamente a você implemente-as dentro de um planejamento consistente e viável.



APRENDA S SER POSITIVO SEMPRE.


A linguagem dirige nossos pensamentos para direções específicas e, de alguma forma, ela nos ajuda a criar a nossa realidade, potencializando ou limitando as nossas possibilidades. A habilidade de usar a linguagem com precisão é essencial, não só para uma boa comunicação com humanos, mas também com os Mestres Ascensos, os Anjos e os Elohim de Deus.



Existem duas maneiras-chave pelas quais a mente recebe os dados dos sentidos com os quais criamos essas imagens. Uma é pelo que vemos e, a outra, é a da linguagem que ouvimos. Essa é conhecida como Imagem verbal, que tem um efeito poderoso no comportamento humano.



Como usar isso conscientemente para nos comunicarmos de maneira mais clara?


Quando uma pessoa ouve palavras, o cérebro imediatamente processa esse "dado sensorial" como uma imagem. Frequentemente, a imagem criada no cérebro é contrária à ideia que as pessoas estão tentando comunicar.



Na verdade, muitas vezes, é exatamente o oposto! Entretanto, em todas as áreas da comunicação humana torna-se importante, senão crítico, escolher conscientemente palavras para criar o efeito desejado que estamos procurando numa dada situação.



Uma mãe dirige-se ao filho e diz as seguintes palavras:


"Agora, querido, não derrame seu leite!"


Qual é a imagem visual criada imediatamente na mente da criança?


Claro: leite derramado!


Aqui estão algumas das palavras negativas mais usadas: Não posso, Não, Não devo, Evitar e Nunca.


É útil tornar-se consciente de quando e como você usa essas palavras. Quanto mais consciente você está, mais o seu cérebro começará a oferecer alternativas!



Existe um segundo fator em relação a como nossa mente lida com essas imagens que é importante entender. O cérebro opera com um processo interno conhecido como Dissonância Cognitiva que trabalha em conjunto com a imagem visual, uma vez que uma imagem é criada, o cérebro procura transformar aquela visão em realidade.



Com essa ideia em mente, pense no exemplo passado.


A criança estava "imaginando" o leite derramando pela mesa. O que você acha que acontecerá depois? Em alguns segundos, o braço da criança baterá "acidentalmente" no copo e o leite se derramará, porque num nível inconsciente o cérebro, através do mecanismo de dissonância cognitiva, está procurando trazer para a realidade a imagem visual que ele está vendo! Embora a mãe repreenda a criança por "não prestar atenção", a criança, verdadeiramente, estava prestando muita atenção a exatamente o que a mãe disse!



COMO CRIAR IMAGENS MENTAIS POSITIVAS


Imagens Mentais Positivas são a meta de qualquer pessoa que está, conscientemente, escolhendo suas palavras para comunicar uma ideia de maneira correta. Aqui está um exemplo para ilustrar este ponto que inclui duas imagens mentais que devem ser ajustadas de imagens negativas para positivas...



Um professor faz a seguinte declaração:


"Não cometa muitos erros ou você não passará no teste!"


Estão sendo criadas duas imagens: erre e falhe!



Ao invés disso, o professor poderia ter falado...


"Certifique-se de acertar o máximo que você puder, e


você receberá uma nota excelente no teste!"



Conscientemente, escolher com cuidado que palavras usar pode parecer estranho no princípio. Essa estranheza é resultado de fazer algo diferente do que lhe é familiar. Fazendo uma analogia, lembre-se da primeira vez que você andou de bicicleta. Isso pode ter sido extremamente estranho no início. Eventualmente, no entanto, foi se acostumando e, então, andar de bicicleta tornou-se algo completa­mente natural para você.



Exemplo:


Frase: "Não saia sem o seu casaco".


Refazendo a Frase: "Lembre-se de levar seu casaco se for sair".



OS 10 AUXILIARES LINGUÍSTICOS:


1) CUIDADO COM A PALAVRA "NÃO".


A frase que contém a palavra "NÃO", para ser compreendida, traz à mente o que está junto com ela. O "NÃO" existe apenas na linguagem e não na experiência.


Por exemplo: pense em "NÃO"... Não vem nada à mente.


Agora, vou lhe pedir não pense na cor vermelha... Eu pedi para você "NÃO" pensar na cor vermelha e você provavelmente pensou.



Procure falar no positivo, diga o que você quer e não o que você não quer, por exemplo: uma pessoa diz a outra, "Não mexa no meu computador", ele deveria dizer algo como ..."No meu computador só quem mexe sou eu", ou "Você está proibido de mexer em meu computador".


2) CUIDADO COM A PALAVRA "MAS", QUE NEGA TUDO O QUE VEM ANTES. Por exemplo: "O Pedro é um rapaz inteligente, esforçado, MAS...". Substitua o MAS por E, quando indicado.


3) CUIDADO COM A PALAVRA "TENTAR", QUE PRESSUPÕE A POSSIBILIDADE DE FALHA.


Por exemplo: "Vou tentar encontrar com você amanhã às 8 horas".


Em outras palavras: Tenho grande chance de não ir, pois vou "tentar". Evite TENTAR quando quiser fazer algo, afirme que fará, e faça.


4) CUIDADO COM A PALAVRAS "DEVO", "TENHO QUE" ou "PRECISO", que pressupõem que algo externo controla sua vida. Em vez delas use "QUERO", "DECIDO", "VOU".


5) CUIDADO COM "NÃO POSSO" ou "NÃO CONSIGO" que dão a ideia de incapacidade pessoal.


Use "NÃO QUERO", "DECIDO NÃO", ou "NÃO PODIA", "NÃO CONSEGUIA", que pressupõe que vai poder ou conseguir.


6) Fale dos problemas ou descrições negativas de si mesmo, utilizando o tempo do verbo no passado ou diga ainda. Isto libera o presente.


Por exemplo: “eu tinha dificuldade de fazer isso”; “não consigo ainda.”


A palavra "ainda", pressupõe que vai conseguir.


7) Fale das mudanças desejadas para o futuro utilizando o tempo presente do verbo. Por exemplo: em vez de dizer "Vou conseguir", diga "Estou conseguindo".


8) Substitua o "SE" por "QUANDO".


Por exemplo: em vez de falar "Se eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar", fale "Quando eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar".


“Quando” pressupõe que você está decidido.


9) Substitua "ESPERO" por "SEI".


Por exemplo: em vez de falar "Eu espero aprender isso", diga "Eu sei que vou aprender isso". ESPERAR suscita dúvidas e enfraquece a linguagem.


10) Substitua o CONDICIONAL pelo PRESENTE.


Por exemplo: Ao invés de dizer "Eu gostaria de agradecer à presença de vocês", diga "Eu agradeço a presença de vocês".


O verbo no presente fica mais forte e concreto.



Falar corretamente é muito importante.


O que nos diferencia dos animais é o som ordenado que transmite a sabedoria, o conhecimento e a capacidade de comunicação com Deus e seus Anjos.


Quando estamos evoluindo neste ser humano que tem de se tornar um Deus em Glória e Poder, temos que ter em mente que aprender a falar corretamente, positivamente, claramente, sem gírias ou palavrões é um caminho para o controle de nossas faculdades, utilizando assim, um pouco daquela capacidade que desprezamos ao utilizarmos um décimo de nosso Poder divino.


Diga:


Eu crio / estou criando


Eu faço / estou fazendo


Eu manifesto / estou manifestando


Eu realizo / estou realizando


Eu tenho a intenção de


Eu sou feliz


Eu tenho saúde


Eu tenho tudo o que preciso


Eu estou sempre protegido


Eu consigo / estou conseguindo


Eu desejo


Eu quero


Eu decido


Eu Sou a manifestação da felicidade


É minha intenção que (...) se realize sem esforço.


Repita todos os dias:


Sei que existe alguma coisa para eu aprender, alguma coisa que devo mudar.


Acredito que estou sendo guiado, que estou cumprindo minha missão, portanto vou procurar o que devo aprender, sem julgamentos, seguindo o fluxo.


Peço que todas as minhas mudanças venham com alegria, segurança e harmonia. Este é o meu decreto.



Ele abrange tudo aquilo que eu quero em minha evolução: eu vivo com alegria, segurança e harmonia.


Por isso, sigo essa energia e vejo o que está mudando para mim e o que eu preciso abandonar.


Eu posso mudar tudo aquilo que desejar.


Tenho coragem, força e saúde para isso, e recebo o Amor Divino com o coração aberto.



Quero acelerar minha evolução pessoal.


Quero que meu Espírito me ajude a aumentar minhas capacidades. Quero que o meu corpo se regenere constantemente.


Quero emanar saúde.


Quero abandonar as dificuldades para ser um exemplo vivo daquilo que a humanidade pode atingir.


Eu assumo a responsabilidade por tudo em que estou envolvido.


Eu assumo a responsabilidade por tudo o que acontece comigo.


Se não gosto do que acontece comigo, vou perceber que crio coisas que não gosto para chamar minha atenção para algo que não consigo ver e assim poder mudar o que realmente não funciona para mim."


Quando precisar muito de alguma coisa, peça:


"Universo (ou Deus), eu quero trabalhar com você. Providencie-me (...) e mostre-me o que fazer. Conceda-me a oportunidade de viver a minha Luz, dizer a minha verdade e ser portador da Luz em todo o mundo."



Tenha em mente seu potencial disponível e diga ao Universo o que quer como pagamento, desde que não seja prejudicial a ninguém e seja para a evolução. Esteja atento a todos os sinais que apareçam: pessoas que falam alguma coisa que tem a ver com o seu pedido, placas na rua com uma palavra, um filme na TV, enfim, esteja aberto a reconhecer a resposta. Se surgir uma oportunidade de ir a algum lugar, não pense "Ah, não tenho dinheiro".



Vá! As coisas mais estranhas acontecem... Não tenha preocupações com o que vai acontecer ou com a aparência das coisas. Esteja preparado para enfrentar situações que sua mente lógica não aceita: "não posso fazer isso", "isso é loucura"! "preste atenção". Apenas diga: "Eu recebo orientação divina. Eu desejo uma aceleração.



Eu tenho intenção de trabalhar nisso, minha capacidade está cada vez maior e me atiro nessa oportunidade. Sinto que estou agindo de forma correta pois sou protegido pelo Amor Divino e Ele tudo faz pelo meu bem estar. Vou em frente." Claro, você não deve fazer se você sentir que não é positivo! Não use o raciocínio, a lógica; use a sua intuição.



Questione todas as pessoas que quiserem que você aceite as verdades delas como absolutas; ouça outras opiniões, sinta se as coisas soam bem, agradáveis. Ninguém tem o direito de fazer você depender de ninguém, e a decisão do que deve ser feito é sempre sua. As pessoas lhe dão as informações, mas é você quem decide o que fazer com elas - você está encarregado de viver a sua própria vida!



Fonte Consultada:


http://mais.uol.com.br/view/0yzcaln58xxp/as-palavras-tem-poder--aprenda-a-ser-positivo-sempre--04023468E0999346?types=A


http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080413220835AAOaryF


http://curapessoal.blogspot.com/2005/08/o-poder-da-palavra.html


______________________________________________________________________________________________


O Petit Lenormand como Terapia


As cartas refletem o interior da pessoa, o seu estado vibracional e as tendências energéticas naquele momento. Através delas, podemos ver tanto os significados visíveis quanto os ocultos de nossas vidas.



O verdadeiro objetivo de uma leitura de cartas é sempre é a auto transformação. As cartas inspiram significados que nos orientam a este respeito, sugerindo reflexões e atitudes que incentivem o bem estar e estimulem o nosso progresso pessoal. Nos permitem identificar o que nos causa dor e atrasos e nos indicam opções para superá-los, assim como indicam situações, momentos e fatos que nos estimulam segurança e bem estar.



Através das imagens contidas nas cartas, e seu uso de acordo com nossa própria energia, projetada nelas naquele momento, podemos distinguir o que está acontecendo dentro e em torno de nós. Nos revelam nossas necessidades, nossos desejos e nossos medos ocultos. Nos ajudam a saber o que está acontecendo em nosso subconsciente e inconsciente, e então conhecer-nos melhor.



A abordagem terapêutica do Petit Lenormand o utiliza como guia de autoconhecimento, assim como um estímulo para o nosso subconsciente na realização das mudanças de desenvolvimento destinadas a neutralizar os padrões negativos de comportamento e também, crenças limitantes e castradoras alimentadas no curso desta experiência de vida.



O subconsciente fala em imagens. As Imagens das cartas e seus símbolos estabelecem uma ponte entre a mente consciente e inconsciente. Isso facilita o uso terapêutico das cartas, por serem também baseadas em imagens, cujas referências estão justamente na mesma área do cérebro, o que Carl Jung chamou de inconsciente coletivo.



Algumas vezes, em sonhos, os lados claros e escuros de nossa psique se manifestam em toda a sua magnitude e, por vezes, não nos reconhecemos neles. O Petit Lenormand, com sua linguagem simbólica, mostra-nos o que devemos reconhecer e esperamos resolver, assim como o que nos faz bem e devemos manter, utilizando-se desta mesma linguagem, no entanto, associada a símbolos cuja interpretação é mais acessível e menos confusa do que os símbolos mostrados em sonhos (uma vez que sua interpretação nem sempre está clara, naquele momento).



De acordo com Jung, o símbolo não esconde, mas ensina. Assim, uma palavra (ou imagem) é simbólica quando significa algo além do que seu significado evidente e imediato, portanto, tem um aspecto inconsciente que nunca é precisamente definido ou plenamente explicado ...



Através de um trabalho personalizado e continuado com a interpretação das cartas do Petit Lenormand, trazemos à tona pensamentos articulados através desta linguagem interior e nem sempre articulada e contextualizada, mas passível de interpretação.



A partir daí, trilhamos um caminho rumo à conexão com a nossa psique, nosso guia espiritual ou mestre interior através da meditação sobre as cartas do Petit Lenormand.



Seu uso terapêutico, portanto, trata-se da estimulação da mente através de um processo simbólico e energético, possibilitando impressões e sentimentos que serão essenciais para uma análise aprofundada, capaz de desvendar facetas de personalidade, revelar impulsos de alma e trazer à superfície reais desejos, anseios - assim como também áreas menos positivas e que devem ser trabalhadas. Neste momento entra em foco o aconselhamento metafísico e recursos como o auxílio de plantas (na forma de alimentos, aromas, óleos, banhos, contemplação e cultivo), de maneira a alcançar um estado de paz e alegria, fundamentais para o desenvolvimento físico e espiritual durante esta experiência de vida.


CAMINHO DE EVOLUÇÃO COM AS CARTAS CIGANAS


As Cartas Ciganas, não ditam o seu Destino, mas esclarecem os pontos a serem trabalhados e assimilados, nos trazem o caminho de evolução, através das mensagens, nos ensinam a ver o caminho de uma forma diferente, nos auxiliam a enxergamos os nossos Bloqueios, e se seguirmos as mensagens com certeza veremos a Beleza das Cartas Ciganas e o nosso novo caminho.



Vamos começar a nossa vivência com as Cartas Ciganas


A primeira carta a do Cavaleiro nos traz sempre a mensagem que devemos agir, para que o que desejamos venha para nossa vida, mas para ser um cavaleiro, há um caminho a ser percorrido, uma preparação, nós temos que nos preparar na nossa vida buscarmos o conhecimento é através deste que iremos agir na nossa vida com segurança e sermos uma irmã que atraímos o que desejamos. Se não buscarmos o conhecimento nesta preparação vamos nos deparar com a carta das Pedras, esta carta traz a seguinte mensagem, que há pedras no nosso caminho que podem nos atrapalhar, mas são de fácil superação, e estas pedras que tem no nosso caminho, são as pedras das inseguranças, e medos que temos, muitas vezes somos nós que colocamos, e se buscarmos o conhecimento iremos superar estas dificuldades passageiras. Mas não podemos esquecer que estamos em uma jornada da vida e entramos na carta do Navio, esta carta traz a mensagem que o que desejamos esta sendo gerado e que por este motivo demora um pouco mais para chegar em nossas vidas. Não podemos esquecer que dos meios de transporte que temos o navio é o mais lento e o que transporta a maior quantidade de coisas, mas para o navio ir de um porto a outro, atravessar o oceano precisa-se de um planejamento. Aprendemos a seguinte lição que sempre na nossa vida precisamos de planejamento para nos prepararmos e superarmos as dificuldades, para assim irmos de um porto a outro na nossa vida. O que faz a diferença em nossas vidas são as nossas bases, e esta nos leva a carta da Árvore, esta carta traz a mensagem que temos bases e raízes (conhecimento), para prosperarmos, mas muitas vezes nos deparamos com as pedras e não conseguimos gerar o que desejamos, mas isso se deve ao fato de não estarmos usando dos conhecimentos adquiridos nas nossas bases e origens, mas se fazermos as podas as correções iremos prosperar, então temos que fazer as correções, porque muitas vezes não estamos vendo o caminho com clareza e isso nos leva a carta das Nuvens, e esta é a mensagens da carta das nuvens, não estamos vendo o caminho com clareza, mas vamos refletir às vezes é melhor fazermos uma pausa, fazermos as podas que precisamos para gerar o que desejamos e planejarmos melhor, porque com o melhor planejamento e novamente usando dos conhecimentos iremos ver a direção certa a seguir. Mas antes de seguir a jornada material, as cartas também nos aconselham a corrigir o nosso emocional, e a carta da Cobra, nos traz a mensagem, que devemos ser flexíveis, e nos adaptarmos a situações que ocorrem em nossas vidas, estes fatos ocorridos em nossas vidas podem deixar mágoas e tristezas, mas é preciso diluir, permitirmos à renovação a cobra troca de pele, e pensarmos antes falar, evitaremos magoas e problemas de comunicação, e se agirmos com cautela vamos sim findar um ciclo e iniciarmos outro, começamos a vivenciar a carta do Caixão, esta carta traz esta mensagem, fim de um ciclo é inicio de outro, mas este novo inicio com mudanças que se fizermos estas mudanças até agora colocas pelo caminho das Cartas Ciganas, vamos vivenciar a carta do Ramalhete, esta carta nos traz a mensagem que busquemos a renovação interna para encontrarmos a felicidade externa, mas se escolhermos ou ficarmos na inércia a vida faz os cortes, e começamos a vivenciar a carta da Foice, esta carta nos traz esta mensagem dura, faça neste momentos os cortes necessários em sua vida, você tem a escolha, caso você não faça a vida fará, e a vida não vai te perguntar o que você deseja que seja cortado, ela faz os cortes que muitas vezes são bem dolorosos, mas ainda tem um consolo, esta carta te diz que estes cortes te trarão curas e sabemos que muitas vezes o remédio é amargo, por isso, não tente ludibriar a vida, mas haja com jeito, esta é a mensagem da carta do Chicote, haja com jeito nas suas atitudes e na sua vida, não imponha as coisas, esta carta não cabe o tem que ser do meu jeito e sim, gostaria e o poderia ser desta forma, para que sempre tenha conciliação e liberdade porque a carta dos Pássaros, traz esta mensagem, podemos estar lado a lado, mas sem amarras, sem compromissos, mas com liberdade, por isso agir com jeito e sabedoria na sua vida ter cuidado com o que fala, para não gerar magoas e tristeza, estes aconselhamentos anteriores nos preparam para evitarmos atitudes imaturas, iniciamos a carta das Crianças, esta carta nos mostra também o lado inocente das crianças, com certeza, pede para que sejamos sempre alegres em nossas vidas e que não esqueçamos que temos a nossa criança interior, mas como pessoas temos que nos lembramos e pensarmos em nossas atitudes, porque toda a ação gera uma reação, e atitudes imaturas podem levar a ciladas que geramos, e começamos a vivenciar a carta da Raposa, que nos ensina a sermos astutos, espertos, gerarmos a esperarmos o que desejamos, porque a raposa ele observa e espera o momento certo para conseguir o objetivo dela, por isso temos que usar de toda a nossa força de realização, entramos na carta do Urso, o urso não é só amigos falsos, e muito mais que isso, estamos na carta 15, observe a quantidade de conhecimentos que temos, por isso usar de toda a nossa força de realização é usar de todos os conhecimentos ate aqui adquiridos nesta jornada, para assim começarmos a vivenciar a carta da Estrela, se colocarmos em pratica os conhecimentos até aqui adquiridos nossa estrela brilha e é claro que virão as novidades na nossa vida a carta da Cegonha, boas novidades e também amigos fieis, companheiros fieis, começamos a vivenciar a carta do Cão, mas só seremos ímãs atiradores destas novidades, amigos e companheiros fieis, se formos fieis conosco, fieis com a nossa verdade, por que se precisarmos, é melhor começar o caminho novamente do que entramos na vivência da carta da Torre, esta carta traz a mensagem que devemos reconstruir as nossas bases, não podemos ficar fechados dentro de nós, devemos nos abrir também para a nossa espiritualidade, porque o que plantarmos, iremos colher, esta é a vivência da carta do Jardim, somos responsáveis pelo que plantamos em nossas vidas, por que colheita será obrigatória, e a próxima carta nos ensina a mantermos os equilíbrio, a carta da Montanha, a mensagem desta é que devemos manter os equilíbrios físicos, emocionais, financeiros e espirituais, lembre-se que já estamos na carta 21, já temos uma bagagem de conhecimentos que se colocados em pratica, caminharemos, porque a mensagem da próxima carta Caminhos, nos diz, todos os seus caminhos estão abertos, porque você não caminha? Então vivencie as cartas anteriores, mantenha os equilíbrios, faça as escolhas do que você deseja para colher o que quer, não entre em introspecção, busque a companhia dos seus amigos fieis, veja as novidades, deixe a sua estrela brilha, mas use de toda a sua força de realização, para assim superar a próxima carta o Rato, esta carta traz a seguinte mensagem, evite, stress, desgaste e percas, mas para se evitar é preciso manter os equilíbrios, fazer as escolhas e use de todos os seus conhecimentos, e novamente as cartas perguntam como esta o seu emocional, porque na carta da Cobra, dever ia-se ter diluídos magoas e tristezas e permitir a renovação, porque agora as cartas te cobram, você permitiu esta renovação, porque vamos iniciar a vivência da carta do Coração, por isso que nesta carta não vemos o amor o verdadeiro, só podemos compartilhar os sentimentos quando temos 1º por nós mesmos, para depois compartilhar com o outro, senão diluirmos magoas e tristezas anteriores, teremos problemas em nos mantermos o equilíbrio emocional, podemos cometer erros de posse, e trazer desequilíbrio para a outra parte, por isso a correção é tão importante, iremos vivenciar a carta das Alianças, e esta carta traz a mensagem que as alianças são sérias, duradouras, por isso se fizermos as vivências será muito fácil compartilhar as alianças sérias, porque teremos equilíbrio para mantermos, e seguimos em frente em busca de novos conhecimentos novos segredos, a carta do Livro, esta carta traz esta mensagem que segredos, contratos e novos papéis virão para nossa vida e será muito bom, porque somarão na nossa jornada e teremos noticias rápidas chegando para nós a Carta das Noticias, nos diz que noticias chegam muito rápido em nossas vidas, mas na verdade quem esta chegando trazendo as suas vivências e os seus conhecimentos para somar na nossa vida são o Companheiro (Cigano) e a Companheira (Cigana),estes amigos verdadeiros que trazem os seus conhecimentos as suas vivências para termos paz e conciliação a carta dos Lírios, mas é nesta carta que vivenciamos o amor verdadeiro porque dentro de nós há paz e conciliação, já percorremos ¾ da jornada, estamos quase no final, e vamos ao encontro da carta do Sol, sempre desejamos que o sol brilhe nas nossa vidas para crescermos, já sabemos, fazer as escolhas para plantarmos o que desejamos e colhermos o que queremos, sabemos usar da nossa força de realização, a vida pulsa dentro de nós, agora é a hora de vivenciarmos o oculto, o misterioso, a carta da Lua, que nos ensina a ouvirmos a nossa intuição, a termos a certeza que tudo na nossa vida é passageiro uma fase, e que nada é para sempre, continuando a jornada as cartas nos ensina a Chave, esta na sua mão, é sempre você que abrirá ou fechará a sua porta, mas com quase todo o caminho percorrido e claro que você abrirá a sua porta porque merecemos a abundância na nossa vida a carta dos Peixes, traz o prêmio merecido pelo caminho percorrido, mas espere ainda tem 2 cartas que te trazem a seguinte mensagem, busque a segurança nos seus caminhos, mas jamais fique estagnado esta é a mensagem da Âncora, e continue persistindo nos seus objetivos, se precisar, volte refaça o caminho, veja aonde errou e acerte, o importante e continuar, porque você encontrará a carta da Cruz que te dá a Vitória.



FONTE DE CONSULTA:


(Texto extraído da página Sensorial).


Prof.ª Rose de Souza


______________________________________________________________________________________



DIFERENÇAS ENTRE OS ORÁCULOS


TARÔ:


O Tarot ou Tarô (português brasileiro) é um jogo de cartas jogado na França e em outros países francófonos, composto por um baralho de 78 cartas. A Fédération Française de Tarot publicou as regras oficias do jogo. Jogos da mesma família com diferentes nomes são também jogados em outros países da Europa central — na região da Floresta Negra no sul da Alemanha, Suíça, Áustria, Hungria e no norte da Itália.



Desde o século XVIII as cartas passaram a ser usadas para a previsão do futuro e desde fins do século XIX elas integram o cerne do esoterismo moderno juntamente com as cartas de tarô surgiram entre os séculos XV e XVI no norte da Itália, e foram criadas para um jogo de mesmo nome, que era jogado pelos nobres e pelos senhores das casas mais tradicionais da Europa continental.



O tarô (também conhecido como tarot, tarocchi, tarock e outros nomes semelhantes) é caracteristicamente um conjunto de setenta e oito cartas composto por vinte e um trunfos, um Curinga e quatro conjuntos de naipes com quatorze cartas cada - dez cartas numeradas e quatro figuras (uma a mais por naipe que o baralho lusófono).



As cartas de tarô são muito usadas na Europa em jogos de cartas, como o Tarocchini italiano e o Tarô francês. Nos países lusófonos, onde esse jogo é bastante desconhecido, as cartas de tarô são usadas principalmente para uso divinatórios, para o qual os trunfos e o curinga são conhecidos como arcanos maiores e as cinquenta e seis cartas de naipe são arcanos menores.



Os significados divinatórios são derivados principalmente da Cabala - vertente mística do judaísmo - e da alquimia medieval..


O tarô tradicional possui 78 cartas; quando usado para fins divinatórios, cada qual é denominada de arcano, palavra que significa "mistérios ou segredos a serem desvendados" e foi incorporada pelos ocultistas do século XIX.


BARALHO CIGANO


baralho conhecido como "cigano“ não foi criado por tal povo, trata-se do baralho Lenormand, que por usar uma linguagem simples, foi adotado pelo povo cigano.


Os baralhos Lenormand juntamente com as cartas de Tarô são as mais utilizadas no campo da cartomancia.



As cartas Lenormand foram criadas por Mademoiselle Marie-Anne Adelaide Lenormand, cartomante francesa de grande renome que também exercia, além de outras atividades adivinhatórias, a quiromancia, a clarividência, a leitura de cartas, leitura de folhas de chá, astrologia, etc.



Lenormand teve entre suas clientes Josefina de Beauharnais, esposa de Napoleão Bonaparte. Ela teria previsto a ascensão e queda do imperador Napoleão, os segredos da imperatriz Josefina e o destino de muitos notáveis de seu tempo.



Nasceu em Alençon, na Normandia (1772-1843). Perdeu seu pai quando tinha apenas um ano de idade e logo em seguida sua mãe, aos 5 anos. Depois disso foi enviada a um convento. Lá surgiram os primeiros relatos de sua clarividência.


Morou em Paris num período posterior a Revolução Francesa e lá consolidou sua fama de advinha.



Em 1807, Mlle. Lenormand leu nas mãos de Napoleão sua intenção de se divorciar de Josefina. Para afastá-la ele a mandou à prisão por 12 dias. Esse fato foi o verdadeiro lançamento de sua carreira e ela se tornou a cartomante mais popular de sua época.



Em 25 de junho de 1834, aos 74 anos de idade, foi enterrada em Paris, no cemitério Père Lachaise. Por motivos desconhecidos, os segredos do Tarô Lenormand desapareceram temporariamente com o falecimento de Mlle. Lenormand e cerca de 50 anos depois eles foram recuperados com a descoberta de alguns manuscritos deixados por Anne-Marie.



A partir desses documentos, foram desenvolvidos dois baralhos, um deles conhecido como Baralho Lenormand e ilustrado com figuras da época e ainda hoje fabricado na França. O outro com figuras mais simples e atuais corresponde à versão utilizada pelos ciganos, propagadores deste baralho.


I CHING


Ching, significando clássico, foi o nome dado por Confúcio à sua edição dos antigos livros. Antes era chamado apenas I: o ideograma I é traduzido de muitas formas, e no século XX ficou conhecido no ocidente como "mudança" ou "mutação".



O "I Ching" pode ser compreendido e estudado tanto como um oráculo quanto como um livro de sabedoria. Na própria China, é alvo do estudo diferenciado realizado por religiosos, eruditos e praticantes da filosofia de vida taoista.



As oito figuras que formam o I Ching estão na base da cultura que se desenvolveu na China durante milênios. Para os chineses a ordem do mundo depende de se dar o nome correto às coisas, portanto o significado de "I" sempre foi objeto de discussão.



Alguns veem o ideograma I como semelhante ao desenho de um camaleão, representando o movimento (como o lagarto) e a mutação (como o mimetismo do camaleão). Outros afirmam que o ideograma é formado pelo do Sol em cima e o da Lua embaixo, a mutação sendo simbolizada pelo movimento incessante destes astros no céu.



Para o pensamento chinês, não há o que mude, há apenas o mudar. A mutação seria o caráter mesmo do mundo. Mas a mutação é, em si mesma, invariável, ela sempre existe. Portanto, "I" significa mutação e não-mutação.



Subjaz à complexidade do universo, uma 'simplicidade' que consiste nos princípios que estão por trás de todos os ciclos. Ao fluir com as circunstâncias se evita o atrito e portanto a resistência: esse é o caminho do homem sábio.


Tanto o taoismo como o confucionismo, as duas linhas da filosofia chinesa, beberam da fonte do I.


Tanto o taoismo como o confucionismo, as duas linhas da filosofia chinesa, beberam da fonte do I.



Tudo que ocorre no céu e na terra tem sua imagem nos oito trigramas, que estão continuamente se transformando um no outro. Têm várias camadas de significados, e representam processos da natureza. São, portanto, o mundo arquetípico, ou o mundo das idéias de Platão.


É usada para ilustrá-los a analogia com a família:


o pai é forte a mãe é maleável os três filhos são as três fases do movimento: início, perigo e repouso as três filhas são as três etapas da devoção: suave penetração, clareza e tranquilidade. Em Heráclito, e mais tarde na dialética europeia, encontramos os ecos da fluidez que é a base do I Ching.


RUNAS


As runas são um conjunto de alfabetos relacionados que usam letras características (também chamadas de runas) e eram usadas para escrever as línguas germânicas, principalmente na Escandinávia e nas ilhas Britânicas.



Em todas as suas variedades, as runas podem ser consideradas como uma antiga forma de escrita da Europa do Norte. A versão escandinava que também é conhecida como Futhark (derivado das suas primeiras seis letras: 'F', 'U' 'Th', 'A', 'R', e 'K'), e a versão Anglo-saxónica conhecida como Futhorc (o nome também tem origem nas primeiras letras deste alfabeto).



As inscrições rúnicas mais antigas datam de cerca do ano 150, e o alfabeto foi substituído pelo alfabeto latino com a cristianização, por volta do século VI na Europa central e no século XI na Escandinávia. Contudo, o uso de runas persistiu para propósitos especializados, principalmente na Escadinávia, na área rural da Suécia até ao início do século XX (usado principalmente para decoração e em calendários Rúnicos).



Além do alfabeto, a cultura germânica antiga possuía um calendário, cujo ano se iniciava no dia 29 de Junho, representado pela runa Feob. Runemal era a arte do uso de alfabetos rúnicos para obter respostas, como um oráculo, instrumento usado pelos iniciados nesta arte desde o pré-cristianismo para o auto-conhecimento. Arte denominada de pagã pelo cristianismo.



Esta é a criação mítica das Runas, na qual o sacrifício de Odin (que logo depois foi ressuscitado por magia) trouxe para a humanidade essa escrita alfabética antiga, cujas letras possuam nomes significativos e sons também significativos, e que eram utilizadas na poesia, nas inscrições e nas adivinhações, mas que nunca chegaram a ser uma língua falada.


BÚZIOS


O jogo de búzios é uma das artes divinatórias utilizado nas religiões tradicionais africanas e na religiões da Diáspora africana instaladas em muitos países das Américas. Existem muitos métodos de jogo, o mais comum consiste no arremesso de um conjunto de 16 búzios sobre uma mesa previamente preparada, e na análise da configuração que os búzios adoptam ao cair sobre ela.



O adivinho, antes reza e saúda todos os Orixás e durante os arremessos, conversa com as divindades e faz-lhes perguntas. Considera-se que as divindades afetam o modo como os búzios se espalham pela mesa, dando assim as respostas às dúvidas que lhes são colocadas.



No Brasil os búzios (conchas pequenas de praia), (cawris na África eram usados como dinheiro, foi moeda corrente) são usados pelos Babalorixás e Iyalorixás para comunicação com os Orixás, nas consultas ao jogo de búzios ou Merindelogun.



Usado para consultar o futuro, de acordo com a religião Batuque, Candomblé, Omoloko, Tambor de Mina, Umbanda, Xambá, Xangô do Nordeste ou como adorno em roupas dos Orixás e para confecção de alguns fio-de-contas.



Também é usado em outras religiões afro-descendentes em vários países. Sua origem é médio-oriental, mais precisamente a região da Turquia. Penetrou na África junto com as invasões daqueles povos aos africanos.



Adotado pelas mulheres pelo fato de que o Opele-Ifa e Opon-Ifa (jogos divinatórios originalmente africano) é destinado somente aos homens. Entrou na vida e na cultura Yoruba e enraizou-se tão profundamente que hoje o Merindilogun (jogo de buzios) é mais conhecido que o verdadeiro oráculo dos Babalawos (o Opele-Ifa e Opon-Ifa) também o mais utilizado aqui no Brasil.



No entanto, segundo algumas correntes e crenças nem todas as pessoas podem ler buzios. Esta prática está destinada apenas a pessoas com uma forte espiritualidade. De forma geral estão pré destinadas às Mães, Pais, ou filhos de Santo após a obrigação de sete anos com o recebimento dos direitos, autorização e ensinamentos dado pela mãe ou pai de santo.


CAFEOMANCIA


A França, no século XVIII, nos introduziu essa prática divinatória árabe, usada pelas odaliscas dos sultões antigos que, através da borra do café, popularmente conhecido no ocidente como café turco (porque não se coa o pó), previa qual odalisca seria escolhida para aquela noite. Atualmente, esta prática ainda é respeitada na Turquia e Norte da África, mantendo velhas tradições.


Faça o café em uma xícara e, após tomá-lo, analise o desenho no fundo da xícara. Observe o desenho e relacione-o a uma imagem da lista abaixo.


Lista de símbolos


Animal Doméstico - amigo está com problemas nesse momento.


Árvore - Projetos se realizando.


Casa (Prédio) - União futura.


Chapéu (Boné) - Encontro com um homem.


Chave - Problemas resolvidos.


Coração - Novo relacionamento.


Cruz - Seja solidário com as pessoas ao seu redor.


Escada que sobe - Problemas temporários.


Estrada (Rua) - Problemas sendo resolvidos.


Estrela - Época de culme, aproveite essa época


Ferradura - Sorte.


Flecha - Foque-se em seus objetivos.


Foice (Faca) - Cuidado.


Laço (Corda) - Bons momentos vindo.


Letras - Mensagens vindo.


Lua - Valorize os seus bens materiais.


Mão - Brigas vindo.


Montes - Reformas.


Muro - Obstáculo.


Números - Espera.


Nuvens - Seja realista.


Olho - Proteção.


Pássaro - Problemas na profissão.


Peixe - Segredos.


Pena - Proteção, realização de projetos.


Pente - Surpresa.


Pés - Sucesso recompensado.


Pomba - Confirmação.


Quadrado - Bons relacionamentos.


Raios - Energia.


Relógio - Concentração no trabalho.


Rosto Feminino - Mulher vindo.


Rosto Masculino - Homem vindo.


Sol - Aproveite.


Vários Círculos - Momento de reorganizar.


Vários Riscos - Momento de repensar o seu estado.


Vaso - Cuidado com a generosidade de desconhecidos.



Fontes de Consulta:


Wikipédia



____________________________________________________________________________________________


Diferença entre Pomba-gira Cigana e as Ciganas


Os Ciganos trabalham em todos os “lugares”, são livres para trabalhar e precisam dessa liberdade para sua evolução.


Os Ciganos não trabalham a serviço de um Orixá específico, eles respeitam os Pais e Mães Divinos dos médiuns, por isso não são guardiões de um terreiro. Essa linha trabalha em paralelo e conjugada com as demais, onde o seu compromisso primeiro é com a caridade e não com nenhuma outra linha específica.



Os Ciganos são protetores e não guardiões. Podem trabalhar dentro da linha de Exu, porém sem função de chefia e de guarda. Já os Exus Ciganos e Pombo Giras Ciganas são exus e pombo giras como outros quaisquer exercendo todas as funções que qualquer exu e pombo gira exercem. Em resumo: cigano é uma coisa, exu cigano é outra. Eles têm funções diferentes, embora a mesma origem cigana.



Os Ciganos se manifestam nos terreiros de Umbanda, justamente por Ela ser uma religião aberta e dar liberdade para qualquer linha de trabalho que venha fazer Caridade. Por serem muito alegres, os médiuns começaram a se fascinar, e ter excesso de culto por essa Linha.



Aí começaram as vaidades, as roupas enfeitadas, bebidas, fumos, danças, firmezas, assentamentos, jogos em casa ou até mesmo no terreiro, e assim, infelizmente, muitos espíritos que ainda estavam em “desenvolvimento” para ingressar nessa Linha se perderam junto com os médiuns, e hoje podemos ver os absurdos que são feitos usando o nome de entidades de luz.



Basta saber que um pedacinho de papel, metal ou outro elemento foi irradiado por uma entidade, que vocês usam isso como um talismã e lembram de agradecer e acabam entrando em sintonia com Espíritos de Luz, e assim lembram de suas metas e lutam por elas. Lembrem sempre, que todas as entidades são iguais, trabalham juntas em um único objetivo, a Caridade.



Pensem: a árvore para dar frutos e sombra precisa da água para germinar a terra, da terra para poder se fixar, ter um porto seguro e poder ter vida, do vento para espalhar suas sementes e assim formar uma mata, do calor do sol para o crescimento das sementes.


Agora vou mostrar como isso funciona dentro de um terreiro de Umbanda.


O médium precisa de um (a) dirigente espiritual para ajudá-lo a se desenvolver, do terreiro como um porto seguro para incorporar as entidades, de estar harmonizado com o alto para expandir a caridade, de estar equilibrado para doar energia e poder ajudar uma pessoa necessitada.


Cuidado:


Tudo em excesso pode ser destruidor.


Se há amor em excesso, há ciúmes e possessão,


Se há ódio, há morte,


Se há fascinação, há vaidade,


Se há alegria em excesso, há inveja,


Se há tristeza em excesso, há depressão,


Se há culto em excesso, há fanatismo.


É preciso que tudo na vida esteja bem equilibrado, e o equilíbrio tem um nome que se chama Umbanda. Umbanda é a paz interior, é fazer caridade ao desconhecido, é o amor pela vida e pelo o próximo. Umbanda é luz, vida e amor.


DIFERENÇAS ENTRE POMBA-GIRA E CIGANAS


POMBA-GIRA A GUARDIÃ:


Além de serem entidades que se manifestam nos cultos de matriz africana, as pombas-giras são personagens bastante populares. Tanto as pombas-giras quanto os exus representam nossos bons companheiros, velhos “compadres e comadres” sempre prontos a nos ajudar. Também são conhecidas como vencedoras de demandas, das guerras, mulheres cheias de méritos que em seus pontos cantados sempre levam um tom sensual.



Existem várias pombas-giras, assim como existem vários exus, segundo o lugar de onde vêm, onde trabalham e a que família ou falange pertencem, pois cada uma representa uma aspecto distinto da potência geradora dessa entidade.



As imagens que representam as pombas-giras mostram suas muitas faces e trejeitos: há as que trazem os seios à mostra, vestindo pequenas saias; outras exibem roupas mais luxuosas, longos vestidos e muitos colares; algumas guardam uma aparência quase cigana, prontas para dançar. Podem ser claras, morenas ou negras, mas seus cabelos são sempre longos e bem arrumados.



Seu culto se iniciou com o cruzamento das tradições africanas e europeias: o nome vem do termo “bombogira”, usado para denominar os exus nos cultos de Angola, de tradição Banto.



Na Umbanda, a pomba-gira faz parte de um grupo de entidades que trabalham “à esquerda”, neutralizando o aspecto negativo e positivo e promovendo o equilíbrio. São eles, exus e pombas-giras, os responsáveis pela guarda e limpeza espiritual dos terreiros, a quem recorremos quando necessitamos daquela ajuda mais material.



A pomba-gira é a geradora do desejo, fundamental em nossas vidas, e pode ser ativada tanto para ajudar como para diminuir em determinada pessoa, de acordo com a necessidade que for demonstrada.



Exus e pombas-giras nunca trabalham sozinhos, pois o aspecto masculino do exu é positivo, e o feminino da pomba-gira é negativo, portanto, um complementa e neutraliza o outro. Por isso se costuma dizer que todo exu tem sua mulher e toda pomba-gira tem o seu marido, para que, juntos, suas forças se fundam gerando perfeito equilíbrio.



Cada pomba-gira, assim como os exus, tem suas características próprias, seus pontos cantados e riscados: cada uma cuida de um determinado tipo de tarefa. Geralmente as pombas-giras costumam proteger as mulheres que as procuram: sempre vêm para trabalhar contra aqueles que são seus inimigos e inimigos de seus devotos.



A pomba-gira é uma entidade que está bem próxima a nós, encarnados; possuiu uma vida no passado que lhes permitiu das áreas mais difíceis para as pessoas comuns: a vida emocional, o amor e a felicidade. Elas têm acesso às dimensões mais próximas do mundo da Natureza: os instintos, as aspirações e os desejos.



O mais importante é compreendermos que são espíritos em busca de evolução, por isso, trabalham SEMPRE PRATICANDO O BEM, pois só assim poderão subir os degraus da ascensão espiritual.


Os grupos dos nossos amigos guardiões que mais se destacam nos terreiros, a falange do “Povo da Rua”, como carinhosamente são chamados esses espíritos amigos que sempre estão a postos para o caso de um pedido de ajuda, geralmente se divide em exus e pombas-giras das encruzilhadas, do cemitério e da natureza.



É comum o uso de preto e vermelho para os exus e pombas-giras.


A morada das pombas-gira está nas encruzilhadas em forma de T, cemitérios e os ambientes naturais. Costumam trabalhar com a parte etérea das bebidas alcoólicas como aguardente, rum, whisky, licores e champanhe.


Algumas ervas mais utilizadas:


Amendoeira, anis estrelado, azevinho, beladona, brinco-de-princesa, cana-de-açúcar, canela, comigo-ninguém-pode , etc.


Ciganas


As entidades ciganas são muito queridas nas giras do povo do oriente, e são entidades livres não costuma baixar em giras que não seja específica do seu povo cigano.



Seus trajes são sempre em diversos tons de azul e só recebe suas oferendas em noites claras de lua cheia.



Esta cigana só trabalha para os amores impossíveis, adora trazer para uma pessoa desesperada aquele amor que foi embora e que nunca mais teve notícias… Seus trabalhos sempre são simples, mais nas suas oferendas gosta de muitas fitas, flores, frutas, cigarrilhas e vinhos.



A Cigana da Lua quando incorporada dança suave sem muitas voltas… fica sempre perto da porta e quando as giras são feitas em lugares abertos… só chegam em noites de lua. Ficam sempre sorrindo… mais não costuma gargalhar como suas companheiras…



Adora conversar, ler mãos e jogar cartas…


Esta sempre dando palavras de conforto e de esperança, pois ela conhece a vida como ninguém. Os Ciganos trabalham com os quatro elementos da natureza: terra, água, ar e fogo.


O Elemento Terra


Eles distinguem cada pedra e têm o conhecimento sobre elas, e assim manipulam o elemento terra. Cada pedra tem um porque de ser usada e uma necessidade. Quando é pedido para que passem a pedra em alguma parte do seu corpo ou para que a segurem, vocês estão se descarregando ou até mesmo se energizando, depende do trabalho que está sendo realizado. É na terra que se encontra firmeza para enfrentar a vida, resgatar karma e continuar o caminhar.


O Elemento Água


Podem utilizar copos ou taças com água. Através da água conseguem ver se não há maldade no que esta sendo pedido. Enxergam se há pureza no coração de cada um, pois a água serve de espelho, espelho esse que reflete o que tem dentro de cada um de vocês. Conseguem ver com clareza o que foi feito por cada um e o por que de estarem colhendo o que não querem colher.


O Elemento Ar e Fogo


Podem utilizar o cigarro e com ele estar manipulando dois elementos, o ar e o fogo. O fogo muitas vezes é usado para queimar invejas, miasmas, larvas e cascões astrais.



A fumaça quando é direcionada ao consulente serve para envolvê-lo numa cortina para que naquele momento os obsessores sejam confundidos e tenham a visão obnubilada e fiquem desorientados, procurando o consulente.



Assim torna-se mais fácil ao sistema de defesa da Casa (através dos guardiões) resgatá-los e afastá-los. Nem sempre esses elementos são usados de uma só vez, que não precisamos diretamente dos mesmos, podemos plasmá-los perfeitamente usando o ectoplasma do médium.



Para um Cigano poder trabalhar em prol da caridade não é necessário um baralho, uma taça de vinho, ou qualquer outro elemento. Isso é mito. Eles podem usar e usam elementos da natureza em alguns trabalhos, entretanto, quando estão incorporados nos médiuns, a energia de trabalho e o próprio corpo do médium limitam a visão e o campo de ação da entidade.



Fonte de Pesquisa:


http://www.umbandaonline.blogspot.com/2008/11/pomba-gira-guardi.html


http://povodearuanda.wordpress.com/2007/09/21/pomba-gira-cigana-da-lua/


Ciganos na Umbanda


Pombo Gira Cigana da Estrada


Médium: Elizabeth Caetano Drumond


______________________________________________________________________________________


CLÃS CIGANOS ESPIRITUAIS


Assim como os Anjos, os Espíritos Ciganos, têm suas próprias áreas de atuação, como médicos, que têm, cada um, a sua especialidade. Existem diversas áreas que estes Clãs atuam, e vários espíritos ciganos agem dentro de cada especialidade.


Todos que admiram esta Grande Egrégora,começa a compreender um pouco mais do trabalho Espiritual dos nossos Ciganos.



ESPECIALIDADES DOS CLÃS CIGANOS:


Existem muitos grupos de espíritos ciganos.


Cada um deles tem as suas características e tem a sua maneira própria espiritual. E cada um deles tem a sua especialidade para atuarem em prol dos que pedem o seu auxilio para resolver os seus problemas.


CLÃ DOS CIGANOS GUARDIÕES:


CAMPO DE ATUAÇÃO


Eles são chamados de Guardiões .porque em vida guardavam os Acampamentos Ciganos para que ninguém sem ordens do Barô adentrasse o Clã. Os Ciganos Guardiões têm a função: proteção, eles guardam as nossas casas, os comércios, os carros e o nosso dia a dia, dando proteção pessoal.


___________________________________________________________


CLÃ DAS CIGANAS DO AMOR


CAMPO DE ATUAÇÃO:


São Ciganas que irradiam a energia do Amor.


Como a sua especialidade é trabalhar com este sentimento, elas se expandem em várias áreas, pois existem muitas formas de amar; amor entre casais, entre pais e filhos, entre irmãos e entre amigos.


O Clã das Ciganas do Amor ajudam todas as pessoas que estão com problemas relacionados ao emocional, conflitos, desequilíbrios, desentendimentos no lar e no trabalho, receberá ajuda deste Clã.



Existem pessoas que já perderam totalmente a fé no Amor, não acreditam que alguém possa vibrar esse sentimento; as Ciganas do Clã do Amor têm por missão fazer com que essas pessoas sintam o poder do amor em sua vida novamente. Elas emanam esse sentimento e o envolvem por inteiro, fazendo-o sentir-se amado e amparado.


CLÃ DOS CIGANOS DA FÉ


CAMPO DE ATUAÇÃO:


A atuação desde Clã Espiritual e despertar e restaurar a Fé nas pessoas, ajudando-os a encontrar o seu caminho espiritual, a conciliarem vida material com a espiritual, encaminham as pessoas para novamente terem as suas vivências espirituais, esta Egrégora esta sempre feliz em ajudar, transmite muita paz e confiança aos que a ela recorrem.



Peça serenidade e sabedoria para fazer suas escolhas, tomar suas decisões e seguir o seu caminho. Peça que ajude a mudar o que pode e deve ser transformado e a ter fé e resignação para passar pelas circunstâncias que você não pode alterar.


CLÃ DOS CIGANOS LAGOS, CACHOEIRAS e RIOS


CAMPO DE ATUAÇÃO


São Ciganos que irradiam a energia do Amor.


Como a sua especialidade é trabalhar com este sentimento, elas se expandem em várias áreas, pois existem muitas formas de amar; amor entre casais, entre pais e filhos, entre irmãos e entre amigos.



O Clã dos Ciganos Lagos, Rios e Cachoeiras ajudam todas as pessoas que estão com problemas relacionados ao emocional, conflitos, desequilíbrios, desentendimento no lar e no trabalho receberá ajuda deste Clã.



Existem pessoas que já perderam totalmente a fé no Amor, não acreditam que alguém possa vibrar esse sentimento; os Ciganos do Clã do Amor têm por missão fazer com que essas pessoas sintam o poder do amor em sua vida novamente.



Elas emanam esse sentimento e o envolvem por inteiro, fazendo-o sentir-se amado, amparado, puro e verdadeiro, traz paz para corações agitados, clareza nos pensamentos, favorece a harmonia familiar, eleva a auto-estima, enfim são entidades que auxilia o equilíbrio como um todo. Recebe suas oferendas, preferencialmente na margem de rios, lagos cachoeiras.


CLÃ DOS CIGANOS DA CURA


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã trabalha na energia da cura.


A cura em todos os sentidos, desde a cura física (de uma doença), até a cura do corpo espiritual e da mente, ou seja, a mudança de padrão vibratório. Ainda em vida, este Clã de Ciganos e Ciganas realizam curas de todos os tipos de doença.



Eram conhecedores das ervas e para o que serviam, com estes conhecimentos, faziam unguentos, chás, elixires, tônicos, encantamentos e rituais para que determinada doença fosse sanada como que por encanto.



Este Clã traz a fé, o conhecimento e a determinação no que faziam e em todos os casos a cura se realizava. Agora este Clã no plano espiritual realiza cirurgias espirituais, curas físicas, emocionais e espirituais.


CLÃ DOS CIGANOS DOURADOS:


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã é muito solicitado em questões financeiras, negócios, empregos, entre outros; sempre ligado à prosperidade.


O Clã dos Ciganos Dourados eles são equilibradores, nos auxiliam a prosperar em vários sentidos, no financeiro, físico, emocional e espiritual.


O Clã dos Ciganos Dourados nos ensinam que o dinheiro é apenas a recompensa pelo trabalho bem realizado, sendo assim, ele chegará naturalmente.


CLÃ DOS CIGANOS DOS CAMINHOS:


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã Cigano trabalha com a energia dos caminhos da vida.


Essa energia direciona, abre os caminhos, muda leva e traz o que queremos ou do que precisamos.



Muito procurado nos casos de ajuda profissional, levam a pessoa até o emprego. Por mais que estivessem cansados, nunca desistiam e iam em busca de seus objetivos.



Sua força é um exemplo para todos aqueles que ficam encostados esperando que sua vida mude, mas nada fazem para mudá-la.


Eles batiam de porta em porta, vendendo suas mercadorias, afiando facas e muitas outras coisas.



Mas não voltavam para o acampamento até que tivessem conseguido o pão para a sua família. Para esses Ciganos, não havia caminhos fechados ou energias que pudessem os parar.


CLÃ DOS CIGANOS DOS VENTOS:


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã Cigano trabalha com o Dom da Vidência, de prever o Futuro, desvendando o Presente e direcionando a vida das pessoas.


Elas ajudam no despertar da consciência. Em vida, este Clã trabalhava o dom da vidência com Supremacia, agora do lado espiritual, sua vidência se multiplica, pois elas têm elas tem a visão do plano espiritual e material. O Clã das Ciganas da Sorte respeita o livre-arbítrio de cada um. Nunca interferem diretamente, mas estão sempre intuindo e direcionando.


CLÃ DOS CIGANOS ENCANTADOS:


CAMPO DE ATUAÇÃO:


São Ciganos diferenciados por sua energia de encanto e leveza.


Muito sutis, encantam a todos com a sua presença. Trazem alegria, felicidade, harmonia e união são irradiados por este Clã.



Este Clã emana energia que trabalha a auto-estima, a valorização de si mesmo e da vida, fazendo o indivíduo vibrar a Felicidade.


Este Clã nos ensina que nada é para sempre.


CLÃ DOS CIGANOS DO MAR:


CAMPO DE ATUAÇÃO:


São Ciganos diferenciados por sua energia de encanto e leveza.


Muito sutis, encantam a todos com a sua presença. Trazem alegria, felicidade, harmonia e união são irradiados por este Clã.



Este Clã emana energia que trabalha a auto-estima, a valorização de si mesmo e da vida, fazendo o indivíduo vibrar a Felicidade.


Ajudam nos casos de melancolia e solidão, causados por separações. Costumam levar embora os sentimentos de saudades, estimulando novos interesses e relacionamentos mais estáveis.


CLÃS CIGANOS COMPLEMENTARES


CLÃ DOS CIGANOS DA VITÓRIA


CAMPO DE ATUAÇÃO


Este Clã atua junto com o Clã dos Ciganos Dourados, para que os pedidos sejam alcançados, principalmente pedidos que envolve a Justiça.


CLÃ DOS CIGANOS DA REALIZAÇÃO


CAMPO DE ATUAÇÃO


Este Clã Cigano atua em todos os Clãs, porque eles se juntam para realizar com os outros Clãs os pedidos relacionados a amor, trabalho, etc.


CLÃ DOS CIGANOS DA COMUNICAÇÃO


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã Cigano ajudam as pessoas que trabalham nos meios de comunicação, a se comunicarem bem e a terem sucesso na carreira Profissional.


CLÃ DOS CIGANOS DA RIQUEZA


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã Cigano é abençoado por Deus, e trabalham para colocar o dinheiro nas nossas mãos para garantir sua sobrevivência.


Este Clã atua junto com o Clã dos Ciganos dos Caminhos.


CLÃ DOS CIGANOS DO DESTINO


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã Cigano atua nas nossas vidas, nos mostrando que o Destino está nas nossas mãos, que somos senhores dos nossos destinos, porque o Céu é nosso Teto, a terra minha Pátria e a Liberdade minha religião, temos a chave da nossa vida.



Este Clã atua junto com o Clã dos Ciganos da Sorte, auxiliando as pessoas a verem os seus pontos a serem tratados e assimilados, para terem a direção das suas vidas, serem senhores do seu Destino.



Fonte de Pesquisa


Clãs dos Ciganos na Umbanda


Prof.ª Rose de Souza



Ciganos do Passados, Espíritos do Presente


Ana da Cigana Nastasha


__________________________________________________________________________________


LINHA CIGANA DO ORIENTE


As Falanges destas Legiões estão incumbidas de ensinar aos habitantes da Terra, coisas para eles desconhecidas. São grandes Mestres do Ocultismo.



O Povo do Oriente fala pouco e, quando o faz, o seu linguajar é bastante correto. Não gostam de dar consultas. Raramente usa o termo "chefia de cabeça" e sempre demonstram muita sabedoria e amplos conhecimentos filosóficos e esotéricos. Na Umbanda,são chamados de Mestres da Linha do Oriente (egípcios, tibetanos, chineses, gauleses, chineses, japoneses, ciganos, mongóis e egípcios, etc).



Normalmente atuam de forma discreta, intuindo seus médiuns para que entendam o que está se passando. São importantíssimos na transmissão de mensagens de entidades ou espíritos de nível hierárquico superior, devido a linha de desenvolvimento mental da qual participam.



Também atuam na destruição de magias, libertando o espírito, estimulam no médium o caminho da evolução espiritual através dos estudos, da meditação, do conhecimento das leis divinas, do amor, da verdade, da ciência, da arte, do belo, o caminho da ascensão espiritual, fazendo-o eliminar da sua vida tudo o que é pernicioso,incentivando-os a fazer a renovação interior.



Xangô sincretizado com São João Batista, é o patrono da linha do oriente, na qual se manifestam espíritos mestres em ciência ocultas, astrologia,quiromancia, numerologia, cartomancia. Por este motivo, a linha dos ciganos vêm trabalhar nesta energia,nesta irradiação divina.


Os Ciganos na Umbanda.


Estão na Umbanda por uma necessidade lógica de trabalho e caridade. Encontraram na Umbanda o toque dos atabaques e passaram a se identificar com os toques e com os pontos a eles cantados.



Tal aproximação se deve ao fato da necessidade da adaptação ao culto que hoje mais se identificam e se apresentam. Povo muito rico em histórias e lendas, muitos presenciaram fatos históricos do tipo queda da bastilha na França antiga,destrono de reis famosos como Luís XV, guerras.



Dentro de Umbanda seus fundamentos são simples, não possuindo assentamentos ou ferramentas para centralização da força espiritual. São cultuados em geral com imagens bem simples, com taças de vinho, doces finos e cigarrilhas doces. Trabalham também com as energias do Oriente, com cristais, pedras energéticas e com os quatro elementos da natureza.



Tem em Santa Sarah Kali a sua mentora espiritual e seguem as orientações necessárias para o bom andamento das missões espirituais.



Linha do Oriente é uma parte da herança da Umbanda brasileira. Ela é composta por inúmeras entidades, classificadas em sete falanges de origem oriental. Apesar disso, muitos espíritos desta Linha podem apresentar-se como caboclos ou pretos velhos.



O Caboclo Timbirí (caboclo japonês) e Pai Jacó (Jacob do Oriente, um preto velho bastante versado na Cabala Hebraica), são os casos mais conhecidos. Hoje em dia, ganha força o culto dos Caboclos Pena,entidades que trabalha com as forças espirituais divinas de origem indiana.



Mas nem todos os espíritos são orientais no sentido comum da palavra. Esta Linha procurou abrigar as mais diversas entidades, que a princípio não se encaixavam na matriz formadora do brasileiro (índio, europeus,africano e ciganos).



A Linha do Oriente foi muito popular de 1950 a 1960, quando as tradições budistas e hindus se firmaram entre o povo brasileiro. Os imigrantes chineses e japoneses, sobretudo, passaram a frequentar a Umbanda e trouxeram seus ancestrais e costumes mágicos.



Antes destas datas, também era comum nesta Linha a presença dos queridos espíritos ciganos, que possuem origem oriental. Mas tamanha foi a simpatia do povo umbandista por estas entidades, que os espíritos criaram uma "Linha" independente de trabalho, com sua própria hierarquia, magia e ensinamentos. Hoje a influência do Povo Cigano cresce cada vez mais.



Oração para o Povo do Oriente


Salve ó Bandeira Branca, Salve São João Batista, Salve estrela de David, e seus seis lados, Mestre Jesus, Buda, Sta. Maria Madalena, Sta. Sara Kali, São Lázaro, arcanjos, serafins, querubins, anjos protetores nos auxiliem neste momento, nesta corrente de luz, rogai ao Arquiteto do universo, a Alá, em nosso favor e, levai nossos pedidos para que eles sejam aceitos.



São Miguel, São Rafael, São Gabriel, Baltazar, Melchior, Gaspar, Reis do oriente, venham nos ajudar forças egípcias, chinesas, indianas, árabes, ciganos, beduínos, videntes, profetas, magia de ponto, de pó, astrologia, pura manifestação das almas batizadas em águas sagradas.


Salve o Povo do Oriente!


Salve os quatro cantos do mundo!


Guerreiros, reis, príncipes, Santos e Santas do bem, doutores de branco, doutores da lei, mandamentos sagrados, sangue, suor, vitória de homens coroados.


Baptista é quem nos comanda, fonte de pura energia, pirâmides preciosas, rosas brancas no deserto, luz em nossas vidas, amparo de almas, linha branca bendita.



___________________________________________________________________________________


CARTOMANCIA


Podemos compreender como Cartomancia a arte de prever o futuro através de cartas, sejam elas do baralho tradicional, tarô ou baralho cigano.


Indícios da existência de jogos de carta são encontrados em várias partes do mundo: no Egito, no extremo Oriente, na Índia, no continente Americano, e até mesmo na Oceania.



A referência documental mais antiga já menciona uma data posterior a passagem do primeiro milênio: um dicionário chinês, publicado no ano de 1678 cita, numa de suas passagens, que em 1120 um oficial do imperador Huei-Song ofereceu-lhe um jogo de sua própria invenção, constituído por 32 tabletes de marfim relacionados com vários temas, como o céu, a terra, o homem e a sorte.



Posteriormente as cartas apareceram na Índia onde os naipes representavam as encarnações de VISHNU (um dos principais deuses do hinduísmo). Quando os ciganos, daquele país, migraram em direção ao Ocidente levaram as cartas e a cartomancia a toda a Ásia menor e ao Norte da África.



No século XVI, as cartas já eram conhecidas em toda as nações européias, se tornando uma verdadeira paixão, à qual recorriam os Reis e os Príncipes para saber o destino de seu reino.



A cartomancia têm sido há muito considerada um domínio especial dos ciganos, um povo nômade cujo folclore está repleto de lendas sobre poderes secretos e ritos mágicos. E assim como as artes milenares que eles praticam, a origem e o modo de ser ciganos permanecem encobertos pelo mistério, emaranhados em lendas e tradições.



Crê-se que os ciganos tenham vivido originalmente na Índia. Mas em algum momento do século IX, eles começaram um lento deslocamento para o oeste. No início do século XV, grandes grupos de pessoas de pele morena, vestidas exoticamente, alegando serem peregrinos religiosos vindos de um país chamado Pequeno Egito, começaram a aparecer na Europa.



Esses “egípcios”, ou gypsies, como eles se tornaram conhecidos em língua inglesa, foram de início bem recebidos pelos simpáticos habitantes. Mas algumas tribos errantes logo ganharam má reputação, como pequenos ladrões e trapaceiros sem convicção religiosa.



Considerados autoridades em assuntos ocultistas, aos ciganos foram creditados com frequência talentos sobrenaturais para além mesmo de suas próprias crenças, e muitos negociaram com avidez seus supostos poderes com habitantes locais. Normalmente, apenas algumas moedas podiam comprar o que fosse: de ervas medicinais para dores a poções do amor e afrodisíacos. Mas foi pela prática das artes da profecia – leitura das cartas do tarô ou da borra do chá, da bola de cristal ou das linhas da mão – que os ciganos se tornaram mais conhecidos.



Atualmente, a arte da Cartomancia já se expandiu, não sendo mais atribuída apenas aos ciganos, embora a sua veracidade e funcionalidade sejam ainda profundamente contestadas por grande parte da sociedade.


O Baralho


O baralho comum contém 52 cartas, divididas em quatro naipes (paus, copas, espadas e ouros) com 13 cartas cada. Estas 13 cartas são compostas de números de um (ás) a dez, e mais três figuras (valete, dama e rei), o que resulta também em 40 cartas referentes à números e 12 cartas referentes à figuras. Estes números permitem uma grande variedade de associações simbólicas de diferentes tipos.



As 52 cartas do baralho podem ser relacionadas com as 52 semanas do ano, sendo que os naipes podem, por sua vez, serem associados às 4 estações do ano: ouros como primavera, paus como verão, copas como outono e espadas como inverno.



Alguns estudiosos do tema consideram que os quatro naipes também podem ser associados aos períodos de um dia ou de uma vida, sendo atribuída a cada um deles a regência de ¼ dessas extensões do tempo. O ás de cada naipe rege a primeira semana da estação do ano a ela relacionada.



O rei tem a segunda semana sob sua influência, seguida pela dama, que rege a terceira. As regências se sucedem na ordem decrescente, até o dois, que domina a última semana da estação. Os quatro naipes podem ser associados também com os quatro elementos, (fogo, água, ar e terra) aspecto crucial na cartomancia.



As cartas vermelhas são geralmente associadas às características femininas, passivas, yin; as pretas relacionam-se, em geral, às características, masculinas, ativas, yang.


Significado do Elemento Fogo


Do mesmo modo que os quatro elementos, os naipes podem ser vistos como representações das forças ou energias constitutivas do universo: são quatro atributos em pé de igualdade, tal como os quatro pilares do Trono de Deus; não se pode dizer que um seja menos importante que os demais.



No entanto, os naipes, tal como os elementos, também podem ser entendidos como um referêncial simbólico para a ordenação evolutiva: degraus sucessivos no desenvolvimento do homem e do cosmo.



Para dar uma visão de conjunto, apresentamos um quadro sintético de significações dos naipes tal como aparecem nos manuais mais conhecidos.



PAUS (bastão, vara, trevo) e o elemento FOGO


Vontade, inspiração, criação, força, ânimo. Iniciativa, progresso, empreendimento.


Desenvolvimento, animação, invenção. Energia.


Vivências, acontecimentos.


Vara mágica, bastão do comando, cetro da dominação viril.


. Pai, poder gerador masculino,Idealista.


. No plano da identidade individual significa força.


Socialmente representaria os políticos, produtores e agricultores; operários, empregados e camponeses.


Relaciona-se ao governo civil.


Corresponde ao rei, entre as figuras do baralho.


São as salamandras, entre os espíritos elementares.


Aspecto masculino de Paus: o Herói arquetípico (Aquiles, Hércules, Sansão).


Lado luminoso: o Guerreiro como Protetor, o Homem de Negócios, o Político.


Dinâmico, autoconfiante, corajoso, perseverante, voluntarioso, tenaz.


Lado sombrio: o Mercenário, o eterno Caçador. Sedento de poder, materialista, brutal, insensível, destrutivo. O estrategista de gabinete.


Aspecto feminino de Paus: Guerreira (Amazonas, Ártemis, Joana d’Arc).


Lado luminoso: a Companheira das lutas, independente, com coragem para assumir riscos; dinâmica, prestimosa, divertida, bem-disposta.


__________________________________________________________



SIGNIFICADO DA CHAMA PARA OS CIGANOS


Onde há ciganos há fogo. Este elemento é o grande companheiro dos ciganos. Por um lado porque serve para esquentar as noites frias e para cozinhar os alimentos, mas a maior tradição foi trazida das cerimônias hindus que sempre envolvem o fogo. Para limpar e transmutar as energias negativas é usado em todo ritual de magia em forma de vela, carvão queimando, pira ou fogueira. Suas chamas são ideais para concentração, viagens astrais, meditações e o desenvolvimento da intuição.


Segundo a tradição antiga, quando uma cigana está dando à luz, acende-se uma fogueira na porta da tenda. Quando o parto acontece em hospital acostuma-se acender uma vela.


Para resolver bem as situações e trazer harmonia à família, as casas ciganas usam acender as chamas do fogão, mesmo sem nada encima, mas o ideal é colocar uma panela com água para ferver com folhas ou flores.


Sempre que se acende um fogo, pode ser uma fogueira ou uma vela, se observa a chama para ver a mensagem que ela traz.


Se a chama e grande, longa, vibrando sem alternâncias significa que as energias que foram invocadas na cerimônia estão presentes.


Chamas altas significam ascensão e são sempre sinais positivos.


Chamas baixas: representam estagnação, um tempo de espera ou de resultados negativos caso tenha se feito uma pergunta. É um sinal negativo.


Chamas baixas e para a direita indicam que a pessoa ou a cerimônia estão com proteção.


Chamas altas para a direita: indicam respostas muito positivas e futuro com fartura.


Chamas para a esquerda: pedem para deixar que o passado siga seu caminho e para tomar cuidado com a impulsividade.


Chama da vela subindo e baixando fazendo a vela chorar indica que deve-se tomar cuidado com o que se perguntou. É necessário que se amadureça mais a questão e que se evite o contato com situações ou pessoas perigosas.


Chama que se apaga repentinamente: todo cuidado é pouco com relação a acidentes e assaltos.



Fonte de Consulta:


http://www.rakelpossi.com/ampliado.php?ID=20110523201008


http://www.caboclopery.com.br/ciganos_na_umbanda.htm


Clube do Tarô


http://www.spectrumgothic.com.br/ocultismo/ciencias/cartomancia.htm



_____________________________________________________________________________________



7 MOTIVOS PORQUE OS CIGANOS TRABALHAM NA UMBANDA



“O CÉU É MEU TETO”


“A TERRA MINHA PÁTRIA”


“E A LIBERDADE É A MINHA RELIGIÃO”


Na Umbanda cultuamos Olorum, nossa vida, nosso Divino Criador Todo-Poderoso, e suas Divindades Sagradas, os Orixás, mentores divinos. Os Sagrados Orixás são mistérios da natureza e senhores regentes da criação. Os Sete Tronos Divinos, dão sustentação à vida, por meio de sete qualidades divinas que originam os sete elementos formadores principais, de onde retiramos tudo que necessitamos para viver e evoluir: o cristalino, o mineral, o vegetal, o fogo, o ar, a terra e a água.



"Deus fornece o solo (terra), a umidade (água), o calor (fogo), o oxigênio (ar), a fertilidade (minerais), as sementes (vegetais) e os processos genéticos (cristais). (Rubens Saraceni, As Sete Linhas de Umbanda - Madras Editora).Essas sete essências fundamentam as sete linhas de Umbanda, originam os sete sentidos da vida e explicam as qualidades, atributos e atribuições das divindades que as regem: Fé, Amor, Conhecimento, Justiça, Ordem, Evolução e Geração.



A Egrégora do Povo Cigano conhecem e respeitam esta ordem divina, criada por nosso Pai Olorum, e fundamentam os seus trabalhos espirituais dentro destas 7 Forças Divinas.



A Umbanda é uma religião fundamentada na natureza, e os Ciganos tiram desta Grande Mãe Natureza, tudo que precisam para seus rituais eles tem respeito e agradecem a estas 7 Forças Divinas, mas são agradecidos também a Umbanda que os acolheu e permitiu o crescimento e desenvolvimentos deste Povo Nômade que traz conhecimentos de todo o mundo para o bem do próximo.



OS CIGANOS NA UMBANDA


Os Ciganos trabalham em todos os "lugares", são livres para trabalhar e precisam dessa liberdade para sua evolução.


Os Ciganos não trabalham a serviço de um Orixá específico, eles trabalham segundo o verbo do Orixá regente do trabalho, eles respeitam os Pais e Mães Divinos dos médiuns, por isso não são guardiões de um trabalho espírita.



Essa linha trabalha em paralelo e conjugada com as demais, onde o seu compromisso primeiro é com a caridade. Os Ciganos são protetores e não guardiões eles podem escolher e trabalhar junto com os guardiões. Podem trabalhar dentro da linha de Exu, porém sem função de chefia e de guarda. Já os Exus Ciganos e Pombas-Giras Ciganas são exus e pombas-giras como outros quaisquer exercendo todas as funções que qualquer exu e pomba- gira exercem.



Em resumo: cigano é uma coisa, exu cigano é outra. Eles têm funções diferentes, embora a mesma origem cigana. Os Ciganos se manifestam nos terreiros de Umbanda, justamente por Ela ser uma religião aberta e dar liberdade para qualquer linha de trabalho que venha fazer Caridade, mas eles podem trabalhar nas Casas Kardecistas, Casas Esotéricas, enfim, aonde se exerça e tenham com objetivos, o bem e a caridade.



Por serem muito alegres, os médiuns começaram a se fascinar, os conhecimentos que serão apresentados serão para evitar, a vaidade e os excesso, para que esta linha Cigana continue o seu "desenvolvimento" e evitarmos os absurdos que são feitos usando o nome de entidades de luz.



Basta saber que um pedacinho de papel, metal ou outro elemento foi irradiado por uma entidade, que vocês usam isso como um talismã e lembram de agradecer e acabam entrando em sintonia com Espíritos de Luz e assim lembram de suas metas e lutam por elas, todas as entidades são iguais, trabalham juntas em um único objetivo, a Caridade.


_________________________________________________________



BARALHO CIGANO E OS AXÉS DOS ORIXÁS


Esta junção de axé dos Orixás dentro das Cartas Ciganas, somente acontece aqui no Brasil, pela vivência dos Ciganos com os Africanos, esta convivência só nos beneficiou. No século XVI esta convivência começa na Bahia com a vinda dos Ciganos deportados, e dos Africanos escravos, o sofrimento, as magias e os 4 elementos os uniram, e desta convivência, as conversas e as tarde de domingos propiciaram para que as Ciganas com as suas Cartas e as Africanas com os Búzios, trocassem os seus conhecimentos.



Em nenhum momento as Ciganas usam as suas cartas para mostrar o Orixá regente do consulente, mas para mostrar a atuação do verbo junto a mensagem das Cartas, desta convivência de momentos de tanto sofrimento, estas ciganas e africanas mostram a união e juntas conseguiram guardar e manter os seus costumes.



Desta união nasce o Axé dos Orixás nas Cartas Ciganas, a junção dos verbos dos Orixás junto com a mensagem das Cartas Ciganas, este fato só enriquece as nossas leituras. Heranças deixadas por nossas ancestrais, eu não tenho duvidas que nas nossas veias correm rosas vermelhas, e nosso coração bate como um atabaque.



Cartomancia e o Significado do Elemento Fogo para os Ciganos


CARTOMANCIA


Podemos compreender como Cartomancia a arte de prever o futuro através de cartas, sejam elas do baralho tradicional, tarô ou baralho cigano. Indícios da existência de jogos de carta são encontrados em várias partes do mundo: no Egito, no extremo Oriente, na Índia, no continente Americano, e até mesmo na Oceania.



A referência documental mais antiga já menciona uma data posterior a passagem do primeiro milênio: um dicionário chinês, publicado no ano de 1678 cita, numa de suas passagens, que em 1120 um oficial do imperador Huei-Song ofereceu-lhe um jogo de sua própria invenção, constituído por 32 tabletes de marfim relacionados com vários temas, como o céu, a terra, o homem e a sorte.



Posteriormente as cartas apareceram na Índia onde os naipes representavam as encarnações de VISHNU (um dos principais deuses do hinduísmo). Quando os ciganos, daquele país, migraram em direção ao Ocidente levaram as cartas e a cartomancia a toda a Ásia menor e ao Norte da África.



No século XVI, as cartas já eram conhecidas em toda as nações européias, se tornando uma verdadeira paixão, à qual recorriam os Reis e os Príncipes para saber o destino de seu reino.



A cartomancia têm sido há muito considerada um domínio especial dos ciganos, um povo nômade cujo folclore está repleto de lendas sobre poderes secretos e ritos mágicos. E assim como as artes milenares que eles praticam, a origem e o modo de ser ciganos permanecem encobertos pelo mistério, emaranhados em lendas e tradições.



Crê-se que os ciganos tenham vivido originalmente na Índia. Mas em algum momento do século IX, eles começaram um lento deslocamento para o oeste. No início do século XV, grandes grupos de pessoas de pele morena, vestidas exoticamente, alegando serem peregrinos religiosos vindos de um país chamado Pequeno Egito, começaram a aparecer na Europa.



Esses “egípcios”, ou gypsies, como eles se tornaram conhecidos em língua inglesa, foram de início bem recebidos pelos simpáticos habitantes. Mas algumas tribos errantes logo ganharam má reputação, como pequenos ladrões e trapaceiros sem convicção religiosa.



Considerados autoridades em assuntos ocultistas, aos ciganos foram creditados com freqüência talentos sobrenaturais para além mesmo de suas próprias crenças, e muitos negociaram com avidez seus supostos poderes com habitantes locais. Normalmente, apenas algumas moedas podiam comprar o que fosse: de ervas medicinais para dores a poções do amor e afrodisíacos. Mas foi pela prática das artes da profecia–leitura das cartas do tarô ou da borra do chá, da bola de cristal ou das linhas da mão–que os ciganos se tornaram mais conhecidos.



Atualmente, a arte da Cartomancia já se expandiu, não sendo mais atribuída apenas aos ciganos, embora a sua veracidade e funcionalidade sejam ainda profundamente contestadas por grande parte da sociedade.



O Baralho


O baralho comum contém 52 cartas, divididas em quatro naipes (paus, copas, espadas e ouros) com 13 cartas cada. Estas 13 cartas são compostas de números de um (ás) a dez, e mais três figuras (valete, dama e rei), o que resulta também em 40 cartas referentes à números e 12 cartas referentes à figuras. Estes números permitem uma grande variedade de associações simbólicas de diferentes tipos.



As 52 cartas do baralho podem ser relacionadas com as 52 semanas do ano, sendo que os naipes podem, por sua vez, serem associados às 4 estações do ano: ouros como primavera, paus como verão, copas como outono e espadas como inverno.



Alguns estudiosos do tema consideram que os quatro naipes também podem ser associados aos períodos de um dia ou de uma vida, sendo atribuída a cada um deles a regência de ¼ dessas extensões do tempo. O ás de cada naipe rege a primeira semana da estação do ano a ela relacionada.



O rei tem a segunda semana sob sua influência, seguida pela dama, que rege a terceira. As regências se sucedem na ordem decrescente, até o dois, que domina a última semana da estação. Os quatro naipes podem ser associados também com os quatro elementos, (fogo, água, ar e terra) aspecto crucial na cartomancia.



As cartas vermelhas são geralmente associadas às características femininas, passivas, yin; as pretas relacionam-se, em geral, às características, masculinas, ativas, yang.



Significado do Elemento Fogo


Do mesmo modo que os quatro elementos, os naipes podem ser vistos como representações das forças ou energias constitutivas do universo: são quatro atributos em pé de igualdade, tal como os quatro pilares do Trono de Deus; não se pode dizer que um seja menos importante que os demais.



No entanto, os naipes, tal como os elementos, também podem ser entendidos como um referêncial simbólico para a ordenação evolutiva: degraus sucessivos no desenvolvimento do homem e do cosmo.



Para dar uma visão de conjunto, apresentamos um quadro sintético de significações dos naipes tal como aparecem nos manuais mais conhecidos.



PAUS (bastão, vara, trevo)


E o elemento FOGO


Vontade, inspiração, criação, força, ânimo. Iniciativa, progresso, empreendimento. Desenvolvimento, animação, invenção. Energia. Vivências, acontecimentos.


Vara mágica, bastão do comando, cetro da dominação viril.


. Pai, poder gerador masculino, Idealista.



. No plano da identidade individual significa força.



Socialmente representaria os políticos, produtores e agricultores; operários, empregados e camponeses. Relaciona-se ao governo civil.


Corresponde ao rei, entre as figuras do baralho.



São as salamandras, entre os espíritos elementares.



Aspecto masculino de Paus: o Herói arquetípico (Aquiles, Hércules, Sansão).



Lado luminoso: o Guerreiro como Protetor, o Homem de Negócios, o Político.



Dinâmico, autoconfiante, corajoso, perseverante, voluntarioso, tenaz.



Lado sombrio: o Mercenário, o eterno Caçador. Sedento de poder, materialista, brutal, insensível, destrutivo. O estrategista de gabinete.



Aspecto feminino de Paus: Guerreira (Amazonas, Ártemis, Joana d’Arc).



Lado luminoso: a Companheira das lutas, independente, com coragem para assumir riscos; dinâmica, prestimosa, divertida, bem-disposta.


__________________________________________________________


SIGNIFICADO DA CHAMA PARA OS CIGANOS


Onde há ciganos há fogo. Este elemento é o grande companheiro dos ciganos. Por um lado porque serve para esquentar as noites frias e para cozinhar os alimentos, mas a maior tradição foi trazida das cerimônias hindus que sempre envolvem o fogo.



Para limpar e transmutar as energias negativas é usado em todo ritual de magia em forma de vela, carvão queimando, pira ou fogueira. Suas chamas são ideais para concentração, viagens astrais, meditações e o desenvolvimento da intuição.



Segundo a tradição antiga, quando uma cigana está dando à luz, acende-se uma fogueira na porta da tenda. Quando o parto acontece em hospital acostuma-se acender uma vela.



Para resolver bem as situações e trazer harmonia à família, as casas ciganas usam acender as chamas do fogão, mesmo sem nada em cima, mas o ideal é colocar uma panela com água para ferver com folhas ou flores.



Sempre que se acende um fogo, pode ser uma fogueira ou uma vela, se observa a chama para ver a mensagem que ela traz.



Se a chama e grande, longa, vibrando sem alternâncias significa que as energias que foram invocadas na cerimônia estão presentes.



Chamas altas significam ascensão e são sempre sinais positivos.



Chamas baixas: representam estagnação, um tempo de espera ou de resultados negativos caso tenha se feito uma pergunta. É um sinal negativo.



Chamas baixas e para a direita indicam que a pessoa ou a cerimônia estão com proteção.



Chamas altas para a direita: indicam respostas muito positivas e futuro com fartura.



Chamas para a esquerda: pedem para deixar que o passado siga seu caminho e para tomar cuidado com a impulsividade.



Chama da vela subindo e baixando fazendo a vela chorar indica que deve-se tomar cuidado com o que se perguntou. É necessário que se amadureça mais a questão e que se evite o contato com situações ou pessoas perigosas.



Chama que se apaga repentinamente: todo cuidado é pouco com relação a acidentes e assaltos.



Fonte de Consulta:


http://www.rakelpossi.com/ampliado.php?ID=20110523201008


http://www.caboclopery.com.br/ciganos_na_umbanda.htm


Clube do Tarô


http://www.spectrumgothic.com.br/ocultismo/ciencias/cartomancia.htm



_______________________________________________________________________________________


Água Elixir Espiritual


Água


A água, segundo a maioria das correntes herméticas, está relacionada às emoções do inconsciente; emoções que nutrem os nossos sonhos e ideais na vida; pode muito bem representar no processo espiritual construtivo, a energia da esperança que alimenta e mantém ativa a fé ou a crença do iniciado. Elemento governado pelas Undinas e de caráter feminino em sua essência. Ativa a intuição e a emoção. Os espelhos mágicos dos ocultistas podem ser objetos que muito bem representam esse elemento.


AS AGUAS EXILIR ESPIRITUAL


A água é um dos elementos naturais mais receptivos, com uma energia altamente atratora e condutora, ela é utilizada principalmente pelos Guias Espirituais nos momentos onde há a necessidade de realizar grande limpeza, purificação e energização de nosso corpo astral e de nossa casa, afinal existem cargas e energias negativas, que somente esse elemento natural é capaz de desfazer, limpar e equilibrar.


ÁGUA DO MAR


Ótima para descarrego e para energização, batida contra as rochas e as areias da praia, vibra energia, por isso nunca se apanha água do mar quando o mesmo está sem ondas. A energia salina do mar “queima” as larvas e miasmas astrais, principalmente sob a vibração de Iemanjá. Podemos ir molhando os chakras à medida que vamos adentrando no mar, pedindo licença. No final, podemos dar um bom mergulho de cabeça, imaginando que estamos deixando todas as impurezas espirituais e recarregando nosso corpo de energias sutis. Ideal, se realizado em mar com ondas.


ÁGUA DA CACHOEIRA


Com a mesma função do banho de mar, só que executado em águas doces. A queda d’água provoca um excelente “choque” em nosso corpo, restituindo as energias, ao mesmo tempo em que limpamos toda a nossa alma, é água batida nas pedras, nas quais vibra, crepita e nos livra de todas as impurezas. Ideal, se tomado em cachoeiras localizadas próximas de matas e sob o sol.


ÁGUA DOS RIOS E LAGOAS


Tem também grande propriedade curadora e equilibradora. Se o rio tiver pouco movimento, quase parado, assim como a lagoa ou mangue, essa água tem uma energia decantadora e curadora. Saudemos Nanã Buruquê. Se o rio for bem movimentado com corredeiras, a energia da água é energética, equilibradora e reparadora.


ÁGUA MINERAL


Água da pureza, do equilíbrio, da harmonização e da paz. Envolve nossos chakras desobstruindo-os e equilibrando- os. Utilizada para a fixação de fluidos espirituais transmitido pelas Entidades de Luz. É uma água muito fácil de se encontrar, por isso aproveitem esse Axé.


ÁGUA DE POÇO


É excelente nos casos de doenças, tanto no corpo espiritual como no corpo astral, pois tem uma grande energia transmutadora. Essa água está em contato com a terra, que é o agente mais poderoso de regeneração física absorvendo a energia ruim da área afetada, colocando em seu lugar uma energia boa. A cura se processa graças a uma troca de energia devido a interação entre os componentes físico, químico e energético que a terra oferece.


ÁGUA DA CHUVA


É altamente energética e purificadora. É a água que entrou em estado de vaporização e absorve toda a energia do ar, quando novamente entra em outro estado de mudança e retorna ao estado liquido, caindo do céu sobre a terra. Por isso, é utilizada justamente nos momentos em que precisamos de mudança. A água da chuva é benéfica e pura, porém, depois de cair no chão, torna-se pesada, pois atrai as vibrações negativas do local. sendo ótima também para banhos de descarrego e limpeza de ambientes.



Fonte:http://vomariaconga.blogspot.com



________________________________________________________________________________________


ANO NOVO PARA O POVO CIGANO


Todas as religiões possuem seus símbolos (talismãs) que normalmente são utilizados em seus rituais, e diga-se de passagem, sempre muito bem fundamentados. Até mesmo, aquelas pessoas que se dizem incrédulas usam de simpatias e talismãs em seu cotidiano, sem se dar conta disso, porque muitos já se enraizaram em nossa cultura, como exemplo: colocar uma bandeja de frutas na ceia do Ano Novo, ou comer lentilhas e uvas verdes na virada do ano. Esses rituais se originaram do Povo cigano. Faz parte do ser humano esse lado místico e mágico e devemos acreditar, porque nosso pensamento tem esse poder de imantar objetos, para usarmos a nosso favor.


SIGNIFICADO DAS FRUTAS


Para os ciganos as frutas são essenciais em sua mesa.


Eles usam frutas em todas as ocasiões, principalmente em festas alegres e cheias de músicas. Além de empregá-las em chás, banhos e poções mágicas.


Maçã: ela aparece em todos os rituais ciganos e é usada como base de perfumes, banhos, óleos e poções. Nas festas de casamento, as mesas com toalhas vermelhas e enfeites dourados também devem ser forradas com essa fruta, pois ela simboliza o amor e a paixão. Mais: casamentos sem maçãs significam que o amor não durará para sempre.


Peras: são as frutas preferidas dos ciganos, junto com as maçãs. Entre os persas, acreditava-se que o seu sabor perdurava até depois da morte. Por isso a pêra também está ligada à imortalidade e à boa saúde, além, é claro, da prosperidade, pelo tom amarelo da fruta.


Melancia: muito presente na decoração das festas, significa prosperidade (pela abundância de sementes) e fertilidade (pela cor vermelha do seu interior).


Morango: mais uma fruta vermelha empregada em poções de amor. A cor vermelha e o sabor da fruta dão a energia necessária para conquistar o ser amado. É utilizada também para curar desilusões amorosas, em chás e poções.


Uvas: se um cigano lhe der um cacho de uvas rosadas bem doces, saiba que ele quer se aproximar de você e ser seu amigo – ou talvez algo mais do que isso. Para eles, uvas e amizade andam sempre junto.



Como em outras culturas, elas também são sinônimo de prosperidade. Os ciganos afirmam, convictos, que o costume de comer doze uvas no réveillon uma para cada mês é uma tradição originada entre eles, assim como o hábito de ter frutas secas na mesa de Natal.


Figo: outro estimulante sexual (aberto, assemelha-se ao órgão genital feminino). Usado também como remédio para combater a depressão, a ansiedade e a falta de memória.


Romã: uma fruta muito antiga. É empregada em chás e essências, como atrativo de dinheiro e felicidade. Em banhos ou talismãs, é garantia de fertilidade.


Damasco: é a fruta afrodisíaca por excelência, vinda dos países mediterrâneos. A sua cor, o laranja, traz vitalidade, fortalecendo a energia sexual. Os ciganos transformam os damascos em óleos aromatizantes, para envolver o casal apaixonado com o seu perfume.


Amoras e framboesas: pela cor, significam paixões arrebatadoras. As folhas de framboesa são usadas sobre o corpo da mulher, para proporcionar um bom parto. Essas frutinhas também são utilizadas como ingredientes em poções afrodisíacas.


Cereja: é uma das frutas fundamentais na decoração das mesas de noivado e casamento, pois significa o amor. Em poções e banhos, tem a função de atrair um parceiro. Os ciganos afirmam que as cerejas são diuréticas e calmantes.


Melão: pode significar prosperidade e um casamento rico pela frente. A fruta veio da Ásia e faz parte da cultura cigana há muito tempo, muitas vezes substituindo a pêra. É usada na magia cigana para garantir a união da família.


Amêndoas e castanhas: no ano-novo, as amêndoas são colocadas na carteira para atrair dinheiro. As castanhas são comidas para garantir o vigor sexual.



BANHOS


BANHO DE LIMPEZA


Ervas:


1 punhado de Arruda


1 punhado de manjericão


1 punhado de alecrim


1 vela palito branca



Como Fazer:


Macere todas as ervas se as folhas forem verdes,caso contrário, ferva a água e coloque as folhas secas e deixe por 2 horas.


Tome o banho do pescoço para baixo,enrole-se em uma toalha limpa e depois vista uma roupa clara. Logo em seguida,acenda a vela, oferenda para o seu anjo da guarda, fazendo seus pedidos de proteção e abertura de caminhos.



BANHO PARA TER SORTE E PROSPERIDADE


Ervas:


1 jarro de vidro transparente


6 folhas de louro


6 pedaços pequenos de canela em pau


6 cravos


1 cristal branco transparente


3 punhados de arroz


1 punhado de girassol


6 anis estrelados



Como Fazer:


Em uma 4º feira (tome o cuidado para que não seja Lua Minguante) prepare este banho,colocando tudo dentro do jarro, e deixe-o no sereno.


No dia seguinte,coe o banho,faça uma trouxa,que deverá ser levado para uma árvore frondosa.Tenha o cuidado de amarra-La em um dos galhos.


Tome o seu banho de higiene e em seguida o banho para Prosperidade do pescoço até os pés.



RITUAL


PEÇA E SERÁ ATENDIDO


Para Honrar Compromissos Financeiros


( Escrever em um papel e colocar dentro da sua carteira )



É meu desejo manter minha promessa em honrar com todos os meus compromissos financeiras.


Agradeço todos os meus compromissos financeiras,pois sei que irei honrá-las.


O Universo me trará meios,para supri-la e estaremos em harmonia com está Força Cósmica Universal Infinita.



OBRIGADA, OBRIGADA, OBRIGADA



Valor Financeiro necessário para Honrar com Compromissos.


R$ …………….


Desejo Receber Mensalmente


R$……………..


Eu…………………….., e sou muito bem remunerada.


Confio no processo da vida e ela me trará o meu mais alto bem.


Mereço o melhor e aceito Agora.


Estou no processo de mudanças positivas,por isso, Acredito na Força Infinita do Universo que me suprirá em todas as minhas necessidades e obrigações financeiras e ainda me presenteará com R$……………


Todos os meus relacionamentos são harmoniosos, por isso, Acredito que atrairei para minha vida, Bens Materiais, Viagens, Saúde, Prosperidade e Bem-Estar.


Sou um pessoa de muito Sucesso pois tudo que toco se transforma em Sucesso, o Universo me supre de ótimas idéias e posso usa-las para o meu Bem-Estar.


Sou um imã que atrai a Prosperidade, sou abençoado além dos meus Sonhos, riquezas de todos os tipos vem à mim, entro para o círculo de Vencedores.


Eu mereço ter e receber o que há de melhor no Universo, e aceito Agora. Pois sou um filho amado do Universo e o Universo com todo amor cuida de mim agora e para sempre.


Tudo está bem no meu Mundo.



FONTE DE CONSULTA:


Valeria Castelo Branco / povociganoeseusmisterios.blog spot.com


http://os7elementos.vilabol.uol.com.br/magiacigana3.htm


PROF.ROSE DE SOUZA/RITUAIS,ERVAS,ESSENCIAS E BANHOS


___________________________________________________________________________________________


Cronologia baseada em documentos sobre Ciganos no Mundo


Categoria Curiosidades


0224:Pérsia:No reinado do Shah Ardashir, ciganos chegam da Índia para trabalhar.


420:Pérsia: Bahram Gur, Shah da Persia, importa ciganos músicos da Índia


661:Império Árabe: Ciganos chamados de zott são levados da Índia para a Mesopotâmia.


669:Império Árabe: O Califa Muawiya deporta ciganos de Basra para Antioquia na costa do mediterrâneo


710:Império Árabe: O Califa Walid reinstala os ciganos Zott da Mesopotâmia para a Antioquia


720:Império Árabe: O Califa Yazid II envia mais ciganos Zott para a Antioquia


820:Império Árabe: Estabelecimento do Estado Independente de ciganos Zott na Mesopotâmia.


834: Império Árabe: Os ciganos Zott derrotados pelos árabes e muitos deles reassentados na cidade que faz fronteira com Ainzarba.


855:Império Árabe: Batalha de Ainzarba. Os gregos derrotam os árabes e levam os ciganos Zott e familiares como prisioneiros do Império Bizantino


1050:Império Bizantino: Acrobatas e veterinários (práticos) são chamados de athigani em Constantinopla


1192:Índia: Batalha de Terain. Os últimos ciganos partem para o Oeste.


1290:Grécia: Ciganos sapateiros aparecem no Mount Athos.


1322:Creta: Relatos da presença de ciganos na ilha.


1347:Império Bizantino: A Peste Negra chega a Constantinopla. Ciganos se movem para o Oeste novamente.


1348:Sérvia: Relatos da presença de ciganos em Prizren.


1362:Croácia: Relatos da presença de ciganos em Dubrovnik.


1373:Corfu: Relatos da presença de ciganos na ilha


1378: Bulgária: Ciganos vivendo em vilas próximo do Mosteiro de Rila.


1384:Grécia: Relatos da presença de ciganos sapateiros em Modon.


1385:Romênia: Primeiro registro da transação de escravos ciganos


1399:Bohêmia: Os primeiros ciganos mencionados em uma crônica.


1407:Alemanha: Ciganos visitam Hildesheim.


1416:Alemanha: Ciganos expulsos da região de Meissen.


1417:Império Romano: O rei Sigismund concede salvo-conduto para que os ciganos possam ir até Lindau.


1418:França: Relatos de presença dos primeiros ciganos em Colmar.


1418:Suíça: Chegada dos primeiros ciganos.


1419:Bélgica: Relatos da presença dos primeiros ciganos em Antuérpia


1420:Holanda: Relatos da presença dos primeiros ciganos em Deventer.


1422:Itália: Ciganos chegam a Bolonha.


1423:Itália: Andrew, Duque do pequeno-Egito, e seus seguidores partem para visitar o Papa Martin V em Roma.


1423:Eslováquia: Relatos da presença dos primeiros ciganos em Spissky.


1425:Espanha: Relatos da presença de ciganos em Zaragoza.


1447:Catalunha: Relatos da presença dos primeiros ciganos.


1453:Império Bizantino: Os turcos capturam Constantinopla. Alguns ciganos fogem para o Oeste.


1453:Eslovênia: É relatada a presença de um cigano ferreiro no país.


1468:Chipre: Relato da presença dos primeiros ciganos.


1471:Suíça: Parlamento reunido em Lucema expulsa ciganos.


1472:Romênia: O Duque Friedrich pede a seu povo para ajudar os ciganos peregrinos.


1485:Sicília: Relato dos primeiros ciganos.


1489:Hungria: Músicos ciganos tocam na Ilha de Czepel.


1492:Espanha: Primeiro esboço da Lei elaborada em 1499.


1493:Itália: Ciganos são expulsos de Milão.


1498:Alemanha: Sacro Império Romano ordena a expulsão de ciganos.


1499:Espanha: Ordenada a expulsão de ciganos pela Pragmática de Reis Católicos.


1500:Rússia: Relato da presença dos primeiros ciganos.


1504:França: Ordenada a expulsão de ciganos.


1505:Dinamarca: Dois grupos de ciganos peregrinos entram no país, provavelmente originários da Espanha.


1510:Suíça: Pena de morte introduzida para ciganos encontrados no país.


1512:Catalunha: Expulsão de ciganos. Suécia: Chegada dos primeiros ciganos.


1514:Inglaterra: Mencionada a presença dos primeiros ciganos no país.


1515:Alemanha: Bavária fecha suas fronteiras para os ciganos.


1516:Portugal: Ciganos são mencionados na Literatura.


1525:Portugal: Ciganos são banidos do país. Suécia: Ciganos são ordenados a deixarem o país.


1526:Brasil: A chegada dos primeiros Ciganos deportados de Portugal e Espanha.


1526:Holanda: Proibido o transito de ciganos em todo o país.


1530:Inglaterra e Gales: Ordenam a expulsão dos ciganos.


1534:Eslováquia: Ciganos são executados em Levoca.


1536:Dinamarca: Ciganos são ordenados a deixarem o país.


1538:Portugal: Deportação de ciganos para as Colônias.


1539:Espanha: Envio de homens ciganos para trabalho forçado nas galeras.


1540:Escócia: Ciganos tem permissão para viverem de acordo com suas próprias leis.


1541:República Tcheca: Ciganos são acusados de tocarem fogo em Praga.


1544:Inglaterra: Ciganos são deportados para Noruega.


1547:Inglaterra: Andrew Boorde publica livro sobre clãs ciganos.


1549:Bohemia: Ciganos são declarados ilegais e expulsos.


1553:Estônia: Os primeiros ciganos aparecem no país.


1554:Inglaterra: A pena de morte é aplicada a qualquer cigano que não deixe o país em um mês.


1557:Polônia e Lituânia: Ordenada a expulsão de ciganos.


1559:Finlândia: Ciganos aparecem na ilha de Åland.


1562:Inglaterra: Estende a pena de morte àqueles que vivem ou viajam como os ciganos.


1563:Itália: O Concílio de Trento afirma que ciganos não podem ser padres.


1573:Escócia: Declara que ou os ciganos se tornam fixos ou deixam o país.


1574:Império Otomano: Ciganos trabalham como mineiros na Bósnia.


1574:Portugal Deporta ciganos para Brasil e Angola.


1579:Portugal: Proíbe o uso de roupas ciganas.


1580:Finlândia: Relato de ciganos no continente.


1584:Dinamarca e Noruega: Ordenada a expulsão de ciganos.


1586:Bielorússia: Expulsão de ciganos nomades.


1589:Dinamarca: Pena de morte decretada para ciganos que não deixarem o país.


1595:Romênia: Stefan Razvan, filho de um escravo cigano, tornasse regente na Moldávia.


1611:Escócia: Três ciganos são enforcados sob a Lei de 1554.


1633:Espanha: Pragmática de Felipe IV entra em vigor e ciganos são expulsos.


1637:Suécia: Introduzida pena de morte para ciganos que não deixarem o país.


1692:Áustria: Relato de ciganos em Villach.


1714:Escócia: Duas ciganas são executadas.


1715:Escócia: Dez ciganos deportados para a Virginia.


1728:Holanda: Aberta caçada aos ciganos (qualquer pessoa tem o direito de matar ciganos).


1746:Espanha: Ciganos são obrigados a viverem em guetos.


1748:Suécia: Expulsão de ciganos.


1749:Espanha: Ordenada a perseguição e prisão de todos os ciganos.


1758:Portugal: Impede que os ciganos do Brasil falem sua própria língua.


1758:Imp. Áustro-Húngaro: Maria Theresa começa o programa de assimilação de ciganos.


1759:Rússia: Ciganos banidos de São Petersburgo.


1765:Austro-Húngaro: Joseph II continua o programa de assimilação.


1776:Áustria: Primeiro artigo publicado sobre a origem indiana da língua Romani.


1782:Hungria: Dois ciganos enforcados sob acusação de canibalismo.


1783:Rússia: Política de Estabelecimento contra o nomadismo. Espanha: a língua e vestimenta ciganas são proibidas. Reino Unido: revogada a maioria da legislação contra os ciganos.


1791:Polônia: Introduzida a Lei de Estabelecimento contra o nomadismo.


1802:França: Ciganos na província Basca são cercados e aprisionados.


1812:Finlândia : Lei confina ciganos em asilos.


1822:Reino Unido: Com a Turnpike Act os ciganos foram obrigados a pagar pedágio.


1830:Alemanha: Autoridades em Nordhausen retiram as crianças ciganas de suas famílias e promovem a adoção em famílias não ciganas.


1835:Dinamarca: Decretada a caça aos viajantes em Jutland. Reino Unido: a Lei Highways Act reforça a cobrança de pedágio para ciganos de 1822 da Lei Turnpike Act.


1837:Espanha: George Borrow traduz O Evangelho de São Lucas para o Romani.


1848:Transilvânia: Serfs ( escravos da região) e escravos ciganos são emancipados.


1849:Dinamarca: A presença de ciganos é permitida.


1855:Romênia: Ciganos que eram escravos na Moldávia são emancipados.


1856:Romênia: Ciganos que eram escravos na Valáquia são emancipados.


1860:Suécia: Restrições para imigração de ciganos são facilitadas.


1865:Escócia: Introduzida Lei de Transgressão para ciganos.


1868:Holanda: Relatada nova imigração de ciganos.


1872:Bélgica: Ciganos são expulsos.


1874:Império Otomano: Ciganos mulçumanos recebem os mesmos direitos que os mulçumanos em geral ( esses ciganos são chamados de Xoraxanê).


1875:Dinamarca: Mais uma vez ciganos são barrados no país.


1876:Bulgária: Os moradores massacram ciganos mulçumanos em Koprivshtitsa.


1879:Hungria: Conferência Nacional dos Ciganos realizada em Kisfalu. Sérvia: o nomadismo é banido.


1886:Bulgária: O nomadismo é banido. Alemanha: Bismarck ordena expulsão de ciganos.


1888:Reino Unido: Fundada a Gypsy Lore Society.


1899:Alemanha: Estabelecida a Polícia de Informação Cigana em Munique por Alfred Dillmann.


1904:Alemanha: Parlamento Prussiano por unanimidade adota uma proposta de regular a circulação e o trabalho de ciganos


1905:Bulgária: Realizada Conferência em Sofia, pedindo o direito de voto para ciganos. Alemanha: Um Censo de todos os ciganos é realizado na Bavária.


1906:Finlândia: Estabelecida uma Missão para os ciganos. França: Introdução da carteira de identidade para nômades. Alemanha: Ministro prussiano introduz questões especiais para o combate ao incômodo cigano.


1914:Noruega: A cerca de trinta ciganos é concedida a nacionalidade de norueguês. Suécia: Lei de Deportação também dificulta nova onda de imigração cigana.


1918:Holanda: Lei introduz controle às caravanas e vans de ciganos.


1919:Bulgária: Fundada a Organização Istiqbal.


1922:Alemanha: Em Baden, todos os ciganos são fotografados e têm suas impressões digitais colhidas.


1923:Bulgária: A Organização Istiqbal inicia a publicação de um jornal.


1924:Eslováquia: Um grupo de ciganos é julgado por canibalismo e julgados inocentes.


1925:USSR: Estabelecimento da União Pan-Russa de Ciganos.


1926:Alemanha: O Parlamento Bavariano cria uma nova Lei para combater o nomadismo cigano.


1926:Suíça: O Pro Juventude inicia uma campanha de remoção forçada de crianças ciganas de suas famílias para adoção por estrangeiros


1926:USSR: Primeiros movimentos para estabelecimento de ciganos nômades.


1927:Alemanha: Legislação requer que ciganos sejam fotografados e tenham impressões digitais colhidas. Bavaria decreta leis proibindo de realizarem viagens em grandes grupos e de possuir armas de fogo. Noruéga: A Lei Aliens impede ciganos no país.


1927:USSR: Journal Romani Zorya (Romany Dawn) inicia suas publicações.


1928:Alemanha: O nomadismo cigano na Alemanha é colocado sob constante vigilância da polícia.Hans F. Günther escreve matéria afirmando que foram os ciganos os responsáveis pela introdução do sangue estrangeiro na Europa.


1928:Eslováquia: Massacre de ciganos em Pobedim.


1929:USSR: Nikolai Pankov edita o livro Romani Buti Diz? inaiben (Trabalho e Conhecimento).


1930:Noruega: Um médico recomenda que todos os ciganos e viajantes sejam esterelizados.


1930:USSR: Aparece a primeira Edição do jornal Nevo Drom [Novo Caminho].


1931:USSR: O Teatro Romen é inaugurado em Moscou.


1933:Áustria: O governo em Burgerland declarou a retirada de todos os direitos civis dos ciganos.


1933:Bulgária: Jornal Terbie [Educação] inicia a publicação Alemanha: O Partido do Nacional Socialismo chega ao poder e medidas contra os ciganos são iniciadas.


Músicos ciganos foram impedidos pela Câmara de Cultura do Estado de exercer seus trabalhos. O cigano Sinte, boxeador Johann Trollmann foi despojado de seu titulo de campeão meio-pesado pelo fato de ser cigano.Adotada Lei de Prevenção da Hereditariedade. Também conhecida como Lei da Esterelização. Durante a “Semana dos Mendigos” muitos ciganos foram presos. Letônia: Evangelho de São João traduzido para Romani. Romênia: Associação Geral dos ciganos da Romênia realiza a Conferência Nacional. Revistas Neamul Tiganesc [Gypsy Nação] e Timpul [Time] iniciam suas publicações.


1933:URSS: Teatro Romen executa a ópera Carmen.


1934:Alemanha: Ciganos que não podiam provar nacionalidade alemã são expulsos.


1934:Romênia: Realizado o Congresso Internacional Cigano de Bucareste.


1935:Alemanha:Casamentos entre ciganos e alemães são proibidos.


1935:Iugoslávia: Jornal Romano Lil inicia suas publicações.


1936:Alemanha: O direito de voto é retirado dos ciganos. Junho-Aberto Campo de Concentração em Marzahn. Instituído decreto Geral de Combate ao cigano como ameaça.


1937:Polônia: Janusz Kwiek eleito rei dos ciganos.


1938:Alemanha: Abril—Decreto sobre a luta preventiva contra o crime: Crime: Todos os ciganos são classificados como anti-sociais. Muitos ciganos são presos a enviados para trabalhos forçados em campos de concentração. Junho—Segunda onda de prisões com intuito de fornecer trabalho para construir os campos de concentração. —O Centro de Higiene Racial começa a criar um arquivo de clãs ciganos. Outubro—Estabelecido o Centro Nacional contra a Ameaça Cigana. Dezembro – Decretada A Luta Contra a Ameaça Cigana.


1938:USSR: O governo determina a proibição da língua e cultura Romani.


1939:Alemanha: Setembro—Deportação de 30.000 ciganos. Outubro—Decreto Estabelece: Ciganos não podem viajar. Novembro—Ciganos ricos são despojados de seus bens e enviados ao Campo de Concentração de Ravensbrück. Alemanha ocupa a República Tcheca: e o nomadismo cigano é proibido.


1939:Polônia: Carteiras de Identidades Especiais são obrigatórias aos ciganos


1940:Áustria: Agosto—Internamento de ciganos no campo de concentração Salzburg. Outubro— Ordenado o internamento de ciganos no Campo de Concentração de Burgenland. Novembro—Internamento de ciganos no campo de concentração de Lackenbach. República Tcheca: Agosto—trabalho de ciganos em campo de concentação de Lety e Hodonín. França: Abril—governo abre campo de concentração para nômades.


1940:Alemanha: Heinrich Himmler ordena o reassentamento de ciganos na Polônia ocidental.


1941:Estados Bálticos: Dezembro—O governador Hinrich Lohse ordena que os ciganos sejam tratados como os Judeus.


1941:Croácia: O Campo de Concentração de Jasenovac é aberto.


1941:República Tcheca: Outubro—Decisão de que os ciganos do protetorado sejam enviados a campos de concentração.


1941:Alemanha: Março—Inícia-se a exclusão das escolas de crianças ciganas. Julho—Reinhard Heydrich e Heinrich Himmler criam lei para que os ciganos entrem no plano de solução final tal qual o problema dos judeus.


1941:Letônia: Dezembro—Cento e um ciganos são executados em Libau.


1941:Polônia: Outubro— Um campo cigano e estabelecido no gueto judeu de Lodz para cinco mil reclusos.


1941:Sérvia: Maio—O Estado do Comando Militar alemão determina que os ciganos devem ser tratados como os judeus. Novembro—O comando militar alemão determina a prisão de todos os ciganos e judeus, para serem usados como reféns.


1941:Eslováquia: Abril – decretada a separação dos ciganos da maioria da população.


1941:USSR: Junho—Task Forces são utilizadas para matar sistematicamente judeus e ciganos. Dezembro—Task Force mata 824 ciganos em Simferopol.


1941:Iugoslávia: Outubro—exército alemão mata 2.100 ciganos em represália ao soldados mortos por guerrilheiros.


1942:Bulgária: Agosto—6.500 ciganos são fichados pela polícia em um único dia.


1942:Croácia: Maio— O governo determina a prisão de todos os ciganos e a deportação deles para extermínio no campo de concentração em Jasenovac.


1942:Alemanha: Março—Um imposto de renda adicional é cobrado dos ciganos. Julho—Um decreto do Estado Maior das Forças Armadas decide que os ciganos devem cumprir o serviço militar. Hitler decide deportar os ciganos da grande Alemanha para o campo de concentração de Auschwitz- Birkenau.


1942:Polônia: Janeiro—Todos os Sinti e Roms do gueto de Lodz são transportados e mortos na câmara de gás em Chelmno. Abril— Ciganos são trazidos para o gueto de Varsóvia e mantidos na prisão em Gesia. Maio—Todos os ciganos no distrito de Varsóvia são internados em guetos judeus. Julho— Várias centenas de ciganos polacos são mortos no campo de extermínio de Treblinka.


1942:Romênia: Cerca de 20.000 ciganos são deportados para Transnistria.


1942:Sérvia: Agosto— Harald Turner, chefe da administração militar alemã, anuncia que “a questão cigana foi totalmente resolvido.”


1943:Polônia: Janeiro—Ciganos do gueto de Varsóvia são transferidos para o campo de extermínio Treblinka. Fevereiro— Primeiros transporte de ciganos Sinti e Roms da Alemanha são entregues ao novo Comando de Ciganos em Auschwitz-Birkenau.Março— Em Auschwitz, a Schutzstaffel (Storm Troopers) (SS) executou na câmara de gás cerca de 1.700 ciganos entre homens, mulheres e crianças. Maio—Mais 1,030 ciganos entre homens, mulheres e crianças são executados nas câmaras de gás pela SS em Auschwitz por ordem de Josef Mengele. Julho—Hitler visita o Comando de Ciganos em Auschwitz e ordena que os ciganos sejam mortos.


1944:Bélgica: Janeiro—É realizado o transporte de 351 ciganos Roms e Sinti da Bélgica para Auschwitz.


1944:Holanda: Maio—Mais 245 Roms e Sintis são enviados para Auschwitz.


1944:Polônia: 2 de agosto—1.400 são enviados de Auschwitz para o campo de concentração em Buchenwald. E os restantes 2.900 são mortos nas câmaras de gás.


1944:Eslováquia: Ciganos se juntam aos guerrilheiros no chamado Levante Nacional.


1946:França: Mateo Maximoff publica seu primeiro romance em Romani -Ursitory.


1946:Polônia: Roma Ensemble é fundada.


1947:Bulgária: Teatro Cigano se estabelece em Sofia.


1951:Bulgária: Teatro Cigano é fechado em Sofia.


1952:França: Inicia-se o movimento Pentecostal entre os Sinti-Gacgekane (alemães).


1953:Dinamarca: Ciganos são readmitidos no país.


1958:Bulgária: O nomadismo é banido.


1958:Tchecoslováquia: O nomadismo é banido.


1958:Hungria: Organização Nacional de Ciganos é fundada.


1960:Inglaterra e Gales: Criam leis impedindo o Caravanismo.


1960:França: Communauté Mondiale Gitane é fundada.


1962:Alemanha: Tribunais determinam que os ciganos foram perseguidos por razões raciais.


1962:Noruega: Comitê Governamental Cigano é criado.


1963:Irlanda: É publicado Relatório da Comissão sobre itinerância cigana.


1963:Itália: Criado o regime de ensino Opera Nomadi.


1964:Irlanda: Grupo de Ação Itinerante é criado.


1965:França: Communauté Mondiale Gitane é banida e o Comité International Tzigane é estabelecido.


1966:Reino Unido: Gypsy Council é instituido.


1967:Finlândia : National Gypsy Association é fundada.


1968:Inglaterra e Gales: É instituído um Conselho para determinação de lugares onde as caravanas podem ficar.


1968:Holanda: Todos os distritos devem possuir espaços para caravanas.


1969:Bulgária: São criadas escolas segregadas para ciganos.


1970:Reino Unido: National Gypsy Education Council fundada.


1971:Reino Unido: First World Romany Congress nas proximidades de Londres.


1972:Tchecoslováquia: Inicia o programa de esterilização de ciganos.


1972:França:Uma Banda conhecida como Los Reyes (atual Gypsy Kings) foi fundada.


1972:Iugoslávia, Macedônia: A Radio broadcasts em Romani começa a transmitir de Tetovo.


1975:Europa:O Comitê do Conselho Europeu adota uma resolução positiva a respeito do nomadismo dos ciganos.


1975:Hungria: Aparecem as primeiras publicações da revista Rom som (eu sou cigano).


1975:Nações Unidas: Subcomissão aprova resolução sobre a proteção dos Ciganos.


1978:Suíça: Segundo World Romany Congress ocorre em Genebra.


1979:Hungria: National Gypsy Council é formado.


1979:Noruega: Cartilhas em Romani são produzidas para o ensino da língua materna às crianças ciganas.


1979:Nações Unidas: International Romani Union é reconhecida por suas ações sociais e econômicas.


1980:Iugoslávia: Uma proposta de gramática em Romani é publicada em Skopje.


1981:Alemanha: Terceiro World Romany Congress em Göttingen.


1981:Iugoslávia: Estatuto Nacional decide que ciganos estão em pé de igualdade com outras minorias.


1982:França: O novo governo François Mitterrand promete ajudar aos nômades.


1984:Europa: Parlamento Europeu aprova resolução de ajuda aos ciganos.


1984:Índia: Festival Chandigarh.


1985:França: Primeira exibição mundial de Arte Cigana ocorre em Paris. Suécia: uma família de ciganos é atacada em Kumla com pedras e bombas caseiras.


1986:França: Conferência International Gypsy ocorre em Paris.


1986:Espanha: Casas ciganas são incendiadas em Martos.


1986:Iugoslávia, Saraievo: Ocorreu o Seminário International Romany.


1988:Hungria: É fundada a Organization Phralipe.


1989:Europa: Resolução do Conselho Europeu sobre a promoção da escola para as crianças ciganas e viajantes.


1989:Alemanha: Governo inicia deportação de milhares de ciganos do país.


1989:Hungria: Parlamento Cigano é estabelecido.


1989:Polônia: Ocorre o primeiro Romane Divesa Festival.


1989:Romênia: Os guardas das fronteiras cobram pedágio de ciganos.


1989:Espanha: Casas ciganas são atacadas em Andaluzia.


1990:Polônia: Exibição permanente de Artes Ciganas é aberta em Tarnow. Quarto World Romany Congress ocorre próximo à Varsóvia; um alfabeto básico em Romani é adotado pelo Congresso. O jornal Rrom p-o Drom [Ciganos na estrada] inicia suas publicações.


1990:Romênia: Mineiros atacam ciganos nos bairros em Bucareste.


1991:República Tcheca: Inicia-se o ensino de cultura cigana na Universidade.


1991:Macedônia: Ciganos tem igualdade de direitos na nova república.


1991:Polônia: Massacre de ciganos em Mlawa.


1991:Eslováquia: Governo dá nacionalidade e direito de igualdade aos ciganos.


1991:Ukraine: Polícia ataca acampamento cigano em Velikie Beryezni.


1992:Eslováquia: Teatro Romathan é fundado em Kosice.


1992:Nações Unidas: Comissão de Direitos Humanos cria resolução que reconhece os ciganos como minoria étnica.


1993:República checa: O cigano Tibor Danihel morre afogado ao tentar fugir da gangue de skinheads. Sete romenos deportados de Usti nad Labem para Eslováquia.


1993:Alemanha: Primeira Conferência Internacional sobre a Lingüística Romani em Hamburg.


1993:Hungria: Ciganos são reconhecidos como minoria nacional.


1993:Macedônia: A língua Romani é oficialmente introduzida nas escolas.


1993:Eslováquia: Cyril Dunka um jovem cigano é espancado pela polícia depois de um incidente no estacionamento.


1993:Reino Unido: Scottish Gypsy/Traveller Association é fundada.


1993:Nações Unidas: União Romani elevada à categoria II consultivo.


1994:França: Formada a Conferência Permanente das Associações Ciganas em Strasbourg.


1994:Reino Unido: Ato da Justiça criminaliza o nomadismo.


1995:Áustria: Quatro ciganos são mortos a bomba em Oberwart, Burgenland.


1995:República Tcheca: Tibor Berki morto por skinheads em Zdár nad Sázavou.


1995:Hungria: Realiza a Segunda Exibição Internacional Mundial de Arte Cigana.


International Romani Union organiza em “Saraievo” Conferencia da Paz em Budapest.


1995:Eslováquia: Mario Goral é queimado e morto skinheads em Ziar nad Hronom.


1996:Albânia: Fatmir Haxhiu morre de queimaduras depois de ataque racista.


1996:Bulgária: Kuncho Anguelov e Kiril Perkov ciganos da região, desertores do exército são baleados e mortos pela polícia militar. República Tcheca: Crianças ciganas são expulsas de piscina pública em Kladno.


1996:Europa: A Corte Européia de Direitos Humanos rejeita apelação do Sr. Buckland contra a recusa de autorização de construção na Inglaterra de local para estacionar as caravanas ciganas.


1997:França: Março—Jose Ménager e Manolito Meuche ciganos manushes são mortos a tiros pela polícia de Nantes.


1998:República Tcheca: 4–6 September— International Romany cultural festival RESPECT realizado em Praga.


1998:Reino Unido: 16 Maio—Festival de Música em Londres com a participação de ciganos tchecos e poloneses. Dezembro—International Romani Union delegação, liderada por Rajko Djuric, participou da Conferência do Nazismo em Washington. 1998:France: Loi Besson encorajou a provisão de locais para caravanas ciganas.


1999:República Tcheca: Inicio do Festival Internacional de khamoro com o objetivo de mostrar a riqueza da cultura cigana e tradições que fazem parte da cultura tcheca e da européia e mundial. Contribuir para a integração dos ciganos na sociedade tcheca e a criação de uma sociedade multicultural.


2000:República Tcheca: Julho—Quinto World Romany Congress ocorreu em Praga.


2000:Vaticano: Março— Papa João Paulo II pede perdão pelos maus tratos aos ciganos realizados por católicos.


2001:Alemanha: Novembro— Escritores ciganos se reúnem em Cologne e decidem fundar uma associação internacional.


2001:Índia: Abril—Líderes da International Romani Union leaders visitam o Romano Kher (Casa de Nehru e ao pé da letra Casa Cigana) em Chandigarh.


2001:Itália: Novembro—. Duas centenas de membros do Conselho Nacional de marcham para protestar contra a habitação de ciganos na cidade.


2002:Croácia: Setembro— Uma centena de pais croatas evitam a entrada de crianças ciganas na escola da aldeia de Drzimurec-Strelec.


2002:Julho: International Romani Writers Association Fundada em Helsinki.


2002:Hungria: Junho- um cigano, Laszlo Teleki— apontado como o Secretário de Estado Cigano.


2005:Alemanha: 12 Setembro— Conferência Internacional de Anticiganismo ocorreu em Hamburg.


2005:Rússia: Janeiro—Quatrocentos ciganos deixam a cidade de Iskitim depois de uma massacre.


2006:Brasil: Instituído o Dia Nacional do Cigano A data foi instituída por um decreto assinado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 25 de maio de 2006, tendo sido comemorada pela primeira vez em 24 de maio de 2007, pela SEPPIR em parceria com o Ministério da Cultura.


2008:Eslováquia: Associação Cívica de Produção Roma foi fundada em 2004 em Trebišov. Durante esse período, reafirmou-se como uma organização sem fins lucrativos forte. Ela organiza os principais eventos culturais a nível nacional e internacional e desde 2008 realiza o International Gypsy Fest em Trebisov.


2009:Brasil: O casal de ciganos Nicolas e Ingrid Ramanush fundam a Embaixada Cigana Brasil – Phralipen Romani que é uma Sociedade Civil, sem fins lucrativos, de caráter social, cultural e assistencial, que objetiva diminuir as diferenças através da cultura. Somos pessoas imbuídas de um mesmo ideal: resgatar, fomentar e preservar a cultura cigana (que é nossa própria identidade) e auxiliar os membros de clãs que ainda encontram obstáculos de acessibilidade à cidadania (documentos de identificação civil), à saúde pública e ao ensino. Além disso, existem as dificuldades relativas à inclusão cultural e à preservação das tradições e do patrimônio cultural do povo cigano.


Através de planejamentos a entidade desenvolve projetos e ações voltadas aos membros de clãs menos favorecidos dando a eles a oportunidade de práticas de cidadania. Assim como, também desenvolve projetos voltados aos não-ciganos visando, através da cultura, diminuir os preconceitos e criar a possibilidade de integração social. Composta por representantes de vários clãs ciganos e colaboradores de cultura não-cigana, valoriza o processo de construção de uma sociedade justa. Em 20 de junho, Nicolas Ramanush – cigano do clã Sinte-Valshtike – publica a primeira proposta de gramática e vocabulário do Romani-Sinte da América Latina – o livro Palavras Ciganas


2010:França: O presidente francês, Nicolas Sarkozy, começa hoje a expulsar ciganos que vivem de forma irregular no país. O primeiro grupo sairá em um avião fretado pelo governo em direção à Bulgária e à Romênia, levando 79 pessoas. O objetivo é remover mais de 700 ciganos da França em apenas 10 dias e destruir 300 dos 600 acampamentos ilegais que existem no país.


2011:Parlamento Europeu: O parlamento se reuniu para tratar sobre a estratégia da UE a favor da integração dos ciganos.


Eis o resultado final da aprovação:


O casal de ciganos Nicolas e Ingrid Ramanush fundam a Embaixada Cigana Brasil – Phralipen Romani que é uma Sociedade Civil, sem fins lucrativos, de caráter social, cultural e assistencial, que objetiva diminuir as diferenças através da cultura. Somos pessoas imbuídas de um mesmo ideal: resgatar, fomentar e preservar a cultura cigana (que é nossa própria identidade) e auxiliar os membros de clãs que ainda encontram obstáculos de acessibilidade à cidadania (documentos de identificação civil), à saúde pública e ao ensino. Além disso, existem as dificuldades relativas à inclusão cultural e à preservação das das tradições e do patrimônio cultural do povo cigano.


Através de planejamentos a entidade desenvolve projetos e ações voltadas aos membros de clãs menos favorecidos dando a eles a oportunidade de práticas de cidadania. Assim como, também desenvolve projetos voltados aos não-ciganos visando, através da cultura, diminuir os preconceitos e criar a possibilidade de integração social. Composta por representantes de vários clãs ciganos e colaboradores de cultura não-cigana, valoriza o processo de construção de uma sociedade justa.


Em 20 de junho, Nicolas Ramanush – cigano do clã Sinte-Valshtike publica a primeira proposta de gramática e vocabulário do Romani-Sinte.



___________________________________________________________________________________


___


« O PERDÃO É A VINGANÇA


DAS PESSOAS BOAS »



Talvez isso não seja efetivamente verdade, mas você já pensou em perdoar de uma vez por todas as pessoas que a magoaram? E já pensou em perdoar-se a si mesma, se acredita que em determinada altura não terá agido da melhor forma?



Perdoar é a única maneira de transformar as nossas emoções negativas em positivas para seguir em frente depois de um conflito. Essa força, ainda que seja muito difícil de aceitar é: perdoar. Sem o perdão, no final da Segunda Guerra Mundial, o que teria acontecido aos países vencidos? E aos vencedores?



Todas as tradições espirituais nos falam do perdão para fechar qualquer ferida, seja qual for o sofrimento que nos tenha sido infligido. Já do ponto de vista medicinal, se você se deixar levar pela ira, você estará a castigar o seu corpo com a subida da tensão arterial e da frequência cardíaca. Fisicamente, você fere-se a si mesma! Está provado que tanto a tensão arterial como a frequência cardíaca diminuem de imediato quando perdoamos. E o sofrimento moral?



Se você fosse uma dessas pessoas rancorosas e que só pensasse nas ofensas que os outros lhe tivessem infligido, você estaria mais suscetível a sofrer transtornos de origem nervosa, tais como dores de cabeça, tensão muscular e muitas outras coisas. Nesse caso, você deveria perceber que a principal vítima do peso da sua ira e do se desejo de vingança seria você mesma, e faria tudo o que estivesse ao seu alcance para eliminar essas emoções negativas.



Se você perdoar o que lhe fizeram, vai fechar uma ferida que, de outra forma iria infetar, e a dor ficaria implantada na sua vida. Estar cego pela raiva e guardar rancor é como manter na mão um pedaço de carvão incandescente com a intenção de atirá-lo a alguém. No final, quem se queima, é você.



Para converter os danos que lhe foram causados, num verdadeiro perdão que a liberte, e para que as feridas que lhe foram infligidas cicatrizem e se transformem numa compreensão que lhe permita retomar o seu caminho com um esquecimento rápido:



• Em primeiro lugar, você deve reconhecer a ferida e as emoções negativas que se se expressaram como a ira, a vergonha ou o desejo de vingança.



• Em seguida, você deve compreender o mau comportamento da pessoa que a magoou. Talvez se trate de alguém emocional e exageradamente vulnerável, e que age na defensiva ou que tenha uma visão deformada da realidade.


• A próxima etapa que você deve alcançar é esquecer a ofensa, por mais grave que seja, através do perdão.



• E finalmente, prevenir futuras feridas, evitando aquelas pessoas que, mesmo de forma involuntária, possam agir da mesma maneira, causando-lhe danos.



Para desativar as emoções negativas, como a ira, a raiva e o ressentimento, quando elas aparecem, e de forma a que possam transformar-se em perdão, você pode aplicar as seguintes estratégias psicológicas:



• Relativizar as causas através do humor e do distanciamento. Pergunte-se: será que isso terá importância daqui a um ano? Se a resposta for não, você dar-se-á conta que se trata de algo que não vale a pena recordar.



• Evite entrar no círculo vicioso das emoções negativas, se isso recomeçar uma e outra vez. Se você se aperceber de uma repetição sistemática, afaste-se com determinação do foco de atenção do conflito e ocupe-se com outra coisa qualquer!



• Uma boa ideia é ler um bom livro que lhe interesse, ir ao cinema assistir um filme (também pode fazê-lo em casa), passear ou conversar descontraidamente com um amigo que tenha uma atitude positiva e, sobretudo, otimista.



• O essencial é que você se separe do seu passado, porque reviver os acontecimentos negativos, para além de impedir que a ferida cicatrize, vai também impedi-la de aproveitar plenamente o presente.



Para esquecer eficazmente seja qual for à situação que lhe tenha provocado sofrimento, ou que ainda provoque, existe um sistema infalível, se for implementado da forma correta:



"Num ambiente de calma absoluta, estenda-se na cama ou num sofá. Relaxe e, com os olhos fechados, visualize na sua mente tudo o que lhe tenha causado dano e sofrimento. Meta tudo dentro de um saco e feche-o. Depois, sempre mentalmente, vá até uma ponte sobre um rio. Lá em baixo, a água corre sem parar.



Pegue no saco e atire-o ao rio. Fique alguns instantes a olhar para o saco que se afasta, levado pela corrente... Respire profundamente e diga de forma calma e pausada: “Adoto o princípio da energia vital e perdoo aos meus inimigos.” Em seguida, abra lentamente os olhos, e sinta todo o peso que até aí acumulava, sair-lhe dos ombros. Finalmente, você sente-se livre!”



E assim, você, voltará a ser você mesma.


Além disso, quando for você que tiver de se desculpar, não se esqueça de que pedir perdão não é a mesma coisa que se desculpar, porque desculpar-se é escusar as razões pelas quais você agiu. Pedir perdão é assumir a totalidade, e sentir todo o mal que poderia causar aos outros.



E para aceitar o perdão dos outros, você deve estar consciente da imperfeição humana que todos temos, e ser capaz de virar a página.


Seu amigo e conselheiro para a felicidade, é o Perdão.



Ajudemos a encontramos o Autor.


Obrigado!



____________________________________________________________________________________________


A PREPARAÇÃO PARA O NASCIMENTO DE UMA CRIANÇA CIGANA


O nascimento de uma criança para os ciganos tem um significado que transcende a simples perpetuação a espécie ou coisas comuns como a personificação do amor. Para os ciganos, o nascimento de uma criança simboliza o renascimento da esperança em todos os sentidos, não apenas para o povo cigano, mas para o mundo tudo.



Uma criança está além da sua origem, isto é, de seu pai e de sua mãe, muito embora o conceito de família e de grupo seja muito forte entre os ciganos. Uma criança é parte da renovação do mundo e, por isso, não pode ser limitada de forma alguma.



O amor é a lição número um dos pais ciganos seus filhos. O amor à raça, às tradições, aos irmãos, ao grupo e ao país que os acolhe é sempre muito bem dimensionado e nenhum cigano vive seu dia-a-dia sem ter em mente o conceito maior de que não está só, mas que é parte de um povo orgulhoso, que desempenhou e desempenha um papel muito forte e significativo na História.



Assim, uma criança cigana é um universo em si mesmo e, ao mesmo tempo, parte de um todo ainda maior, concentrada em unir seus elementos mais dispersos num só sentido. O mistério e a mística cigana se inicia quando nasce mais um cigano e, a partir daí, não existe mais limites para ela.



PARA QUANDO NASCE UMA CRIANÇA


Uma criança, para os ciganos, simboliza a perpetuação, a renovação e a multiplicidade, pois jamais uma deve ser como a outra e a soma de todas elas é que dará o verdadeiro sentido dessa palavra tão simples no seu contexto, mas tão importante no seu significado final.



Jamais uma criança cigana será tratada como se fosse mais uma, pois cada uma é diferente e em cada uma delas reside a esperança da chegada de um Líder que, para muitos, se concretizou com a chegada de Cristo.



Embora o assunto possa ser polêmico, não existe discussão a respeito, pois cada cigano sabe que a sua opinião jamais será a única e definitiva. É cultural e aceito com naturalidade.



Assim, quando nasce uma criança, quem a visita leva um presente útil e um presente simbólico, este representado numa fita que, em função de sua cor, de sua largura e de seu comprimento, jamais será igual a uma outra.



Observação:


O conceito de presente útil reside no fato de que, ao recebê-lo, a criança pode começar a usá-lo imediatamente, sem a necessidade de maiores preocupações.



PARA UM FUTURO SEGURO


Segundo a tradição cigana, cada criança que nasce, tem o seu destino e isso não pode ser mudado, mas, pelo contrário, incentivado, pois cada uma delas pode significar a solução que todos estamos procurando.


Assim, a cada nascimento, a palavra-chave é a esperança de um novo tempo e de uma mudança. Mudança na qual os ciganos depositam toda a sua esperança.



PARA SER UM LÍDER


A liderança entre os ciganos se processa naturalmente. Eleições e disputas pelo poder são coisas que valorizam sobremaneira, mas tudo isso ocorre sem orgulho próprio e sem vaidades, com a preocupação única de servir dentro das limitações de cada um.



A gestação de uma criança é uma promessa de salvação de toda a humanidade e, como o cigano considera seu país o mundo todo, é fácil entender o motivo da importância data ao assunto. Cada criança futura é um líder salvador futuro.



Essa esperança alimenta não apenas os ciganos, mas cada um de nós. Por isso, cada mês de gestação entre os ciganos tem uma importância especial. O ventre da mulher é considerado sagrado e deve ser protegido de forma especial para que o fruto nele contido seja especial.



“E isso deve ser feito da seguinte forma”


Primeiro mês: o ventre deve ser constantemente banhado com água ou substâncias naturais líquidas como a lama e o suco de diversas frutas como o coco e a cana de açúcar.



Segundo mês: este é o mês do fogo e além de manter o ventre exposto ao sol o máximo possível, à noite, antes de dormir, acender uma vela de cor diferente a cada dez dias.



Terceiro mês: o ar livre deve ser oferecido à criança em gestação e, para isso, a mãe deve se voltar na direção de cada um dos pontos cardeais, deixando que o vento que vem de lá deslize pelo seu ventre e envolva a criança que ela traz consigo.



Quarto mês: chegou o momento de pôr a criança em contato com a terra, já que a água tem sido seu elemento, mas será na terra em que ela concretizará sua missão. Uma das maneiras mais ternas é simplesmente se sentar e pôr terra no ventre, de forma que deslize na pele, ensinando a criança a o segredo da fertilidade.



Quinto mês: agora é preciso ensinar a lição da pedra ao seu filho ou a sua filha. Para isso, toda sorte de pedra, mineral, metal ou cristal que encontrar, encoste no seu ventre, um pouco abaixo do umbigo, deixando ali até que aqueça ligeiramente. É o bastante para que seu bebê aprenda a lição do mês.



Sexto mês: este é o mês especial da madeira, das plantas e dos vegetais em geral. Coloque contra seu ventre, um pouco à direita do umbigo, tudo que for vegetal, como flores, folhas, troncos, caules e raízes. Permita que a criança entre em contato com o mundo vegetal. Verá como existe uma semelhança muito grande entre uns criança e uma planta nesse momento.



Sétimo mês: é chegada a hora de você começar a purificar o seu corpo para receber a nova criatura que poderá ser aquela que vai redimir definitivamente a todos nós. Para tanto, habitue-se a amornar água numa panela de ferro, acrescentando um punhado de sal grosso para cada três litros de água.



Oitavo mês: é o momento da luz. Durante todo o mês, mantenha ao seu lado, à noite, quando for dormir, uma vela branca acesa. Ela será o farol que vai guiar seu filho ou sua filha ao seu destino no mundo.



Nono mês: tente ficar o máximo possível em contato com metais como o ouro, a prata, o cobre, o bronze e a platina. Ao mesmo tempo, tenha pedras, joias de todos os formatos e cores para friccionar levemente seu baixo ventre, ensinando sua criança a não se deslumbrar com o brilho que é a perdição do mundo.



Prof.ª Rose de Souza






CARMEN SEDUÇÃO CIGANA


Nunca houve uma mulher na literatura como Carmen. Nem a sanguinária Lady Macbeth, a insatisfeita Emma Bovary, a alegre zíngara Esmeralda, a apaixonada Anna Karenina ou a ambígua Capitu, entre outras ilustres celebridades retratadas em dezenas de clássicos, superam seu magnetismo enigmático e erótico.



Das páginas do francês Prosper Mérimée ela saltou para a ópera, o balé flamenco, as artes plásticas, a poesia e mais de meia centena de adaptaçoes cinematográficas. A beleza selvagem da cigana andaluza inspirou atrizes, divas eruditas e bailarinas lendárias como Pola Negri, Dolores del Rio, Rita Hayworth, Sarita Montiel, Viviane Romance, Dorothy Dandridge, Maria Callas, Teresa Berganza, Victoria de los Ángeles, Alicia Alonso e Maia Plisetskaya.



Símbolo da mulher indomável e possuídora de espírito rebelde e valente, que cultua a liberdade pessoal em uma sociedade em que o dinheiro e e posiçao social parecem ser as únicas coisas importantes, Carmen representa o mito da mulher fatal por excelência, uma nova Pandora, dotada, de abundantes dons espirituais e de impressionante sensualidade, porém mentirosa e perversa, cruel e vingativa, e sem deixar de ser carismática, alegre e generosa.



Gozando de notoriedade, pode ser comparada com outras fêmeas voluptuosas, que aparece em todas as culturas conhecidas: Salomé, Judith, Lilith, Kitsune sao exemplos que ilustram a homenagem que a tradiçao popular faz a este personagem sedutor.



No relato de Don José, é tratada mais que com palavras de enamorado, com as de um enfeitiçado: ela o seduz e ele nao pode viver sem sua presença; repete várias vezes que ela é o “diabo”, confirmado por Carmen. O leitor pouco a pouco conhece a condiçao da protagonista de prostituta, ladra, instigadora ao crime, maléfica, etc., e, mesmo assim, como José, se sente atraído por ela, por sua força nascida do eterno feminino, do encanto do obscuro:



“Era una belleza extraña y salvaje, un rostro que al pronto extrañaba, pero no se podía olvidar. Sobre todo, los ojos tenían una expresión voluptuosa y feroz a la vez que no he encontrado después en ninguna mirada humana. Ojo de gitano, ojo de lobo”



MÉRIMÉE: UMA VOCAÇAO ESPANHOLA


O criador de Carmen, o historiador e erudito Prosper Mérimée (1803-1870), nasceu em Paris, pertencendo a geraçao romântica e tendo em Stendhal o seu melhor amigo, unidos por afinidades como o ceticismo religioso, a sensualidade e também a atraçao por Espanha. Aos 21 anos, publica em um jornal quatro artigos sobre a arte dramática espanhola e em 1830 faz sua primeira viagem ao país que tanto o impressiona, admirando a Andaluzia, a formosura das mulheres e de outras muitas coisas, como o vinho de Jerez, as touradas ou a obra de Cervantes.



Faz amizade com Doña Manuela, condessa de Montijo, e suas filhas, Paca (futura duquesa de Alba) e Eugenia (futura imperatriz dos franceses). A condessa, confidente de toda a vida, foi de valiosa ajuda, sobretudo para a preparaçao de algumas obras de Mérimée, facilitando pesquisas e estadia, em seus palácios de Carabanchel e Madri, e recomendando-o as suas amizades. Ela contou-lhe casos que impressionaram o escritor como o do oficial que matou a sua amante, uma bailarina, por ciúmes, ou do problema familiar criado por seu cunhado, que se apaixonou por uma cigana. Ambas notícias constituiram, fundidas, o embriao de “Carmen”, escrita mais de uma década depois.



Em 1840 publica “Colomba”, inspirada novela sobre uma vingança familiar com outro personagem feminino cruel da ampla galeria misógina do autor. Porém Espanha nao se afasta do seu pensamento: faz uma segunda viagem ao país, dez anos depois da primeira. Em 1844 torna-se membro da Academia Francesa, e no ano seguinte publica essa excepcional novela, “Carmen”, na Revue des Deux Mondes. Numa carta diz que escreveu-a em oito dias, depois de imaginá-la durante quinze anos.



A obra passou quase despecebida, sem grande buxixo, numa época em que a França já estava acostumada a receber bailarinos flamencos e a ler criaçoes tendo o fértil país vizinho como pano de fundo – no mesmo ano da publicaçao desta novela, surgiu uma nova traduçao do “Quixote” e Théophile Gauthier lançou “Poésies Nouvelles”, que incluem as intituladas “Espanha”. Prosper Mérimée faz a sétima e última viagem a Espanha em 1863, sete anos antes de morrer.



Mesmo com graves problemas de saúde, nao deixa de escrever, e uma das suas obras-primas pertence ao gênero fantástico, escrita no final de sua intensa vida, “Lokis” (1866), sobre um homem-urso. No ano seguinte a sua morte, a Comuna revolucionária queima sua casa de Paris, e no incêndio desaparecem o arquivo e documentos valiosos do escritor. Embora com uma média de duas ediçoes anuais desde o lançamento, “Carmen” só seria um fenömeno popular ao pegar carona no êxito internacional da ópera de Bizet, uma adaptaçao da novela estreiada em Paris no ano de 1875.



A ORIGEM DE CARMEN


Em “Cartas de Espanha”, do próprio Mérimée, ele revela que o nome da protagonista surgiu de uma jovem, Carmencita, a que faz mençao na quarta carta (“As Bruxas Espanholas”), que lhe serviu comida em uma venda de Murviedro (antigo nome de Sagunto, em Valência); era cigana, prostituta, jogadora de cartas de adivinhaçao e de “rara beleza”. Nascia Carmen, pomba-gira de carne-e-osso vivendo a temática tradicional do amor fatal, que originou obras literárias tao famosas e excepcionais como “Romeu e Julieta” (1595) ou “Manon Lescaut” (1731), e renovando o mito da mulher nefasta. Quando ela é apresentada no capítulo II, há uma clara alusao ao mito de Vênus, deusa do amor, polígama, saindo das águas:



“Una tarde, a la hora en que no se ve ya nada, estaba yo fumando apoyado en el pretil del paseo, cuando una mujer coronó la escalera que conduce al río y vino a sentarse cerca de mí. Tenía en el pelo un gran ramo de jazmín, cuyos pétalos exhalan de noche un olor embriagador. Estaba vestida con sencillez, quizá pobremente, toda de negro, como la mayor parte de las modistillas al anochecer. Las mujeres de buen tono no van de negro más que por la mañana; por la noche, se visten a la francesa. Al llegar cerca de mí, la bañista dejó deslizarse sobre los hombros la mantilla que le cubría la cabeza, y en la obscura claridad que cae de las estrellas me parcaté de que era menuda, joven, bien proporcionada, y que tenía los ojos muy grandes”



Carmen significa “fórmula mágica” no latim; seu significado medieval, poema; a transformaçao francesa é “charme”, agrado, encanto. Tudo isso pode ser aplicado simbologicamente ao personagem, que mesmo tao importante, complexo, e dando título a obra, em nenhum momento o autor revela os seus íntimos sentimentos, nem os seus pensamentos, nem as suas convicçoes.



ESTRUTURA NARRATIVA


A história se situa em terras de Andaluzia, resultado das vivências da primeira viagem de Mérimée. O estilo é sóbrio e sintético, longe do melodrama, justamente ao contrário da ópera que triunfou pela expressividade e ardor da música de Bizet (como nao se emocionar com “L`amour est un Oiseau Rebelle”?), porém peca no libreto simplório de Ludovic Halévy e Henry Meilhac, que se empenha em converter a Carmen em um protótipo amável, convencionalmente rebelde, vítima de algumas superstiçoes, porém definitivamente uma mulher de “bom coraçao”. Seguindo outra idéia, Mérimée evita todo o tempo prolongados derramamentos sentimentais.



Nos dois primeiros capítulos de “Carmen” o escritor francês usa o aparentemente autobiográfico, corriqueiro na literatura de viagens; o narrador se apresenta como autor da narraçao, o viajante-arqueólogo figurando nos feitos contados, o que dá um tom de autenticidade. A escrita é rápida, algo seca, dominada por frases curtas e com diálogos sinceros e nervosos. Este estilo frio deu lugar a momentos de formidável emoçao. A obra, marcada por horrores, passa uma cumplicidade que beira a compaixao. As cores sao importantes para o argumento, e algumas delas se repetem muito: Carmen é o vermelho e o negro, José o amarelo.



Traduzida ao espanhol em 1891, quarenta e seis anos após a publicaçao, em um século em que o coletivo social ainda aceitava a opressao como um benéficio, a novela foi mal recebida pelos espanhóis, considerada insultante ao tratar de seres marginalizados, o que nao é verdade, os costumes relatados sao fiéis, frutos de rigorosa pesquisa, observaçao e conhecimento. Futuramente teria o valor reconhecido e Mérimée, como em tantos outros países, seria lembrado principalmente por esta criaçao primorosa.



“La Carmen está bailando /por las calles de Sevilla./Tiene blancos los cabellos /y brillantes las pupilas./¡Niñas,/corred las cortinas! (…)”.



No nosso Brasil, Glória Perez e a danada poeta Leila Miccolis renovaram o mito em uma telenovela famosa de 1987, da Manchete, protagonizada por uma Lucélia Santos em estado de graça; o genial e polêmico Gerald Thomas criou a sua própria mulher fatal em “Carmen com Filtro”, de 1986, com outra atriz admirável, Bete Coelho. Gustave Doré e Pablo Picasso (38 gravuras publicadas em 1949 em uma ediçao de 320 exemplares) ilustraram as aventuras da bela cigana.



Carmen, mulher indomável e infiel, que usa os seus atributos para subjugar os machos que atravessam no seu caminho, se mantem fiel a sua raça e a seu destino, dona do seu corpo, motivo da sua própria morte às maos do homem que tem por ela uma paixao obsessiva e exclusiva. Este, o vasco José Lizarrabengoa, uma das vítimas de sua seduçao, um escravo do desejo, que tem todas as facetas de um apaixonado patético, é também uma criaçao vibrante, forte, que enamora o leitor.



PROJEÇAO DO MITO


Em 1921, a mítica atriz catala Margarita Xirgu (que montaria com êxito nos anos seguintes obras teatrais de Lorca), estréia em Sevilha um drama espanhol inspirado fielmente em “Carmen”. O inconformista Peter Brook monta a versao operística em 1981, numa densa concepçao intimista intitulada “A Tragédia de Carmen”. Carlos Saura e Antonio Gades, nos anos 80, apresentam com sucesso em vários países a Carmen flamenca, ou seja, canto e dança ciganos.



O espetáculo geraria um dos melhores filmes de Saura. A novela, usada em mais de cinquenta adaptaçoes cinematográficas, algumas delas com grande sucesso de crítica e de público, esteve no imaginário de cineastas de prestígio: Cecil B. DeMille (“Carmen”, 1915), Ernest Lubitsch (“Amor Cigano”, 1918), Jacques Feyder (“Carmen”, 1926), Raoul Walsh (“Os Amores de Carmen”, 1927), Charles Vidor (“Os Amores de Carmen”, 1948), Otto Preminger (“Carmen Jones”, 1956), Jean-Luc Godard (“Prenome Carmen”, 1983), Francesco Rosi (“Carmen”, 1984), etc. A mais recente “Carmen” das telas, de 2003, do espanhol Vicente Aranda, protagonizada por Paz Vega e Leonardo Sbaraghlia, é uma das mais fiéis e cativantes em seu refinado erotismo e em cenas do cotidiano de um Goya. Obsecado pelo livro, escrevi “Las Cosas de Gitano Duran Poco”, versao livre, transportada aos tempos atuais, com imigrantes marroquinos morrendo no Estreito de Gibraltar e sul-americanos lutando na Europa por melhores oportunidades. A minha Carmen é um pequeno marginal, o objeto fetiche José Navarro, e a própria Pomba-Gira; José é Torquato Lubiao, um músico sem destino e sem dinheiro.



O cenário continua sendo a Andaluzia plena de contrastes e onde a presença dos ciganos marca o caráter do seu povo, sempre excessivo na expressao dos sentimentos. É o primeiro tratamento homossexual de “Carmen” que conheço (“Carmen, Carmen”, de Antonio Gala, 1976, nao chega a tanto). Espero nao envergonhar o original.



Grande obra literária, e a nossa Carmencita uma explosao de sensaçoes, nao há como nao se sentir atraído por uma mulher que preferiu morrer a deixar de ser livre e dona do seu desejo e da sua vontade. Uma temática bem atual. Nao é a toa que Nietzsche escreveu sobre “Carmen”: “Para mim esta obra merece uma viagem a Espanha”. Com certeza, meu caro leitor.



I. CIGANA CARMEM (EGREGORA ESPIRITUAL )


É a protetora dos que sofrem de mal de amor, é a que acolhe e consola os abandonados. É natural da Espanha, viajou por quase todos os países de idioma hispânico, inspirou vários amores. Amorosa e determinada auxilia em casos de amores impossíveis (mal do qual também já foi vítima). Linda, vaidosa e grande dançarina de flamenco. Resolve com suas magias casos de abandono, tira rivais do caminho e harmoniza casais.Sua grande magia é para unir casais para que viva intensamente o amor.



É uma cigana encantadora que gosta de festa, música, dança e muitos sorrisos. Trabalha juntamente com todas as forças da natureza, principalmente as do fogo, pois atua com as Salamandras. Utiliza estrelas de cinco e seis pontas que respectivamente a magia e o amor.


Também utiliza a simbologia de uma espiral que é uma forma da antiga escrita voltada para a magia, cura espiritual e física, e a promessa de proteção contínua para a médium e os que a rodeiam. Há muito tempo não reencarna aqui, mas também faz parte da grande missão de outros seres terrenos e de diversos tipos de entidades.



Tomou a identidade de cigana por ter sido a última em que passou por aqui, e foi preciso haver uma adaptação dela para chegar mais próxima das pessoas deste mundo, e assim atingir mais as massas, podendo assim se expressar e atender aos pedidos das pessoas, trabalhando com os seus sentimentos. Seu trabalho é feito da seguinte forma: desperta nas pessoas o poder que elas mesmas possuem em realizar coisas boas.



A entidade é uma mensageira de amor, e uma representante dos consulentes levando os seus pedidos a entidades superiores, e estes recebem a graça pelo seu próprio merecimento. O seu trabalho mais importante é o despertar das pessoas para a espiritualidade e para a humildade, que para ela, caminham juntas. Por isso escolheu a Umbanda. A espiritualidade uniu propositadamente, é claro tantos outros grupos espalhados por todo o planeta. Quando passou por aqui foi uma ciganinha bem humorada, e desde cedo foi iniciada em magia por uma cigana mais velha.



Chamavam-na de feiticeira do Clã. Fez muitas coisas boas, e coisas ruins também, pois trabalhavam com a cura e com interesses próprios, tais como o ouro. Desencarnou ainda jovem; não se casou, porém já estava prometida a um cigano bem mais velho. Se revoltou com isto, pois havia se apaixonado por um homem de fora do Clã, e com isto a deixaram de lado.



OBRAS CONSULTADAS


Prosa / Poesia


GALA, Antonio, “Carmen, Carmen”, 1976;


GAUTHIER, Théophile, “Poemas Completos”;


GAUTHIER, Théophile, “Voyage en Espagne”;


JIMÉNEZ, Luis López e ESTEVE, Luis-Eduardo López, “Merimée: Una Vocación Española (Resumen Biográfico), 1989;


LORCA, Federíco García,“Poema del Cante Jondo”, 1921;


LOUYS, Pierre, “La Femme et la Pantin”, 1898;


MAINGUENEAU, Dominique, “Carmen. Les Recines d’un Mythe”, 1984;


MERIMÉE, Prosper, “Viagem a Espanha”;


MERIMÉE, Prosper, “Carmen”, 1845;


STEINER, George, prefácio para “Carmen y Otros Cuentos”, 1981;



Música


BIZET. George, MEILHAC. H. e HALÉVY, L., “Carmen”, 1875, cantada por Maria Callas, Jessie Norman, Teresa Berganza e Victoria de los Ángeles;


QUINTERO, LEÒN e QUIROGA, “Carmen de España”, 1953, cantada por Carmen Sevilla;



Cinema


ARANDA, Vicente,“Carmen”, 2003, com Paz Vega;


BUÑUEL, Luis, “Esse Obscuro Objeto do Desejo”, 1977, com Angela Molina e Carole Bouquet;


CHRISTIAN-JACQUE, “Carmen”, 1942, com Viviane Romance;


DE MILLE, Cecil B., “Carmen”, 1915, com Geraldine Farrar;


DEMICHL, “Carmen”, 1959, com Sarita Montiel;


FEYDER, Jacques, “Carmen”, 1926, com Raquel Meller;


GODARD, Jean-Luc, “Prenome Carmen”, 1983;


LUBITSCH, Ernest, “Amor Cigano”, 1918, com Pola Negri;


PREMINGER, Otto, “Carmen Jones”, 1954, com Dorothy Dandridge,


ROSI, Francesco, “Carmen”, 1984, com Julie Migenes-Johnson;


SAURA, Carlos, “Carmen”, 1983, com Laura del Sol;


VIDOR, Charles, “Os Amores de Carmen”, 1948, com Rit



_________________________________________________________________________________________


MANTER O FOCO


Temos vários objetivos na nossa vida, mas muitas vezes ficamos perdidos sem saber como alcançá-los. Para trilhar o seu sucesso é importante organizar os passos que pretende dar e manter o foco na trajetória.



Estabeleça prioridade daquilo que você quer. Leve em consideração que muitos objetivos podem dispersar o foco e a energia para as suas realizações. Transforme-os em metas; especificando o que, como, quando e por que. Por exemplo: se você quer começar a fazer exercícios regulares, uma meta específica seria fazer atividade física três vezes por semana, durante uma hora, para cuidar melhor da sua saúde.



O ideal é ter um ou dois objetivos principais para cada papel que desempenhamos; na profissão, na família, no relacionamento, nas amizades... sem se esquecer de nós mesmos! Da nossa saúde, intelecto e bem-estar. Dessa forma, temos certeza que nenhuma área importante da nossa vida foi esquecida. Comece primeiro fazendo uma lista dos principais papéis da sua vida e depois detalhe os objetivos para cada uma dessas funções que exerce. Em seguida, transforme cada objetivo em meta.



Depois de traçadas as metas, é imprescindível relacioná-las com as ações necessárias para concretizá-las. Uma sugestão é registrá-las num calendário ou agenda. Outra dica é preparar um mural ou mesmo um protetor de tela para o seu computador, no qual coloque imagens que simbolizam estas metas. Visualizá-las diariamente lhe ajuda a manter o foco e concentrar a energia nas ações que planejou.



É muito importante traçarmos as diretrizes do que queremos e direcionar com as nossas ações cotidianas, para assim conquistarmos os nossos sonhos.É no momento presente que construímos o futuro e é quando se processam as verdadeiras transformações.



7 Dicas importantes:



1.Use fones de ouvido


Essa é uma dica especial para aqueles que trabalham com pessoas faladeiras ao redor. Além de ajudar a diminuir o ruído, a presença dos fones em seus ouvidos evitará que interrompam a sua tarefa com assuntos sem importância. Lembre-se, é claro, de encontrar a música certa para o seu trabalho, ou seja, que não o distraia tanto quanto a conversa dos colegas.


2.Desligue o que não é importante


A não ser que você esteja com um parente no hospital ou esperando uma ligação muito importante, recomendamos que você desligue o telefone fixo e o celular. Vá além e elimine, por alguns minutos, o acesso a redes sociais, email e comunicadores instantâneos, como o MSN. Se possível, corte também o seu acesso à internet. Apesar de drástica, essa resolução ajudará você a se concentrar mais. Caso o seu trabalho envolva a escrita, no Baixaki você encontra editores de texto que bloqueiam a tela toda para que a dedicação às palavras seja completa. É o caso do Ommwriter, para Mac, e doZenedit, para Windows.


3.Descubra o que consome o seu tempo


Uma das formas de ser mais produtivo é tentar descobrir o que consome tanto o seu tempo e, a partir disso, mudar seus hábitos. Uma das ferramentas indicadas para essa função é a Rescue Time, capaz de monitorar quais aplicativos e sites você mais usa. E não precisa se preocupar: as informações são particulares e só você tem acesso a elas. Além disso, pode ser que você descubra que os seus acessos ao Twitter não sejam tão preocupantes quanto você pensava.


4.Bloqueie sites que tirem sua concentração


É fácil dizer que basta fechar as abas com o Facebook e outros serviços para aumentar sua produtividade, mas poucos possuem autocontrole suficiente para não acessar essas páginas novamente. Por isso, talvez o ideal seja mesmo encontrar uma forma de bloqueá-las temporariamente.


5.Computador ou desktop exclusivo para o trabalho


Sabemos que dinheiro não cai do céu, mas, se você puder, compre um computador para ser usado apenas para o trabalho ou estudo. Nessa máquina, você não poderá instalar aqueles joguinhos que tanto gosta ou os inutilitários que o fazem rir. A ideia é ter um ambiente voltado apenas para os seus momentos de concentração.



Quem não puder adquirir uma nova máquina pode tentar simular a situação com as diferentes áreas de trabalho que os sistemas operacionais mais modernos podem fornecer. No Mac OS X, por exemplo, o consumidor possui o Mission Control instalado por padrão, software que permite visualizar, rapidamente, não apenas os aplicativos que estão em execução, mas também os outros desktops ativos no momento. Quem usa Windows pode recorrer a programas como o Dexpot, que leva alguns desses recursos de múltiplos desktops para o sistema da Microsoft.


6.Tenha mais de uma conta de usuário


Outro truque sugerido é fazer o logout da sua conta de usuário do sistema e, depois, acessá-lo usando a conta de convidado (guest). Dessa forma, você não terá nem metade das distrações que costuma ter, já que não haverá serviços configurados com seus perfis.


7.Estipule um sistema de recompensa


Esta é uma dica perigosa, mas que pode funcionar com algumas pessoas: tente estabelecer um sistema de recompensa para quando você trabalhar direito. Como exemplo, você pode se dar ao luxo de acessar seu email ou perfil no Facebook durante 10 minutos depois de ter trabalhado por uma hora ininterruptamente.



É claro que, dependendo da sua situação, você não precisa ser tão rígido com essas marcas de tempo e pode, por exemplo, conceder esses minutos de descanso depois de 40 ou 50 minutos de trabalho. Mas nunca deixe esse tempo curto demais. Se começar a perceber que o trabalho está perdendo espaço para a recompensa, esse método não é para você.



Fonte: CNET


SOBRE O AUTOR


RAFAELLA COELHO


Instrutora de SwáSthya Yôga, adora compartilhar qualidade de vida e autoconhecimento. Ministra aulas particulares ou em grupos na Uni-Yôga Leblon, no Rio de Janeiro


Saiba mais » contato: rafaella.coelho@uni-yoga.org.br



______________________________________________________________________________________________


NUMEROLOGIA PITAGÓRICA


O QUE É NUMEROLOGIA?


É o estudo do significado oculto dos números e da influência deles no caráter e no destino das pessoas.


Com a numerologia é possível:


• Se conhecer melhor e descobrir suas capacidades e potenciais para construir um mundo melhor para si e à sua volta.


• Habilitar a pessoa a conduzir os destinos de sua vida de forma mais consciente.


• Encarar os desafios de maneira mais harmoniosa, com aceitação e compreensão.


• Conhecer melhor o outro, seus potenciais e desafios.


Os desafios nos ajudam a descobrir coisas que não sabíamos sobre nós próprios. (Cecily Tyson)


Exemplo:


Caminhos da Vida:


O caminho de vida é que definirá como devemos proceder para cumprirmos a missão a que nos foi designada e qual é a conduta mais apropriada para uma vida harmoniosa e equilibrada.


É considerado o mais importante número na vida de uma pessoa. Podemos dizer que é o “palco” ou o “cenário” onde interpretamos nosso personagem.



Obtém-se o caminho do destino, somando o dia, mês e ano do nascimento e reduzindo o total a um único dígito, a menos que se tenha chegado aos números onze e vinte e dois, números principais que não podem ser reduzidos. (Exemplo: 12/12/1968 Número: 03)


SIGNIFICADO DOS NÚMEROS:


NÚMERO 01: PIONEIRO


Este é o número do pioneiro. Assim, seu caminho deve ser original e lhe dar independência. O leme deverá estar em suas mãos e você tomará suas próprias decisões. Você tem uma percepção aguda, boa concentração, capacidade de ir em frente, vencendo qualquer obstáculo, desde que aplique suas ideias criadoras.


Este é um dos números que abre a seus possuidores perspectivas de sucesso e lhes dá um interesse vital pela existência. Entretanto, você deve evitar viver de modo negativo, ser preguiçoso e indeciso ou partindo para o outro extremo, ser dominador e egoísta em excesso.


Cor: Vermelho


Símbolo: O ponto


NÚMERO 02: COOPERAÇÃO


Sua vida o levará a situações em que o tato e a diplomacia são indispensáveis. Você não pode viver sem os outros e compreenderá que, ajudando os outros e cooperando com eles, você terá o que deseja. Sua compreensão inata e a consideração que tem pelos outros lhe trarão compensações. Seja paciente e amistoso e ponha sempre o "combustível necessário na máquina da vida".



Obtenha informações e esteja preparado para lidar com pormenores a funde ser útil aos outros. Não saia dos caminhos já conhecidos e seja cuidadoso ao introduzir mudanças. O seu sucesso depende do sucesso dos outros, no lar, no grupo e na comunidade. Evite viver negativamente, pois, como consequência, você será mal-humorado, muito emocional, mexeriqueiro e indiscreto.


Cor: Azul


Símbolo: A reta


NÚMERO 03: AUTO-EXPRESSÃO


A vida porá em seu caminho oportunidades de auto expressão. E você poderá aproveitá-las, mesmo que seja apenas dizendo uma palavra encorajadora a seus amigos, parentes e vizinhos.



Escreva, fale ou aplique, de qualquer outro modo, seu potencial criador, pois você está destinado a ser um transmissor de alegria ao mundo. Cultive suas amizades e contribua para que os outros fiquem de bom-humor.



A vida para você será ampla e bem sucedida, se você souber desenvolver seus poderes de criação. Então, você terá atingido a exuberância e a beleza do mundo que o cerca e de que sua alma tanto necessita. Para evitar traços negativos, não seja autoritário, presunçoso, pessimista, sarcástico e cínico.


Cor: Amarelo


Símbolo: Triângulo


NÚMERO 04: ORGANIZAÇÃO PRÁTICA


Esta vibração o colocará sempre numa roda-viva. Mesmo que os outros números do seu destino indiquem riqueza, esta somente será conseguida através de muito trabalho que exigirá atenção constante. Mais do que isso: haverá ocasiões em sua vida em que você precisará fazer uma grande economia e assumir trabalhos e deveres, muitas vezes devido a sua própria saúde.



Contudo, não dê as costas aos demais, pois sua contribuição aos outros será essencial. O número 4 representa um alicerce e você deve ser paciente, pois sabe quanto trabalho é necessário para tomar este alicerce resistente. As coisas chegam devagar para você.



Seja responsável, eficiente e disposto a trabalhar muito, pois só assim você alcançará o sucesso. Não desanime ante os deveres e obrigações, já que você estará preparando o futuro.


Cor: Castanho


Símbolo: Quadrado


NÚMERO 05: EXPERIÊNCIA E MUDANÇA


Você jamais ficará preso a trilhos, pois o seu caminho é o da liberdade, da mudança, da variedade, das viagens e da adaptação às dificuldades da vida. Este número lhe foi dado para você aprender a caminhar corretamente dentro da liberdade.



Sempre que você pensar que alguma coisa é permanente, logo em seguida descobrirá que isto não é verdade. Contudo, você não deverá mudar pelo simples prazer da mudança, julgando que a grama do outro lado do muro é sempre mais verde.



Aprenda línguas estrangeiras, mantenha-se alerta a tudo o que está acontecendo, acompanhe a evolução do mundo, procure novas aventuras e caminhos nunca trilhados e encare as coisas com pureza. Aplique sua capacidade e faça com que as coisas sempre caminhem no sentido de progresso.



Se você estiver preparado para mudanças e para viver plenamente e se souber enriquecer sua existência com as experiências da vida, então terá seguido totalmente seus padrões. Evite fantasias e a autoindulgência. Esteja preparado para ser responsável e não se descuide das questões financeiras, pois você terá de lutar para conseguir o dinheiro.


Cor: Laranja


Símbolo: Pentagrama


NÚMERO 06: RESPONSABILIDADE/SERVIÇO


Pelo menos algumas das angústias do mundo também serão suas, pois você nasceu para ser o confortador, o diplomata, aquele que ajusta as situações desarmoniosas. Você deve aprender a servir com amor, com alegria, com eficiência, dentro do lar, onde a felicidade e o conforto de cada um dependem da sua habilidade e sabedoria, num círculo mais amplo ou na comunidade.



Sem a sua capacidade de amor e a sua simpatia, o mundo, sem dúvida, seria um lugar triste. Não importa o quão independente você seja, neste ano a vida o levara a assumir a responsabilidade e as angústias de outrem, quer no casamento, quer no campo profissional ou comercial. Seu sucesso dependerá do amor com que os outros o encararem, assim como das compensações financeiras que você vier a conseguir.



Você poderá falhar se não aceitar responsabilidades, se for dominador ou possessivo com relação aos outros, tentando forçá-los a aceitar o seu modo de pensar e tornando-os, emocionalmente, dependentes de você.


Cor: Rosa


Símbolo: Estrela de 6 Pontas


NÚMERO 07: ANÁLISE/SABEDORIA


Este é o caminho do pensador e filósofo. Você será levado naturalmente ao estudo do por que das coisas e das teorias, pois sua tarefa é descobrir a verdade disfarçada sob as aparências e, ao fazer isto, adquirir a sabedoria. A correria e os choques da vida moderna não são para você. A sua melhor função é por trás do palco, como um operador isolado.



E terá de aprender a ser só, por algum tempo, e a gostar disto, pois essa é uma condição essencial para o seu desenvolvimento interior. Apenas no silêncio você encontrará a resposta para os problemas da vida. Só com a compreensão de que as respostas estão no seu próprio íntimo, você terá condições de ajudar os outros.



O secreto, o antigo e o misterioso sempre terão encanto para você, que só terá sucesso quando aprender a agir ouvindo o mais profundo do seu interior. Jamais corra atrás de qualquer coisa. Aceite os seus parceiros de modo filosófico.



Você tornará as coisas difíceis para si mesmo se tiver medo do fracasso e da solidão, se for insensato, mal-humorado e não quiser aprender o segredo da vida. E isto em qualquer área em que você atuar. Seu sucesso virá da especialização e do desenvolvimento de suas habilidades e sabedoria inatas.


Cor: Roxo


Símbolo: Quadrado em cima do Triângulo


NÚMERO 08 - DINHEIRO / PODER


Este ano, você deve dar atenção aos valores comerciais, às ideias práticas no terreno financeiro, pois o 8 é um número de grande força, que indica organização, sucesso e independência material. Você poderá ser poderoso e bem sucedido mas, para isso, você deverá estar preparado para trabalhar muito, organizar-se e desenvolver profundamente o seu discernimento.



Se você eventualmente encontrar um tipo de vida estreito, sem compensações, é porque negligenciou alguma das recomendações pertinentes ao número; se isto acontecer, volte atrás e tome outro caminho. Você está destinado a exercer cargos de direção, a trabalhar com um propósito ou objetivo e a empregar sua energia e ambição de modo construtivo, para o bem da comunidade.



Sem dúvida você será bem sucedido porque tem equilíbrio, segurança e autocontrole, qualidades muito úteis no campo comercial, financeiro e político. Prosperidade e progresso econômico são palavras-chave no caminho. Se você não exagerar e aceitar outros valores além dos puramente comerciais, terá grande sucesso.


Cor: Verde


Símbolo: Símbolo do Infinito


NÚMERO 09: AMOR UNIVERSAL/SERVIÇO


Para ser feliz e bem sucedido, com o número 9 no seu destino, você terá de cultivar uma atitude aberta em relação à vida. Terá de esquecer pequenas coisas insignificantes que, frequentemente, incomodam outras pessoas, não permitindo que elas o influenciem, pois seu caminho exigirá compaixão, compreensão e uma grande vontade de servir.



Você poderá tomar o seu objetivo tão amplo quanto possível, associando-se a entidades humanitárias. Os movimentos nacionais e internacionais são regidos, muitas vezes, pelo número 9.



Você julgará que, muitas vezes, está sendo solicitado em excesso para reordenar as coisas que estão fora de rumo; todavia, este é o seu verdadeiro papel, isto é, manter uma visão ampla e grande interesse pelas coisas do mundo.



O sucesso e a felicidade estarão ao seu alcance se você for capaz de vencer os preconceitos e tratar os demais exatamente como gostaria de ser tratado. O número 9 não dá só o dinheiro, mas também sabedoria em administrá-lo, já que é um protegido dos deuses, desde que viva de acordo com os seus ideais.


Cor: Branco


Símbolo: Círculo em Espiral


NÚMERO 11: NÚMERO MESTRE


Se você tem o número 11 no seu caminho e não deseja viver sob a sua forte influência, basta que você o reduza a 2, lendo assim as linhas do seu destino.



Entretanto, se você deseja explorar os altos e baixos do número 11, você deve aprender a confiar na sua intuição, orientando sua inteligência original e inventiva para terrenos práticos, extraindo benefícios de suas ideias.



Você, certamente, não terá uma vida obscura, mas encontrará, esta jornada, várias formas de oposição. Correntes místicas, com seus adeptos, cruzarão o seu caminho em algumas fases e, quando isto acontecer, você deverá deixar que a intuição o oriente. Isto acontecerá por que você sempre se sentirá atraído pelas coisas incomuns, apesar das consequências.



Portanto, cuidado. Você será Você será bem sucedido se adotar uma atitude filosófica diante da vida, deixando-se guiar sempre pela própria luz interior. Você vencerá as adversidades, desde que permita que as poderosas vibrações do número 11 o transformem de sonhador excêntrico, sem senso prático, em lutador, dotado do espírito crítico e de poder de comando.


NÚMERO 22: NÚMEROS MESTRES


Da mesma forma que com o outro número principal, o 11, você poderá reduzir o 22 a 4 e ler o que este número reserva para você. Entretanto, se deseja viver este número em todo o seu potencial, prepare-se para juntar seus ideais e suas aptidões práticas num só esquema idealístico, de amplitude universal.



O 22 é um número frequentemente ligado aos esquemas de bem estar social, às organizações de saúde e aos movimentos espirituais, nos quais uma visão idealística e humanitária está sempre na vanguarda.



Na verdade, neste ano, você um realizador prático e um idealista, capaz de dar forma às suas visões imaginativas e construtivas. As mudanças são o seu ponto forte.



Entretanto, só será bem sucedido se encarar as suas ideias como um todo, deixando a outros os pormenores e não permitindo que alguém, preocupado com o onde e o como, o suplante. Você é o construtor e, como tal, deve construir alguma coisa, superando todos os obstáculos.



FONTE DE CONSULTA:


Mary Anderson


NUMEROLOGIA


O poder secreto dos números


O guia numérico para os segredos da vida


_____________________________________________________________________________________________


Desenvolvimento Mediúnico


O desenvolvimento mediúnico hoje deve ser feito com estudo e muito bom senso, não é só adentrar no terreiro e ser conduzidos pra girar e já sair atendendo.



Temos que mostrar aos médiuns através de estudos que não precisam ficar girando, se debatendo pra ter uma incorporação é onde que entra os cursos pra mostrar que o mesmo acontece com o duplo etéreo do médium, se desloque alguns centímetros ao lado do seu corpo, permitindo assim que o corpo mental capte a energia do ambiente.



O estudo mediúnico vem ser à base de todo trabalho resultante para o futuro de um médium e tem que haver um começo, meio e fim.


Para mim o que importa é o começo.


Temos que ter um Alicerce bem Feito e Forte


Se a Base Quebra tudo se Desmorona.


Portanto para mim o que interessa em nosso desenvolvimento é a nossa base, que será a entidade chefe da nossa coroa, seja ela um Caboclo ou um Preto Velho.



O médium em desenvolvimento deve se preocupar com isso no inicio para que essa entidade esteja totalmente preparada para poder sustentar, com seu poder de comando as demais entidades.



Tendo este desenvolvimento o médium saberá quem e Caboclo de Oxóssi, Caboclo de Ogum, Caboclo de Xangô sem misturas.



O estudo junto com o desenvolvimento serve para o médium não se perca pela sua caminhada espiritual, fazendo um bom trabalho feito passo a passo degrau por degrau.



Temos que ser exigentes e cautelosos e até mesmo chato com relação à preparação de um médium. Sempre aprendendo com simplicidade e humildade e acima de tudo com segurança do que estão fazendo.



Espero que todos tenham o mesmo entendimento que eu acredito que mais vale um médium trabalhar com uma entidade do que trabalhar mais ou menos com dez, isso a meu ver não tem lógica.


Todo médium tem o lado da direita e o lado da esquerda para que haja o equilíbrio que todos nos devemos ter.



Texto de Ângela Maria da Silva


___________________________________________________________________________________________


O Baralho Cigano como Terapia


As cartas refletem o interior da pessoa, o seu estado vibracional e as tendências energéticas naquele momento. Através delas, podemos ver tanto os significados visíveis quanto os ocultos de nossas vidas.



O verdadeiro objetivo de uma leitura de cartas é sempre é a auto transformação. As cartas inspiram significados que nos orientam a este respeito, sugerindo reflexões e atitudes que incentivem o bem estar e estimulem o nosso progresso pessoal. Nos permitem identificar o que nos causa dor e atrasos e nos indicam opções para superá-los, assim como indicam situações, momentos e fatos que nos estimulam segurança e bem estar.



Através das imagens contidas nas cartas, e seu uso de acordo com nossa própria energia, projetada nelas naquele momento, podemos distinguir o que está acontecendo dentro e em torno de nós. Nos revelam nossas necessidades, nossos desejos e nossos medos ocultos. Nos ajudam a saber o que está acontecendo em nosso subconsciente e inconsciente, e então conhecer-nos melhor.



A abordagem terapêutica do Petit Lenormand o utiliza como guia de autoconhecimento, assim como um estímulo para o nosso subconsciente na realização das mudanças de desenvolvimento destinadas a neutralizar os padrões negativos de comportamento e também, crenças limitantes e castradoras alimentadas no curso desta experiência de vida.



O subconsciente fala em imagens. As Imagens das cartas e seus símbolos estabelecem uma ponte entre a mente consciente e inconsciente. Isso facilita o uso terapêutico das cartas, por serem também baseadas em imagens, cujas referências estão justamente na mesma área do cérebro, o que Carl Jung chamou de inconsciente coletivo.



Algumas vezes, em sonhos, os lados claros e escuros de nossa psique se manifestam em toda a sua magnitude e, por vezes, não nos reconhecemos neles. O Petit Lenormand, com sua linguagem simbólica, mostra-nos o que devemos reconhecer e esperamos resolver, assim como o que nos faz bem e devemos manter, utilizando-se desta mesma linguagem, no entanto, associada a símbolos cuja interpretação é mais acessível e menos confusa do que os símbolos mostrados em sonhos (uma vez que sua interpretação nem sempre está clara, naquele momento).



De acordo com Jung, o símbolo não esconde, mas ensina. Assim, uma palavra (ou imagem) é simbólica quando significa algo além do que seu significado evidente e imediato, portanto, tem um aspecto inconsciente que nunca é precisamente definido ou plenamente explicado ...



Através de um trabalho personalizado e continuado com a interpretação das cartas do Petit Lenormand, trazemos à tona pensamentos articulados através desta linguagem interior e nem sempre articulada e contextualizada, mas passível de interpretação.



A partir daí, trilhamos um caminho rumo à conexão com a nossa psique, nosso guia espiritual ou mestre interior através da meditação sobre as cartas do Petit Lenormand.



Seu uso terapêutico, portanto, trata-se da estimulação da mente através de um processo simbólico e energético, possibilitando impressões e sentimentos que serão essenciais para uma análise aprofundada, capaz de desvendar facetas de personalidade, revelar impulsos de alma e trazer à superfície reais desejos, anseios - assim como também áreas menos positivas e que devem ser trabalhadas.



Neste momento entra em foco o aconselhamento metafísico e recursos como o auxílio de plantas (na forma de alimentos, aromas, óleos, banhos, contemplação e cultivo), de maneira a alcançar um estado de paz e alegria, fundamentais para o desenvolvimento físico e espiritual durante esta experiência de vida.



(Texto extraído da página Sensorial).



CAMINHO DE EVOLUÇÃO COM AS CARTAS CIGANAS


As Cartas Ciganas, não ditam o seu Destino, mas esclarecem os pontos a serem trabalhados e assimilados, nos trazem o caminho de evolução, através das mensagens, nos ensinam a ver o caminho de uma forma diferente, nos auxiliam a enxergamos os nossos Bloqueios, e se seguirmos as mensagens com certeza veremos a Beleza das Cartas Ciganas e o nosso novo caminho.



Vamos começar a nossa vivência com as Cartas Ciganas


(Texto extraído da página Sensorial).


A primeira carta a do Cavaleiro nos traz sempre a mensagem que devemos agir, para que o que desejamos venha para nossa vida, mas para ser um cavaleiro, há um caminho a ser percorrido, uma preparação, nós temos que nos preparar na nossa vida buscarmos o conhecimento é através deste que iremos agir na nossa vida com segurança e sermos uma ímã que atraímos o que desejamos. Se não buscarmos o conhecimento nesta preparação vamos nos deparar com a carta das Pedras, esta carta traz a seguinte mensagem, que há pedras no nosso caminho que podem nos atrapalhar, mas são de fácil superação, e estas pedras que tem no nosso caminho, são as pedras das inseguranças, e medos que temos, muitas vezes somos nós que colocamos, e se buscarmos o conhecimento iremos superar estas dificuldades passageiras. Mas não podemos esquecer que estamos em uma jornada da vida e entramos na carta do Navio, esta carta traz a mensagem que o que desejamos esta sendo gerado e que por este motivo demora um pouco mais para chegar em nossas vidas. Não podemos esquecer que dos meios de transporte que temos o navio é o mais lento e o que transporta a maior quantidade de coisas, mas para o navio ir de um porto a outro, atravessar o oceano precisa-se de um planejamento. Aprendemos a seguinte lição que sempre na nossa vida precisamos de planejamento para nos prepararmos e superarmos as dificuldades, para assim irmos de um porto a outro na nossa vida.



O que faz a diferença em nossas vidas são as nossas bases, e esta nos leva a carta da Árvore, esta carta traz a mensagem que temos bases e raízes(conhecimento), para prosperarmos, mas muitas vezes nos deparamos com as pedras e não conseguimos gerar o que desejamos, mas isso se deve ao fato de não estarmos usando dos conhecimentos adquiridos nas nossas bases e origens, mas se fazermos as podas as correções iremos prosperar, então temos que fazer as correções, porque muitas vezes não estamos vendo o caminho com clareza e isso nos leva a carta das Nuvens, e esta é a mensagens da carta das nuvens, não estamos vendo o caminho com clareza, mas vamos refletir às vezes é melhor fazermos uma pausa, fazermos as podas que precisamos para gerar o que desejamos e planejarmos melhor, porque com o melhor planejamento e novamente usando dos conhecimentos iremos ver a direção certa a seguir. Mas antes de seguir a jornada material, as cartas também nos aconselham a corrigir o nosso emocional, e a carta da Cobra, nos traz a mensagem, que devemos ser flexíveis, e nos adaptarmos a situações que ocorrem em nossas vidas, estes fatos ocorridos em nossas vidas podem deixar mágoas e tristezas, mas é preciso diluir, permitirmos à renovação a cobra troca de pele, e pensarmos antes falar, evitaremos magoas e problemas de comunicação, e se agirmos com cautela vamos sim findar um ciclo e iniciarmos outro, começamos a vivenciar a carta do Caixão, esta carta traz esta mensagem, fim de um ciclo é inicio de outro, mas este novo inicio com mudanças que se fizermos estas mudanças até agora colocas pelo caminho das Cartas Ciganas, vamos vivenciar a carta do Ramalhete, esta carta nos traz a mensagem que busquemos a renovação interna para encontrarmos a felicidade externa, mas se escolhermos ou ficarmos na inércia a vida faz os cortes, e começamos a vivenciar a carta da Foice, esta carta nos traz esta mensagem dura, faça neste momentos os cortes necessários em sua vida, você tem a escolha, caso você não faça a vida fará, e a vida não vai te perguntar o que você deseja que seja cortado, ela faz os cortes que muitas vezes são bem dolorosos, mas ainda tem um consolo, esta carta te diz que estes cortes te trarão curas e sabemos que muitas vezes o remédio é amargo, por isso, não tente ludibriar a vida, mas haja com jeito, esta é a mensagem da carta do Chicote, haja com jeito nas suas atitudes e na sua vida, não imponha as coisas, esta carta não cabe o tem que ser do meu jeito e sim, gostaria e o poderia ser desta forma, para que sempre tenha conciliação e liberdade porque a carta dos Pássaros, traz esta mensagem, podemos estar lado a lado, mas sem amarras, sem compromissos, mas com liberdade, por isso agir com jeito e sabedoria na sua vida ter cuidado com o que fala, para não gerar magoas e tristeza, estes aconselhamentos anteriores nos preparam para evitarmos atitudes imaturas, iniciamos a carta das Crianças, esta carta nos mostra também o lado inocente das crianças, com certeza, pede para que sejamos sempre alegres em nossas vidas e que não esqueçamos que temos a nossa criança interior, mas como pessoas temos que nos lembramos e pensarmos em nossas atitudes, porque toda a ação gera uma reação, e atitudes imaturas podem levar a ciladas que geramos, e começamos a vivenciar a carta da Raposa, que nos ensina a sermos astutos, espertos, gerarmos a esperarmos o que desejamos, porque a raposa ele observa e espera o momento certo para conseguir o objetivo dela, por isso temos que usar de toda a nossa força de realização, entramos na carta do Urso, o urso não é só amigos falsos, e muito mais que isso, estamos na carta 15, observe a quantidade de conhecimentos que temos, por isso usar de toda a nossa força de realização é usar de todos os conhecimentos ate aqui adquiridos nesta jornada, para assim começarmos a vivenciar a carta da Estrela, se colocarmos em pratica os conhecimentos até aqui adquiridos nossa estrela brilha e é claro que virão as novidades na nossa vida a carta da Cegonha, boas novidades e também amigos fieis, companheiros fieis, começamos a vivenciar a carta do Cão, mas só seremos ímãs atiradores destas novidades, amigos e companheiros fieis, se formos fieis conosco, fieis com a nossa verdade, por que se precisarmos, é melhor começar o caminho novamente do que entramos na vivência da carta da Torre, esta carta traz a mensagem que devemos reconstruir as nossas bases, não podemos ficar fechados dentro de nós, devemos nos abrir também para a nossa espiritualidade, porque o que plantarmos, iremos colher, esta é a vivência da carta do Jardim, somos responsáveis pelo que plantamos em nossas vidas, por que colheita será obrigatória, e a próxima carta nos ensina a mantermos os equilíbrio, a carta da Montanha, a mensagem desta é que devemos manter os equilíbrios físicos, emocionais, financeiros e espirituais, lembre-se que já estamos na carta 21, já temos uma bagagem de conhecimentos que se colocados em pratica, caminharemos, porque a mensagem da próxima carta Caminhos, nos diz, todos os seus caminhos estão abertos, porque você não caminha? Então vivencie as cartas anteriores, mantenha os equilíbrios, faça as escolhas do que você deseja para colher o que quer, não entre em introspecção, busque a companhia dos seus amigos fieis, veja as novidades, deixe a sua estrela brilha, mas use de toda a sua força de realização, para assim superar a próxima carta o Rato, esta carta traz a seguinte mensagem, evite, stress, desgaste e percas, mas para se evitar é preciso manter os equilíbrios, fazer as escolhas e use de todos os seus conhecimentos, e novamente as cartas perguntam como esta o seu emocional, porque na carta da Cobra, dever ia-se ter diluídos magoas e tristezas e permitir a renovação, porque agora as cartas te cobram, você permitiu esta renovação, porque vamos iniciar a vivência da carta do Coração, por isso que nesta carta não vemos o amor o verdadeiro, só podemos compartilhar os sentimentos quando temos 1º por nós mesmos, para depois compartilhar com o outro, senão diluirmos magoas e tristezas anteriores, teremos problemas em nos mantermos o equilíbrio emocional, podemos cometer erros de posse, e trazer desequilíbrio para a outra parte, por isso a correção é tão importante, iremos vivenciar a carta das Alianças, e esta carta traz a mensagem que as alianças são sérias, duradouras, por isso se fizermos as vivências será muito fácil compartilhar as alianças sérias, porque teremos equilíbrio para mantermos, e seguimos em frente em busca de novos conhecimentos novos segredos, a carta do Livro, esta carta traz esta mensagem que segredos, contratos e novos papéis virão para nossa vida e será muito bom, porque somarão na nossa jornada e teremos noticias rápidas chegando para nós a Carta das Noticias, nos diz que noticias chegam muito rápido em nossas vidas, mas na verdade quem esta chegando trazendo as suas vivências e os seus conhecimentos para somar na nossa vida são o Companheiro (Cigano) e a Companheira (Cigana), estes amigos verdadeiros que trazem os seus conhecimentos as suas vivências para termos paz e conciliação a carta dos Lírios, mas é nesta carta que vivenciamos o amor verdadeiro porque dentro de nós há paz e conciliação, já percorremos ¾ da jornada, estamos quase no final, e vamos ao encontro da carta do Sol, sempre desejamos que o sol brilhe nas nossa vidas para crescermos, já sabemos, fazer as escolhas para plantarmos o que desejamos e colhermos o que queremos, sabemos usar da nossa força de realização, a vida pulsa dentro de nós, agora é a hora de vivenciarmos o oculto, o misterioso, a carta da Lua, que nos ensina a ouvirmos a nossa intuição, a termos a certeza que tudo na nossa vida é passageiro uma fase, e que nada é para sempre, continuando a jornada as cartas nos ensina a Chave, esta na sua mão, é sempre você que abrirá ou fechará a sua porta, mas com quase todo o caminho percorrido e claro que você abrirá a sua porta porque merecemos a abundância na nossa vida a carta dos Peixes, traz o prêmio merecido pelo caminho percorrido, mas espere ainda tem 2 cartas que te trazem a seguinte mensagem, busque a segurança nos seus caminhos, mas jamais fique estagnado esta é a mensagem da Âncora, e continue persistindo nos seus objetivos, se precisar, volte refaça o caminho, veja aonde errou e acerte, o importante e continuar, porque você encontrará a carta da Cruz que te dá a Vitória.




Prof.ª Rose de Souza


_____________________________________________________________________________________________


VOCÊ PRECISA DESENVOLVER


A SUA MEDIUNIDADE


Quantos já ouviram essa expressão?


É uma frase típica, muito utilizada nos centros espíritas/espiritualistas, que possui um significado amplo. No entanto o sentido que essa palavra produz nas pessoas que ouvem, muitas vezes é distorcido em relação ao seu verdadeiro significado.



Como sabemos, a mediunidade é um instrumento de evolução. Ela nos possibilita um crescimento, na direção da realização de nossa missão. O que seria de nós sem as possibilidades mediúnicas que ganhamos de Deus?



Então pense. Você implorou para voltar ao Pai para a escola (Planeta Terra). Para aprender, evoluir, resgatar muitas coisas, porque você sabe que sua necessidade é grande, possui muitas coisas para curar, muitos erros de outrora para corrigir. Dessa forma, uma existência apenas não seria tempo suficiente para tanto.



Por isso o Pai te proporciona à mediunidade, como um instrumento para ajudar você a fazer muito mais coisas em menos tempo. Sem essa faculdade, isso não seria possível, pois ela lhe ajudará a otimizar sua encarnação, ou seja, sua experiência no plano físico, que é tão necessária para a reforma íntima.



Essa dádiva vai lhe permitir fazer grandes tarefas, o que será muito importante para que consigas aproveitar muito bem sua encarnação e seu propósito nessa descida. Entenda que ela é uma grande aliada na sua empreitada, é um presente para lhe ajudar. A mediunidade é como a betoneira para o pedreiro. Ajuda a virar a massa, mexer o cimento com muito mais facilidade. Sem ela, a obra demoraria muito mais tempo, geraria muito mais desgaste...?



E assim nascemos no plano físico, nos desenvolvemos e chegamos à maturidade (física apenas). E em meio a tantas ilusões e tanto distanciamento com relação à nossa essência divina, acabamos considerando a mediunidade um? Fardo?! Esquecemo-nos do seu real objetivo... Isso é? Cuspir para cima? Um equívoco sem igual! Desperdiçamos uma oportunidade incrível.



Centros espíritas/espiritualistas, através de seus orientadores, trabalhadores e monitores, alertam para as pessoas sobre a necessidade de trabalhar a mediunidade e desenvolver a espiritualidade. Normalmente, atuam de maneira amorosa, respeitando o livre-arbítrio de cada um. No entanto é normal, as pessoas fazerem mal uso dessa liberdade de escolha. Alienadas de sua finalidade aqui na Terra acabam que por rejeitar a sugestão para desenvolver a sua mediunidade. A recebem como uma coisa ruim, algo incômodo, realmente um fardo.



As pessoas me perguntam o que podem fazer para desenvolver a mediunidade. Frequentar cursos e reuniões em centros de estudos espirituais ajudam, mas não são suficientes para dar proteção espiritual. A conexão com os espíritos superiores só acontece com quem já consegue enxergar a vida sob o ângulo dos espíritos e age em função disso nas 24 horas do dia.



Na Terra, poucos conseguem se manter equilibrados todo o tempo. A ignorância a respeito das leis cósmicas que regem a vida faz com que muitos de nós escolham as más atitudes. Ela atrai problemas com as pessoas (encarnadas ou não) e nos tira da sintonia com o bem. Apenas quando se colhe resultados, aos poucos, é que se aprende como a vida funciona.



Algumas coisas que você precisa saber: a ética é uma lei que não permite transgressão. O respeito aos direitos dos outros é uma necessidade que nos conserva a liberdade. A generosidade abre as portas da prosperidade e da fartura. Ser verdadeiro dá mais resultado do que querer parecer mais do que é. O verdadeiro amor precisa ser incondicional e inteligente para ajudar a pessoa amada a amadurecer e ser feliz.



É que a mediunidade pode se manifestar de muitas formas. Através da oração, da telepatia, da cura pelas mãos, da premonição, e até mesmo pela comunicação com espíritos, seja pela escrita, clarividência, vidência ou clariaudiência.


São inúmeras as formas


Ocorre que, mesmo com a doutrina espírita sendo fundamentada nos ensinamentos do evangelho, produzindo uma base idônea, séria e de moral elevada, mesmo assim não agrada a todos. Simplesmente por questão de afinidade; algo normal, natural, afinal "nem Jesus agradou a todos".



Portanto, muitas pessoas até aceitam a mediunidade, mas não se interessam nesse formato de estudo e desenvolvimento, por falta de sintonia, algo que deve ser respeitado.


Pois, então, como fica?


A pessoa é obrigada a transitar por uma via única?


Não há forma de desenvolver essa mediunidade senão pelo exercício dentro da casa espírita? Claro que não! Ainda mais no século XXI, característico pela liberdade de expressão e de religião, evidenciando a era do universalismo, da união do ocidente com o oriente, da ciência e espiritualidade.



Observe que nunca, em toda a história da humanidade, tivemos tantas oportunidades de crescimento espiritual e tantas possibilidades para o desenvolvimento de uma consciência mais expandida. É exemplar o trabalho sério e idôneo de tantas casas espíritas, no entanto, não é só através delas que a mediunidade pode ser desenvolvida.



Se você quiser seguir por outra via esse caminho, tudo bem.


Leve consigo discernimento, leveza e amorosidade e vá em frente!


Sempre que possível, é recomendável participar de grupos, porque facilitam o aprendizado, dão suporte e tornam a prática muito agradável.



Mas lembre-se, o determinismo pode lhe deixar arrogante e cego, então é preciso um "Orai e Vigiai" constante.



FONTES DE CONSULTA:


www.luzdaserra.com.br/1737/quando-alguem-lhe-diz-voce-precisa-desenvolver-a-sua-mediunidade/


mdemulher.abril.com.br/bem-estar/colunistas/zibia-gasparetto/como-desenvolver-sua-mediunidade-533883.shtml


somostodosum.ig.com.br/clube/artigos.asp?id=13426



__________________________________________________________________________________________


OS SEGREDOS DO NÚMERO 8


O Número 8 representa o que permanece em equilíbrio:


A Justiça!


Na mitologia egípcia, Anúbis é a representação máxima do número 8. Anúbis (Saturno) faz o julgamento dos mortos através de uma enorme balança, onde, num dos pratos, é colocado o coração do iniciado, do outro, encontra-se uma pena. Este simbolismo indica, para o bom iniciado, que o coração não pode pesar mais que uma pena, daí a importância da pureza em nossa evolução.



Compreende-se que a evolução do homem (quadrado) se dá no momento em que ele completa 28 anos (4×7=28). Observamos então o mistério do número 28 (4×7) = 2 (polaridade-equilíbrio), 8 (justiça-julgamento) que, curiosamente, é o ciclo de Saturno. No aspecto da evolução da alma, 2 representa a polaridade entre emoção e a mente (alma), 8, a consciência (espírito) que julga estes veículos, etc.


ASTROLOGIA CIGANA: A CASA NÚMERO 8 (TRANSFORMAÇÃO)


Para os Ciganos a Astrologia é um meio de entendermos os bloqueios gerados no nosso consulente, para ajudá-lo a desbloqueá-lo, através da interpretação das cartas Ciganas. A casa número 8, ela traz a mensagem para o consulente do que ele precisa transformar, mudar, o que ele precisa deixar para traz, para assim conseguir com esta mudança, não só o sucesso do desbloqueio que o impedia de crescer como também ele vai conseguir evitar as somatizações físicas, veja como é importante a mudança nesta casa para a realização material.


A CARTA NÚMERO 8 DO BARALHO CIGANO (CAIXÃO)


Esta carta traz o verbo transformar, mas traz também a seguinte mensagem para o consulente, fim de um ciclo para iniciar outro. Mas para iniciar este novo ciclo é importante não deixar nada mal resolvido, e muitas vezes, empurramos os problemas para frente, mas evitem fazer isso porque o passado mal resolvido, sempre volta para ser resolvido, conselho: resolvam sempre por mais doido que seja.


O NÚMERO 8 NA NUMEROLOGIA


8 (OITO): O QUE TEM PODER


Palavras-chave:


Poder, responsabilidade, riqueza, material, reconhecimento.


O 8 sucede a busca de respostas representada pelo 7. Depois de encontrar o real significado de sua vida, é hora de pôr-se em movimento e conquistar o que é seu de direito, inclusive–e principalmente–o lado material das coisas, o poder e o prestígio.



Graças à sua sabedoria, perseverança e vigor, os obstáculos serão superados. Movido por uma ambição legítima, o 8 saberá executar seus planos pautado por um senso ético e de justiça apurado, o que resultará no merecido enriquecimento.



Características positivas: poder, eficiência, prestígio, riqueza, sucesso, perseverança, perspicácia, saber, compreensão, autoridade, justiça, verdade.



Características negativas: ambição excessiva, sede de poder, materialismo desenfreado, intolerância, arrogância, desonestidade.



Missão a cumprir: usar corretamente o dinheiro e o poder, pautado pelo senso de justiça. Não desprezar nem negligenciar o dinheiro e as coisas materiais.



MÊS DE AGOSTO


Uns dizem que é o mês do cachorro louco, outros falam que é o mês do azar. Eu prefiro acreditar, que Agosto é o nosso mês! Mês de produção! Mês de trabalho! Mês de fazer o melhor! É o mês das Sra. Pomba – Giras. Mistério do amor, mistério do desejo, mistério dos caminhos, mistério da revelação!



Quando tudo se revela, quanto tudo se estimula e quando tudo se faz por amor e pelo amor, surge um caminho! E o caminho é Pomba Gira, senhora das realizações, senhora do amor! Percorreremos por caminhos neste AGOSTO e começaremos pelos caminhos do amor... O amor vence tudo e levanta os caídos! Por essas e outras razões, POMBA GIRA tem caminho livre em nossos trabalhos.



O SÍMBOLO DO INFINITO


Representado pelo sinal ∞, teve sua origem para uso numérico. Além disso, o símbolo do infinito também é comparado a Ouro ouros, uma cobra da mitologia que come a sua própria cauda, e assim não é possível identificar seu início e nem o seu fim. Para os cristãos, representa Jesus Cristo e é um símbolo de seu eterno amor.



Embora seja tradicionalmente um símbolo matemático, o símbolo do infinito passou a ser usado pelos românticos para representar o amor sem fim. E então passou a ser um dos desenhos preferidos na hora de fazer uma tatuagem que represente amor, amizade ou qualquer outro sentimento que se espera que seja eterno.



Fonte de Consulta:


www.salteadoresdaarca.com


http://www.mundodastatuagens.com.br/significados/simbolo-do-infinito/


Livro: Numerologia Fácil, REGINA MARIA AZEVEDO.


________________________________________________________________________________________


CLÃ DOS CIGANOS ÁRABES


(A INFLUÊNCIA ÁRABE)


NA CULTURA CIGANA


A influência Árabe na história Cigana, se inicia com uma contradição, porque as Lendas narram que o Povo Cigano foi expulso do Noroeste da Índia, por causa de uma invasão Árabe, e deste episódio, os Ciganos partem para novas terras, indo em direção a Ásia, Europa e o Oriente, e por estes continentes muito da Cultura local foi se incorporando no dia a dia do Povo Cigano, com a chegada dos Ciganos ao Oriente, a influência da religião, dança e da música, fazem parte até hoje se incorporando de forma harmônica.



Os Ciganos chegaram ao mundo árabe por volta do século IX.


Dessa época, encontramos registros da presença dos Ciganos na região do Irã, onde permaneceram por muito tempo. Outro grupo foi para o norte da África, chegando até a Espanha. Muitos desses Ciganos tornaram-se muçulmanos e aprenderam costumes e danças árabes, mas mantendo também o seu estilo.



O bailado Cigano árabe tem como principal elemento a água, que rege nosso ventre e, por isso, nesse bailado fazemos muitos movimentos de quadril. Assim, os cintos de moeda são muito apropriados, pois deixam a barriga adornada e fazem um som especial, desenvolvendo cada vez mais o estilo original de sua dança ao acrescentarem elementos das diferentes culturas com quem tinham contato.



Movimentos: o estilo Cigano utiliza técnicas e movimentos de dança do ventre, adicionando a eles passos Ciganos e do folclore oriental. A dança Cigana, aliás, é conhecida por sua paixão, exuberância e energia. As dançarinas ainda utilizam adereços como pandeiros e snujs. Já as saias, tão comuns hoje em dia na dança do ventre Cigana, não eram vistas com bons olhos entre as dançarinas no passado.



Música: As canções Ciganas mais "puras" e tradicionais são usadas na dança do ventre, porém são mais comuns as músicas que trazem uma mistura de elementos Ciganos, turcos, árabes e europeus. Violinos, guitarras e pandeiros são alguns instrumentos bastante comuns também.



Foi numa situação social e economicamente difícil que as culturas musicais de judeus, Ciganos e mouros começaram a fundir-se no que se tornaria a forma básica do flamenco: o estilo de cantar dos mouros, que expressava a sua vida difícil na Andaluzia, as diferentes “compas” (estilos rítmicos), palmas ritmadas e movimentos de dança básicos. Muitas das músicas flamencas ainda refletem o espírito desesperado, a luta, a esperança, o orgulho e as festas noturnas durante essa época. Música mais recente de outras regiões de Espanha influenciaram e foram influenciadas pelo estilo tradicional do flamenco.



INFLUÊNCIA ÁRABE NAS PROFISSÕES:


Os Ciganos sempre foram negociadores e viajantes, e esta postura para o mundo árabe é muito comum, porque estes são negociadores natos e para facilitar as negociações muitos Ciganos se converteram a religião local, muitos são muçulmanos, usam túnicas tradicionais, às mulheres incorporaram aos seus oráculos a leitura da Borra do Café, das folhas de Chá, e claro conheceram a Astrologia, e incorporaram ao seu dia a dia, na sua forma de interpretação, a Astrologia Cigana é muito diferente da Astrologia que conhecemos, e aos humores, que têm semelhança com os quatro elementos: fogo, terra, ar e água (quente, frio, seco e húmido).



E este conhecimento associado aos conhecimentos das ervas, os mantinham saudáveis nas suas jornadas. Não posso deixar de citar os Ciganos Tuaregues e Beduínos, que até hoje mantem o seu trabalho nas travessias do Deserto, levando as pessoas em segurança ao ponto aonde desejam chegar. São sim Ciganos que incorporaram ao seu dia a dia os costumes árabes, roupas, túnicas, chás, espadas, a religião, a dança e a música, enfim são dois mundos que se misturam e se completam.



CRONOLOGIA DA PASSAGEM CIGANA PELO IMPÉRIO ÁRABE.


224: Pérsia: No reinado do Shah Ardashir, Ciganos chegam da Índia para trabalhar.


420: Pérsia: Bahram Gur, Shah da Persia, importa Ciganos músicos da Índia


661: Império Árabe: Ciganos chamados de zott são levados da Índia para a Mesopotâmia.


669: Império Árabe: O Califa Muawiya deporta Ciganos de Basra para Antioquia na costa do mediterrâneo


710: Império Árabe: O Califa Walid reinstala os Ciganos Zott da Mesopotâmia para a Antioquia.


720: Império Árabe: O Califa Yazid II envia mais Ciganos Zott para a Antioquia


820: Império Árabe: Estabelecimento do Estado Independente de Ciganos Zott na Mesopotâmia.


834: Império Árabe: Os Ciganos Zott derrotados pelos árabes e muitos deles reassentados na cidade que faz fronteira com Ainzarba.


855: Império Árabe: Batalha de Ainzarba. Os gregos derrotam os árabes e levam os Ciganos Zott e familiares como prisioneiros do Império Bizantino


1050: Império Bizantino: Acrobatas e veterinários (práticos) são chamados de athigani em Constantinopla


1192: Índia: Batalha de Terain. Os últimos Ciganos partem para o Oeste.


1290: Grécia: Ciganos sapateiros aparecem no Mount Athos.


1322: Creta: Relatos da presença de Ciganos na ilha.


1347: Império Bizantino: A Peste Negra chega a Constantinopla. Ciganos se movem para o Oeste novamente.


1348: Sérvia: Relatos da presença de Ciganos em Prizren.


1362: Croácia: Relatos da presença de Ciganos em Dubrovnik.


1373: Corfu: Relatos da presença de Ciganos na ilha


1378: Bulgária: Ciganos vivendo em vilas próximas do Mosteiro de Rila.


1384: Grécia: Relatos da presença de Ciganos sapateiros em Modon.


1385: Romênia: Primeiro registro da transação de escravos Ciganos


1399: Bohemia: Os primeiros Ciganos mencionados em uma crônica.


1407: Alemanha: Ciganos visitam Hildesheim.


1416: Alemanha: Ciganos expulsos da região de Meissen.


1417: Império Romano: O rei Sigismund concede salvo-conduto para que os Ciganos possam ir até Lindau.


1418: França: Relatos de presença dos primeiros Ciganos em Colmar.


1418: Suíça: Chegada dos primeiros Ciganos.


1419: Bélgica: Relatos da presença dos primeiros Ciganos em Antuérpia


1420: Holanda: Relatos da presença dos primeiros Ciganos em Deventer.


1422: Itália: Ciganos chegam a Bolonha.


1423: Itália: Andrew, Duque do pequeno-Egito, e seus seguidores partem para visitar o Papa Martin V em Roma.


1423: Eslováquia: Relatos da presença dos primeiros Ciganos em Spissky.


1425: Espanha: Relatos da presença de Ciganos em Zaragoza.


1447: Catalunha: Relatos da presença dos primeiros Ciganos.


1453: Império Bizantino: Os turcos capturam Constantinopla. Alguns Ciganos fogem para o Oeste.



FONTE DE CONSULTA


Leia mais: http://www.dancadoventrebrasil.com/2009/08/danca-do-ventre-Cigana-gipsy-belly.html#ixzz2aWq24H9Q


http://conversasdeandrea.blogspot.com.br/2011/01/flamenco-cultura-de-resistencia-dos.html


www.embaixadaCigana.com.br


Prof.ª Rose de Souza (Astrologia Cigana)



___________________________________________________________________________________________


AS SETE FORÇAS DE UM MÉDIUM...




1- O AMOR - É O Supremo criador, o poder absoluto que gerou a natureza e todas as outras coisas. É a força eterna, fonte do tudo e do nada. O amor é a base de tudo, envolve a estrutura de todos os fatos no desenvolvimento.



2- A PIEDADE - É o sentimento de devoção e de dar auxílio, ajudar, compadecer do sentimento alheio. Bondade para com o próximo, que causa para o médium um bem-estar no ato. É a força doada pelo Criador do Céu e da Terra, exemplificada na criação do Universo astral, como segunda via de evolução para voltar ás origens.



3- A HUMILDADE - É o sentimento de simplicidade nas expressões a si mesmo; submissão a força superior; conhecimento de sua razão e respeito a do outro. Pedir com devoção conhecendo o seu valor e o da fonte superior. Conhecer o seu lugar, o seu eu, a sua missão, para seguir o seu caminho com resignação.



4- A FÉ - É o sentimento da crença, do credito, do valor recebido, a confiança, a graça alcançada vinda de "cima", das forças superiores. É também, complemento da força da humildade.



5- A FIRMEZA - Esta é a força adquirida pela sabedoria. O equilíbrio de forças adquirido através da pesquisa, do interesse, na busca dos conhecimentos das Leis Sagradas. Conhecendo estas Leis, terá forças para saber como agir e porque agir. É saber pagar o que deve, para receber o que merece.



6- A SEGURANÇA - Forca adquirida pelo conhecimento da origem das coisas. Só se sente seguro em determinado lugar quem conhece profundamente este lugar. Quando estamos numa ponte, só nos sentimos seguros quando vemos as suas estruturas, suas bases, o material de que é feita, quem a fez e com que finalidade. Conhecendo a origem da ponte, então nos sentimos seguros. E nós, o que somos? Como nos sentimos seguros de nós mesmos sem conhecer a nossa origem!



7- A FORÇA - É o conhecimento dos rituais e da magia. A força do médium depende de seus conhecimentos da mística espiritual. Estes conhecimentos são adquiridos a medida que são merecidos e dados ou autorizados pelo Pai de Coroa (guia de frente), seja ele de uma banda ou de outra. Se o médium conhece as Leis Sagradas, ele sabe a que caminho leva uma banda ou outra, se está na banda de Luz (quem conhece a Luz, também conhece as trevas e por isso prefere a Luz), seu caminho será conduzido pela Luz. Se a força do médium é adquirida pelas trevas (quem vive nas trevas é porque não conhece a Luz), seu caminho será conduzido pelas trevas. O símbolo da forca de um médium é o próprio ponto de força de seu Pai de Coroa.



Por Sheila Gonzaga Assumpção Via Facebook.


Prof.ª Rose de Souza



_____________________________________________________________________________________


HIERARQUIA NAS TSARAS GITANAS


MATERIAIS E ESPIRITUAIS


Para se começara a falar sobre a hierarquia e estrutura da família cigana, da existência carnal e espiritual dos ciganos temos que começar falando da mulher cigana. Para nós que vivemos dentro de uma cultura paternalista, a mulher cigana tem um papel muito forte, afinal os dons mediúnicos da mulher são sempre considerados.



Apesar de aparentemente sermos mais frágeis, nossa presença é indispensável tantos nos cultos quanto nas casas e barracas. Afinal qual é o homem, barô, dirigente, filho, irmão, marido, sobrinho, melichs, ratói ou qualquer homem que saia para tomar uma decisão forte e que altere as vidas dos ciganos sem consultar as formas mediúnicas, trabalhadas pelas mulheres do clã.


Na vida espiritual é a mesma coisa


A estrutura dos acampamentos e da vida dos ciganos também é considerada como estrutura espiritual, até mesmo porque os espíritos ciganos já foram pessoas encarnadas um dia. Então a estrutura espiritual vem do mesmo jeito. Através de confirmações hierárquicas, e os cargos são:



Melichs, Kalinata / Ratói, Manouche / Puri Day / Shuvani, Barô / Bába. Seguindo as classificações ergomínicas, que os rons utilizam para nomear os grupos, também utilizamos nomes em romani para poder definir missões espirituais. O primeiro cargo pode ser realizado em qualquer idade e por ambos os sexos, mesmo que a pessoa tenha sido iniciada no Khértia Drom ou não e esteja nos últimos cargos a serem realizados.



Geralmente, os ciganos, são iniciados aos sete anos, quando após saber a que elemento pertencemos e se temos missão mediúnica. Mesmo tão cedo, os ciganinhos já presentes ao trabalho espiritual, realizam o trabalho de auxiliar e trazer os recados dos espíritos quando estes estão incorporados, traduzindo o que eles falam, servindo os chás, vinhos, cigarros. É o trabalho mais sublime, sem o qual não se faz culto.



O melich (que em romanes quer dizer ajudante ou auxiliar), serve tanto para a ciganinha quanto para o ciganinho. Eles são responsáveis pelo cuidado das ofisas, mesas, tchaios e aparatos mediúnicos em geral.



O segundo cargo deve ser dado após o fim do Khértia Drom e pode se estender durante ate 30 anos do servir, embora muitos, aos 20 anos, já se mobilizem e trabalhem dentro dos cargos superiores, mas sem voto dentro dos acampamentos, sempre só utilizando a dar conselhos.



Ambos podem ministrar o Khértia Drom. Dependendo da pessoa e do trabalho que ela exerça tanto espiritual quanto de ramasordé, é o cargo que a maioria dos ciganos ficam a vida inteira e quando mudam de função acabam não largando as tarefas, visto que estão tão acostumados que já fazem naturalmente.



A Kalinata (mulher) ou Ratói (homem) tem as mesmas funções que é cuidar para que tudo aconteça dentro do trabalho espiritual ou de kumpania. Verificam a segurança do acampamento, ou tsara espiritual, cuidam dos que guardam (espíritos), de todos os aparatos, dão ordens aos Melichs, são os olhos e ouvidos dos Barôs e Bábas.



São os mais cobrados, tanto espiritualmente quanto nos seus acampamentos de origem. Um Barô ou Bába, se verem algo errado chamarão um deles e os encarrega de resolver o problema. As Vourdakies devem ser realizadas por Kalinatas e Ratóis, que devem conhecer seus fundamentos profundamente. Dificilmente durante o exercer deste cargo se opõem ou desobedecem às ordens dadas.



A Kalinata (que em romanes quer dizer “Operaria”) é uma mulher que quando exerce seus conhecimentos com padrão de comportamento impecável, é pessoa muito considerada, e tem autoridade para chegar ate o Barô sem marcar, independente de ela ser mãe ou não, que é uma coisa que da autoridade a mulher.



Embora ainda sem voto, são ouvidas porque estão dentro da kumpania ouvindo a todos. O Ratói (que em romanes que dizer “Sabedor”) é o homem que decide junto da kalinata tendo as mesmas atribuições. Astralmente e fisicamente é o homem que coloca verdadeiramente as mãos para resolver o que deve ser feito. Dentro das Tsaras fisicamente, dentro do mundo encarnado que temos, dentro do mundo espiritual também. Independente dele ter constituído matrimonio ou não.



As fogueiras são tarefas exclusivas dos Ratóis, tanto a arrumação, quanto acendimento e definição do que fazer com as cinzas, que geralmente são entregues as Kalinatas. Após 20 anos ativos e com autorização pedida e dada, ou 30 anos ativos sem pedidos de autorização, tanto a Kalinata quanto o Ratói podem passar pelos ritos de Roti Diena e serem chancelados por um Barô ou Bába, para ter outras atribuições.



A mulher Kalinata terá um grau nesta estrutura diferente do homem. Depois do Roti Diena, conforme o clã e origem, ela receberá a função de Manouch (que em romanes é nome de clã e quer dizer feiticeira), Puri Day (que em romanes quer dizer matriarca, sua palavra é chanceladora, principalmente na magia), Shuvani (que em romanes quer dizer sacerdotisa, que trabalha na Ramasordé).



Elas podem ter descendência de qualquer linhagem de clã. O Clã, tanto de origem encarnada como espiritual, será considerado, dado o nome a ser definido pelos espíritos. Todas terão a mesma atribuição, orientar as kalinatas, Ratóis e Melichs. Exercer voto, direito a palavra, a ramasordé, e a se casar sem autorização do Clã, assim como ministrar o Roti Diena.



O homem não passa por este estagio intermediário, ele é logo chancelado Barô. Por isso, os ritos são diferenciados e separados.


Apenas em toda a estrutura encarnada, um clã dispensa estes ritos, que são os Kalons Latatchos, que são tidos nos clãs astrais, como prontos para o trabalho espiritual. Após 15 anos as Manouchs, Puri Day e Shuvanis, podem ser indicadas para ocupar o cargo de Bába.



A Bába, que tem tanto poder quanto o Barô, embora necessite da concordância dele para casos mais graves, tem poder de autorizar, mandar, esclarecer, definir e outras atribuições, somente sendo exclusa do Kris Romani, onde somente homens podem estar.



Em casos específicos, de natureza extrema, devido as precisões, as idades podem ser diminuídas, se não tiver mais ninguém para ocupar o cargo. A idade para nós é algo muito importante, já que com a vivência se ganha maturidade. Os dirigentes, independente do sexo, serão chamados de Jutsi (que em romanes quer dizer “soldado”).



Fontes de consulta:


Ramona Torres (Kallin e Lilieskina)


Membro do Centro de Defesa da Cultura Cigana de Portugal, da Sociedade dos Clãs de Magia e Cultura Kalon Evoriana e do Círculo de Escritores Ciganos da Ramasordé Romani.


http://www.ramonatorres.blogspot.com/


____________________________________________________________________________________


MESTRES CIGANOS ASTRAIS



TEXTO EXTRAÍDO E EMBASADO NO LIVRO.


MESTRES CIGANOS ASTRAIS.


AUTORA: SRA. RAMONA TORRES


AUTORIZADO PELA AUTORA.



É com muita alegria no meu coração que apresentarei estas explicações sobre o Povo Cigano, escrita por uma Cigana, esta que nasceu em uma tenda, e que hoje honra e levanta a Bandeira Cigana, para todos que desejam conhecer a verdade do nosso Povo Cigano.



Este livro para mim, assim como os outros livros escritos pela Ramona Torres, eu indico como fonte de consulta, Mestre Ciganos Astrais é um presente para os esclarecimentos que buscamos.



Hoje irei apresentar somente a 1º parte deste livro, falar um pouco de cada Mestre, e a estrutura do Clã que cada Mestre dirige.



Sejam Bem-Vindos a Magia Cigana.


Prof.ª Rose de Souza.


Mas antes de começar a explanar sobre os Mestres e os 12 Clãs, é necessário que todos entendam que cada Clã Cigano tem a sua estrutura dividida em grupos. Cada grupo é chefiado por um Mestre, e cada Mestre é responsável um setor material, emocional e espiritual nas nossas vidas.



Estrutura do Clã Cigano Espiritual.



O 1º Grupo. É chefiado pela Cigana Sulamita, e ela é a responsável pela continuação de nossa raça, tendo como domínio principal os Partos. Sobre os partos (difíceis, amarrados e perigosos).



O 2º Grupo. É chefiado pela Cigana Carmem, responsável pelos males do amor, que é a mola que impulsiona o fator de continuação da raça e que move o mundo. Sobre estes males do amor. (abandono, contrariedades, casos de rivais e harmonização de casais).



O 3º Grupo. É chefiado pela Cigana Madalena, responsável pelo fator que atinge toda a humanidade, que são os problemas do sexo. Sexo que une e desune pessoas, causando amores e ódios. Sobre os problemas do sexo. (Timidez, conquista, medo e dificuldade para se entregar na vida sexual).



O 4º Grupo. É chefiado pela Cigana Esmeralda, a responsável pela fartura de alimentos, fator que atinge diretamente a sobrevivência de cada um. Ela também faz feitiços para os mais diversos fins com suas guloseimas. Sobre a fartura dos alimentos. (ela tanto faz quanto tira feitiços feitos com comida, para os mais diversos objetivos).



O 5º Grupo. É chefiado pelo Cigano Juan, o responsável por não deixar que os clãs, familiares ou não, sejam afetados por brigas e que ninguém guarde ódio ou rancor. É um Cigano harmonizador por excelência. Sobre a família. ( ele abranda e resolve casos de desavenças em família ).



O 6º Grupo. É chefiado pelo Cigano Artêmio, o responsável por consolar ciganos e gadjés ante os problemas da vida, e que trata dos Oraculadores, ledores de sina, imantando-os para evitar o desgaste de energia. Sobre as pessoas que precisam de consolo. (protege de inveja, ingratidão e desgastes de energia ledores de sina e oraculadores).



O 7º Grupo. É chefiado pelo Cigano mais célebre e amado nos Clãs deste mundo e do outro. Mais conhecido como “Reis dos Ciganos”, o Ciganos Wladimir é o Chefe Espiritual deste clã e também de todos os outros, já que não é permitido fazer nada sem o seu consentimento; por isso, ao evocar qualquer espirito cigano, deve-se pedir licença a Wladimir. Este Cigano é responsável pelo trabalho, porque sabe que o trabalho é uma das coisas mais importantes na vida de um ser, esteja no plano físico ou astral. Costuma ajudar a conseguir trabalho e “toma conta “da jornada astral”“. Wladimir tem grande preocupação com as mulheres, que são responsáveis pelo milagre da continuação da raça. Do 7º grupo comanda os outros, sendo aí consagrado porque o número 7 significa perfeição. Sobre o trabalho. (para conseguir emprego, mantê-lo e crescer nele).



O 8º Grupo. É chefiado pelo Cigano Manolo, que é responsável por conduzir situações e aconselhar os clientes, estando ele na aura de um médiun ou enviando insights do astral para várias pessoas que estejam precisando de conselhos. É o “papa” da capacidade analítica e comanda um grande grupo de Shuvanis, aptas para executar qualquer ordem para fazer encantamentos que ajudem aos que procuram em Manolo um mentor e conselheiro de fé.Sobre o dom de convencer. (oratória,capacidade analítica e bons conselhos).



O 9º Grupo. É chefiado pelo Cigano Sandro, que é responsável por fazer cálculos astrológicos e pelo uso de cristais em suas funções. É o que atende as pessoas marginalizadas que vivem na “noite”, dando atendimento específico e imantando-os, já que o desgaste de energia é grande nessas pessoas. Sobre Astrologia e cristais.(dá conselhos principalmente para as pessoas que trabalham na noite).



O 10º Grupo. É chefiado pela Cigana Natasha, que é responsável pela família, por harmonizar o amor e o sustento. Desfazendo brigas familiares, unindo os que se amam, fazendo com que seja um por todos e todos por um, também é a “madrinha” dos arrimos de família: ela os imanta, ajuda e aconselha, já que o desgaste que essa situação ocasiona é grande. Sobre a família, o amor e o sustento.(desfaz brigas entre familiares e ajuda os arrimos de família).



O 11º Grupo. É chefiado pela Cigana Yasmim, que é responsável pelas amizades, para que estas nunca se desfaçam, principalmente por brigas em que os motivos são de louvés. Não deixa que coisas terrenas interfiram no que considera vital, que é a existência dos círculos de amigos: ela julga que a amizade tem que passar por cima de todos os tipos de problema. Sobre a amizade.(brigas por motivos de louvés).



O 12º Grupo. É chefiado pelo Cigano Ramiro, que é responsável pelas transformações das situações por que estamos passando. Ramiro, por meio de conversas sérias, mostra para as pessoas que toda a situação – principalmente ruins – pode ser transformada em ensinamentos valiosos para a existência terrena. Sobre as transformações (pela transformação de situações difíceis por que estamos passando).



O Clã Cigano Espiritual também é calcado nos ensinamentos que buscam essencialmente extrair o que existe de melhor no sentimento de cada um, porque acredita-se que tudo que fazemos com consciência e amor só poderá nos levar até a Luz. Os 12 Mestres Espirituais têm a sua organização astral de maneira que, como já foi dito, cada um tem um domínio, porém isso não impede que os espíritos amigos ajudem a cuidar, elucidar e resolver problemas nos mais diversos setores.



TEXTO EXTRAÍDO DO LIVRO:


MESTRES CIGANOS ASTRAIS,


AUTORA: RAMONA TORRES


ESTE TEXTO FOI AUTORIZADO PARA O PROGRAMA MAGIA CIGANA.


APRESENTADO PELA PROF.ª ROSE DE SOUZA.


___________________________________________________________


LINHA CIGANA DO ORIENTE


As Falanges destas Legiões estão incumbidas de ensinar aos habitantes da Terra, coisas para eles desconhecidas. São grandes Mestres do Ocultismo.



O Povo do Oriente fala pouco e, quando o faz, o seu linguajar é bastante correto. Não gostam de dar consultas. Raramente usa o termo "chefia de cabeça" e sempre demonstram muita sabedoria e amplos conhecimentos filosóficos e esotéricos. Na Umbanda,são chamados de Mestres da Linha do Oriente (egípcios, tibetanos, chineses, gauleses, chineses, japoneses, ciganos, mongóis e egípcios, etc).



Normalmente atuam de forma discreta, intuindo seus médiuns para que entendam o que está se passando. São importantíssimos na transmissão de mensagens de entidades ou espíritos de nível hierárquico superior, devido a linha de desenvolvimento mental da qual participam.



Também atuam na destruição de magias, libertando o espírito, estimulam no médium o caminho da evolução espiritual através dos estudos, da meditação, do conhecimento das leis divinas, do amor, da verdade, da ciência, da arte, do belo, o caminho da ascensão espiritual, fazendo-o eliminar da sua vida tudo o que é pernicioso,incentivando-os a fazer a renovação interior.



Xangô sincretizado com São João Batista, é o patrono da linha do oriente, na qual se manifestam espíritos mestres em ciência ocultas, astrologia,quiromancia, numerologia, cartomancia. Por este motivo, a linha dos ciganos vêm trabalhar nesta energia,nesta irradiação divina.


Os Ciganos na Umbanda


Estão na Umbanda por uma necessidade lógica de trabalho e caridade. Encontraram na Umbanda o toque dos atabaques e passaram a se identificar com os toques e com os pontos a eles cantados.



Tal aproximação se deve ao fato da necessidade da adaptação ao culto que hoje mais se identificam e se apresentam. Povo muito rico em histórias e lendas, muitos presenciaram fatos históricos do tipo queda da bastilha na França antiga,destrono de reis famosos como Luís XV, guerras.



Dentro de Umbanda seus fundamentos são simples, não possuindo assentamentos ou ferramentas para centralização da força espiritual. São cultuados em geral com imagens bem simples, com taças de vinho, doces finos e cigarrilhas doces. Trabalham também com as energias do Oriente, com cristais, pedras energéticas e com os quatro elementos da natureza.



Tem em Santa Sarah Kali a sua mentora espiritual e seguem as orientações necessárias para o bom andamento das missões espirituais.



Linha do Oriente é uma parte da herança da Umbanda brasileira. Ela é composta por inúmeras entidades, classificadas em sete falanges de origem oriental. Apesar disso, muitos espíritos desta Linha podem apresentar-se como caboclos ou pretos velhos.



O Caboclo Timbirí (caboclo japonês) e Pai Jacó (Jacob do Oriente, um preto velho bastante versado na Cabala Hebraica), são os casos mais conhecidos. Hoje em dia, ganha força o culto dos Caboclos Pena, entidades que trabalha com as forças espirituais divinas de origem indiana.



Mas nem todos os espíritos são orientais no sentido comum da palavra. Esta Linha procurou abrigar as mais diversas entidades, que a princípio não se encaixavam na matriz formadora do brasileiro (índio, europeus,africano e ciganos).



A Linha do Oriente foi muito popular de 1950 a 1960, quando as tradições budistas e hindus se firmaram entre o povo brasileiro. Os imigrantes chineses e japoneses, sobretudo, passaram a frequentar a Umbanda e trouxeram seus ancestrais e costumes mágicos.



Antes destas datas, também era comum nesta Linha a presença dos queridos espíritos ciganos, que possuem origem oriental. Mas tamanha foi a simpatia do povo umbandista por estas entidades, que os espíritos criaram uma "Linha" independente de trabalho, com sua própria hierarquia, magia e ensinamentos. Hoje a influência do Povo Cigano cresce cada vez mais.



Oração para o Povo do Oriente


Salve ó Bandeira Branca, Salve São João Batista, Salve estrela de David, e seus seis lados, Mestre Jesus, Buda, Sta. Maria Madalena, Sta. Sara Kali, São Lázaro, arcanjos, serafins, querubins, anjos protetores nos auxiliem neste momento, nesta corrente de luz, rogai ao Arquiteto do universo, a Alá em nosso favor e levai nossos pedidos para que eles sejam aceitos.



São Miguel, São Rafael, São Gabriel, Baltazar, Melchior, Gaspar, Reis do oriente, venham nos ajudar forças egípcias, chinesas, indianas, árabes, ciganos, beduínos, videntes, profetas, magia de ponto, de pó, astrologia, pura manifestação das almas batizadas em águas sagradas.


Salve o Povo do Oriente!


Salve os quatro cantos do mundo!


Guerreiros, reis, príncipes, Santos e Santas do bem, doutores de branco, doutores da lei, mandamentos sagrados, sangue, suor, vitória de homens coroados. Baptista é quem nos comanda, fonte de pura energia, pirâmides preciosas, rosas brancas no deserto, luz em nossas vidas, amparo de almas, linha branca bendita.



________________________________________________________________________


O Namoro para os Ciganos


-Quando começam a namorar os ciganos não podem falar um com o outro, mandam recados por outra pessoa; costumam dizer que namoram com os olhos;



-Os homens ciganos não podem recusar um compromisso de casamento/namoro;



-As mulheres podem recusar “dando cabaças”;


Muita coisa já mudou nas tradições dos ciganos. O casamento escolhido pelos pais foi abrandado e já se permite, em alguns Clãs, exceto aquelas tradicionalistas radicais, que se namore antes e que até escolha quem será seu futuro marido.


Em relação ao casamento


Os pais é que escolhiam o noivo ou a noiva, e eles se conheciam apenas no dia do noivado. Neste dia, os pais do noivo dão à noiva um colar, a queparka, uma corrente de ouro com moedas de ouro, símbolo do noivado, costume que ainda se mantém.



Acreditam que, quanto mais a noiva usar a queparka, mais cedo ocorrerá o casamento. Atualmente, o rapaz afirma aos pais que a moça pela qual tem interesse é honesta, bonita e trabalhadora.



Se os pais concordam, começa o namoro e já se combina a data do casamento. Os noivos não podem sair ou ficar sozinhos, mas sempre acompanhados por um dos familiares, como irmão e tios, não faltando, porém, as escapadas para um beijo ou abraço.



As despesas do casamento, festas, vestido da noiva correm por conta dos pais do noivo, que, como dote, deve oferecer três moedas de ouro. Antigamente eram cinco moedas de ouro. Tempos atrás, as festas de casamento duravam cinco dias, convidando-se todos os parentes.



O casamento era realizado em um circo, em volta do qual os convidados levantavam suas tendas e ali ficavam durante os cinco dias do casamento. Atualmente, a festa dura três ou dois dias, realizada em salões alugados. No primeiro dia, com a noiva vestida de branco.



No salão duas bandeiras com os nomes dos noivos, simbolizando que ambos eram solteiros. Muita dança e música. A virgindade da mulher é muito valorizada, por isso, os namoros são vigiados e os casais devem sempre estar acompanhados por um membro da família.



A questão da virgindade ainda incomoda muito as mulheres ciganas, não em si, mas pela forma como é divulgada. Na festa de casamento, os noivos vão ao hotel, acompanhados dos padrinhos e madrinhas, que ficam à espera.



Após o ato sexual, entram no quarto e olham o lençol, que deve estar manchado de sangue, prova de que a noiva era virgem, e vasculham tudo, para ver se não houve simulação ou trapaça.



Tal desconfiança incomoda as mulheres ciganas, que afirmam que nem toda virgem sangra, pois deve ficar passiva, sem reclamar da dor. Constatada a virgindade, todos voltam à festa, levando champanhe e buzinando. A alegria é geral.



No dia seguinte, a festa de casamento prossegue, na casa dos pais da noiva ou no salão. A noiva usa um vestido vermelho, símbolo de que não é mais virgem. À porta do salão, com um jarro d’água com pétalas de flores, joga água nas mãos dos convidados que lhe dão dinheiro, como nos casamentos de não ciganos, em que se corta a gravata.


Curiosidades:


-À cerimônia para conceder a mulher cigana em casamento, chama-se pedimento;



-Muitos ciganos para antecipar a data do casamento fogem para longe da família, chama-se fugimento;



-A festa de casamento dos ciganos pode durar muitos dias e são os homens que cozinham;



-Durante as festas de casamento os ciganos usam muitas roupas novas, ás vezes feitas por costureiros famosos;



-Os ciganos não gostam muito de casamentos com os não ciganos;



-Para desfazer um casamento cigano é preciso reunir as respectivas famílias, para haver um acordo.



-Há muitos ciganos músicos, em todo o mundo;


-Os ciganos aprendem a tocar, cantar e dançar muito cedo;



-A primeira coisa que as mães ciganas ensinam aos bebês é “bater os peitilhos “(estalar os dedos); a seguir é bater palmas à maneira cigana;



-Às vezes quando um cigano começa a cantar ou tocar, aparecem outros e logo já se encontra em volta um número de pessoas a cantar e bailar, onde há Ciganos a alegria e festa.


Oração para Determinar Desejos


Que as sagradas chamas do altíssimo se derramem sobre mim, me purificando e me traga a realização das determinações que aqui coloco.



Disseste: ”Bata e a porta se abrirá, peça e eu atenderei”; eu me coloco diante dos Senhores da Chama, os Arcanjos Sagrados da Criação para que eu possa ter em meu poder, aquilo que eu vim buscar.



Meu coração esta cansado mas eu tenho a centelha divina dentro de mim, por isso direciono a minha energia para que minha vida se abra e eu possa concretizar meus objetivos e ideais.



Que a Luz venha ate mim e preencha meu ser, que aqueles que não me querem bem sejam afastados do meu caminho, que minha alma se preencha do amor que nutre e prospera, que minha espiritualidade se equilibre e me proteja.



Determino que (faça seu pedido), pois tudo o que esta acima esta abaixo, tudo o que esta dentro esta fora, que seja destruído o que me impede de caminhar. Pela forças dos Arcanjos que estão em todos os lugares que eu possa ser o brilho do Altíssimo na Terra.


Que haja gloria e louvores nos domínios dos anjos e onde meus pés andem.


Que assim seja



(Faça essa oração com uma vela branca acesa, um copo de água e uma flor branca. Tome a água ao final da oração. Fazer por 21 dias)


_________________________________________________________________________________________


BARALHO CIGANO E OS AXÉS DOS ORIXÁS


Esta junção de axé dos Orixás dentro das Cartas Ciganas, somente acontece aqui no Brasil, pela vivência dos Ciganos com os Africanos, esta convivência só nos beneficiou.



No século XVI esta convivência começa na Bahia com a vinda dos Ciganos deportados, e dos Africanos escravos, o sofrimento, as magias e os 4 elementos os uniram, e desta convivência, as conversas e as tarde de domingos propiciaram para que as Ciganas com as suas Cartas e as Africanas com os Búzios, trocassem os seus conhecimentos.



Em nenhum momento as Ciganas usam as suas cartas para mostrar o Orixá regente do consulente, mas para mostrar a atuação do verbo junto à mensagem das Cartas, desta convivência de momentos de tanto sofrimento, estas ciganas e africanas mostram a união e juntas conseguiram guardar e manter os seus costumes.



Desta união nasce o Axé dos Orixás nas Cartas Ciganas, a junção dos verbos dos Orixás junto com a mensagem das Cartas Ciganas, este fato só enriquece as nossas leituras. Heranças deixadas por nossas ancestrais, eu não tenho duvidas que nas nossas veias correm rosas vermelhas, e nosso coração bate como um atabaque.



AXÉ DOS ORIXÁS NAS CARTAS CIGANAS


Carta 1 - Cavaleiro / Orixá-Exu / Verbo - Agir

Carta 3 -Navio / Orixá -Yemanjá / Verbo - Gerar

Carta 5 - Árvore / Orixá - Oxóssi / Verbo - Prosperar

Carta 6 - Nuvens / Orixá - Yansã / Verbo - Direcionar

Carta 7 - Cobra / Orixá - Oxumaré / Verbo - Diluir

Carta 8 - Caixão / Orixá - Omulu / Verbo - Transformar

Carta 9 - Ramalhete / Orixá - Nana / Verbo - Renovar

Carta 10 - Foice / Orixá - Obaluayê / Verbo - Curar

Carta 13 - Criança / Orixá ibejis / Verbo - Alegrar

Carta 20 - Jardim / Orixá Ossaim / Verbo - Colher

Carta 21 - Montanha / Orixá Xangô / Verbo Equilibrar

Carta 22 - Caminhos / Orixá Ogum / Verbo Abrir

Carta 30 - Lírios / Orixá Oxum / Verbo Amar

Carta 31 - Sol / Orixá Oxalá / Verbo Crescer


Axé, Optchá, Arriba Povo Cigano.


Profª Rose de Souza

__________________________________________________________________________________


O Petit Lenormand como Terapia


As cartas refletem o interior da pessoa, o seu estado vibracional e as tendências energéticas naquele momento. Através delas, podemos ver tanto os significados visíveis quanto os ocultos de nossas vidas.



O verdadeiro objetivo de uma leitura de cartas é sempre é a auto transformação. As cartas inspiram significados que nos orientam a este respeito, sugerindo reflexões e atitudes que incentivem o bem estar e estimulem o nosso progresso pessoal. Nos permitem identificar o que nos causa dor e atrasos e nos indicam opções para superá-los, assim como indicam situações, momentos e fatos que nos estimulam segurança e bem estar.



Através das imagens contidas nas cartas, e seu uso de acordo com nossa própria energia, projetada nelas naquele momento, podemos distinguir o que está acontecendo dentro e em torno de nós. Nos revelam nossas necessidades, nossos desejos e nossos medos ocultos. Nos ajudam a saber o que está acontecendo em nosso subconsciente e inconsciente, e então conhecer-nos melhor.



A abordagem terapêutica do Petit Lenormand o utiliza como guia de autoconhecimento, assim como um estímulo para o nosso subconsciente na realização das mudanças de desenvolvimento destinadas a neutralizar os padrões negativos de comportamento e também, crenças limitantes e castradoras alimentadas no curso desta experiência de vida.



O subconsciente fala em imagens. As Imagens das cartas e seus símbolos estabelecem uma ponte entre a mente consciente e inconsciente. Isso facilita o uso terapêutico das cartas, por serem também baseadas em imagens, cujas referências estão justamente na mesma área do cérebro, o que Carl Jung chamou de inconsciente coletivo.



Algumas vezes, em sonhos, os lados claros e escuros de nossa psique se manifestam em toda a sua magnitude e, por vezes, não nos reconhecemos neles. O Petit Lenormand, com sua linguagem simbólica, mostra-nos o que devemos reconhecer e esperamos resolver, assim como o que nos faz bem e devemos manter, utilizando-se desta mesma linguagem, no entanto, associada a símbolos cuja interpretação é mais acessível e menos confusa do que os símbolos mostrados em sonhos (uma vez que sua interpretação nem sempre está clara, naquele momento).



De acordo com Jung, o símbolo não esconde, mas ensina. Assim, uma palavra (ou imagem) é simbólica quando significa algo além do que seu significado evidente e imediato, portanto, tem um aspecto inconsciente que nunca é precisamente definido ou plenamente explicado ...



Através de um trabalho personalizado e continuado com a interpretação das cartas do Petit Lenormand, trazemos à tona pensamentos articulados através desta linguagem interior e nem sempre articulada e contextualizada, mas passível de interpretação.



A partir daí, trilhamos um caminho rumo à conexão com a nossa psique, nosso guia espiritual ou mestre interior através da meditação sobre as cartas do Petit Lenormand.



Seu uso terapêutico, portanto, trata-se da estimulação da mente através de um processo simbólico e energético, possibilitando impressões e sentimentos que serão essenciais para uma análise aprofundada, capaz de desvendar facetas de personalidade, revelar impulsos de alma e trazer à superfície reais desejos, anseios - assim como também áreas menos positivas e que devem ser trabalhadas. Neste momento entra em foco o aconselhamento metafísico e recursos como o auxílio de plantas (na forma de alimentos, aromas, óleos, banhos, contemplação e cultivo), de maneira a alcançar um estado de paz e alegria, fundamentais para o desenvolvimento físico e espiritual durante esta experiência de vida.


CAMINHO DE EVOLUÇÃO COM AS CARTAS CIGANAS


As Cartas Ciganas, não ditam o seu Destino, mas esclarecem os pontos a serem trabalhados e assimilados, nos trazem o caminho de evolução, através das mensagens, nos ensinam a ver o caminho de uma forma diferente, nos auxiliam a enxergamos os nossos Bloqueios, e se seguirmos as mensagens com certeza veremos a Beleza das Cartas Ciganas e o nosso novo caminho.



Vamos começar a nossa vivência com as Cartas Ciganas


A primeira carta a do Cavaleiro nos traz sempre a mensagem que devemos agir, para que o que desejamos venha para nossa vida, mas para ser um cavaleiro, há um caminho a ser percorrido, uma preparação, nós temos que nos preparar na nossa vida buscarmos o conhecimento é através deste que iremos agir na nossa vida com segurança e sermos uma irmã que atraímos o que desejamos. Se não buscarmos o conhecimento nesta preparação vamos nos deparar com a carta das Pedras, esta carta traz a seguinte mensagem, que há pedras no nosso caminho que podem nos atrapalhar, mas são de fácil superação, e estas pedras que tem no nosso caminho, são as pedras das inseguranças, e medos que temos, muitas vezes somos nós que colocamos, e se buscarmos o conhecimento iremos superar estas dificuldades passageiras. Mas não podemos esquecer que estamos em uma jornada da vida e entramos na carta do Navio, esta carta traz a mensagem que o que desejamos esta sendo gerado e que por este motivo demora um pouco mais para chegar em nossas vidas. Não podemos esquecer que dos meios de transporte que temos o navio é o mais lento e o que transporta a maior quantidade de coisas, mas para o navio ir de um porto a outro, atravessar o oceano precisa-se de um planejamento. Aprendemos a seguinte lição que sempre na nossa vida precisamos de planejamento para nos prepararmos e superarmos as dificuldades, para assim irmos de um porto a outro na nossa vida. O que faz a diferença em nossas vidas são as nossas bases, e esta nos leva a carta da Árvore, esta carta traz a mensagem que temos bases e raízes (conhecimento), para prosperarmos, mas muitas vezes nos deparamos com as pedras e não conseguimos gerar o que desejamos, mas isso se deve ao fato de não estarmos usando dos conhecimentos adquiridos nas nossas bases e origens, mas se fazermos as podas as correções iremos prosperar, então temos que fazer as correções, porque muitas vezes não estamos vendo o caminho com clareza e isso nos leva a carta das Nuvens, e esta é a mensagens da carta das nuvens, não estamos vendo o caminho com clareza, mas vamos refletir às vezes é melhor fazermos uma pausa, fazermos as podas que precisamos para gerar o que desejamos e planejarmos melhor, porque com o melhor planejamento e novamente usando dos conhecimentos iremos ver a direção certa a seguir. Mas antes de seguir a jornada material, as cartas também nos aconselham a corrigir o nosso emocional, e a carta da Cobra, nos traz a mensagem, que devemos ser flexíveis, e nos adaptarmos a situações que ocorrem em nossas vidas, estes fatos ocorridos em nossas vidas podem deixar mágoas e tristezas, mas é preciso diluir, permitirmos à renovação a cobra troca de pele, e pensarmos antes falar, evitaremos magoas e problemas de comunicação, e se agirmos com cautela vamos sim findar um ciclo e iniciarmos outro, começamos a vivenciar a carta do Caixão, esta carta traz esta mensagem, fim de um ciclo é inicio de outro, mas este novo inicio com mudanças que se fizermos estas mudanças até agora colocas pelo caminho das Cartas Ciganas, vamos vivenciar a carta do Ramalhete, esta carta nos traz a mensagem que busquemos a renovação interna para encontrarmos a felicidade externa, mas se escolhermos ou ficarmos na inércia a vida faz os cortes, e começamos a vivenciar a carta da Foice, esta carta nos traz esta mensagem dura, faça neste momentos os cortes necessários em sua vida, você tem a escolha, caso você não faça a vida fará, e a vida não vai te perguntar o que você deseja que seja cortado, ela faz os cortes que muitas vezes são bem dolorosos, mas ainda tem um consolo, esta carta te diz que estes cortes te trarão curas e sabemos que muitas vezes o remédio é amargo, por isso, não tente ludibriar a vida, mas haja com jeito, esta é a mensagem da carta do Chicote, haja com jeito nas suas atitudes e na sua vida, não imponha as coisas, esta carta não cabe o tem que ser do meu jeito e sim, gostaria e o poderia ser desta forma, para que sempre tenha conciliação e liberdade porque a carta dos Pássaros, traz esta mensagem, podemos estar lado a lado, mas sem amarras, sem compromissos, mas com liberdade, por isso agir com jeito e sabedoria na sua vida ter cuidado com o que fala, para não gerar magoas e tristeza, estes aconselhamentos anteriores nos preparam para evitarmos atitudes imaturas, iniciamos a carta das Crianças, esta carta nos mostra também o lado inocente das crianças, com certeza, pede para que sejamos sempre alegres em nossas vidas e que não esqueçamos que temos a nossa criança interior, mas como pessoas temos que nos lembramos e pensarmos em nossas atitudes, porque toda a ação gera uma reação, e atitudes imaturas podem levar a ciladas que geramos, e começamos a vivenciar a carta da Raposa, que nos ensina a sermos astutos, espertos, gerarmos a esperarmos o que desejamos, porque a raposa ele observa e espera o momento certo para conseguir o objetivo dela, por isso temos que usar de toda a nossa força de realização, entramos na carta do Urso, o urso não é só amigos falsos, e muito mais que isso, estamos na carta 15, observe a quantidade de conhecimentos que temos, por isso usar de toda a nossa força de realização é usar de todos os conhecimentos ate aqui adquiridos nesta jornada, para assim começarmos a vivenciar a carta da Estrela, se colocarmos em pratica os conhecimentos até aqui adquiridos nossa estrela brilha e é claro que virão as novidades na nossa vida a carta da Cegonha, boas novidades e também amigos fieis, companheiros fieis, começamos a vivenciar a carta do Cão, mas só seremos ímãs atiradores destas novidades, amigos e companheiros fieis, se formos fieis conosco, fieis com a nossa verdade, por que se precisarmos, é melhor começar o caminho novamente do que entramos na vivência da carta da Torre, esta carta traz a mensagem que devemos reconstruir as nossas bases, não podemos ficar fechados dentro de nós, devemos nos abrir também para a nossa espiritualidade, porque o que plantarmos, iremos colher, esta é a vivência da carta do Jardim, somos responsáveis pelo que plantamos em nossas vidas, por que colheita será obrigatória, e a próxima carta nos ensina a mantermos os equilíbrio, a carta da Montanha, a mensagem desta é que devemos manter os equilíbrios físicos, emocionais, financeiros e espirituais, lembre-se que já estamos na carta 21, já temos uma bagagem de conhecimentos que se colocados em pratica, caminharemos, porque a mensagem da próxima carta Caminhos, nos diz, todos os seus caminhos estão abertos, porque você não caminha? Então vivencie as cartas anteriores, mantenha os equilíbrios, faça as escolhas do que você deseja para colher o que quer, não entre em introspecção, busque a companhia dos seus amigos fieis, veja as novidades, deixe a sua estrela brilha, mas use de toda a sua força de realização, para assim superar a próxima carta o Rato, esta carta traz a seguinte mensagem, evite, stress, desgaste e percas, mas para se evitar é preciso manter os equilíbrios, fazer as escolhas e use de todos os seus conhecimentos, e novamente as cartas perguntam como esta o seu emocional, porque na carta da Cobra, dever ia-se ter diluídos magoas e tristezas e permitir a renovação, porque agora as cartas te cobram, você permitiu esta renovação, porque vamos iniciar a vivência da carta do Coração, por isso que nesta carta não vemos o amor o verdadeiro, só podemos compartilhar os sentimentos quando temos 1º por nós mesmos, para depois compartilhar com o outro, senão diluirmos magoas e tristezas anteriores, teremos problemas em nos mantermos o equilíbrio emocional, podemos cometer erros de posse, e trazer desequilíbrio para a outra parte, por isso a correção é tão importante, iremos vivenciar a carta das Alianças, e esta carta traz a mensagem que as alianças são sérias, duradouras, por isso se fizermos as vivências será muito fácil compartilhar as alianças sérias, porque teremos equilíbrio para mantermos, e seguimos em frente em busca de novos conhecimentos novos segredos, a carta do Livro, esta carta traz esta mensagem que segredos, contratos e novos papéis virão para nossa vida e será muito bom, porque somarão na nossa jornada e teremos noticias rápidas chegando para nós a Carta das Noticias, nos diz que noticias chegam muito rápido em nossas vidas, mas na verdade quem esta chegando trazendo as suas vivências e os seus conhecimentos para somar na nossa vida são o Companheiro (Cigano) e a Companheira (Cigana),estes amigos verdadeiros que trazem os seus conhecimentos as suas vivências para termos paz e conciliação a carta dos Lírios, mas é nesta carta que vivenciamos o amor verdadeiro porque dentro de nós há paz e conciliação, já percorremos ¾ da jornada, estamos quase no final, e vamos ao encontro da carta do Sol, sempre desejamos que o sol brilhe nas nossa vidas para crescermos, já sabemos, fazer as escolhas para plantarmos o que desejamos e colhermos o que queremos, sabemos usar da nossa força de realização, a vida pulsa dentro de nós, agora é a hora de vivenciarmos o oculto, o misterioso, a carta da Lua, que nos ensina a ouvirmos a nossa intuição, a termos a certeza que tudo na nossa vida é passageiro uma fase, e que nada é para sempre, continuando a jornada as cartas nos ensina a Chave, esta na sua mão, é sempre você que abrirá ou fechará a sua porta, mas com quase todo o caminho percorrido e claro que você abrirá a sua porta porque merecemos a abundância na nossa vida a carta dos Peixes, traz o prêmio merecido pelo caminho percorrido, mas espere ainda tem 2 cartas que te trazem a seguinte mensagem, busque a segurança nos seus caminhos, mas jamais fique estagnado esta é a mensagem da Âncora, e continue persistindo nos seus objetivos, se precisar, volte refaça o caminho, veja aonde errou e acerte, o importante e continuar, porque você encontrará a carta da Cruz que te dá a Vitória.



FONTE DE CONSULTA:


(Texto extraído da página Sensorial).


Prof.ª Rose de Souza

_______________________________________________________________________________


MULHER CIGANA


Enquanto o homem representa o esteio e o braço forte da família, a mulher significa o lado terno e de proteção espiritual dos lares ciganos. Ela quem desempenha um dos papéis mais importantes na estrutura da família, o de mãe. Cabe as mulheres desde cedo cuidarem das tarefas do lar, tornando-o o mais aconchegante e confortável possível, seja o lar paterno, seja o seu próprio com o marido.



As meninas ficam sempre ao redor da mãe auxiliando nos trabalhos de casa, ajudando a cuidar dos irmãos menores e aprendendo as tradições e costumes como execução da dança, a leitura das cartas e das mãos, a realização dos rituais e cerimônia, os preceitos religiosos. A mulher cigana tem seu lado feminino marcadamente atraente, colorido e sensual.



Aliás, quando pensamos em ciganos, a primeira imagem que nos vem à mente é a destas mulheres vestidas com roupas longas e cheias de cor, de cabelos escuros apanhados por lenços coloridos, muitas joias ao redor do pescoço, dos punhos e argolas de ouro penduradas nas orelhas. A mulher cigana deve saber cozinhar, cuidar da casa, dançar, dirigir as cerimônias e rituais e saber ler a sorte. Ela deve ser de preferência bonita, ter encantos e ser dotada de atrativos.



Caso ela não reúna estes elementos terá pouco valor e talvez somente case se houver algum tipo de conveniência para o pai do noivo, como ter um pai influente, rico ou com poder de liderança. A cigana se casa muito jovem, geralmente ao redor dos quinze anos e deve ser virgem, condição - aliás, considerada fundamental para o matrimônio.



A virgindade será avaliada pelas mulheres mais velhas, pela mãe do noivo e pela e pela matriarca do clã no dia do casamento, sendo a mãe da noiva festivamente cumprimentada caso a filha seja virgem como pede a tradição. Se a jovem, o que é muito caro, já tiver tido experiência sexual e não for virgem, será severamente castigada, o casamento desfeito e deverá haver reparação aos pais do noivo.



Em razão de tão sérias consequências as jovens ciganas se guardam de qualquer contato físico, não permitindo que um jovem ou um homem lhes encoste sequer a mão. As mulheres casadas também são muito pudicas, não dando liberdade para que qualquer homem as toque ou faça qualquer demonstração de afeto físico. Até mesmo com seus maridos elas são bastante recatadas, em especial em público, pois, os ciganos temem os falatórios maldosos, as más línguas.



Apesar destas atitudes cautelosas tanto as jovens como as mulheres casadas são muito faceiras, insinuantes e provocantes, em particular quando dançam. Elas usam a dança como instrumento de sedução, além da função da dança propriamente dita, ou seja, diversão, demonstração de alegria e parte obrigatória das festividades.



Festa de ciganos sem música e dança não é festa, e eles são muito festeiros, não perdendo nenhuma oportunidade de tocar seus violões, acordeons, violinos, cantar e dançar entusiasmadamente agitando pandeiros e batendo palmas, que acreditam ser uma forma de espantar a negatividade, abrindo espaço para a positividade.



HIERARQUIA NAS TSARAS GITANES


A estrutura espiritual vem através de confirmações hierárquicas, e os cargos são: Melichs, Kalinata / Ratói, Manouche / Puri Day / Shuvani, Barô / Bába. Seguindo as classificações que os rons utilizam para nomear os grupos, também utilizamos nomes em romani para poder definir missões espirituais.



O primeiro cargo pode ser realizado em qualquer idade e por ambos os sexos, mesmo que a pessoa tenha sido iniciada no Khértia Drom ou não e esteja nos últimos cargos a serem realizados.



Geralmente, os ciganos, são iniciados aos sete anos, quando após saber a que elemento pertencemos e se temos missão mediúnica. Mesmo tão cedo, os ciganinhos já presentes ao trabalho espiritual, realizam o trabalho de auxiliar e trazer os recados dos espíritos quando estes estão incorporados, traduzindo o que eles falam, servindo os chás, vinhos, cigarros.



É o trabalho mais sublime, sem o qual não se faz culto. O melich (que em romanes quer dizer ajudante ou auxiliar), serve tanto para a ciganinha quanto para o ciganinho. Eles são responsáveis pelo cuidado das ofisas, mesas, tchaios e aparatos mediúnicos em geral.



O segundo cargo deve ser dado após o fim do Khértia Drom e pode se estender durante ate 30 anos do servir, embora muitos, aos 20 anos, já se mobilizem e trabalhem dentro dos cargos superiores, mas sem voto dentro dos acampamentos, sempre só utilizando a dar conselhos.



Ambos podem ministrar o Khértia Drom. Dependendo da pessoa e do trabalho que ela exerça tanto espiritual quanto de ramasordé, é o cargo que a maioria dos ciganos ficam a vida inteira e quando mudam de função acabam não largando as tarefas, visto que estão tão acostumados que já fazem naturalmente.



A Kalinata (mulher) ou Ratói (homem) tem as mesmas funções que é cuidar para que tudo aconteça dentro do trabalho espiritual ou de kumpania. Verificam a segurança do acampamento, ou tsara espiritual, cuidam dos que guardam (espíritos), de todos os aparatos, dão ordens aos Melichs, são os olhos e ouvidos dos Barôs e Bábas.



São os mais cobrados, tanto espiritualmente quanto nos seus acampamentos de origem. Um Barô ou Bába, se verem algo errado chamarão um deles e os encarrega de resolver o problema. As Vourdakies devem ser realizadas por Kalinatas e Ratóis, que devem conhecer seus fundamentos profundamente. Dificilmente durante o exercer deste cargo se opõem ou desobedecem as ordens dadas.



A Kalinata (que em romanes quer dizer “Operaria”) é uma mulher que quando exerce seus conhecimentos com padrão de comportamento impecável, é pessoa muito considerada, e tem autoridade para chegar ate o Barô sem marcar, independente de ela ser mãe ou não, que é uma coisa que da autoridade a mulher.



Embora ainda sem voto, são ouvidas porque estão dentro da kumpania ouvindo a todos. O Ratói (que em romanes que dizer “Sabedor”) é o homem que decide junto da kalinata tendo as mesmas atribuições. Astralmente e fisicamente é o homem que coloca verdadeiramente as mãos para resolver o que deve ser feito. Dentro das Tsaras fisicamente, dentro do mundo encarnado que temos, dentro do mundo espiritual também. Independente dele ter constituído matrimonio ou não.



As fogueiras são tarefas exclusivas dos Ratóis, tanto a arrumação, quanto acendimento e definição do que fazer com as cinzas, que geralmente são entregues as Kalinatas. Após 20 anos ativos e com autorização pedida e dada, ou 30 anos ativos sem pedidos de autorização, tanto a Kalinata quanto o Ratói podem passar pelos ritos de Roti Diena e serem chancelados por um Barô ou Bába, para ter outras atribuições.



A mulher Kalinata terá um grau nesta estrutura diferente do homem. Depois do Roti Diena, conforme o clã e origem, ela receberá a função de Manouch (que em romanes é nome de clã e quer dizer feiticeira), Puri Day (que em romanes quer dizer matriarca, sua palavra é chanceladora, principalmente na magia), Shuvani (que em romanes quer dizer sacerdotisa, que trabalha na Ramasordé).



Elas podem ter descendência de qualquer linhagem de clã. O Clã, tanto de origem encarnada como espiritual, será considerado, dado o nome a ser definido pelos espíritos. Todas terão a mesma atribuição, orientar as kalinatas, Ratóis e Melichs. Exercer voto, direito a palavra, a ramasordé, e a se casar sem autorização do Clã, assim como ministrar o Roti Diena.



O homem não passa por este estagio intermediário, ele é logo chancelado Barô. Por isso, os ritos são diferenciados e separados. Apenas em toda a estrutura encarnada, um clã dispensa estes ritos, que são os Kalons Latatchos, que são tidos nos clãs astrais, como prontos para o trabalho espiritual. Após 15 anos as Manouchs, Puri Day e Shuvanis, podem ser indicadas para ocupar o cargo de Bába.



A Bába, que tem tanto poder quanto o Barô, embora necessite da concordância dele para casos mais graves, tem poder de autorizar, mandar, esclarecer, definir e outras atribuições, somente sendo exclusa do Kris Romani, onde somente homens podem estar.



Em casos específicos, de natureza extrema, devido as precisões, as idades podem ser diminuídas, se não tiver mais ninguém para ocupar o cargo. A idade para nós é algo muito importante, já que com a vivência se ganha maturidade. Os dirigentes, independente do sexo, serão chamados de Jutsi (que em romanes quer dizer “soldado”).



Ramona Torres (Kallin e Lilieskina)


Membro do Centro de Defesa da Cultura Cigana de Portugal, da Sociedade dos Clãs de Magia e Cultura Kalon Evoriana e do Círculo de Escritores Ciganos da Ramasordé Romani.


http://www.ramonatorres.blogspot.com/


________________________________________________________________________


Entidades Ciganas,Elementos e Consultas



A utilização dos elementos de trabalho, dependem das normasa Casa.


E cada entidade tem sua preferência por um ou outro elemento. Muitos trabalham apenas com o mínimo necessário, como vela, copo com água, incenso e 1 cristal.


Mesmo porque a condição financeira do médium é determinante no uso dos materiais.


Outras variantes são o tipo de trabalho da entidade e o conceito do médium à respeito do uso dos elementos.


Existem médiuns que exageram e levam muito mais que a entidade solicita.


E também ocorre o inverso, médiuns desatentos que esquecem de levar os elementos de trabalho das entidades.



Alguns Elementos Usados pelas Entidades



Toalha ou lenços de cetim


Almofadas (raro)


Velas de diversas cores e formatos, exceto pretas e pretas e vermelhas (comum)


Fitas coloridas (comum)


Ponteira (comum)


Incensos de diversos aromas (comum)


Frutas (especialmente uvas e as maçãs) (comum)


Frutas secas e cristalizadas, especiarias ( cravo,


canela, cominho, páprica, açafrão, coentro, louro) (raro)


Rosas de diversas cores, ou flores do campo (comum)


Ervas frescas, como arruda, alecrim e guiné (comum)


Ervas secas aromáticas (raro)


Ervas medicinais (raro, exceto os curadores do Oriente)


Mel (comum)


Água filtrada ou água mineral (comum)


Água preparada previamente, energizada com cristais, luz solar, lunar, cromoterapia ou radiestesia (muito raro)


Água do mar, água de cachoeiras, água da chuva,


água de rio (cada uma tem uma vibração específica) (muito raro)


Sal grosso açúcar mascavo ou cristal


Cristais ( quartzo branco, ametista, quartzo rosa, turmalina, olho de tigre, ágata, água marinha, esmeralda bruta de baixo valor,ônix, entre outros) (comum)


Vinho (se os dirigentes permitirem)


Chá de frutas (muito comum), especialmente os de flores e frutas diversas.


Taças de vidro ou estanho


Moedas de uso corrente (muito comum) ainda que de


baixo valor


Talismãs (raro)


Utensilios de cobre ou latão


Punhal (embora muito típico do povo cigano)


Baralho cigano


Baralho comum


Tarô


Runas


Aromaterapia: perfumes, óleos essências (raro)


Elementos específicos, que a entidade solicita ao médium.


Em alguns casos, como os de Linha de Cura do Oriente, usam ainda Pêndulos (instrumento de radiestesia)


Aura meter (instrumento de radiestesia)


Cromoterapia: através de canetas de cromoterapia ou lâmpas coloridas.


A questão da tábua, pemba e ponto riscado, é polêmica.


Existem Casas, onde os Ciganos não firmam o ponto, do modo convencional (raro) e outras em, que as entidades firmam seu ponto (comum)


Outra questão delicada, é a de usar ou não saias coloridas, batas, lenços, echarpes, xales, etc.


Na maioria das Casas, os médiuns permanecem com suas roupas de trabalho convencionais e apenas usam alguns adereços, como lenços e pulseiras, ou nem isso.


Existem Terreiros que não aceitam por acreditarem que as entidades não precisam disso e que pode levar o médium ao animismo. Outros pensam ao contrário, que a paramentação cigana,


facilita a concentração do médiuns e outros argumentam que a diferença de condições financeiras dos médiuns, vai causar um clima desagradável, destacando exageradamente uns e fazendo com que outros sintam-se inferiores.


Enfim, como quase tudo na Umbanda, gera discrepância, divide opiniões e causa dissidências, cada Terreiro é um Universo em si mesmo, com sua autonomia sobre estatuto e preceitos.


As consultas dentro do Terreiro, obedecem padrões e preceitos da Casa, na grande maioria dos casos, não são cobradas.


As consultas realizadas por médiuns em suas casas ou espaços próprios, normalmente são cobradas, o pensamento é o mesmo: existem tanto médiuns, quanto entidades que são rigorosamente contra e outros que optaram por dedicação exclusiva, cobram.


Os valores variam muito, desde simbólicos à astrônomicos.


As entidades ciganas realizam muitas consultas com aconselhamentos ou trabalhos, para amor, prosperidade e saúde, entre outros.



Cartas Ciganas


Pai Juruá


____________________________________________________________________________________


« O PERDÃO É A VINGANÇA


DAS PESSOAS BOAS »



Talvez isso não seja efetivamente verdade, mas você já pensou em perdoar de uma vez por todas as pessoas que a magoaram? E já pensou em perdoar-se a si mesma, se acredita que em determinada altura não terá agido da melhor forma?



Perdoar é a única maneira de transformar as nossas emoções negativas em positivas para seguir em frente depois de um conflito. Essa força, ainda que seja muito difícil de aceitar é: perdoar. Sem o perdão, no final da Segunda Guerra Mundial, o que teria acontecido aos países vencidos? E aos vencedores?



Todas as tradições espirituais nos falam do perdão para fechar qualquer ferida, seja qual for o sofrimento que nos tenha sido infligido. Já do ponto de vista medicinal, se você se deixar levar pela ira, você estará a castigar o seu corpo com a subida da tensão arterial e da frequência cardíaca. Fisicamente, você fere-se a si mesma! Está provado que tanto a tensão arterial como a frequência cardíaca diminuem de imediato quando perdoamos. E o sofrimento moral?



Se você fosse uma dessas pessoas rancorosas e que só pensasse nas ofensas que os outros lhe tivessem infligido, você estaria mais suscetível a sofrer transtornos de origem nervosa, tais como dores de cabeça, tensão muscular e muitas outras coisas. Nesse caso, você deveria perceber que a principal vítima do peso da sua ira e do se desejo de vingança seria você mesma, e faria tudo o que estivesse ao seu alcance para eliminar essas emoções negativas.



Se você perdoar o que lhe fizeram, vai fechar uma ferida que, de outra forma iria infetar, e a dor ficaria implantada na sua vida. Estar cego pela raiva e guardar rancor é como manter na mão um pedaço de carvão incandescente com a intenção de atirá-lo a alguém. No final, quem se queima, é você.



Para converter os danos que lhe foram causados, num verdadeiro perdão que a liberte, e para que as feridas que lhe foram infligidas cicatrizem e se transformem numa compreensão que lhe permita retomar o seu caminho com um esquecimento rápido:



• Em primeiro lugar, você deve reconhecer a ferida e as emoções negativas que se se expressaram como a ira, a vergonha ou o desejo de vingança.



• Em seguida, você deve compreender o mau comportamento da pessoa que a magoou. Talvez se trate de alguém emocional e exageradamente vulnerável, e que age na defensiva ou que tenha uma visão deformada da realidade.



• A próxima etapa que você deve alcançar é esquecer a ofensa, por mais grave que seja, através do perdão.



• E finalmente, prevenir futuras feridas, evitando aquelas pessoas que, mesmo de forma involuntária, possam agir da mesma maneira, causando-lhe danos.



Para desativar as emoções negativas, como a ira, a raiva e o ressentimento, quando elas aparecem, e de forma a que possam transformar-se em perdão, você pode aplicar as seguintes estratégias psicológicas:



• Relativizar as causas através do humor e do distanciamento. Pergunte-se: será que isso terá importância daqui a um ano? Se a resposta for não, você dar-se-á conta que se trata de algo que não vale a pena recordar.



• Evite entrar no círculo vicioso das emoções negativas, se isso recomeçar uma e outra vez. Se você se aperceber de uma repetição sistemática, afaste-se com determinação do foco de atenção do conflito e ocupe-se com outra coisa qualquer!



• Uma boa ideia é ler um bom livro que lhe interesse, ir ao cinema assistir um filme (também pode fazê-lo em casa), passear ou conversar descontraidamente com um amigo que tenha uma atitude positiva e, sobretudo, otimista.



• O essencial é que você se separe do seu passado, porque reviver os acontecimentos negativos, para além de impedir que a ferida cicatrize, vai também impedi-la de aproveitar plenamente o presente.



Para esquecer eficazmente seja qual for à situação que lhe tenha provocado sofrimento, ou que ainda provoque, existe um sistema infalível, se for implementado da forma correta:



"Num ambiente de calma absoluta, estenda-se na cama ou num sofá. Relaxe e, com os olhos fechados, visualize na sua mente tudo o que lhe tenha causado dano e sofrimento. Meta tudo dentro de um saco e feche-o. Depois, sempre mentalmente, vá até uma ponte sobre um rio.


Lá em baixo, a água corre sem parar. Pegue no saco e atire-o ao rio. Fique alguns instantes a olhar para o saco que se afasta, levado pela corrente... Respire profundamente e diga de forma calma e pausada: “Adoto o princípio da energia vital e perdoo aos meus inimigos.” Em seguida, abra lentamente os olhos, e sinta todo o peso que até aí acumulava, sair-lhe dos ombros. Finalmente, você sente-se livre!”



E assim, você, voltará a ser você mesma.


Além disso, quando for você que tiver de se desculpar, não se esqueça de que pedir perdão não é a mesma coisa que se desculpar, porque desculpar-se é escusar as razões pelas quais você agiu. Pedir perdão é assumir a totalidade, e sentir todo o mal que poderia causar aos outros.



E para aceitar o perdão dos outros, você deve estar consciente da imperfeição humana que todos temos, e ser capaz de virar a página.


Seu amigo e conselheiro para a felicidade, é o Perdão.



Ajudemos a encontramos o Autor


Obrigado!


__________________________________________________________________________________


AS 10 LEIS PARA SER FELIZ


AUGUSTO CURY



Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.



Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.


Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.



É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis dentro da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”.


É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.



O QUE É SER FELIZ?


A vida é uma grande universidade, mas pouco ensina a quem não sabe ser um aluno... Ser feliz não é ter uma vida isenta de perdas e frustrações. É ser alegre, mesmo se vier a chorar. É viver intensamente, mesmo no leito de um hospital. É nunca deixar de sonhar, mesmo se tiver pesadelos. É dialogar consigo mesmo, ainda que a solidão o cerque.



É ser sempre jovem, mesmo se os cabelos embranquecerem. É contar histórias para os filhos, mesmo se o tempo for escasso. É amar os pais, mesmo se eles não o compreenderem. É agradecer muito, mesmo se as coisas derem errado. É transformar os erros em lições de vida.



Ser feliz é sentir o sabor da água, a brisa no rosto, o cheiro da terra molhada. É extrair das pequenas coisas grandes emoções. É encontrar todos os dias motivos para sorrir, mesmo se não existirem grandes fatos. É rir de suas próprias tolices.



É não desistir de quem se ama, mesmo se houver decepções. É ter amigos para repartir as lágrimas e dividir as alegrias. É ser um amigo do dia e um amante do sono. É agradecer a Deus pelo espetáculo da vida... Quem conquista uma vida feliz? Será que são as pessoas mais ricas do mundo, os políticos mais poderosos e os intelectuais mais brilhantes?



Não! São os que alcançam qualidade de vida no palco de sua alma. Os que se libertam do cárcere do medo. Os que superam a ansiedade vencem o mau humor, transcendem os seus traumas. São os que aprendem a velejar nas águas da emoção.


Você sabe velejar nessas águas ou vive afundando? Os nossos maiores problemas não estão nos obstáculos do caminho, mas na escolha da direção errada...



O DINHEIRO E A FELICIDADE


O dinheiro pode nos dar conforto e segurança, mas ele não compra uma vida feliz. O dinheiro compra a cama, mas não o descanso. Compra bajuladores, mas não amigos. Compra presentes para uma mulher, mas não o seu amor.



Compra o bilhete da festa, mas não a alegria. Paga a mensalidade da escola, mas não produz a arte de pensar. Você precisa conquistar aquilo que o dinheiro não compra. Caso contrário, será um miserável, ainda que seja um milionário.



A FAMA E A FELICIDADE


O sucesso no trabalho, na escola, na realização das metas é fundamental para a qualidade de vida. Mas a fama que acompanha o sucesso não produz a felicidade! A fama produz aplausos, mas não a alegria. Produz o assédio, mas não elimina a solidão.



A fama pode se tornar uma armadilha para uma vida feliz, pois evapora a simplicidade, esmaga a sensibilidade, invade a privacidade. Há muitos famosos tristes e deprimidos. Lute pelo sucesso e não pela fama. Se a fama vier, dê pouca importância a ela.



A CULTURA ACADÊMICA E A FELICIDADE


A cultura acadêmica nutre a inteligência, mas não é o alicerce de uma vida feliz. O aluno sai da escola conhecendo o mundo exterior, mas desconhecendo o anfiteatro de sua mente.



Ele sabe discursar sobre o mundo físico, mas não sabe falar de si mesmo. É um gigante na ciência, mas um frágil menino diante de suas perdas e desafios. O mundo acadêmico está em crise. Ele dá diplomas, mas não prepara os jovens para a escola da vida. Você está preparado apenas para as vitórias ou também para as derrotas?



O PODER E A FELICIDADE


O homem sempre amou o poder, mas poder não produz uma vida feliz. Uma pessoa pode dirigir uma nação ou uma grande empresa com habilidade, mas pode não ter nenhuma competência para governar sua emoção.



Hitler queria dominar o mundo porque nunca dominou seu próprio mundo. Mesmo quem conquista o poder político pela via democrática pode ser um péssimo líder de si mesmo. O seu maior desafio na vida não é liderar a Terra, mas seu próprio ser.



O TRABALHO E A FELICIDADE


Trabalhar com alegria, dedicação e criatividade é um bálsamo para a vida. Mas devemos trabalhar para viver e não viver para trabalhar. Algumas pessoas são workaholic, viciadas em trabalhar. Sonham, almoçam e respiram trabalho.



Elas têm tempo para tudo, menos para si mesmas. Não admitem a falência da empresa, mas pouco se importam com a falência de suas vidas. Livre-se de ser um viciado em trabalho! A não ser que queira ser o mais competente do cemitério!



A SEGURANÇA E A FELICIDADE


Muitos fazem seguro da casa e do carro. Eles se protegem contra assaltos e acidentes, mas se esquecem de proteger sua emoção contra o estresse e os problemas da vida.



Que contraste! Por isso, qualquer coisa assalta-lhes a tranqüilidade... Você percebe o quanto seus problemas roubam sua alegria e paciência? Sem proteger a emoção, alcançar uma vida feliz é uma ilusão.



O PADRÃO DE QUALIDADE DE VIDA


Quem é exigente com a qualidade dos produtos, mas não com a sua qualidade de vida, trai a sua própria felicidade...



PARADOXOS DO MUNDO MODERNO


Nunca tivemos um avanço tão grande na tecnologia, mas o homem nunca experimentou tantos transtornos psíquicos. Nunca tivemos tantos meios para nos propiciar conforto- os veículos, o telefone, a geladeira- mas o homem nunca se sentiu tão desconfortável em sua mente. Nunca tivemos tantos meios para nos dar prazer- a TV, a Internet, o cinema, mas o homem nunca foi tão triste.



A sociedade moderna se tornou uma fábrica de estresse. E você vive nesse mundo maluco. O que fazer? Mudar de planeta não é possível! Viver como ermitão isolado do mundo não adiantará, pois levaremos nossos problemas aonde formos. Refugiar-se no álcool e nas drogas, como muitos jovens fazem só expande a miséria e destrói a vida.



Se esconder como muitos adultos, atrás da conta bancária e do status social e fingir que nada está acontecendo, é fugir da realidade. Vivemos num mundo complicado. Mas não tente fugir dele. É nele que devemos nos realizar, ser felizes e saudáveis. A luz só é bela quando acesa na escuridão.



POR QUE?


Porque a luz expôs uma realidade que ela não via: sujeira, insetos, aranhas. Só descansou depois de uma bela faxina. Infelizmente, alguns preferem o escuro! Tenha coragem para acender a luz no seu porão e fazer uma faxina na sua vida.



Descobriremos que não somos tão saudáveis quanto pensamos. A luz vai brilhar. Talvez haja algum desconforto inicial ao depararmos com nossa realidade. Mas nos alegraremos em usar as dez leis da psicologia para conquistarmos uma vida feliz.



Com elas podemos encontrar alegria na dor, esperança na tempestade, segurança nas tormentas. Podemos aprender a cantarolar, brincar, viver a vida com paixão e prazer. Antes de estudá-las, deixe–me dar um recado.



Não há milagre para transformar a personalidade, mas treino. Cada lei só será útil se forem colocadas em pratica se forem inscrita nas páginas do seu coração. Leia e releia-as quando for necessário.



Mas sua prática previne e contribui para a resolução dos transtornos. Porém, o maior objetivo das leis é abrir as janelas da sua inteligência. Que janelas? As janelas que arejam seu potencial intelectual e sua capacidade de amar a vida e tudo que a promove.



FONTE CONSULTA:


AS 10 DEZ LEIS PARA SER FELIZ


AUGUSTO CURY


____________________________________________________________________


AS MEDITAÇÕES DAS 36 CARTAS CIGANAS



CAVALEIRO: O que desejo sempre vem para minha vida, mas é preciso agir para o que eu desejo venha para minha vida.


PEDRAS: As dificuldades do meu caminho sou eu quem as coloco, mas buscando sabedoria, tiro-as do meu caminho, e sigo livre sem preocupações.


NAVIO: O que desejo esta sendo gerado na minha, porque tudo é possível, o impossível somente demora mais.


CASA: É na minha casa emocional que encontro segurança e equilíbrio, as demais casas ficarei bem.


ÁRVORE: São das minhas origens, que criei as minhas bases, e com elas crio raízes fortes, que me darão a sabedoria para prosperar.


NUVENS: Quando não vemos o caminho com clareza, o ideal é esperar as nuvens passarem, para ver o caminho a seguir, sem pedras e sem duvidas.


COBRA: É prudente sempre pensarmos o que vamos falar, para evitar magoas e tristezas, sempre pensar em palavras construtivas que tragam a renovação e flexibilidade.


CAIXÃO: Sempre termine o que começou, para não deixar nada incompleto na sua vida, para sempre fechar e abrir ciclos na sua vida, que nem sempre são terminados.


RAMALHETE: A felicidade está em mantermos com sabedoria as nossas alianças.


FOICE: É necessário fazer cortes na nossa vida,para que entre as curas.


CHICOTE: Na vida sempre é preciso se ter jeito, jamais impor o que queremos com força.


PÁSSAROS: A sabedoria dos pássaros consiste em estarem lado a lado, como companheiros, mas com Liberdade.


CRIANÇAS: Manter a criança interior é fundamental, mas ter atitudes imaturas é prejudicial, medite sempre nas suas atitudes.


RAPOSA: Buscar estratégias para buscar o que se deseja é sábio, sempre gere metas e estratégias para se alcançar o que se deseja.


URSO: Temos a força de realização para conseguir o que queremos.


ESTRELA: A nossa estrela sempre brilha.


CEGONHA: Somos nós que geramos as novidades para nossa vida.


CACHORRO: Sejamos sempre fieis aos nossos princípios e bases, para atrairmos a fidelidade para nossa vida.


TORRE: As bases estão dentro de nós, para sempre reconstruirmos as nossas vidas.


JARDIM: Temos que pensar o que queremos colher, para planejarmos o que vamos plantar.


MONTANHA: Manter os equilíbrios físicos, emocionais, financeiros e espirituais são fundamentais para a nossa vida.


CAMINHO: Os caminhos estão sempre aberto.


RATO: Todos os desgastes que temos são permitidos por nós.


CORAÇÃO: Somos responsáveis pelos sentimentos que despertamos nos outros.


ALIANÇAS: As alianças simboliza laços sérios, laços duradouros.


LIVROS: Os conhecimentos nos trazem a sabedoria e estes conhecimentos nos levam a liberdade.


A CARTA: Noticias Boas noticias sempre são bem-vindas.


O COMPANHEIRO: Deus abençoou o trabalho. E o trabalho de minhas mãos sempre é abençoado.


A COMPANHEIRA: Eu crio a minha vida na trama do encanto. Por isso o que amo vem para minha vida.


LIRIOS: O Amor verdadeiro esta dentro de mim, por isso transmito Paz e Conciliação.


SOL: Sou filho da terra, da lua e das estrelas. Sou irmão do Sol, vencerei.


LUA: Todos os dias aprendo a amar. Vivencio todas as fases da minha vida, ouço a minha intuição.


CHAVE: A chave sempre esta nas nossas mãos.


PEIXES: A abundância faz parte da minha vida, prospero em todos os sentidos.


ÂNCORA: Minhas atitudes me trazem segurança ou estagnação, depende de mim.


CRUZ: A perseverança nos leva a Vitória.



Prof.ª Rose de Souza


________________________________________________________________________________



PÁSCOA E SEMANA SANTA


PARA OS CIGANOS


A Festa da Páscoa festejada justamente no momento do início do Ano Zodiacal, quando o planeta Terra recebe os poderosos eflúvios da Constelação de Áries, o Cordeiro de Deus.



E para a Astrologia Cigana, a Casa 1 é o Punhal, elemento Fogo, é a hora da Ação. E a influencia do signo da luta e da vontade de vencer. Representa também a honra, a vitória e o êxito. Os ciganos usavam o punhal para abrir matas, sendo então, símbolo de superação e pioneirismo, impulsividade e coragem.



Em 2013, estaremos sob a disciplina férrea do Planeta Saturno; será um ano de grandes responsabilidades, teremos de ser ativos, com metas seguras do que queremos produzir ou elaborar e nem pensar em fazer pouco caso do trabalho e das atividades que estamos envolvidos, porque seremos cobrados.


Pra quem adora produzir e trabalhar, este é um ano apropriado, pois para Saturno, “o trabalho dignifica o homem”.



Será um ano propício para elevarmos nossa consciência para o que é útil e produtivo. Saturno dinamiza os trabalhos, as estruturas sociais, governamentais e a sociedade. Na mitologia, é considerado o senhor do tempo e do destino.



O ano de 2013 nos mostrará as lições mais importantes que teremos de aprender. Como este Planeta traz em si seriedade e certa rigidez, será necessário buscarmos alegria e avaliarmos como estamos lidando com a vida. Se estivermos meio tristes, será a hora de sairmos com amigos, dançar, criar, se soltar e relaxar.



Não há um dia específico para fazer orações, pedidos, rituais; pois todos os dias são os melhores dias para se conversar com Deus; tudo que os ciganos fazem é com amor, senão não fazem. Muitas vezes são feitas orações para agradecer pela viagem em segurança, pela fartura em suas mesas, pela proteção ou mesmo para agradecer por suas vidas, o bem mais preciosos que os concedeu; Deus e a Santa Sara Kali.



Uma ótima sugestão é acender um incenso de qualquer aroma, pois tanto os ciganos como os povos antigos do oriente acreditam que o aroma agrada as divindades e a fumaça que vai em direção aos céus, levam suas orações, aumentando assim a oportunidade de seus pedidos serem atendidos.


Que Sara Kali os cubra com seu manto de luz e amor!!!


"Amém".



Quinta-feira - Oração cigana para cortar a inveja


"Meu Deus, minha Santa Sara, eu vosso filho (a) estou pedindo vossa ajuda para que corte toda a inveja, que está sendo direcionada a mim. Que esta pessoa seja envolta por seu manto de amor, curando o seu coração de sentimentos negativos.



Que tu minha mãe amada interceda por mim. Com o seu poder e com a força dos Clãs Ciganos de Luz, remova de minha vida todo este infortúnio e a inveja que a mim é direcionada, por motivos que desconheço, então que este sentimento seja todo transformado em ondas de energias divinas e de amor.



E que esse amor volte a esta pessoa, tornando-a mais alegre e feliz, ajudando-a nos seus sentimentos desajustados e que ela tenha algo de bom para se preocupar e não mais me inveje. Que o seu poder harmonize nossas ligações e pensamentos em uma sintonia de paz e Luz. Minha Santa Sara eu agradeço desde já por sua ajuda.



Sempre me auxilie para que eu não cometa estes mesmos deslizes, e que seu um dia eu invejar alguém, então que a Senhora me cure! Ajudando-me a ser uma pessoa mais feliz.


"Amém"



RITUAL CIGANO PARA SEMANA SANTA


Você vai começar pela... Quinta-Feira Santa, na hora de dormir medite sobre o que tem afastado você de sua felicidade.


Descontentamento com emprego, insegurança, pressão e brigas em família enfim tudo o que você considera ruim para você.


Pode até ficar triste ao relembrar, mais não desista, anote tudo em um papel, reze suas orações e deite-se.



No dia seguinte (sexta-feira) procure mentalizar a vida de Cristo, sofrimento por que passou, abandono, tortura, procure agir como se lá estivesse (será que não estava?) Reze o Pai Nosso, e queime a sua lista de episódios negativos, jogue as cinzas em água corrente (córrego, rio).



No sábado seu banho (2 litros de água em uma panela), acrescente pétalas frescas de 3 rosas brancas.


9 lasca de canela em casca,


9 cravos da índia,


9 folhas de louro,


1 pitada de açúcar,


1 pitada de sal, tampe o banho e deixe esfriar, coe e coloque


o que restou aos pés de uma flor vermelha ou em jardim.


Depois de seu banho normal, despeje o banho do pescoço para baixo dizendo...



Com a água me purifico, com a rosa me renovo, a canela me tráz bons fluidos e o cravo me transforma, o açúcar me dá doçura e paciência...



Para aceitar, o que a mim por Deus foi destinado, e o louro é minha alegria; e o sal me defenderá de energias negativas.


No dia seguinte domingo de Páscoa escreva uma carta para a sua cigana, se saber diga o nome, se não saber só diga minha Cigana.



Contando como sua vida mudou e que tudo se realizou; que seu emprego é ótimo, que a família já se da bem.


Leia a sua carta 9 vezes para que sua cigana ouça (EM VOZ ALTA)*



Reze um Pai Nosso agradeça a Jesus Cristo, e a Santa Sara pelo que conseguiu.


Acenda uma vela amarela para Santa Sara.


Acenda uma vela branca para Jesus Cristo.


Faça com fé , e tudo se realizará..............................Jô de Fênix.



FONTE DE CONSULTA:


http://ongfraterna.blogspot.com.br/2011/04/ritual-cigano-para-semana-santa.html


http://somostodosum.ig.com.br/clube/artigos.asp?id=22255


Previsões para 2013 - Serena Salgado


Astrologia Cigana – Prof.ª Rose de Souza


________________________________________________________________________________


O PODER 7 ERVAS


(POVO CIGANO)



Cada Planta ou Erva tem seu poder de vibração particular e especial, mas quando combinadas entre si, podem aumentar ainda mais seus poderes e vibrações. Um exemplo bem prático são as sete Ervas. Elas têm um super poder de combater as energias negativas, seja na residência ou trabalho.


São formadas pelas seguintes Plantas:


Arruda, Guiné, Alecrim, Comigo-ninguém-pode, Espada de São Jorge, Manjericão e Pimenteira.



Um vaso com as sete Ervas pode ser colocado em qualquer ambiente que se deseja proteção e limpeza energética.



Coloque na sala, na porta de entrada, no hall ou varanda, na sua cozinha, na recepção ou no escritório, ao lado de sua mesa de trabalho.



Porém, estes ambientes devem tem abertura para áreas externas como janelas e portas, pois estas Plantas precisam de luz, sol e ar circulando.



Este vaso te dará sorte e boas energias, mas antes de usar as Plantas, conheça com mais detalhes suas propriedades.



Veja, abaixo, as propriedades das sete Ervas e para que servem cada uma delas:



Arruda: é umas das Ervas mais poderosas para combater inveja e olho-gordo. A Arruda já era conhecida e usada na antiga Grécia e Roma. Foi popularizada no Brasil pelas escravas na época na colonização. Quando colocada num ambiente, além de proteger, emite vibrações de prosperidade e entusiasmo. Podemos ter sempre um galho de Arruda junto ao corpo para reter as energias negativas.



Guiné: em um ambiente tem o poder de criar um "campo de força" de proteção, bloqueando as energias negativas e emitindo vibrações otimistas. Atrai sorte e felicidade. Cria uma energia de bem-estar nos ambientes.



Alecrim: é uma Erva que tonifica as pessoas e os ambientes. É considerado também poderoso estimulante natural, favorecendo as atividades mentais, estudos e trabalho. Favorece e fortifica o ânimo e vitalidade das pessoas. Agindo em conjunto com Arruda, "segura" as energias de inveja, mau-olhado e fofocas.



Comigo-ninguém-pode: o nome da Erva já diz tudo. Afasta e quebra todas as energias negativas dos ambientes. Em uso conjunto com espada de São Jorge quebra feitiços, magia e mau-olhado. Além deste super poderes é uma Planta muito bonita para qualquer ambiente.



Espada de São Jorge: por causa de suas folhas pontudas é facilmente associada ao poder de cortar as energias negativas, a inveja, olho-gordo, magia, etc. Alguns dizem que espanta os maus espíritos. Ao cortar as energias negativas, a Erva atrai coragem e prosperidade.



Manjericão: Além do delicioso sabor que passa como tempero da cozinha italiana, o Manjericão, quando exposto num ambiente, tem a propriedade de acalmar e trazer paz de espírito a todos. Ao acalmar as tensões, afastamos os pensamentos negativos e nuvens negras.



Pimenteira: esta Planta combate as energias pesadas e ariscas. É uma Planta de vibração estimulante, afrodisíaca, tonificante e atrai boas energias para o amor.


Estas Plantas são encontradas em floriculturas, feiras ou lojas de Plantas.



Fonte: www.terra.com.br


autor: Franco Guizetti


_____________________________________________________________________________________



Consultor do Oráculo: Profissão x Missão?


É muito comum que aqueles que se interessem por desenvolver o conhecimento por um Oráculo acabem por ser solicitados ou mesmo que se auto motivem a usar as cartas para outros.


Basta alguém saber que você está lendo ou estudando o Baralho experimentalmente que logo surgem os primeiros interessados em conhecer as suas habilidades. Isso é natural e muito útil, pois pode auxiliar o consultor a treinar a sua intuição, bem como os seus conhecimentos sobre o Baralho Cigano.



Com a prática, e a auto-observação, o estudante perceberá que as mensagens lidas para outros servem, e muito, para o seu próprio crescimento interior, além de que ele mesmo possui uma peculiaridade no modo de ler, que consegue obter uma informação com mais precisão do que as outras, ou ainda, que sua leitura possui um viés próprio, uma assinatura.



A prática mostrará a ele se sua leitura é mais analítica (baseada totalmente no conteúdo teórico de tudo o que você leu ou estudou e na sua habilidade mental para reuni-las na leitura), intuitiva (quando a sua intuição der saltos inexplicáveis e precisos, muito além daquilo que foi lido ou estudado por você), psíquica (quando imagens mentais – vidência – afloram com o auxílio das lâminas do baralho), ou mais sensitiva (quando a inspiração combina conhecimento do Baralho com a capacidade de captar mensagens do inconsciente de quem se consulta).



Com o tempo essa assinatura aliada a sua habilidade psíquica mais desenvolvida o caracterizará como Consultor e o auxiliara a formar o seu público. Para algumas pessoas esse público crescerá de tal modo que viver desse trabalho, ou tê-lo como complemento de uma renda, será a consequência natural desse processo. O que vemos até aqui é o desabrochar de uma missão!



Palavra que parece boba, fora de moda neste mundo obcecado por teorias, formatações e credenciais. A missão, contudo, não deveria ser encarada desse modo, ela é o encontro da consciência com o propósito intrínseco da alma. Cumprir uma missão independe de a relação com essa atividade ser profissional ou não!



Alguém que vive uma missão cresce com o seu caminho, não o tem apenas como um meio de ganhar dinheiro, mas como uma forma de desenvolver sua espiritualidade, compreender a vida e dar a sua contribuição para ela. Viver ou não com exclusividade desse ofício não importa, o que importa é realizá-lo com a máxima dedicação, como um sacerdócio, o que pondera ou não incluir pagamento em dinheiro.



Para os que cobram o dinheiro é uma forma de estabelecer uma troca por um tempo que foi dedicado. Não existe de fato um modo correto ou errado de estabelecer essa relação com o tempo e o dinheiro, depende de uma série de fatores pessoais e intransferíveis, e cada um deve refletir sobre o seu próprio caso.



O CONSULTOR....


Muitas pessoas acreditam que para se ler um Oráculo, a pessoa tem de ter obrigatoriamente algum talento especial. Os mais formais se referem a este talento como intuição, ou, os mais esotéricos chamam de sexto sentido, ou mediunidade. Percebo que esta é uma dúvida das pessoas e constantemente sou perguntado sobre isto, tanto na minha experiência pessoal, quanto nas aulas e cursos que ministro.



De forma alguma descarto a possibilidade de que muitas pessoas trabalhem com base em sua intuição. Afinal, esta é, sem sombra de dúvidas, uma possibilidade, pois todo ser humano, em menor ou maior grau, conta com este recurso. Logo, este pode ser um “jeito”, justo e legítimo, de se compreender o Oráculo.



Ainda assim não creio que seja a única forma. Acredito que haja muitos e muitos jeitos de se ler o Baralho. Por exemplo, uma pessoa que em seu dia-a-dia é mais racional pode ler as cartas de forma muito similar a sua postura cotidiana. Ou seja, sua leitura também pode ser mais racional, mais reflexiva, embasada naquilo que ela já leu e conhece sobre o assunto.



Outro exemplo é o de uma pessoa mais sensível e que, ao ler as cartas, percebe algo em si própria ou naquele jogo. Pode ser frio, calor, algo bom, algo ruim, alguma parte de seu corpo, ou mesmo uma sensação ligada às cartas que aparecem num determinado jogo.



Para alguns isso pode parecer com uma manifestação intuitiva, mas existe uma diferença, pois na intuição existe algo que se projeta para fora, algo que eu experimento, mas que não diz exclusivamente de mim, mas sim do meu externo. Neste caso que destaco a pessoa percebe, nela própria algo, ou seja sua experiência diz algo acerca dela mesma e de suas sensações. Isto, por vezes pode ter sentido em alguns atendimentos.



Esses são só alguns poucos exemplos de que existem muitas formas de se encarar .Não existe uma cartilha, que trate como devemos nos orientar diante do baralho, o que existe é o direcionamento. Logo o caminho de cada um deve ser construído passo a passo e em sintonia com o seu desenvolvimento interno. Ou seja, o consultor se faz ao unir as suas experiências, com aquilo que existe de seu.



E, sendo assim devemos perceber que somos dotados de múltiplos recursos pessoais, inerentes a nós seres humanos. A conhecida frase de Terêncio nos lembra disso: “Eu sou homem e nada que é do humano me é estranho”. Ou seja, podemos contar com nossa intuição, assim como podemos contar com nossa razão, nossos sentimentos, nossas sensações, ou qualquer outro recurso que se manifeste durante uma leitura do Baralho.



Não devemos ficar apegados a um único caminho, ou a uma fórmula mágica. Até porque o Baralho é um complexo instrumento de auto-conhecimento e este vai nos exigir de forma ampla e complexa. O baralho, para ser bem lido, vai precisar de alguém preparado para enxergar suas nuances, seus detalhes mais sutis, aquilo que existe de único e singular quando aquelas determinadas cartas se encontram em suas específicas posições.



Percebo que nenhum de nós deve ficar apoiado somente numa única forma de ler. Devemos nos olhar de forma tão complexa e tão irrestrita quanto às próprias cartas. Devemos reconhecer nossas mais vastas possibilidades e entender que esta, afinal de contas, é a nossa maior riqueza e grandeza.



3 SEGREDOS:



1º SEGREDO:


No momento da consulta, nos sintonizamos com os Espíritos Ciganos que consagramos logo no inicio da nossa jornada para nos ajudar no processo de interpretação das Cartas.


Ao levarmos em consideração o lado espiritual das Cartas, devemos lembrar que, ao considerá-las também sob este enfoque e estar ciente do preparo para interpretá-las, estamos continuando o nosso desenvolvimento mediúnico e a nossa sensibilidade em nós muitíssima necessária para uma boa interpretação do jogo, em síntese, estamos cuidando do aprimoramento em nós daquilo que Allan Kardec muito bem tratou em O Livro dos Médiuns e André Luiz no Livro Nos Domínios da Mediunidade.


2º SEGREDO:


O segundo ponto a destacar é a prática da caridade. Quem se decide por aprender a jogar o Baralho Cigano, seja para si mesmo e, principalmente, para os outros, deve estar movido, em primeiro lugar, pelo sincero desejo de ajudar.


Infelizmente, porém, muitas pessoas se lançam hoje nesta tarefa movidas tão somente pelo desejo de ganhar dinheiro (não estou aqui negando a Consulta Cobrada), qualquer trabalho em que se pretenda contar com a ajuda do Plano Astral ou Espiritual, seja no Jogo ou em trabalhos de Cura, o sincero desejo de em primeiro lugar ajudar, esclarecer e consolar, será o alicerce inabalável de um trabalho seguro.


3º SEGREDO:


Preparo constante:


É preciso levar em conta, antes de mais nada, que muitos buscam um Consultor do Oráculo movido por curiosidade, mas, em número muito maior, estão aqueles que recorrem a este tipo de assistência por desespero e falta de rumo em suas vidas. Nesta hora, você que agora deseja iniciar-se nesta tarefa, deverá ter, inevitavelmente, um preparo espiritual para ser útil, na medida do possível, às pessoas, que muitas vezes fragilizadas, que estarão ali à sua frente, esperando a sua ajuda e as suas respostas para iniciar uma nova jornada.




_____________________________________________________________________________________




DESCUBRA OS SEUS PONTOS FORTES


"Para se destacar na área que você escolheu e para encontrar satisfação duradoura em fazê-lo, você vai precisar entender seus padrões específicos. Precisará se tornar um perito em praticar e refinar seus pontos fortes.



Assim, mude seu foco. Suspenda o interesse na fraqueza e explore seus pontos fortes. Aprenda sua linguagem. Descubra a fonte de sua energia.”



Marcus Buckingham e Donald O. Clifton descobriram que a maioria das empresas e pessoas dá pouca ou nenhuma atenção aos seus pontos fortes. Preferem investir tempo e dinheiro na tarefa ingrata de corrigir suas fraquezas, achando que desse modo às pessoas atingirão a excelência.



Por outro lado, o estudo revelou que os profissionais bem-sucedidos compartilham um segredo simples, mas poderoso: usam suas energias para aprimorar aquilo que fazem melhor, deixando seus pontos fracos em segundo plano. E, assim, tornam-se cada vez mais competentes, produtivos e felizes.


O QUE UM TALENTO?


Um talento é um comportamento, uma emoção ou pensamento inato em nós, e nós expressamos naturalmente. Nós todos temos talentos. É inato e que somos bons em qualquer ambiente. Todos nós temos qualidades que se destacam dos outros.



Por exemplo, é um talento a ser competitivo. Seja curioso e ter vontade de descobrir coisas novas é um talento. Ser persistente é um talento. Ser organizado é outro talento. Ser teimoso é um talento, se usado em um ambiente onde você precisa exercê-la.



Como desenvolvê-lo até que se torne uma atividade produtiva?



Como os talentos é uma capacidade que temos e é inata em nós, e preciso se observar para descobrir o que você faz com facilidade, qualidade e em qualquer situação.



Quais são as áreas onde se localiza seu maior potencial de crescimento profissional e humano?



Todas, desde que você entenda que o faz é importante e produtivo para você e claro contribui para o crescimento do grupo.



Infelizmente, a maioria das pessoas tem pouca noção de seus talentos e pontos fortes, e ainda menos capacidade de construir suas vidas em torno deles. Guiados por pais, professores e chefes, acabamos nos tornando peritos em nossas fraquezas e passamos a vida tentando remediá-las.



Não surpreende que nossos esforços resultem em sucessos parciais, insatisfatórios, quando não em fracassos retumbantes. A trama de nossos talentos pessoais, aquilo que torna cada um de nós dono de uma visão de mundo única e intransferível, está escrita em nossa mente com tinta indelével.



É formada por uma infinidade de conexões cerebrais que se tornaram fortes em determinadas áreas – e frágeis em tantas outras – desde a primeira infância. Lutar contra isso é tarefa inglória. Má notícia?



Não. Porque o outro lado da moeda é brilhante: conhecer profundamente o padrão de nossos talentos pessoais e usá-los de forma consciente é o único caminho para a excelência. Aplicando a mesma lógica aos seus colaboradores, os ganhos de sua vida se multiplicam.



Se você precisar, pedir a seus amigos, familiares, colegas para selecionar talentos que se parecem com você e assim descobrir algo novo ou apenas confirmar que você já identificou.



1. O trabalhador, o diretor. Caracteriza as pessoas que precisam fazer algo para sempre, são hiperativos, no sentido positivo.


2. Ativador - o iniciador. Eles são muito bons em jogar, as coisas começaram. Ansioso para entrar em ação.



3. Adaptabilidade/Flexibilidade. Talento da pessoa vivendo no presente e que acolhe os eventos inesperados facilmente. Ela se sente bem com a ideia de que as coisas podem acontecer de maneira diferente do que o previsto. Adaptar-se ao inesperado



4. Analítica - Objetivo. Falando para uma vida racional, adora fatos, quer ter provas de que é uma pessoa, avançado lógico e às vezes separados de seus emoções.



5. O organizador do condutor. Saber gerenciar múltiplas variáveis simultaneamente e orquestrar para otimizar o resultado.



6. Convicções pessoais. Forte senso de valores e crenças. Ele aborda o mundo através delas. Militares para defendê-los. Integridade e consistência.



7. Liderança. Tomando situações de carga. Classificar, dar instruções. Para ele, o confronto não é um problema. Pelo contrário, é o começo de resolver um problema.



8. Comunicação. Sabendo passar a mensagem, ele cativante. Não contente com os fatos. Sabendo incentivar, atrair a atenção. O comunicador.



9. Concorrência. Talento da pessoa que está ciente do nível de competência dos outros. Seu incentivo é para ser o melhor. Precisa de outros para competir. É a energia que você precisa para chegar motivado.



10. Sentindo-se parte de algo maior. Sentindo-se ligado a outros e com o universo. Ciente da globalidade. Respeito para interações. Aliança fé.



11. Depois de tirar a pessoa de referência passada e enfrentar uma situação nesta função. O passado é entender o presente. Saber de onde vem para entender onde você está e do que fazer.



12. Prudência/Vigilância. Ela coloca uma atenção especial de onde você colocar os pés. Sério, cuidadoso, tomar o seu tempo, confira.



13. Descobridor do potencial. Pessoa que vê o potencial dos outros e que podem ser apoiados na base destes. Desenvolvedor de talentos.



14. Disciplina. O universo evolui em pessoa deve ser previsível: Necessidade de estruturar o mundo e construir o mundo de acordo com isso. É varejista. Específico. Rompe seus projetos em fases e mini-metas.



15. Empatia. Capacidade de colocar no lugar do outro e sentir o que ele sente.



16. Justiça/Igualdade. É muito importante para essa pessoa a se comportar de forma justa, para tomar decisões justas.



17. Foco. Tendo feito uma decisão, e não as folhas. Mantenha-se focado no objetivo de alcançar.



18. Futurista/visionário. Detectado antes que os outros o que vai acontecer. Captura correntes fracas. Visionário. Ele tem uma visão tão forte como esta. Pioneiro.



19. Harmonia. Gera harmonia ao redor.



20. Criativa, habilmente manipula a geração de ideias. - Atender o mundo com novos olhos. Criatividade.



21. Integração. Sabendo incluir pessoas em um grupo. Federar. Sentindo-se bem-vindas. Gerar um sentimento de integração.



22. Individualização. Detectar o que é especial em alguém e coloca-lo de acordo com esta especificidade.




23. "Input"-Informação de Entrada Você deseja mais informações. Coletor. Documentário. Isto pode servir algum dia.



24. Inteligência. Gosto pela atividade intelectual. Aprofundamento.



25. Aprender a sede, para a aprendizagem. Aprender por prazer, sem necessariamente buscando desenvolver expertise em uma área ou outra.



26. Otimizar. Saiba onde o reservatório. O melhor de um sistema ou situação. Fazer ainda melhor o que já funciona bem. Abrir caminho para novas margens.



27. Reparar. Apoiadores para consertar o que está quebrado. Um diagnóstico e encontrar soluções para reparar.



28. Atitude positiva. Pessoas com um entusiasmo contagiante. O copo está meio cheio.



29. Relacional. Alimentação e manter um relacionamento, gerando um alto nível de confiança, a lealdade.



30. Forte senso de responsabilidade. Você concorda com o que ele diz e o que ele faz. Honestidade e lealdade. Sua reputação depende disso.



31. Confiança. As pessoas sempre deixam satisfeito depois. Segurança e confiança. Não descendo pela crítica. Resistência.



32. Diferença/originalidade. Para distinguir esta pessoa é importante. Ele precisa ser ouvido, visto admirado e destacar. Excêntrico.



33. Sentido estratégico. Antecipar, escolha as melhores abordagens para começar.



34. Convicção. Talento para convencer os outros a se juntar a eles em sua causa, para convencê-los rapidamente. Conquistar, seduzir, vender.




Fonte de Consulta:


www.esextante.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=3702&sid=2


http://moveoncoaching.wordpress.com/2009/03/27/identifica-tus-talentos/


____________________________________________________



VOCÊ PODE CURAR A SUA VIDA.


LOUISE HAY


ALGUNS PONTOS DA FILOSOFIA



Somos todos 100 por cento responsáveis por nossas experiências.



Cada pensamento que temos está criando nosso futuro.



O ponto do poder está sempre no momento presente.



Todos sofrem de culpa e ódio voltados contra si próprios.



A frase-chave de todos é: "Não sou bastante bom".



É apenas um pensamento e um pensamento pode ser modificado.



Ressentimento, crítica e culpa são os padrões mais prejudiciais.



A liberação do ressentimento pode remover até o câncer.



Quando realmente amamos a nós mesmos, tudo na vida funciona.



Devemos nos libertar do passado e perdoar a todos.



Devemos estar dispostos a começar a aprender a nos amar.



A auto-aprovação e a auto-aceitação no agora são


a chave para mudanças positivas.



Cada uma das chamadas "doenças" em nosso corpo são criadas por nós.


Os portais da sabedoria e do conhecimento estão sempre abertos.



A vida na verdade é muito simples.


O que damos, recebemos


O que pensamos sobre nós torna-se verdade para nós. Acredito que todos, inclusive eu mesma, somos 100 por cento responsáveis por tudo em nossas vidas, desde o melhor até o pior. Cada pensamento que temos está criando nosso futuro. Cada um de nós cria suas experiências através dos pensamentos e emoções.



Os pensamentos que temos e as palavras que falamos criam nossas experiências. Criamos as situações e então abrimos mão de nosso poder culpando os outros pela nossa frustração. Nenhuma pessoa, nenhum lugar, nenhuma coisa tem poder sobre nós, pois "nós" somos os únicos pensadores em nossa mente. Criamos nossas experiências, nossa realidade e tudo o que há nela. Quando criamos paz, harmonia e equilíbrio em nossas mentes, os encontramos em nossas vidas.



Qual das seguintes afirmações é mais parecida com você?


"Tem gente querendo me pegar."


"Todos estão sempre dispostos a ajudar."



O Universo nos apoia totalmente em cada pensamento que escolhemos ter e acreditar. Colocado de outra forma, nossa mente subconsciente aceita tudo que escolhemos para acreditar, mas as duas formas significam que o que acredito sobre mim mesma e sobre a vida torna-se verdade para mim. O que você escolhe pensar sobre si mesmo e sobre a vida torna-se verdade para você. E nossas escolhas sobre o que podemos pensar são ilimitadas. Sabendo disso, faz sentido escolher "Todos estão sempre dispostos a ajudar", em vez de "tem gente querendo me pegar".



O poder universal jamais nos julga ou critica


Ele apenas nos aceita dentro do nosso próprio valor e depois reflete nossas crenças em nossas vidas. Se quero acreditar que a vida é solitária e ninguém me ama, isso é o que encontrarei em meu mundo. Todavia, se estou disposta a abandonar essa crença e afirmar para mim mesma: "O amor está em todos os lugares e eu sou amorosa e digna de amor", mantendo-me firme nessa nova declaração e repetindo-a com frequência, ela se tornará verdade para mim. Então pessoas amorosas entrarão em minha vida, as pessoas que já estão nela tornar-se-ão mais amorosas em relação a mim e eu me encontrarei expressando amor pelos outros com facilidade.



A maioria de nós tem ideias tolas sobre quem somos e muitas, muitas regras rígidas sobre como a vida deve ser vivida. O objetivo dessa afirmação não é nos condenar, pois cada um de nós está fazendo o melhor possível neste instante. Se soubéssemos, se tivéssemos maior compreensão e percepção, poderíamos agir de modo diferente. Por favor, não se desmereça por estar onde está.



O fato de você ter encontrado este livro estar escutando este conhecimentos é descobrir significa que está pronto para fazer uma nova modificação positiva em sua vida. Agradeça-se por isso. "Homens não choram!”; "Mulheres não sabem lidar com dinheiro!" Que ideias mais limitantes com que conviver.



Quando somos muito pequenos, aprendemos como devemos nos sentir em relação a nós mesmos e sobre a vida através das reações dos adultos à nossa volta. Esse é o modo como aprendemos o que pensar sobre nós mesmos e sobre nosso mundo. Ora, se você viveu com pessoas muito infelizes, medrosas, culpadas ou iradas, aprendeu muitas coisas negativas sobre você e seu mundo.



"Nunca faço nada direito”. “É tudo minha culpa”.


"Se eu ficar com raiva, sou uma pessoa má”.


Crenças desse tipo criam uma vida frustrante.



Quando crescemos, temos a tendência de recriar o ambiente emocional do lar onde passamos nossa infância isso não é bom ou mau, certo ou errado. É apenas o que conhecemos dentro de nós como "lar". Também temos a tendência de recriar nos nossos relacionamentos pessoais os mesmos relacionamentos que tínhamos com nossas mães ou pais, ou com o que existia entre eles.



Pense quantas vezes você teve um namorado ou chefe "igualzinho" à sua mãe ou seu pai. Também nos tratamos da forma como nossos pais nos tratavam. Repreendemo-nos e castigamo-nos da mesma maneira. Também nos amamos e nos encorajamos da mesma forma. Podem-se quase ouvir as mesmas palavras quando se presta atenção. Também nos amamos e nos encorajamos da mesma maneira se fomos amados e encorajados em crianças.



"Você nunca faz nada direito”.


"É tudo sua culpa”.


Quantas vezes você se disse isso?


“Você é maravilhoso “Eu te amo.”


Quantas vezes você se diz isso”?



Entretanto, eu não culparia nossos pais por isso. Somos todos vítimas de vítimas e de maneira nenhuma eles poderiam ter nos ensinado algo que não conheciam. Se seus pais não soubessem se amar, seria impossível ensinarem a você como se amar. Eles fizeram o melhor que podiam com o que lhes foi ensinado quando eram crianças. Se você deseja compreender melhor seus pais, peça-lhes para falar sobre sua própria infância. Se você ouvir com compaixão, aprender de onde vieram seus medos e padrões rígidos - As pessoas que lhe fizeram "tudo aquilo" estavam tão receosas e assustadas como você está agora.



Acredito que escolhemos nossos pais. Cada um de nós decide encarnar neste planeta em pontos específicos no tempo e no espaço. Escolhemos vir para cá com o intuito de aprender uma lição em particular que nos fará avançar no nosso caminho espiritual, na nossa evolução. Escolhemos nosso sexo, cor, país, e então procuramos o casal especial que refletir o padrão que estamos trazendo conosco para trabalhar durante esta vida. Então, quando crescemos, geralmente apontamos um dedo acusador para nossos pais e choramingamos: "Vocês me fizeram isso" porém, na verdade, os escolhemos porque eles eram perfeitos para a tarefa que queríamos executar nesta existência.



Aprendemos nossos sistemas de crenças ainda pequenos e depois vamos pela vida criando experiências que combinem com nossas crenças. Olhe para o passado e veja quantas vezes você passou pela mesma experiência. Bem, eu acredito que você criou e recriou essas experiências porque elas refletiam algo em que você acreditava sobre si mesmo. Não importa realmente há quanto tempo temos um problema, o seu tamanho ou o quanto ele é ameaçador.



O ponto do poder está sempre no momento presente. Todos os eventos que você experimentou em sua vida até este instante foram criados pelos pensamentos e crenças que manteve no passado. Eles foram criados pelos pensamentos e palavras que você usou ontem, na semana passada, no mês passado, no ano passado, há 10, 20, 30, 40 anos ou mais, dependendo da sua idade.



Entretanto, esse é o seu passado e ele já acabou, não pode ser modificado. O importante neste momento é o que você está escolhendo pensar, acreditar e dizer agora. Esses pensamentos e palavras criarão seu futuro. Seu ponto de poder está no presente instante e está formando as experiências de amanhã, da semana que vem, do mês que vem, do ano que vem etc.


Preste atenção no que você está pensando neste instante. É positivo ou negativo? Você quer que esse pensamento crie seu futuro? Apenas preste atenção e tome consciência.



A única coisa com que estamos sempre lidando é um pensamento, e um pensamento pode ser modificado. Não importa qual seja o problema, nossas experiências são tão somente efeitos externos de pensamentos internos. Até mesmo o ódio voltado para si mesmo é um pensamento que você tem sobre si mesmo. Você tem um pensamento que diz: "Sou uma pessoa má"- Esse pensamento produz uma emoção e você entra nessa emoção. Todavia, se você não tiver o pensamento, não terá a emoção. E os pensamentos podem ser modificados.



Mude o pensamento e a emoção desaparecerá. Isso é apenas para nos mostrar onde conseguimos muitas de nossas crenças. Porém, não usemos essa informação como uma desculpa para continuarmos imersos em nossa dor. O passado não tem poder sobre nós. Não importa por quanto tempo estivemos abrigando um padrão negativo. O ponto do poder está no momento presente. Que coisa maravilhosa de compreender! Podemos começar a nos libertar neste instante!



Acredite ou não, escolhemos nossos pensamentos. Podemos habitualmente pensar e repensar a mesma coisa tantas vezes que perdemos a noção de que estamos escolhendo o pensamento. Porém, a escolha original foi mesmo nossa. Podemos nos recusar a pensar certas coisas. Veja quantas vezes você se recusou a pensar algo de positivo sobre você mesmo. Da mesma forma, também poderá se recusar a pensar algo de negativo sobre si mesmo. Quanto mais ódio e culpa temos, menos funciona nossa vida. Quanto menos ódio e culpa, melhor nossa vida funciona em todos os níveis.



Podemos mudar nossa atitude em relação ao passado


O passado é passado. Não podemos mudá-lo no presente. Todavia, podemos modificar nossos pensamentos sobre o passado. Como é tolo nos punir no presente porque alguém nos magoou no passado distante.



Muitas vezes digo a pessoas que possuem profundos padrões de ressentimento: "Por favor, comece a dissolver o ressentimento agora, enquanto é relativamente fácil. Não espere até estar sob a ameaça do bisturi de um cirurgião ou no seu leito de morte, quando terá de lidar também com o pânico".



Quando estamos em pânico, é muito difícil focalizarmos nossas mentes no trabalho de cura. Precisaremos de mais tempo para primeiro dissolver nossos medos.



Se escolhermos acreditar que somos vítimas indefesas e que tudo é inútil, o Universo nos apoiará nessa crença e cairemos ainda mais fundo.



É vital que nos liberemos dessas ideias e crenças tolas, fora de moda, negativas, que não nos apóiam e não nos nutrem. Até mesmo nosso conceito de Deus precisa ser modificado para que tenhamos um Deus por nós, não contra nós.



Para nos libertarmos do passado, devemos estar dispostos a perdoar


Precisamos escolher nos libertar do passado e perdoar a todos, inclusive a nós mesmos. Talvez não saibamos como perdoar e talvez não queiramos perdoar. Porém, o simples fato de dizermos que estamos dispostos a perdoar dá início ao processo de cura. Para nossa própria cura é imperativo que "nós" nos libertemos do passado e perdoemos a todos.



"Eu o perdoo por não ser como eu queria que você fosse.


Eu o perdoo e liberto."


Essa afirmação nos liberta.



Todas as doenças têm origem num estado de não-perdão


Sempre que estamos doentes, necessitamos procurar dentro de nossos corações para descobrirmos quem precisamos perdoar.


O conhecido livro Course in Miracles (Um curso em milagres) diz: "Toda doença tem origem num estado de não-perdão" e "Sempre que ficamos doentes, precisamos olhar à nossa volta para vermos a quem precisamos perdoar".



Eu acrescentaria a isso que a pessoa a quem você achará mais difícil perdoar é a DA QUAL VOCÊ MAIS PRECISA SE LIBERTAR. Perdoar significa soltar, desistir. Não tem nada a ver com desculpar um determinado comportamento. É só deixar toda a coisa ir embora. Não precisamos saber como perdoar. Tudo o que necessitamos fazer é estarmos dispostos a perdoar. O Universo cuidará dos "como".



Compreendemos bem demais nossa própria dor. Como é difícil para a maioria de nós compreendemos que eles, sejam lá quem forem, que mais precisam de nosso perdão, também estão sofrendo dor. Precisamos entender que eles estavam fazendo o melhor que podiam com a compreensão, a consciência e o conhecimento que tinham na época.



Quando alguém vem a mim com um problema, não importa qual seja - má saúde, falta de dinheiro, relacionamentos insatisfatórios, criatividade sufocada - trabalho unicamente numa só coisa, ou seja, em amar o eu. Aprendi que, quando realmente amamos, aceitamos e aprovamos a nós mesmos exatamente como somos, tudo na vida funciona.



É como se pequenos milagres estivessem em todos os cantos. Nossa saúde melhora, atraímos mais dinheiro, nossos relacionamentos tornam-se mais satisfatórios e começamos a nos expressar de forma plena e criativa. Tudo parece acontecer sem nem mesmo tentarmos.



Amar e aprovar a si mesmo, criar um espaço de segurança, confiança, merecimento e aceitação resultará na criação da organização da sua mente, criar relacionamentos mais amorosos em sua vida, atrair um novo emprego e um novo e melhor lugar para viver, e até permitir que seu peso corporal se equilibre. Pessoas que amam a si mesmas e aos seus corpos não se prejudicam nem prejudicam os outros.



A auto-aprovação e a auto-aceitação no aqui e agora são as principais chaves para mudanças positivas em todas as áreas de nossas vidas. O amar a si mesmo, amar o eu, começa com jamais nos criticarmos por nada. A crítica nos tranca dentro do padrão que estamos tentando modificar. A compreensão e os sermos gentis conosco mesmos nos ajudam a sair dele. Lembre-se, você esteve se criticando por anos e não deu certo. Tente se aprovar e veja o que acontece.



Fonte de consulta:


Livro : Você pode curar a sua vida (Louise Hay)


__________________________________________________________________________________


CAVALO


O MELHOR AMIGO DOS CIGANOS


Há um velho ditado, que vai “que brilha no sol e relincha no escuro". Este provérbio acredita ser dos Ciganos Claddaugh de Galway se refere à relação mágica entre os Ciganos e os seus bens mais preciosos, os seus cavalos.



O Que é um Cavalo de Cigano?


O cavalo de Cigano é um cavalo caloroso que foi desenvolvido e é usado ainda pelos Ciganos da Inglaterra e da Irlanda. Eles normalmente ficam 1,45 e tem uma disposição incomum tranquila e suave. Sua resistência excepcional lhes permite ir todos os dias em um trote firme, enquanto puxando uma carroça carregada de bem estar com toda a família Cigana.



Eles são muito robusto com osso sólido e ter uma boa dose de franjas e cabelos. O cavalo Gypsy vem em todas as cores, com o mais comum é o malhado e skewbald. Embora tenham sido criados para um determinado tipo de geração, eles são originalmente descendentes de varias projetos de raças cavalo, principalmente o Shire e Clydesdale, juntamente com Dales, Fell, e outras raças nativas pônei britânicos.



Dócil e prestativo, este cavalo desempenhou um importante papel na cultura Cigana. Os cavalos Ciganos, além de terem auxiliado povos nômades com sua obediência e docilidade, hoje contribuem com o ensino de esportes equestres a crianças e adolescentes.



Estes encantadores animais foram desenvolvidos pelos Ciganos da Inglaterra e Irlanda e, de acordo com o folclore, o cavalo se originou do sonho de um Cigano. Embora esse povo tenha tido muitos cavalos ao longo da história, estes que são reconhecidos como Ciganos só emergiram no século 19.



Estes animais descendem de um tipo de cavalo conhecido como Cob, que apresenta estrutura pequena, porém pesada e poderosa, com ossos densos e fortes. Robusto, o Cob é conhecido por sua força, resistência física e facilidade no manejo.



O cavalo Cob. específico do tipo Cigano, também conhecido como “Gypsy Cob”, conquistou grande popularidade por aliar suas cores e pelos exuberantes à inteligência, docilidade e força. Todos esses atributos foram muito convenientes na execução das tarefas da vida nômade. Os “Gypsy Cob” puxavam as casas dos Ciganos, que eram vagões que seguiam em caravanas, ajudavam também em transportes de curta distância, além de tarefas domésticas diárias.



Muitas vezes conduzidos por crianças, estes cavalos precisavam dispor de boa vontade e gosto pelo trabalho, a fim de não ocasionar problemas. Além disso, a escassez de mantimentos durante as viagens exigia que tivessem uma peculiar rusticidade, tanto para a alimentação quanto para o clima, pois descansavam em terrenos desocupados à beira das estradas. Devido a essas necessidades específicas, a força deste tipo de cavalo, somada à sua pequena estatura e exemplar obediência, fez do cavalo Cigano a solução ideal para a manutenção da vida destas comunidades.



Ainda utilizado por famílias nômades, hoje em dia o cavalo Cigano é conhecido ao redor do mundo devido à sua beleza única. Populares em eventos e shows equestres na América do Norte, Europa e Austrália, o “Gypsy Horse” também é utilizado como cavalo de tração e de sela, principalmente para crianças e adolescentes, tendo em vista que sua beleza é um atrativo a mais para o interesse dos pequenos.



FONTE DE CONSULTA:


http://www.mundoequestre.com.br/cavalo-Cigano/


http://www.gypsyhorses.com/


_________________________________________________________


« O PERDÃO É A VINGANÇA


DAS PESSOAS BOAS »



Talvez isso não seja efetivamente verdade, mas você já pensou em perdoar de uma vez por todas as pessoas que a magoaram? E já pensou em perdoar-se a si mesma, se acredita que em determinada altura não terá agido da melhor forma?


« O PERDÃO É A VINGANÇA


DAS PESSOAS BOAS »


Talvez isso não seja efetivamente verdade, mas você já pensou em perdoar de uma vez por todas as pessoas que a magoaram? E já pensou em perdoar-se a si mesma, se acredita que em determinada altura não terá agido da melhor forma?



Perdoar é a única maneira de transformar as nossas emoções negativas em positivas para seguir em frente depois de um conflito. Essa força, ainda que seja muito difícil de aceitar é: perdoar. Sem o perdão, no final da Segunda Guerra Mundial, o que teria acontecido aos países vencidos? E aos vencedores?



Todas as tradições espirituais nos falam do perdão para fechar qualquer ferida, seja qual for o sofrimento que nos tenha sido infligido. Já do ponto de vista medicinal, se você se deixar levar pela ira, você estará a castigar o seu corpo com a subida da tensão arterial e da frequência cardíaca. Fisicamente, você fere-se a si mesma! Está provado que tanto a tensão arterial como a frequência cardíaca diminuem de imediato quando perdoamos. E o sofrimento moral?



Se você fosse uma dessas pessoas rancorosas e que só pensasse nas ofensas que os outros lhe tivessem infligido, você estaria mais suscetível a sofrer transtornos de origem nervosa, tais como dores de cabeça, tensão muscular e muitas outras coisas. Nesse caso, você deveria perceber que a principal vítima do peso da sua ira e do se desejo de vingança seria você mesma, e faria tudo o que estivesse ao seu alcance para eliminar essas emoções negativas.



Se você perdoar o que lhe fizeram, vai fechar uma ferida que, de outra forma iria infetar, e a dor ficaria implantada na sua vida. Estar cego pela raiva e guardar rancor é como manter na mão um pedaço de carvão incandescente com a intenção de atirá-lo a alguém. No final, quem se queima, é você.



Para converter os danos que lhe foram causados, num verdadeiro perdão que a liberte, e para que as feridas que lhe foram infligidas cicatrizem e se transformem numa compreensão que lhe permita retomar o seu caminho com um esquecimento rápido:



• Em primeiro lugar, você deve reconhecer a ferida e as emoções negativas que se se expressaram como a ira, a vergonha ou o desejo de vingança.



• Em seguida, você deve compreender o mau comportamento da pessoa que a magoou. Talvez se trate de alguém emocional e exageradamente vulnerável, e que age na defensiva ou que tenha uma visão deformada da realidade.


• A próxima etapa que você deve alcançar é esquecer a ofensa, por mais grave que seja, através do perdão.



• E finalmente, prevenir futuras feridas, evitando aquelas pessoas que, mesmo de forma involuntária, possam agir da mesma maneira, causando-lhe danos.



Para desativar as emoções negativas, como a ira, a raiva e o ressentimento, quando elas aparecem, e de forma a que possam transformar-se em perdão, você pode aplicar as seguintes estratégias psicológicas:



• Relativizar as causas através do humor e do distanciamento. Pergunte-se: será que isso terá importância daqui a um ano? Se a resposta for não, você dar-se-á conta que se trata de algo que não vale a pena recordar.



• Evite entrar no círculo vicioso das emoções negativas, se isso recomeçar uma e outra vez. Se você se aperceber de uma repetição sistemática, afaste-se com determinação do foco de atenção do conflito e ocupe-se com outra coisa qualquer!



• Uma boa ideia é ler um bom livro que lhe interesse, ir ao cinema assistir um filme (também pode fazê-lo em casa), passear ou conversar descontraidamente com um amigo que tenha uma atitude positiva e, sobretudo, otimista.



• O essencial é que você se separe do seu passado, porque reviver os acontecimentos negativos, para além de impedir que a ferida cicatrize, vai também impedi-la de aproveitar plenamente o presente.



Para esquecer eficazmente seja qual for à situação que lhe tenha provocado sofrimento, ou que ainda provoque, existe um sistema infalível, se for implementado da forma correta:



"Num ambiente de calma absoluta, estenda-se na cama ou num sofá. Relaxe e, com os olhos fechados, visualize na sua mente tudo o que lhe tenha causado dano e sofrimento. Meta tudo dentro de um saco e feche-o. Depois, sempre mentalmente, vá até uma ponte sobre um rio. Lá em baixo, a água corre sem parar. Pegue no saco e atire-o ao rio.



Fique alguns instantes a olhar para o saco que se afasta, levado pela corrente... Respire profundamente e diga de forma calma e pausada: “Adoto o princípio da energia vital e perdoo aos meus inimigos.” Em seguida, abra lentamente os olhos, e sinta todo o peso que até aí acumulava, sair-lhe dos ombros. Finalmente, você sente-se livre!”



E assim, você, voltará a ser você mesma. Além disso, quando for você que tiver de se desculpar, não se esqueça de que pedir perdão não é a mesma coisa que se desculpar, porque desculpar-se é escusar as razões pelas quais você agiu. Pedir perdão é assumir a totalidade, e sentir todo o mal que poderia causar aos outros.



E para aceitar o perdão dos outros, você deve estar consciente da imperfeição humana que todos temos, e ser capaz de virar a página.


Seu amigo e conselheiro para a felicidade, é o Perdão.




Ajudemos a encontramos o Autor.


Obrigado!


___________________________________________________________________________________



AS 10 LEIS PARA SER FELIZ


AUGUSTO CURY



Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.



Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.


Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.



É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis dentro da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.



O QUE É SER FELIZ?


A vida é uma grande universidade, mas pouco ensina a quem não sabe ser um aluno... Ser feliz não é ter uma vida isenta de perdas e frustrações. É ser alegre, mesmo se vier a chorar. É viver intensamente, mesmo no leito de um hospital. É nunca deixar de sonhar, mesmo se tiver pesadelos. É dialogar consigo mesmo, ainda que a solidão o cerque.



É ser sempre jovem, mesmo se os cabelos embranquecerem. É contar histórias para os filhos, mesmo se o tempo for escasso. É amar os pais, mesmo se eles não o compreenderem. É agradecer muito, mesmo se as coisas derem errado. É transformar os erros em lições de vida.



Ser feliz é sentir o sabor da água, a brisa no rosto, o cheiro da terra molhada. É extrair das pequenas coisas grandes emoções. É encontrar todos os dias motivos para sorrir, mesmo se não existirem grandes fatos. É rir de suas próprias tolices.



É não desistir de quem se ama, mesmo se houver decepções. É ter amigos para repartir as lágrimas e dividir as alegrias. É ser um amigo do dia e um amante do sono. É agradecer a Deus pelo espetáculo da vida... Quem conquista uma vida feliz? Será que são as pessoas mais ricas do mundo, os políticos mais poderosos e os intelectuais mais brilhantes?



Não! São os que alcançam qualidade de vida no palco de sua alma. Os que se libertam do cárcere do medo. Os que superam a ansiedade vencem o mau humor, transcendem os seus traumas. São os que aprendem a velejar nas águas da emoção.


Você sabe velejar nessas águas ou vive afundando? Os nossos maiores problemas não estão nos obstáculos do caminho, mas na escolha da direção errada...



O DINHEIRO E A FELICIDADE


O dinheiro pode nos dar conforto e segurança, mas ele não compra uma vida feliz. O dinheiro compra a cama, mas não o descanso. Compra bajuladores, mas não amigos. Compra presentes para uma mulher, mas não o seu amor.



Compra o bilhete da festa, mas não a alegria. Paga a mensalidade da escola, mas não produz a arte de pensar. Você precisa conquistar aquilo que o dinheiro não compra. Caso contrário, será um miserável, ainda que seja um milionário.



A FAMA E A FELICIDADE


O sucesso no trabalho, na escola, na realização das metas é fundamental para a qualidade de vida. Mas a fama que acompanha o sucesso não produz a felicidade! A fama produz aplausos, mas não a alegria. Produz o assédio, mas não elimina a solidão.



A fama pode se tornar uma armadilha para uma vida feliz, pois evapora a simplicidade, esmaga a sensibilidade, invade a privacidade. Há muitos famosos tristes e deprimidos. Lute pelo sucesso e não pela fama. Se a fama vier, dê pouca importância a ela.



A CULTURA ACADÊMICA E A FELICIDADE


A cultura acadêmica nutre a inteligência, mas não é o alicerce de uma vida feliz. O aluno sai da escola conhecendo o mundo exterior, mas desconhecendo o anfiteatro de sua mente.



Ele sabe discursar sobre o mundo físico, mas não sabe falar de si mesmo. É um gigante na ciência, mas um frágil menino diante de suas perdas e desafios. O mundo acadêmico está em crise. Ele dá diplomas, mas não prepara os jovens para a escola da vida. Você está preparado apenas para as vitórias ou também para as derrotas?



O PODER E A FELICIDADE


O homem sempre amou o poder, mas poder não produz uma vida feliz. Uma pessoa pode dirigir uma nação ou uma grande empresa com habilidade, mas pode não ter nenhuma competência para governar sua emoção.



Hitler queria dominar o mundo porque nunca dominou seu próprio mundo. Mesmo quem conquista o poder político pela via democrática pode ser um péssimo líder de si mesmo. O seu maior desafio na vida não é liderar a Terra, mas seu próprio ser.



O TRABALHO E A FELICIDADE


Trabalhar com alegria, dedicação e criatividade é um bálsamo para a vida. Mas devemos trabalhar para viver e não viver para trabalhar. Algumas pessoas são workaholic, viciadas em trabalhar. Sonham, almoçam e respiram trabalho.



Elas têm tempo para tudo, menos para si mesmas. Não admitem a falência da empresa, mas pouco se importam com a falência de suas vidas. Livre-se de ser um viciado em trabalho! A não ser que queira ser o mais competente do cemitério!



A SEGURANÇA E A FELICIDADE


Muitos fazem seguro da casa e do carro. Eles se protegem contra assaltos e acidentes, mas se esquecem de proteger sua emoção contra o estresse e os problemas da vida.



Que contraste! Por isso, qualquer coisa assalta-lhes a tranqüilidade... Você percebe o quanto seus problemas roubam sua alegria e paciência? Sem proteger a emoção, alcançar uma vida feliz é uma ilusão.



O PADRÃO DE QUALIDADE DE VIDA


Quem é exigente com a qualidade dos produtos, mas não com a sua qualidade de vida, trai a sua própria felicidade...



PARADOXOS DO MUNDO MODERNO


Nunca tivemos um avanço tão grande na tecnologia, mas o homem nunca experimentou tantos transtornos psíquicos. Nunca tivemos tantos meios para nos propiciar conforto- os veículos, o telefone, a geladeira- mas o homem nunca se sentiu tão desconfortável em sua mente. Nunca tivemos tantos meios para nos dar prazer- a TV, a Internet, o cinema, mas o homem nunca foi tão triste.



A sociedade moderna se tornou uma fábrica de estresse. E você vive nesse mundo maluco. O que fazer? Mudar de planeta não é possível! Viver como ermitão isolado do mundo não adiantará, pois levaremos nossos problemas aonde formos. Refugiar-se no álcool e nas drogas, como muitos jovens fazem só expande a miséria e destrói a vida.



Se esconder como muitos adultos, atrás da conta bancária e do status social e fingir que nada está acontecendo, é fugir da realidade. Vivemos num mundo complicado. Mas não tente fugir dele. É nele que devemos nos realizar, ser felizes e saudáveis. A luz só é bela quando acesa na escuridão.



POR QUE?


Porque a luz expôs uma realidade que ela não via: sujeira, insetos, aranhas. Só descansou depois de uma bela faxina. Infelizmente, alguns preferem o escuro! Tenha coragem para acender a luz no seu porão e fazer uma faxina na sua vida.



Descobriremos que não somos tão saudáveis quanto pensamos. A luz vai brilhar. Talvez haja algum desconforto inicial ao depararmos com nossa realidade. Mas nos alegraremos em usar as dez leis da psicologia para conquistarmos uma vida feliz.



Com elas podemos encontrar alegria na dor, esperança na tempestade, segurança nas tormentas. Podemos aprender a cantarolar, brincar, viver a vida com paixão e prazer. Antes de estudá-las, deixe–me dar um recado.



Não há milagre para transformar a personalidade, mas treino. Cada lei só será útil se forem colocadas em pratica se forem inscrita nas páginas do seu coração. Leia e releia-as quando for necessário.



Mas sua prática previne e contribui para a resolução dos transtornos. Porém, o maior objetivo das leis é abrir as janelas da sua inteligência. Que janelas? As janelas que arejam seu potencial intelectual e sua capacidade de amar a vida e tudo que a promove.



FONTE CONSULTA:


AS 10 DEZ LEIS PARA SER FELIZ


AUGUSTO CURY


______________________________________________________________________________




AS MEDITAÇÕES DAS 36 CARTAS CIGANAS



CAVALEIRO: O que desejo sempre vem para minha vida, mas é preciso agir para o que eu desejo venha para minha vida.


PEDRAS: As dificuldades do meu caminho sou eu quem as coloco, mas buscando sabedoria, tiro-as do meu caminho, e sigo livre sem preocupações.


NAVIO: O que desejo esta sendo gerado na minha, porque tudo é possível, o impossível somente demora mais.


CASA: É na minha casa emocional que encontro segurança e equilíbrio, as demais casas ficarei bem.


ÁRVORE: São das minhas origens, que criei as minhas bases, e com elas crio raízes fortes, que me darão a sabedoria para prosperar.


NUVENS: Quando não vemos o caminho com clareza, o ideal é esperar as nuvens passarem, para ver o caminho a seguir, sem pedras e sem duvidas.


COBRA: É prudente sempre pensarmos o que vamos falar, para evitar magoas e tristezas, sempre pensar em palavras construtivas que tragam a renovação e flexibilidade.


CAIXÃO: Sempre termine o que começou, para não deixar nada incompleto na sua vida, para sempre fechar e abrir ciclos na sua vida, que nem sempre são terminados.


RAMALHETE: A felicidade está em mantermos com sabedoria as nossas alianças.


FOICE: É necessário fazer cortes na nossa vida,para que entre as curas.


CHICOTE: Na vida sempre é preciso se ter jeito, jamais impor o que queremos com força.


PÁSSAROS: A sabedoria dos pássaros consiste em estarem lado a lado, como companheiros, mas com Liberdade.


CRIANÇAS: Manter a criança interior é fundamental, mas ter atitudes imaturas é prejudicial, medite sempre nas suas atitudes.


RAPOSA: Buscar estratégias para buscar o que se deseja é sábio, sempre gere metas e estratégias para se alcançar o que se deseja.


URSO: Temos a força de realização para conseguir o que queremos.


ESTRELA: A nossa estrela sempre brilha.


CEGONHA: Somos nós que geramos as novidades para nossa vida.


CACHORRO: Sejamos sempre fieis aos nossos princípios e bases, para atrairmos a fidelidade para nossa vida.


TORRE: As bases estão dentro de nós, para sempre reconstruirmos as nossas vidas.


JARDIM: Temos que pensar o que queremos colher, para planejarmos o que vamos plantar.


MONTANHA: Manter os equilíbrios físicos, emocionais, financeiros e espirituais são fundamentais para a nossa vida.


CAMINHO: Os caminhos estão sempre aberto.


RATO: Todos os desgastes que temos são permitidos por nós.


CORAÇÃO: Somos responsáveis pelos sentimentos que despertamos nos outros.


ALIANÇAS: As alianças simboliza laços sérios, laços duradouros.


LIVROS: Os conhecimentos nos trazem a sabedoria e estes conhecimentos nos levam a liberdade.


A CARTA: Noticias Boas noticias sempre são bem-vindas.


O COMPANHEIRO: Deus abençoou o trabalho. E o trabalho de minhas mãos sempre é abençoado.


A COMPANHEIRA: Eu crio a minha vida na trama do encanto. Por isso o que amo vem para minha vida.


LIRIOS: O Amor verdadeiro esta dentro de mim, por isso transmito Paz e Conciliação.


SOL: Sou filho da terra, da lua e das estrelas. Sou irmão do Sol, vencerei.


LUA: Todos os dias aprendo a amar. Vivencio todas as fases da minha vida, ouço a minha intuição.


CHAVE: A chave sempre esta nas nossas mãos.


PEIXES: A abundância faz parte da minha vida, prospero em todos os sentidos.


ÂNCORA: Minhas atitudes me trazem segurança ou estagnação, depende de mim.


CRUZ: A perseverança nos leva a Vitória.



Prof.ª Rose de Souza


___________________________________________________________________________



PASCOA E SEMANA SANTA


PARA OS CIGANOS


A Festa da Páscoa festejada justamente no momento do início do Ano Zodiacal, quando o planeta Terra recebe os poderosos eflúvios da Constelação de Áries, o Cordeiro de Deus.



E para a Astrologia Cigana, a Casa 1 é o Punhal, elemento Fogo, é a hora da Ação. E a influencia do signo da luta e da vontade de vencer. Representa também a honra, a vitória e o êxito. Os ciganos usavam o punhal para abrir matas, sendo então, símbolo de superação e pioneirismo, impulsividade e coragem.



Em 2013, estaremos sob a disciplina férrea do Planeta Saturno; será um ano de grandes responsabilidades, teremos de ser ativos, com metas seguras do que queremos produzir ou elaborar e nem pensar em fazer pouco caso do trabalho e das atividades que estamos envolvidos, porque seremos cobrados.


Pra quem adora produzir e trabalhar, este é um ano apropriado, pois para Saturno, “o trabalho dignifica o homem”.



Será um ano propício para elevarmos nossa consciência para o que é útil e produtivo. Saturno dinamiza os trabalhos, as estruturas sociais, governamentais e a sociedade. Na mitologia, é considerado o senhor do tempo e do destino.



O ano de 2013 nos mostrará as lições mais importantes que teremos de aprender. Como este Planeta traz em si seriedade e certa rigidez, será necessário buscarmos alegria e avaliarmos como estamos lidando com a vida. Se estivermos meio tristes, será a hora de sairmos com amigos, dançar, criar, se soltar e relaxar.



Não há um dia específico para fazer orações, pedidos, rituais; pois todos os dias são os melhores dias para se conversar com Deus; tudo que os ciganos fazem é com amor, senão não fazem. Muitas vezes são feitas orações para agradecer pela viagem em segurança, pela fartura em suas mesas, pela proteção ou mesmo para agradecer por suas vidas, o bem mais preciosos que os concedeu; Deus e a Santa Sara Kali.



Uma ótima sugestão é acender um incenso de qualquer aroma, pois tanto os ciganos como os povos antigos do oriente acreditam que o aroma agrada as divindades e a fumaça que vai em direção aos céus, levam suas orações, aumentando assim a oportunidade de seus pedidos serem atendidos.


Que Sara Kali os cubra com seu manto de luz e amor!!!


"Amém".



Quinta-feira - Oração cigana para cortar a inveja


"Meu Deus, minha Santa Sara, eu vosso filho (a) estou pedindo vossa ajuda para que corte toda a inveja, que está sendo direcionada a mim. Que esta pessoa seja envolta por seu manto de amor, curando o seu coração de sentimentos negativos.



Que tu minha mãe amada interceda por mim. Com o seu poder e com a força dos Clãs Ciganos de Luz, remova de minha vida todo este infortúnio e a inveja que a mim é direcionada, por motivos que desconheço, então que este sentimento seja todo transformado em ondas de energias divinas e de amor.



E que esse amor volte a esta pessoa, tornando-a mais alegre e feliz, ajudando-a nos seus sentimentos desajustados e que ela tenha algo de bom para se preocupar e não mais me inveje. Que o seu poder harmonize nossas ligações e pensamentos em uma sintonia de paz e Luz. Minha Santa Sara eu agradeço desde já por sua ajuda.



Sempre me auxilie para que eu não cometa estes mesmos deslizes, e que seu um dia eu invejar alguém, então que a Senhora me cure! Ajudando-me a ser uma pessoa mais feliz.


"Amém"



RITUAL CIGANO PARA SEMANA SANTA


Você vai começar pela... Quinta-Feira Santa, na hora de dormir medite sobre o que tem afastado você de sua felicidade.


Descontentamento com emprego, insegurança, pressão e brigas em familia enfim tudo o que você considera ruim para você.


Pode até ficar triste ao relembrar, mais não desista, anote tudo em um papel, reze suas orações e deite-se.



No dia seguinte (sexta-feira) procure mentalizar a vida de Cristo, sofrimento por que passou, abandono, tortura, procure agir como se lá estivesse (será que não estava?) Reze o Pai Nosso, e queime a sua lista de episódios negativos, jogue as cinzas em água corrente (córrego, rio).



No sábado seu banho (2 litros de água em uma panela), acrescente pétalas frescas de 3 rosas brancas.


9 lasca de canela em casca,


9 cravos da índia,


9 folhas de louro,


1 pitada de açúcar,


1 pitada de sal, tampe o banho e deixe esfriar, coe e coloque


o que restou aos pés de uma flor vermelha ou em jardim.


Depois de seu banho normal, despeje o banho do pescoço para baixo dizendo...



Com a água me purifico, com a rosa me renovo, a canela me tráz bons fluidos e o cravo me transforma, o açúcar me dá doçura e paciência...



Para aceitar, o que a mim por Deus foi destinado, e o louro é minha alegria; e o sal me defenderá de energias negativas.


No dia seguinte domingo de Páscoa escreva uma carta para a sua cigana, se saber diga o nome, se não saber só diga minha Cigana.



Contando como sua vida mudou e que tudo se realizou; que seu emprego é ótimo, que a família já se da bem.


Leia a sua carta 9 vezes para que sua cigana ouça ( EM VOZ ALTA)*



Reze um Pai Nosso agradeça a Jesus Cristo, e a Santa Sara pelo que conseguiu.


Acenda uma vela amarela para Santa Sara.


Acenda uma vela branca para Jesus Cristo.


Faça com fé , e tudo se realizará..............................Jô de Fênix.




FONTE DE CONSULTA:


http://ongfraterna.blogspot.com.br/2011/04/ritual-cigano-para-semana-santa.html


http://somostodosum.ig.com.br/clube/artigos.asp?id=22255


Previsões para 2013 - Serena Salgado


Astrologia Cigana – Prof.ª Rose de Souza



______________________________________________________________________________________



O PODER 7 ERVAS


(POVO CIGANO)



Cada Planta ou Erva tem seu poder de vibração particular e especial, mas quando combinadas entre si, podem aumentar ainda mais seus poderes e vibrações. Um exemplo bem prático são as sete Ervas. Elas têm um super poder de combater as energias negativas, seja na residência ou trabalho.


São formadas pelas seguintes Plantas:


Arruda, Guiné, Alecrim, Comigo-ninguém-pode, Espada de São Jorge, Manjericão e Pimenteira.



Um vaso com as sete Ervas pode ser colocado em qualquer ambiente que se deseja proteção e limpeza energética.



Coloque na sala, na porta de entrada, no hall ou varanda, na sua cozinha, na recepção ou no escritório, ao lado de sua mesa de trabalho.



Porém, estes ambientes devem tem abertura para áreas externas como janelas e portas, pois estas Plantas precisam de luz, sol e ar circulando.



Este vaso te dará sorte e boas energias, mas antes de usar as Plantas, conheça com mais detalhes suas propriedades.



Veja, abaixo, as propriedades das sete Ervas e para que servem cada uma delas:



Arruda: é umas das Ervas mais poderosas para combater inveja e olho-gordo. A Arruda já era conhecida e usada na antiga Grécia e Roma. Foi popularizada no Brasil pelas escravas na época na colonização. Quando colocada num ambiente, além de proteger, emite vibrações de prosperidade e entusiasmo. Podemos ter sempre um galho de Arruda junto ao corpo para reter as energias negativas.



Guiné: em um ambiente tem o poder de criar um "campo de força" de proteção, bloqueando as energias negativas e emitindo vibrações otimistas. Atrai sorte e felicidade. Cria uma energia de bem-estar nos ambientes.



Alecrim: é uma Erva que tonifica as pessoas e os ambientes. É considerado também poderoso estimulante natural, favorecendo as atividades mentais, estudos e trabalho. Favorece e fortifica o ânimo e vitalidade das pessoas. Agindo em conjunto com Arruda, "segura" as energias de inveja, mau-olhado e fofocas.



Comigo-ninguém-pode: o nome da Erva já diz tudo. Afasta e quebra todas as energias negativas dos ambientes. Em uso conjunto com espada de São Jorge quebra feitiços, magia e mau-olhado. Além deste super poderes é uma Planta muito bonita para qualquer ambiente.



Espada de São Jorge: por causa de suas folhas pontudas é facilmente associada ao poder de cortar as energias negativas, a inveja, olho-gordo, magia, etc. Alguns dizem que espanta os maus espíritos. Ao cortar as energias negativas, a Erva atrai coragem e prosperidade.



Manjericão: Além do delicioso sabor que passa como tempero da cozinha italiana, o Manjericão, quando exposto num ambiente, tem a propriedade de acalmar e trazer paz de espírito a todos. Ao acalmar as tensões, afastamos os pensamentos negativos e nuvens negras.



Pimenteira: esta Planta combate as energias pesadas e ariscas. É uma Planta de vibração estimulante, afrodisíaca, tonificante e atrai boas energias para o amor.


Estas Plantas são encontradas em floriculturas, feiras ou lojas de Plantas.



Fonte: www.terra.com.br


autor: Franco Guizetti


_____________________________________________________________________________________



Consultor do Oráculo: Profissão x Missão?


É muito comum que aqueles que se interessem por desenvolver o conhecimento por um Oráculo acabem por ser solicitados ou mesmo que se auto motivem a usar as cartas para outros.


Basta alguém saber que você está lendo ou estudando o Baralho experimentalmente que logo surgem os primeiros interessados em conhecer as suas habilidades. Isso é natural e muito útil, pois pode auxiliar o consultor a treinar a sua intuição, bem como os seus conhecimentos sobre o Baralho Cigano.



Com a prática, e a auto-observação, o estudante perceberá que as mensagens lidas para outros servem, e muito, para o seu próprio crescimento interior, além de que ele mesmo possui uma peculiaridade no modo de ler, que consegue obter uma informação com mais precisão do que as outras, ou ainda, que sua leitura possui um viés próprio, uma assinatura.



A prática mostrará a ele se sua leitura é mais analítica (baseada totalmente no conteúdo teórico de tudo o que você leu ou estudou e na sua habilidade mental para reuni-las na leitura), intuitiva (quando a sua intuição der saltos inexplicáveis e precisos, muito além daquilo que foi lido ou estudado por você), psíquica (quando imagens mentais – vidência – afloram com o auxílio das lâminas do baralho), ou mais sensitiva (quando a inspiração combina conhecimento do Baralho com a capacidade de captar mensagens do inconsciente de quem se consulta).



Com o tempo essa assinatura aliada a sua habilidade psíquica mais desenvolvida o caracterizará como Consultor e o auxiliara a formar o seu público. Para algumas pessoas esse público crescerá de tal modo que viver desse trabalho, ou tê-lo como complemento de uma renda, será a consequência natural desse processo. O que vemos até aqui é o desabrochar de uma missão!



Palavra que parece boba, fora de moda neste mundo obcecado por teorias, formatações e credenciais. A missão, contudo, não deveria ser encarada desse modo, ela é o encontro da consciência com o propósito intrínseco da alma. Cumprir uma missão independe de a relação com essa atividade ser profissional ou não!



Alguém que vive uma missão cresce com o seu caminho, não o tem apenas como um meio de ganhar dinheiro, mas como uma forma de desenvolver sua espiritualidade, compreender a vida e dar a sua contribuição para ela. Viver ou não com exclusividade desse ofício não importa, o que importa é realizá-lo com a máxima dedicação, como um sacerdócio, o que pondera ou não incluir pagamento em dinheiro.



Para os que cobram o dinheiro é uma forma de estabelecer uma troca por um tempo que foi dedicado. Não existe de fato um modo correto ou errado de estabelecer essa relação com o tempo e o dinheiro, depende de uma série de fatores pessoais e intransferíveis, e cada um deve refletir sobre o seu próprio caso.



O CONSULTOR....


Muitas pessoas acreditam que para se ler um Oráculo, a pessoa tem de ter obrigatoriamente algum talento especial. Os mais formais se referem a este talento como intuição, ou, os mais esotéricos chamam de sexto sentido, ou mediunidade. Percebo que esta é uma dúvida das pessoas e constantemente sou perguntado sobre isto, tanto na minha experiência pessoal, quanto nas aulas e cursos que ministro.



De forma alguma descarto a possibilidade de que muitas pessoas trabalhem com base em sua intuição. Afinal, esta é, sem sombra de dúvidas, uma possibilidade, pois todo ser humano, em menor ou maior grau, conta com este recurso. Logo, este pode ser um “jeito”, justo e legítimo, de se compreender o Oráculo.



Ainda assim não creio que seja a única forma. Acredito que haja muitos e muitos jeitos de se ler o Baralho. Por exemplo, uma pessoa que em seu dia-a-dia é mais racional pode ler as cartas de forma muito similar a sua postura cotidiana. Ou seja, sua leitura também pode ser mais racional, mais reflexiva, embasada naquilo que ela já leu e conhece sobre o assunto.



Outro exemplo é o de uma pessoa mais sensível e que, ao ler as cartas, percebe algo em si própria ou naquele jogo. Pode ser frio, calor, algo bom, algo ruim, alguma parte de seu corpo, ou mesmo uma sensação ligada às cartas que aparecem num determinado jogo.



Para alguns isso pode parecer com uma manifestação intuitiva, mas existe uma diferença, pois na intuição existe algo que se projeta para fora, algo que eu experimento, mas que não diz exclusivamente de mim, mas sim do meu externo. Neste caso que destaco a pessoa percebe, nela própria algo, ou seja sua experiência diz algo acerca dela mesma e de suas sensações. Isto, por vezes pode ter sentido em alguns atendimentos.



Esses são só alguns poucos exemplos de que existem muitas formas de se encarar .Não existe uma cartilha, que trate como devemos nos orientar diante do baralho, o que existe é o direcionamento. Logo o caminho de cada um deve ser construído passo a passo e em sintonia com o seu desenvolvimento interno. Ou seja, o consultor se faz ao unir as suas experiências, com aquilo que existe de seu.



E, sendo assim devemos perceber que somos dotados de múltiplos recursos pessoais, inerentes a nós seres humanos. A conhecida frase de Terêncio nos lembra disso: “Eu sou homem e nada que é do humano me é estranho”. Ou seja, podemos contar com nossa intuição, assim como podemos contar com nossa razão, nossos sentimentos, nossas sensações, ou qualquer outro recurso que se manifeste durante uma leitura do Baralho.



Não devemos ficar apegados a um único caminho, ou a uma fórmula mágica. Até porque o Baralho é um complexo instrumento de auto-conhecimento e este vai nos exigir de forma ampla e complexa. O baralho, para ser bem lido, vai precisar de alguém preparado para enxergar suas nuances, seus detalhes mais sutis, aquilo que existe de único e singular quando aquelas determinadas cartas se encontram em suas específicas posições.



Percebo que nenhum de nós deve ficar apoiado somente numa única forma de ler. Devemos nos olhar de forma tão complexa e tão irrestrita quanto às próprias cartas. Devemos reconhecer nossas mais vastas possibilidades e entender que esta, afinal de contas, é a nossa maior riqueza e grandeza.



3 SEGREDOS:



1º SEGREDO:


No momento da consulta, nos sintonizamos com os Espíritos Ciganos que consagramos logo no inicio da nossa jornada para nos ajudar no processo de interpretação das Cartas.


Ao levarmos em consideração o lado espiritual das Cartas, devemos lembrar que, ao considerá-las também sob este enfoque e estar ciente do preparo para interpretá-las, estamos continuando o nosso desenvolvimento mediúnico e a nossa sensibilidade em nós muitíssima necessária para uma boa interpretação do jogo, em síntese, estamos cuidando do aprimoramento em nós daquilo que Allan Kardec muito bem tratou em O Livro dos Médiuns e André Luiz no Livro Nos Domínios da Mediunidade.


2º SEGREDO:


O segundo ponto a destacar é a prática da caridade. Quem se decide por aprender a jogar o Baralho Cigano, seja para si mesmo e, principalmente, para os outros, deve estar movido, em primeiro lugar, pelo sincero desejo de ajudar.


Infelizmente, porém, muitas pessoas se lançam hoje nesta tarefa movidas tão somente pelo desejo de ganhar dinheiro (não estou aqui negando a Consulta Cobrada), qualquer trabalho em que se pretenda contar com a ajuda do Plano Astral ou Espiritual, seja no Jogo ou em trabalhos de Cura, o sincero desejo de em primeiro lugar ajudar, esclarecer e consolar, será o alicerce inabalável de um trabalho seguro.


3º SEGREDO:


Preparo constante:


É preciso levar em conta, antes de mais nada, que muitos buscam um Consultor do Oráculo movido por curiosidade, mas, em número muito maior, estão aqueles que recorrem a este tipo de assistência por desespero e falta de rumo em suas vidas. Nesta hora, você que agora deseja iniciar-se nesta tarefa, deverá ter, inevitavelmente, um preparo espiritual para ser útil, na medida do possível, às pessoas, que muitas vezes fragilizadas, que estarão ali à sua frente, esperando a sua ajuda e as suas respostas para iniciar uma nova jornada.




_____________________________________________________________________________________




DESCUBRA OS SEUS PONTOS FORTES


"Para se destacar na área que você escolheu e para encontrar satisfação duradoura em fazê-lo, você vai precisar entender seus padrões específicos. Precisará se tornar um perito em praticar e refinar seus pontos fortes.



Assim, mude seu foco. Suspenda o interesse na fraqueza e explore seus pontos fortes. Aprenda sua linguagem. Descubra a fonte de sua energia.”



Marcus Buckingham e Donald O. Clifton descobriram que a maioria das empresas e pessoas dá pouca ou nenhuma atenção aos seus pontos fortes. Preferem investir tempo e dinheiro na tarefa ingrata de corrigir suas fraquezas, achando que desse modo às pessoas atingirão a excelência.



Por outro lado, o estudo revelou que os profissionais bem-sucedidos compartilham um segredo simples, mas poderoso: usam suas energias para aprimorar aquilo que fazem melhor, deixando seus pontos fracos em segundo plano. E, assim, tornam-se cada vez mais competentes, produtivos e felizes.


O QUE UM TALENTO?


Um talento é um comportamento, uma emoção ou pensamento inato em nós, e nós expressamos naturalmente. Nós todos temos talentos. É inato e que somos bons em qualquer ambiente. Todos nós temos qualidades que se destacam dos outros.



Por exemplo, é um talento a ser competitivo. Seja curioso e ter vontade de descobrir coisas novas é um talento. Ser persistente é um talento. Ser organizado é outro talento. Ser teimoso é um talento, se usado em um ambiente onde você precisa exercê-la.



Como desenvolvê-lo até que se torne uma atividade produtiva?



Como os talentos é uma capacidade que temos e é inata em nós, e preciso se observar para descobrir o que você faz com facilidade, qualidade e em qualquer situação.



Quais são as áreas onde se localiza seu maior potencial de crescimento profissional e humano?



Todas, desde que você entenda que o faz é importante e produtivo para você e claro contribui para o crescimento do grupo.



Infelizmente, a maioria das pessoas tem pouca noção de seus talentos e pontos fortes, e ainda menos capacidade de construir suas vidas em torno deles. Guiados por pais, professores e chefes, acabamos nos tornando peritos em nossas fraquezas e passamos a vida tentando remediá-las.



Não surpreende que nossos esforços resultem em sucessos parciais, insatisfatórios, quando não em fracassos retumbantes. A trama de nossos talentos pessoais, aquilo que torna cada um de nós dono de uma visão de mundo única e intransferível, está escrita em nossa mente com tinta indelével.



É formada por uma infinidade de conexões cerebrais que se tornaram fortes em determinadas áreas – e frágeis em tantas outras – desde a primeira infância. Lutar contra isso é tarefa inglória. Má notícia?



Não. Porque o outro lado da moeda é brilhante: conhecer profundamente o padrão de nossos talentos pessoais e usá-los de forma consciente é o único caminho para a excelência. Aplicando a mesma lógica aos seus colaboradores, os ganhos de sua vida se multiplicam.



Se você precisar, pedir a seus amigos, familiares, colegas para selecionar talentos que se parecem com você e assim descobrir algo novo ou apenas confirmar que você já identificou.



1. O trabalhador, o diretor. Caracteriza as pessoas que precisam fazer algo para sempre, são hiperativos, no sentido positivo.


2. Ativador - o iniciador. Eles são muito bons em jogar, as coisas começaram. Ansioso para entrar em ação.



3. Adaptabilidade/Flexibilidade. Talento da pessoa vivendo no presente e que acolhe os eventos inesperados facilmente. Ela se sente bem com a ideia de que as coisas podem acontecer de maneira diferente do que o previsto. Adaptar-se ao inesperado



4. Analítica - Objetivo. Falando para uma vida racional, adora fatos, quer ter provas de que é uma pessoa, avançado lógico e às vezes separados de seus emoções.



5. O organizador do condutor. Saber gerenciar múltiplas variáveis simultaneamente e orquestrar para otimizar o resultado.



6. Convicções pessoais. Forte senso de valores e crenças. Ele aborda o mundo através delas. Militares para defendê-los. Integridade e consistência.



7. Liderança. Tomando situações de carga. Classificar, dar instruções. Para ele, o confronto não é um problema. Pelo contrário, é o começo de resolver um problema.



8. Comunicação. Sabendo passar a mensagem, ele cativante. Não contente com os fatos. Sabendo incentivar, atrair a atenção. O comunicador.



9. Concorrência. Talento da pessoa que está ciente do nível de competência dos outros. Seu incentivo é para ser o melhor. Precisa de outros para competir. É a energia que você precisa para chegar motivado.



10. Sentindo-se parte de algo maior. Sentindo-se ligado a outros e com o universo. Ciente da globalidade. Respeito para interações. Aliança fé.



11. Depois de tirar a pessoa de referência passada e enfrentar uma situação nesta função. O passado é entender o presente. Saber de onde vem para entender onde você está e do que fazer.



12. Prudência/Vigilância. Ela coloca uma atenção especial de onde você colocar os pés. Sério, cuidadoso, tomar o seu tempo, confira.



13. Descobridor do potencial. Pessoa que vê o potencial dos outros e que podem ser apoiados na base destes. Desenvolvedor de talentos.



14. Disciplina. O universo evolui em pessoa deve ser previsível: Necessidade de estruturar o mundo e construir o mundo de acordo com isso. É varejista. Específico. Rompe seus projetos em fases e mini-metas.



15. Empatia. Capacidade de colocar no lugar do outro e sentir o que ele sente.



16. Justiça/Igualdade. É muito importante para essa pessoa a se comportar de forma justa, para tomar decisões justas.



17. Foco. Tendo feito uma decisão, e não as folhas. Mantenha-se focado no objetivo de alcançar.



18. Futurista/visionário. Detectado antes que os outros o que vai acontecer. Captura correntes fracas. Visionário. Ele tem uma visão tão forte como esta. Pioneiro.



19. Harmonia. Gera harmonia ao redor.



20. Criativa, habilmente manipula a geração de ideias. - Atender o mundo com novos olhos. Criatividade.



21. Integração. Sabendo incluir pessoas em um grupo. Federar. Sentindo-se bem-vindas. Gerar um sentimento de integração.



22. Individualização. Detectar o que é especial em alguém e coloca-lo de acordo com esta especificidade.




23. "Input"-Informação de Entrada Você deseja mais informações. Coletor. Documentário. Isto pode servir algum dia.



24. Inteligência. Gosto pela atividade intelectual. Aprofundamento.



25. Aprender a sede, para a aprendizagem. Aprender por prazer, sem necessariamente buscando desenvolver expertise em uma área ou outra.



26. Otimizar. Saiba onde o reservatório. O melhor de um sistema ou situação. Fazer ainda melhor o que já funciona bem. Abrir caminho para novas margens.



27. Reparar. Apoiadores para consertar o que está quebrado. Um diagnóstico e encontrar soluções para reparar.



28. Atitude positiva. Pessoas com um entusiasmo contagiante. O copo está meio cheio.



29. Relacional. Alimentação e manter um relacionamento, gerando um alto nível de confiança, a lealdade.



30. Forte senso de responsabilidade. Você concorda com o que ele diz e o que ele faz. Honestidade e lealdade. Sua reputação depende disso.



31. Confiança. As pessoas sempre deixam satisfeito depois. Segurança e confiança. Não descendo pela crítica. Resistência.



32. Diferença/originalidade. Para distinguir esta pessoa é importante. Ele precisa ser ouvido, visto admirado e destacar. Excêntrico.



33. Sentido estratégico. Antecipar, escolha as melhores abordagens para começar.



34. Convicção. Talento para convencer os outros a se juntar a eles em sua causa, para convencê-los rapidamente. Conquistar, seduzir, vender.




Fonte de Consulta:


www.esextante.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=3702&sid=2


http://moveoncoaching.wordpress.com/2009/03/27/identifica-tus-talentos/


____________________________________________________



VOCÊ PODE CURAR A SUA VIDA.


LOUISE HAY


ALGUNS PONTOS DA FILOSOFIA



Somos todos 100 por cento responsáveis por nossas experiências.



Cada pensamento que temos está criando nosso futuro.



O ponto do poder está sempre no momento presente.



Todos sofrem de culpa e ódio voltados contra si próprios.



A frase-chave de todos é: "Não sou bastante bom".



É apenas um pensamento e um pensamento pode ser modificado.



Ressentimento, crítica e culpa são os padrões mais prejudiciais.



A liberação do ressentimento pode remover até o câncer.



Quando realmente amamos a nós mesmos, tudo na vida funciona.



Devemos nos libertar do passado e perdoar a todos.



Devemos estar dispostos a começar a aprender a nos amar.



A auto-aprovação e a auto-aceitação no agora são


a chave para mudanças positivas.



Cada uma das chamadas "doenças" em nosso corpo são criadas por nós.


Os portais da sabedoria e do conhecimento estão sempre abertos.



A vida na verdade é muito simples.


O que damos, recebemos


O que pensamos sobre nós torna-se verdade para nós. Acredito que todos, inclusive eu mesma, somos 100 por cento responsáveis por tudo em nossas vidas, desde o melhor até o pior. Cada pensamento que temos está criando nosso futuro. Cada um de nós cria suas experiências através dos pensamentos e emoções.



Os pensamentos que temos e as palavras que falamos criam nossas experiências. Criamos as situações e então abrimos mão de nosso poder culpando os outros pela nossa frustração. Nenhuma pessoa, nenhum lugar, nenhuma coisa tem poder sobre nós, pois "nós" somos os únicos pensadores em nossa mente. Criamos nossas experiências, nossa realidade e tudo o que há nela. Quando criamos paz, harmonia e equilíbrio em nossas mentes, os encontramos em nossas vidas.



Qual das seguintes afirmações é mais parecida com você?


"Tem gente querendo me pegar."


"Todos estão sempre dispostos a ajudar."



O Universo nos apoia totalmente em cada pensamento que escolhemos ter e acreditar. Colocado de outra forma, nossa mente subconsciente aceita tudo que escolhemos para acreditar, mas as duas formas significam que o que acredito sobre mim mesma e sobre a vida torna-se verdade para mim. O que você escolhe pensar sobre si mesmo e sobre a vida torna-se verdade para você. E nossas escolhas sobre o que podemos pensar são ilimitadas. Sabendo disso, faz sentido escolher "Todos estão sempre dispostos a ajudar", em vez de "tem gente querendo me pegar".



O poder universal jamais nos julga ou critica


Ele apenas nos aceita dentro do nosso próprio valor e depois reflete nossas crenças em nossas vidas. Se quero acreditar que a vida é solitária e ninguém me ama, isso é o que encontrarei em meu mundo. Todavia, se estou disposta a abandonar essa crença e afirmar para mim mesma: "O amor está em todos os lugares e eu sou amorosa e digna de amor", mantendo-me firme nessa nova declaração e repetindo-a com frequência, ela se tornará verdade para mim. Então pessoas amorosas entrarão em minha vida, as pessoas que já estão nela tornar-se-ão mais amorosas em relação a mim e eu me encontrarei expressando amor pelos outros com facilidade.



A maioria de nós tem ideias tolas sobre quem somos e muitas, muitas regras rígidas


sobre como a vida deve ser vivida


O objetivo dessa afirmação não é nos condenar, pois cada um de nós está fazendo o melhor possível neste instante. Se soubéssemos, se tivéssemos maior compreensão e percepção, poderíamos agir de modo diferente. Por favor, não se desmereça por estar onde está. O fato de você ter encontrado este livro estar escutando este conhecimentos é descobrir significa que está pronto para fazer uma nova modificação positiva em sua vida. Agradeça-se por isso. "Homens não choram!”; "Mulheres não sabem lidar com dinheiro!" Que ideias mais limitantes com que conviver.



Quando somos muito pequenos, aprendemos como devemos nos sentir em relação a nós mesmos e sobre a vida através das reações dos adultos à nossa volta


Esse é o modo como aprendemos o que pensar sobre nós mesmos e sobre nosso mundo. Ora, se você viveu com pessoas muito infelizes, medrosas, culpadas ou iradas, aprendeu muitas coisas negativas sobre você e seu mundo.



"Nunca faço nada direito”. “É tudo minha culpa”.


"Se eu ficar com raiva, sou uma pessoa má”.


Crenças desse tipo criam uma vida frustrante.



Quando crescemos, temos a tendência de recriar o ambiente emocional do lar onde passamos nossa infância


Isso não é bom ou mau, certo ou errado. É apenas o que conhecemos dentro de nós como "lar". Também temos a tendência de recriar nos nossos relacionamentos pessoais os mesmos relacionamentos que tínhamos com nossas mães ou pais, ou com o que existia entre eles. Pense quantas vezes você teve um namorado ou chefe "igualzinho" à sua mãe ou seu pai.


Também nos tratamos da forma como nossos pais nos tratavam. Repreendemo-nos e castigamo-nos da mesma maneira. Também nos amamos e nos encorajamos da mesma forma. Podem-se quase ouvir as mesmas palavras quando se presta atenção. Também nos amamos e nos encorajamos da mesma maneira se fomos amados e encorajados em crianças.



"Você nunca faz nada direito”. "É tudo sua culpa”.


Quantas vezes você se disse isso?


“Você é maravilhoso “Eu te amo.”


Quantas vezes você se diz isso”?



Entretanto, eu não culparia nossos pais por isso


Somos todos vítimas de vítimas e de maneira nenhuma eles poderiam ter nos ensinado algo que não conheciam. Se seus pais não soubessem se amar, seria impossível ensinarem a você como se amar. Eles fizeram o melhor que podiam com o que lhes foi ensinado quando eram crianças. Se você deseja compreender melhor seus pais, peça-lhes para falar sobre sua própria infância. Se você ouvir com compaixão, aprender de onde vieram seus medos e padrões rígidos - As pessoas que lhe fizeram "tudo aquilo" estavam tão receosas e assustadas como você está agora.



Acredito que escolhemos nossos pais


Cada um de nós decide encarnar neste planeta em pontos específicos no tempo e no espaço. Escolhemos vir para cá com o intuito de aprender uma lição em particular que nos fará avançar no nosso caminho espiritual, na nossa evolução. Escolhemos nosso sexo, cor, país, e então procuramos o casal especial que refletir o padrão que estamos trazendo conosco para trabalhar durante esta vida. Então, quando crescemos, geralmente apontamos um dedo acusador para nossos pais e choramingamos: "Vocês me fizeram isso" porém, na verdade, os escolhemos porque eles eram perfeitos para a tarefa que queríamos executar nesta existência.



Aprendemos nossos sistemas de crenças ainda pequenos e depois vamos pela vida criando experiências que combinem com nossas crenças. Olhe para o passado e veja quantas vezes você passou pela mesma experiência. Bem, eu acredito que você criou e recriou essas experiências porque elas refletiam algo em que você acreditava sobre si mesmo. Não importa realmente há quanto tempo temos um problema, o seu tamanho ou o quanto ele é ameaçador.



O ponto do poder está sempre no momento presente


Todos os eventos que você experimentou em sua vida até este instante foram criados pelos pensamentos e crenças que manteve no passado. Eles foram criados pelos pensamentos e palavras que você usou ontem, na semana passada, no mês passado, no ano passado, há 10, 20, 30, 40 anos ou mais, dependendo da sua idade.



Entretanto, esse é o seu passado e ele já acabou, não pode ser modificado. O importante neste momento é o que você está escolhendo pensar, acreditar e dizer agora. Esses pensamentos e palavras criarão seu futuro. Seu ponto de poder está no presente instante e está formando as experiências de amanhã, da semana que vem, do mês que vem, do ano que vem etc.


Preste atenção no que você está pensando neste instante. É positivo ou negativo? Você quer que esse pensamento crie seu futuro? Apenas preste atenção e tome consciência.



A única coisa com que estamos sempre lidando é um pensamento, e um pensamento pode ser modificado


Não importa qual seja o problema, nossas experiências são tão somente efeitos externos de pensamentos internos. Até mesmo o ódio voltado para si mesmo é um pensamento que você tem sobre si mesmo. Você tem um pensamento que diz: "Sou uma pessoa má"- Esse pensamento produz uma emoção e você entra


nessa emoção. Todavia, se você não tiver o pensamento, não terá a emoção. E os pensamentos podem ser modificados.



Mude o pensamento e a emoção desaparecerá.


Isso é apenas para nos mostrar onde conseguimos muitas de nossas crenças. Porém, não usemos essa informação como uma desculpa para continuarmos imersos em nossa dor. O passado não tem poder sobre nós. Não importa por quanto tempo estivemos abrigando um padrão negativo. O ponto do poder está no momento presente. Que coisa maravilhosa de compreender! Podemos começar a nos libertar neste instante!



Acredite ou não, escolhemos nossos pensamentos


Podemos habitualmente pensar e repensar a mesma coisa tantas vezes que perdemos a noção de que estamos escolhendo o pensamento. Porém, a escolha original foi mesmo nossa. Podemos nos recusar a pensar certas coisas. Veja quantas vezes você se recusou a pensar algo de positivo sobre você mesmo. Da mesma forma, também poderá se recusar a pensar algo de negativo sobre si mesmo. Quanto mais ódio e culpa temos, menos funciona nossa vida. Quanto menos ódio e culpa, melhor nossa vida funciona em todos os níveis.



Podemos mudar nossa atitude em relação ao passado


O passado é passado. Não podemos mudá-lo no presente. Todavia, podemos modificar nossos pensamentos sobre o passado. Como é tolo nos punir no presente porque alguém nos magoou no passado distante.



Muitas vezes digo a pessoas que possuem profundos padrões de ressentimento: "Por favor, comece a dissolver o ressentimento agora, enquanto é relativamente fácil. Não espere até estar sob a ameaça do bisturi de um cirurgião ou no seu leito de morte, quando terá de lidar também com o pânico".



Quando estamos em pânico, é muito difícil focalizarmos nossas mentes no trabalho de cura. Precisaremos de mais tempo para primeiro dissolver nossos medos.



Se escolhermos acreditar que somos vítimas indefesas e que tudo é inútil, o Universo nos apoiará nessa crença e cairemos ainda mais fundo.



É vital que nos liberemos dessas ideias e crenças tolas, fora de moda, negativas, que não nos apóiam e não nos nutrem. Até mesmo nosso conceito de Deus precisa ser modificado para que tenhamos um Deus por nós, não contra nós.


Para nos libertarmos do passado, devemos estar dispostos a perdoar


Precisamos escolher nos libertar do passado e perdoar a todos, inclusive a nós mesmos. Talvez não saibamos como perdoar e talvez não queiramos perdoar. Porém, o simples fato de dizermos que estamos dispostos a perdoar dá início ao processo de cura. Para nossa própria cura é imperativo que "nós" nos libertemos do passado e perdoemos a todos.



"Eu o perdoo por não ser como eu queria que você fosse.


Eu o perdoo e liberto."


Essa afirmação nos liberta.



Todas as doenças têm origem num estado de não-perdão


Sempre que estamos doentes, necessitamos procurar dentro de nossos corações para descobrirmos quem precisamos perdoar.


O conhecido livro Course in Miracles (Um curso em milagres) diz: "Toda doença tem origem num estado de não-perdão" e "Sempre que ficamos doentes, precisamos olhar à nossa volta para vermos a quem precisamos perdoar".



Eu acrescentaria a isso que a pessoa a quem você achará mais difícil perdoar é a DA QUAL VOCÊ MAIS PRECISA SE LIBERTAR. Perdoar significa soltar, desistir. Não tem nada a ver com desculpar um determinado comportamento. É só deixar toda a coisa ir embora. Não precisamos saber como perdoar. Tudo o que necessitamos fazer é estarmos dispostos a perdoar. O Universo cuidará dos "como".



Compreendemos bem demais nossa própria dor. Como é difícil para a maioria de nós compreendemos que eles, sejam lá quem forem, que mais precisam de nosso perdão, também estão sofrendo dor. Precisamos entender que eles estavam fazendo o melhor que podiam com a compreensão, a consciência e o conhecimento que tinham na época.



Quando alguém vem a mim com um problema, não importa qual seja - má saúde, falta de dinheiro, relacionamentos insatisfatórios, criatividade sufocada - trabalho unicamente numa só coisa, ou seja, em amar o eu. Aprendi que, quando realmente amamos, aceitamos e aprovamos a nós mesmos exatamente como somos, tudo na vida funciona.



É como se pequenos milagres estivessem em todos os cantos. Nossa saúde melhora, atraímos mais dinheiro, nossos relacionamentos tornam-se mais satisfatórios e começamos a nos expressar de forma plena e criativa. Tudo parece acontecer sem nem mesmo tentarmos.



Amar e aprovar a si mesmo, criar um espaço de segurança, confiança, merecimento e aceitação resultará na criação da organização da sua mente, criar relacionamentos mais amorosos em sua vida, atrair um novo emprego e um novo e melhor lugar para viver, e até permitir que seu peso corporal se equilibre. Pessoas que amam a si mesmas e aos seus corpos não se prejudicam nem prejudicam os outros.



A auto-aprovação e a auto-aceitação no aqui e agora são as principais chaves para mudanças positivas em todas as áreas de nossas vidas. O amar a si mesmo, amar o eu, começa com jamais nos criticarmos por nada. A crítica nos tranca dentro do padrão que estamos tentando modificar. A compreensão e os sermos gentis conosco mesmos nos ajudam a sair dele. Lembre-se, você esteve se criticando por anos e não deu certo. Tente se aprovar e veja o que acontece.



Fonte de consulta:


Livro : Você pode curar a sua vida (Louise Hay)


__________________________________________________________________________________



CAVALO


O MELHOR AMIGO DOS CIGANOS


Há um velho ditado, que vai “que brilha no sol e relincha no escuro". Este provérbio acredita ser dos Ciganos Claddaugh de Galway se refere à relação mágica entre os Ciganos e os seus bens mais preciosos, os seus cavalos.



O Que é um Cavalo de Cigano?


O cavalo de Cigano é um cavalo caloroso que foi desenvolvido e é usado ainda pelos Ciganos da Inglaterra e da Irlanda.


Eles normalmente ficam 1,45 e tem uma disposição incomum tranquila e suave. Sua resistência excepcional lhes permite ir todos os dias em um trote firme, enquanto puxando uma carroça carregada de bem estar com toda a família Cigana.


Eles são muito robusto com osso sólido e ter uma boa dose de franjas e cabelos.


O cavalo Gypsy vem em todas as cores, com o mais comum é o malhado e skewbald. Embora tenham sido criados para um determinado tipo de geração, eles são originalmente descendentes de varias projetos de raças cavalo, principalmente o Shire e Clydesdale, juntamente com Dales, Fell, e outras raças nativas pônei britânicos.



Dócil e prestativo, este cavalo desempenhou um importante papel na cultura Cigana. Os cavalos Ciganos, além de terem auxiliado povos nômades com sua obediência e docilidade, hoje contribuem com o ensino de esportes equestres a crianças e adolescentes.



Estes encantadores animais foram desenvolvidos pelos Ciganos da Inglaterra e Irlanda e, de acordo com o folclore, o cavalo se originou do sonho de um Cigano. Embora esse povo tenha tido muitos cavalos ao longo da história, estes que são reconhecidos como Ciganos só emergiram no século 19.



Estes animais descendem de um tipo de cavalo conhecido como Cob, que apresenta estrutura pequena, porém pesada e poderosa, com ossos densos e fortes. Robusto, o Cob é conhecido por sua força, resistência física e facilidade no manejo.



O cavalo Cob. específico do tipo Cigano, também conhecido como “Gypsy Cob”, conquistou grande popularidade por aliar suas cores e pelos exuberantes à inteligência, docilidade e força. Todos esses atributos foram muito convenientes na execução das tarefas da vida nômade. Os “Gypsy Cob” puxavam as casas dos Ciganos, que eram vagões que seguiam em caravanas, ajudavam também em transportes de curta distância, além de tarefas domésticas diárias.



Muitas vezes conduzidos por crianças, estes cavalos precisavam dispor de boa vontade e gosto pelo trabalho, a fim de não ocasionar problemas. Além disso, a escassez de mantimentos durante as viagens exigia que tivessem uma peculiar rusticidade, tanto para a alimentação quanto para o clima, pois descansavam em terrenos desocupados à beira das estradas. Devido a essas necessidades específicas, a força deste tipo de cavalo, somada à sua pequena estatura e exemplar obediência, fez do cavalo Cigano a solução ideal para a manutenção da vida destas comunidades.



Ainda utilizado por famílias nômades, hoje em dia o cavalo Cigano é conhecido ao redor do mundo devido à sua beleza única. Populares em eventos e shows equestres na América do Norte, Europa e Austrália, o “Gypsy Horse” também é utilizado como cavalo de tração e de sela, principalmente para crianças e adolescentes, tendo em vista que sua beleza é um atrativo a mais para o interesse dos pequenos.



FONTE DE CONSULTA:


http://www.mundoequestre.com.br/cavalo-Cigano/


http://www.gypsyhorses.com/




Perdoar é a única maneira de transformar as nossas emoções negativas em positivas para seguir em frente depois de um conflito. Essa força, ainda que seja muito difícil de aceitar é: perdoar. Sem o perdão, no final da Segunda Guerra Mundial, o que teria acontecido aos países vencidos? E aos vencedores?



Todas as tradições espirituais nos falam do perdão para fechar qualquer ferida, seja qual for o sofrimento que nos tenha sido infligido. Já do ponto de vista medicinal, se você se deixar levar pela ira, você estará a castigar o seu corpo com a subida da tensão arterial e da frequência cardíaca. Fisicamente, você fere-se a si mesma! Está provado que tanto a tensão arterial como a frequência cardíaca diminuem de imediato quando perdoamos. E o sofrimento moral?



Se você fosse uma dessas pessoas rancorosas e que só pensasse nas ofensas que os outros lhe tivessem infligido, você estaria mais suscetível a sofrer transtornos de origem nervosa, tais como dores de cabeça, tensão muscular e muitas outras coisas. Nesse caso, você deveria perceber que a principal vítima do peso da sua ira e do se desejo de vingança seria você mesma, e faria tudo o que estivesse ao seu alcance para eliminar essas emoções negativas.



Se você perdoar o que lhe fizeram, vai fechar uma ferida que, de outra forma iria infetar, e a dor ficaria implantada na sua vida. Estar cego pela raiva e guardar rancor é como manter na mão um pedaço de carvão incandescente com a intenção de atirá-lo a alguém. No final, quem se queima, é você.



Para converter os danos que lhe foram causados, num verdadeiro perdão que a liberte, e para que as feridas que lhe foram infligidas cicatrizem e se transformem numa compreensão que lhe permita retomar o seu caminho com um esquecimento rápido:



• Em primeiro lugar, você deve reconhecer a ferida e as emoções negativas que se se expressaram como a ira, a vergonha ou o desejo de vingança.



• Em seguida, você deve compreender o mau comportamento da pessoa que a magoou. Talvez se trate de alguém emocional e exageradamente vulnerável, e que age na defensiva ou que tenha uma visão deformada da realidade.


• A próxima etapa que você deve alcançar é esquecer a ofensa, por mais grave que seja, através do perdão.



• E finalmente, prevenir futuras feridas, evitando aquelas pessoas que, mesmo de forma involuntária, possam agir da mesma maneira, causando-lhe danos.



Para desativar as emoções negativas, como a ira, a raiva e o ressentimento, quando elas aparecem, e de forma a que possam transformar-se em perdão, você pode aplicar as seguintes estratégias psicológicas:



• Relativizar as causas através do humor e do distanciamento. Pergunte-se: será que isso terá importância daqui a um ano? Se a resposta for não, você dar-se-á conta que se trata de algo que não vale a pena recordar.



• Evite entrar no círculo vicioso das emoções negativas, se isso recomeçar uma e outra vez. Se você se aperceber de uma repetição sistemática, afaste-se com determinação do foco de atenção do conflito e ocupe-se com outra coisa qualquer!



• Uma boa ideia é ler um bom livro que lhe interesse, ir ao cinema assistir um filme (também pode fazê-lo em casa), passear ou conversar descontraidamente com um amigo que tenha uma atitude positiva e, sobretudo, otimista.



• O essencial é que você se separe do seu passado, porque reviver os acontecimentos negativos, para além de impedir que a ferida cicatrize, vai também impedi-la de aproveitar plenamente o presente.



Para esquecer eficazmente seja qual for à situação que lhe tenha provocado sofrimento, ou que ainda provoque, existe um sistema infalível, se for implementado da forma correta:



"Num ambiente de calma absoluta, estenda-se na cama ou num sofá. Relaxe e, com os olhos fechados, visualize na sua mente tudo o que lhe tenha causado dano e sofrimento. Meta tudo dentro de um saco e feche-o. Depois, sempre mentalmente, vá até uma ponte sobre um rio. Lá em baixo, a água corre sem parar. Pegue no saco e atire-o ao rio. Fique alguns instantes a olhar para o saco que se afasta, levado pela corrente... Respire profundamente e diga de forma calma e pausada: “Adoto o princípio da energia vital e perdoo aos meus inimigos.” Em seguida, abra lentamente os olhos, e sinta todo o peso que até aí acumulava, sair-lhe dos ombros. Finalmente, você sente-se livre!”



E assim, você, voltará a ser você mesma.


Além disso, quando for você que tiver de se desculpar, não se esqueça de que pedir perdão não é a mesma coisa que se desculpar, porque desculpar-se é escusar as razões pelas quais você agiu. Pedir perdão é assumir a totalidade, e sentir todo o mal que poderia causar aos outros.



E para aceitar o perdão dos outros, você deve estar consciente da imperfeição humana que todos temos, e ser capaz de virar a página.


Seu amigo e conselheiro para a felicidade, é o Perdão.




Ajudemos a encontramos o Autor.


Obrigado!


___________________________________________________________________________________



AS 10 LEIS PARA SER FELIZ


AUGUSTO CURY



Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.



Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.


Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.



É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis dentro da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.



O QUE É SER FELIZ?


A vida é uma grande universidade, mas pouco ensina a quem não sabe ser um aluno... Ser feliz não é ter uma vida isenta de perdas e frustrações. É ser alegre, mesmo se vier a chorar. É viver intensamente, mesmo no leito de um hospital. É nunca deixar de sonhar, mesmo se tiver pesadelos. É dialogar consigo mesmo, ainda que a solidão o cerque.



É ser sempre jovem, mesmo se os cabelos embranquecerem. É contar histórias para os filhos, mesmo se o tempo for escasso. É amar os pais, mesmo se eles não o compreenderem. É agradecer muito, mesmo se as coisas derem errado. É transformar os erros em lições de vida.



Ser feliz é sentir o sabor da água, a brisa no rosto, o cheiro da terra molhada. É extrair das pequenas coisas grandes emoções. É encontrar todos os dias motivos para sorrir, mesmo se não existirem grandes fatos. É rir de suas próprias tolices.



É não desistir de quem se ama, mesmo se houver decepções. É ter amigos para repartir as lágrimas e dividir as alegrias. É ser um amigo do dia e um amante do sono. É agradecer a Deus pelo espetáculo da vida... Quem conquista uma vida feliz? Será que são as pessoas mais ricas do mundo, os políticos mais poderosos e os intelectuais mais brilhantes?



Não! São os que alcançam qualidade de vida no palco de sua alma. Os que se libertam do cárcere do medo. Os que superam a ansiedade vencem o mau humor, transcendem os seus traumas. São os que aprendem a velejar nas águas da emoção.


Você sabe velejar nessas águas ou vive afundando? Os nossos maiores problemas não estão nos obstáculos do caminho, mas na escolha da direção errada...



O DINHEIRO E A FELICIDADE


O dinheiro pode nos dar conforto e segurança, mas ele não compra uma vida feliz. O dinheiro compra a cama, mas não o descanso. Compra bajuladores, mas não amigos. Compra presentes para uma mulher, mas não o seu amor.



Compra o bilhete da festa, mas não a alegria. Paga a mensalidade da escola, mas não produz a arte de pensar. Você precisa conquistar aquilo que o dinheiro não compra. Caso contrário, será um miserável, ainda que seja um milionário.



A FAMA E A FELICIDADE


O sucesso no trabalho, na escola, na realização das metas é fundamental para a qualidade de vida. Mas a fama que acompanha o sucesso não produz a felicidade! A fama produz aplausos, mas não a alegria. Produz o assédio, mas não elimina a solidão.



A fama pode se tornar uma armadilha para uma vida feliz, pois evapora a simplicidade, esmaga a sensibilidade, invade a privacidade. Há muitos famosos tristes e deprimidos. Lute pelo sucesso e não pela fama. Se a fama vier, dê pouca importância a ela.



A CULTURA ACADÊMICA E A FELICIDADE


A cultura acadêmica nutre a inteligência, mas não é o alicerce de uma vida feliz. O aluno sai da escola conhecendo o mundo exterior, mas desconhecendo o anfiteatro de sua mente.



Ele sabe discursar sobre o mundo físico, mas não sabe falar de si mesmo. É um gigante na ciência, mas um frágil menino diante de suas perdas e desafios. O mundo acadêmico está em crise. Ele dá diplomas, mas não prepara os jovens para a escola da vida. Você está preparado apenas para as vitórias ou também para as derrotas?



O PODER E A FELICIDADE


O homem sempre amou o poder, mas poder não produz uma vida feliz. Uma pessoa pode dirigir uma nação ou uma grande empresa com habilidade, mas pode não ter nenhuma competência para governar sua emoção.



Hitler queria dominar o mundo porque nunca dominou seu próprio mundo. Mesmo quem conquista o poder político pela via democrática pode ser um péssimo líder de si mesmo. O seu maior desafio na vida não é liderar a Terra, mas seu próprio ser.



O TRABALHO E A FELICIDADE


Trabalhar com alegria, dedicação e criatividade é um bálsamo para a vida. Mas devemos trabalhar para viver e não viver para trabalhar. Algumas pessoas são workaholic, viciadas em trabalhar. Sonham, almoçam e respiram trabalho.



Elas têm tempo para tudo, menos para si mesmas. Não admitem a falência da empresa, mas pouco se importam com a falência de suas vidas. Livre-se de ser um viciado em trabalho! A não ser que queira ser o mais competente do cemitério!



A SEGURANÇA E A FELICIDADE


Muitos fazem seguro da casa e do carro. Eles se protegem contra assaltos e acidentes, mas se esquecem de proteger sua emoção contra o estresse e os problemas da vida.



Que contraste! Por isso, qualquer coisa assalta-lhes a tranqüilidade... Você percebe o quanto seus problemas roubam sua alegria e paciência? Sem proteger a emoção, alcançar uma vida feliz é uma ilusão.



O PADRÃO DE QUALIDADE DE VIDA


Quem é exigente com a qualidade dos produtos, mas não com a sua qualidade de vida, trai a sua própria felicidade...



PARADOXOS DO MUNDO MODERNO


Nunca tivemos um avanço tão grande na tecnologia, mas o homem nunca experimentou tantos transtornos psíquicos. Nunca tivemos tantos meios para nos propiciar conforto- os veículos, o telefone, a geladeira- mas o homem nunca se sentiu tão desconfortável em sua mente. Nunca tivemos tantos meios para nos dar prazer- a TV, a Internet, o cinema, mas o homem nunca foi tão triste.



A sociedade moderna se tornou uma fábrica de estresse. E você vive nesse mundo maluco. O que fazer? Mudar de planeta não é possível! Viver como ermitão isolado do mundo não adiantará, pois levaremos nossos problemas aonde formos. Refugiar-se no álcool e nas drogas, como muitos jovens fazem só expande a miséria e destrói a vida.



Se esconder como muitos adultos, atrás da conta bancária e do status social e fingir que nada está acontecendo, é fugir da realidade. Vivemos num mundo complicado. Mas não tente fugir dele. É nele que devemos nos realizar, ser felizes e saudáveis. A luz só é bela quando acesa na escuridão.



POR QUE?


Porque a luz expôs uma realidade que ela não via: sujeira, insetos, aranhas. Só descansou depois de uma bela faxina. Infelizmente, alguns preferem o escuro! Tenha coragem para acender a luz no seu porão e fazer uma faxina na sua vida.



Descobriremos que não somos tão saudáveis quanto pensamos. A luz vai brilhar. Talvez haja algum desconforto inicial ao depararmos com nossa realidade. Mas nos alegraremos em usar as dez leis da psicologia para conquistarmos uma vida feliz.



Com elas podemos encontrar alegria na dor, esperança na tempestade, segurança nas tormentas. Podemos aprender a cantarolar, brincar, viver a vida com paixão e prazer. Antes de estudá-las, deixe–me dar um recado.



Não há milagre para transformar a personalidade, mas treino. Cada lei só será útil se forem colocadas em pratica se forem inscrita nas páginas do seu coração. Leia e releia-as quando for necessário.



Mas sua prática previne e contribui para a resolução dos transtornos. Porém, o maior objetivo das leis é abrir as janelas da sua inteligência. Que janelas? As janelas que arejam seu potencial intelectual e sua capacidade de amar a vida e tudo que a promove.



FONTE CONSULTA:


AS 10 DEZ LEIS PARA SER FELIZ


AUGUSTO CURY


______________________________________________________________________________




AS MEDITAÇÕES DAS 36 CARTAS CIGANAS



CAVALEIRO: O que desejo sempre vem para minha vida, mas é preciso agir para o que eu desejo venha para minha vida.


PEDRAS: As dificuldades do meu caminho sou eu quem as coloco, mas buscando sabedoria, tiro-as do meu caminho, e sigo livre sem preocupações.


NAVIO: O que desejo esta sendo gerado na minha, porque tudo é possível, o impossível somente demora mais.


CASA: É na minha casa emocional que encontro segurança e equilíbrio, as demais casas ficarei bem.


ÁRVORE: São das minhas origens, que criei as minhas bases, e com elas crio raízes fortes, que me darão a sabedoria para prosperar.


NUVENS: Quando não vemos o caminho com clareza, o ideal é esperar as nuvens passarem, para ver o caminho a seguir, sem pedras e sem duvidas.


COBRA: É prudente sempre pensarmos o que vamos falar, para evitar magoas e tristezas, sempre pensar em palavras construtivas que tragam a renovação e flexibilidade.


CAIXÃO: Sempre termine o que começou, para não deixar nada incompleto na sua vida, para sempre fechar e abrir ciclos na sua vida, que nem sempre são terminados.


RAMALHETE: A felicidade está em mantermos com sabedoria as nossas alianças.


FOICE: É necessário fazer cortes na nossa vida,para que entre as curas.


CHICOTE: Na vida sempre é preciso se ter jeito, jamais impor o que queremos com força.


PÁSSAROS: A sabedoria dos pássaros consiste em estarem lado a lado, como companheiros, mas com Liberdade.


CRIANÇAS: Manter a criança interior é fundamental, mas ter atitudes imaturas é prejudicial, medite sempre nas suas atitudes.


RAPOSA: Buscar estratégias para buscar o que se deseja é sábio, sempre gere metas e estratégias para se alcançar o que se deseja.


URSO: Temos a força de realização para conseguir o que queremos.


ESTRELA: A nossa estrela sempre brilha.


CEGONHA: Somos nós que geramos as novidades para nossa vida.


CACHORRO: Sejamos sempre fieis aos nossos princípios e bases, para atrairmos a fidelidade para nossa vida.


TORRE: As bases estão dentro de nós, para sempre reconstruirmos as nossas vidas.


JARDIM: Temos que pensar o que queremos colher, para planejarmos o que vamos plantar.


MONTANHA: Manter os equilíbrios físicos, emocionais, financeiros e espirituais são fundamentais para a nossa vida.


CAMINHO: Os caminhos estão sempre aberto.


RATO: Todos os desgastes que temos são permitidos por nós.


CORAÇÃO: Somos responsáveis pelos sentimentos que despertamos nos outros.


ALIANÇAS: As alianças simboliza laços sérios, laços duradouros.


LIVROS: Os conhecimentos nos trazem a sabedoria e estes conhecimentos nos levam a liberdade.


A CARTA: Noticias Boas noticias sempre são bem-vindas.


O COMPANHEIRO: Deus abençoou o trabalho. E o trabalho de minhas mãos sempre é abençoado.


A COMPANHEIRA: Eu crio a minha vida na trama do encanto. Por isso o que amo vem para minha vida.


LIRIOS: O Amor verdadeiro esta dentro de mim, por isso transmito Paz e Conciliação.


SOL: Sou filho da terra, da lua e das estrelas. Sou irmão do Sol, vencerei.


LUA: Todos os dias aprendo a amar. Vivencio todas as fases da minha vida, ouço a minha intuição.


CHAVE: A chave sempre esta nas nossas mãos.


PEIXES: A abundância faz parte da minha vida, prospero em todos os sentidos.


ÂNCORA: Minhas atitudes me trazem segurança ou estagnação, depende de mim.


CRUZ: A perseverança nos leva a Vitória.



Prof.ª Rose de Souza


________________________________________________________________________________



PASCOA E SEMANA SANTA


PARA OS CIGANOS


A Festa da Páscoa festejada justamente no momento do início do Ano Zodiacal, quando o planeta Terra recebe os poderosos eflúvios da Constelação de Áries, o Cordeiro de Deus.



E para a Astrologia Cigana, a Casa 1 é o Punhal, elemento Fogo, é a hora da Ação. E a influencia do signo da luta e da vontade de vencer. Representa também a honra, a vitória e o êxito. Os ciganos usavam o punhal para abrir matas, sendo então, símbolo de superação e pioneirismo, impulsividade e coragem.



Em 2013, estaremos sob a disciplina férrea do Planeta Saturno; será um ano de grandes responsabilidades, teremos de ser ativos, com metas seguras do que queremos produzir ou elaborar e nem pensar em fazer pouco caso do trabalho e das atividades que estamos envolvidos, porque seremos cobrados.


Pra quem adora produzir e trabalhar, este é um ano apropriado, pois para Saturno, “o trabalho dignifica o homem”.



Será um ano propício para elevarmos nossa consciência para o que é útil e produtivo. Saturno dinamiza os trabalhos, as estruturas sociais, governamentais e a sociedade. Na mitologia, é considerado o senhor do tempo e do destino.



O ano de 2013 nos mostrará as lições mais importantes que teremos de aprender. Como este Planeta traz em si seriedade e certa rigidez, será necessário buscarmos alegria e avaliarmos como estamos lidando com a vida. Se estivermos meio tristes, será a hora de sairmos com amigos, dançar, criar, se soltar e relaxar.



Não há um dia específico para fazer orações, pedidos, rituais; pois todos os dias são os melhores dias para se conversar com Deus; tudo que os ciganos fazem é com amor, senão não fazem. Muitas vezes são feitas orações para agradecer pela viagem em segurança, pela fartura em suas mesas, pela proteção ou mesmo para agradecer por suas vidas, o bem mais preciosos que os concedeu; Deus e a Santa Sara Kali.



Uma ótima sugestão é acender um incenso de qualquer aroma, pois tanto os ciganos como os povos antigos do oriente acreditam que o aroma agrada as divindades e a fumaça que vai em direção aos céus, levam suas orações, aumentando assim a oportunidade de seus pedidos serem atendidos.


Que Sara Kali os cubra com seu manto de luz e amor!!!


"Amém".



Quinta-feira - Oração cigana para cortar a inveja


"Meu Deus, minha Santa Sara, eu vosso filho (a) estou pedindo vossa ajuda para que corte toda a inveja, que está sendo direcionada a mim. Que esta pessoa seja envolta por seu manto de amor, curando o seu coração de sentimentos negativos.



Que tu minha mãe amada interceda por mim. Com o seu poder e com a força dos Clãs Ciganos de Luz, remova de minha vida todo este infortúnio e a inveja que a mim é direcionada, por motivos que desconheço, então que este sentimento seja todo transformado em ondas de energias divinas e de amor.



E que esse amor volte a esta pessoa, tornando-a mais alegre e feliz, ajudando-a nos seus sentimentos desajustados e que ela tenha algo de bom para se preocupar e não mais me inveje. Que o seu poder harmonize nossas ligações e pensamentos em uma sintonia de paz e Luz. Minha Santa Sara eu agradeço desde já por sua ajuda.



Sempre me auxilie para que eu não cometa estes mesmos deslizes, e que seu um dia eu invejar alguém, então que a Senhora me cure! Ajudando-me a ser uma pessoa mais feliz.


"Amém"



RITUAL CIGANO PARA SEMANA SANTA


Você vai começar pela... Quinta-Feira Santa, na hora de dormir medite sobre o que tem afastado você de sua felicidade.


Descontentamento com emprego, insegurança, pressão e brigas em familia enfim tudo o que você considera ruim para você.


Pode até ficar triste ao relembrar, mais não desista, anote tudo em um papel, reze suas orações e deite-se.



No dia seguinte (sexta-feira) procure mentalizar a vida de Cristo, sofrimento por que passou, abandono, tortura, procure agir como se lá estivesse (será que não estava?) Reze o Pai Nosso, e queime a sua lista de episódios negativos, jogue as cinzas em água corrente (córrego, rio).



No sábado seu banho (2 litros de água em uma panela), acrescente pétalas frescas de 3 rosas brancas.


9 lasca de canela em casca,


9 cravos da índia,


9 folhas de louro,


1 pitada de açúcar,


1 pitada de sal, tampe o banho e deixe esfriar, coe e coloque


o que restou aos pés de uma flor vermelha ou em jardim.


Depois de seu banho normal, despeje o banho do pescoço para baixo dizendo...



Com a água me purifico, com a rosa me renovo, a canela me tráz bons fluidos e o cravo me transforma, o açúcar me dá doçura e paciência...



Para aceitar, o que a mim por Deus foi destinado, e o louro é minha alegria; e o sal me defenderá de energias negativas.


No dia seguinte domingo de Páscoa escreva uma carta para a sua cigana, se saber diga o nome, se não saber só diga minha Cigana.



Contando como sua vida mudou e que tudo se realizou; que seu emprego é ótimo, que a família já se da bem.


Leia a sua carta 9 vezes para que sua cigana ouça ( EM VOZ ALTA)*



Reze um Pai Nosso agradeça a Jesus Cristo, e a Santa Sara pelo que conseguiu.


Acenda uma vela amarela para Santa Sara.


Acenda uma vela branca para Jesus Cristo.


Faça com fé , e tudo se realizará..............................Jô de Fênix.




FONTE DE CONSULTA:


http://ongfraterna.blogspot.com.br/2011/04/ritual-cigano-para-semana-santa.html


http://somostodosum.ig.com.br/clube/artigos.asp?id=22255


Previsões para 2013 - Serena Salgado


Astrologia Cigana – Prof.ª Rose de Souza



______________________________________________________________________________________



O PODER 7 ERVAS


(POVO CIGANO)



Cada Planta ou Erva tem seu poder de vibração particular e especial, mas quando combinadas entre si, podem aumentar ainda mais seus poderes e vibrações. Um exemplo bem prático são as sete Ervas. Elas têm um super poder de combater as energias negativas, seja na residência ou trabalho.


São formadas pelas seguintes Plantas:


Arruda, Guiné, Alecrim, Comigo-ninguém-pode, Espada de São Jorge, Manjericão e Pimenteira.



Um vaso com as sete Ervas pode ser colocado em qualquer ambiente que se deseja proteção e limpeza energética.



Coloque na sala, na porta de entrada, no hall ou varanda, na sua cozinha, na recepção ou no escritório, ao lado de sua mesa de trabalho.



Porém, estes ambientes devem tem abertura para áreas externas como janelas e portas, pois estas Plantas precisam de luz, sol e ar circulando.



Este vaso te dará sorte e boas energias, mas antes de usar as Plantas, conheça com mais detalhes suas propriedades.



Veja, abaixo, as propriedades das sete Ervas e para que servem cada uma delas:



Arruda: é umas das Ervas mais poderosas para combater inveja e olho-gordo. A Arruda já era conhecida e usada na antiga Grécia e Roma. Foi popularizada no Brasil pelas escravas na época na colonização. Quando colocada num ambiente, além de proteger, emite vibrações de prosperidade e entusiasmo. Podemos ter sempre um galho de Arruda junto ao corpo para reter as energias negativas.



Guiné: em um ambiente tem o poder de criar um "campo de força" de proteção, bloqueando as energias negativas e emitindo vibrações otimistas. Atrai sorte e felicidade. Cria uma energia de bem-estar nos ambientes.



Alecrim: é uma Erva que tonifica as pessoas e os ambientes. É considerado também poderoso estimulante natural, favorecendo as atividades mentais, estudos e trabalho. Favorece e fortifica o ânimo e vitalidade das pessoas. Agindo em conjunto com Arruda, "segura" as energias de inveja, mau-olhado e fofocas.



Comigo-ninguém-pode: o nome da Erva já diz tudo. Afasta e quebra todas as energias negativas dos ambientes. Em uso conjunto com espada de São Jorge quebra feitiços, magia e mau-olhado. Além deste super poderes é uma Planta muito bonita para qualquer ambiente.



Espada de São Jorge: por causa de suas folhas pontudas é facilmente associada ao poder de cortar as energias negativas, a inveja, olho-gordo, magia, etc. Alguns dizem que espanta os maus espíritos. Ao cortar as energias negativas, a Erva atrai coragem e prosperidade.



Manjericão: Além do delicioso sabor que passa como tempero da cozinha italiana, o Manjericão, quando exposto num ambiente, tem a propriedade de acalmar e trazer paz de espírito a todos. Ao acalmar as tensões, afastamos os pensamentos negativos e nuvens negras.



Pimenteira: esta Planta combate as energias pesadas e ariscas. É uma Planta de vibração estimulante, afrodisíaca, tonificante e atrai boas energias para o amor.


Estas Plantas são encontradas em floriculturas, feiras ou lojas de Plantas.



Fonte: www.terra.com.br


autor: Franco Guizetti


_____________________________________________________________________________________



Consultor do Oráculo: Profissão x Missão?


É muito comum que aqueles que se interessem por desenvolver o conhecimento por um Oráculo acabem por ser solicitados ou mesmo que se auto motivem a usar as cartas para outros.


Basta alguém saber que você está lendo ou estudando o Baralho experimentalmente que logo surgem os primeiros interessados em conhecer as suas habilidades. Isso é natural e muito útil, pois pode auxiliar o consultor a treinar a sua intuição, bem como os seus conhecimentos sobre o Baralho Cigano.



Com a prática, e a auto-observação, o estudante perceberá que as mensagens lidas para outros servem, e muito, para o seu próprio crescimento interior, além de que ele mesmo possui uma peculiaridade no modo de ler, que consegue obter uma informação com mais precisão do que as outras, ou ainda, que sua leitura possui um viés próprio, uma assinatura.



A prática mostrará a ele se sua leitura é mais analítica (baseada totalmente no conteúdo teórico de tudo o que você leu ou estudou e na sua habilidade mental para reuni-las na leitura), intuitiva (quando a sua intuição der saltos inexplicáveis e precisos, muito além daquilo que foi lido ou estudado por você), psíquica (quando imagens mentais – vidência – afloram com o auxílio das lâminas do baralho), ou mais sensitiva (quando a inspiração combina conhecimento do Baralho com a capacidade de captar mensagens do inconsciente de quem se consulta).



Com o tempo essa assinatura aliada a sua habilidade psíquica mais desenvolvida o caracterizará como Consultor e o auxiliara a formar o seu público. Para algumas pessoas esse público crescerá de tal modo que viver desse trabalho, ou tê-lo como complemento de uma renda, será a consequência natural desse processo. O que vemos até aqui é o desabrochar de uma missão!



Palavra que parece boba, fora de moda neste mundo obcecado por teorias, formatações e credenciais. A missão, contudo, não deveria ser encarada desse modo, ela é o encontro da consciência com o propósito intrínseco da alma. Cumprir uma missão independe de a relação com essa atividade ser profissional ou não!



Alguém que vive uma missão cresce com o seu caminho, não o tem apenas como um meio de ganhar dinheiro, mas como uma forma de desenvolver sua espiritualidade, compreender a vida e dar a sua contribuição para ela. Viver ou não com exclusividade desse ofício não importa, o que importa é realizá-lo com a máxima dedicação, como um sacerdócio, o que pondera ou não incluir pagamento em dinheiro.



Para os que cobram o dinheiro é uma forma de estabelecer uma troca por um tempo que foi dedicado. Não existe de fato um modo correto ou errado de estabelecer essa relação com o tempo e o dinheiro, depende de uma série de fatores pessoais e intransferíveis, e cada um deve refletir sobre o seu próprio caso.



O CONSULTOR....


Muitas pessoas acreditam que para se ler um Oráculo, a pessoa tem de ter obrigatoriamente algum talento especial. Os mais formais se referem a este talento como intuição, ou, os mais esotéricos chamam de sexto sentido, ou mediunidade. Percebo que esta é uma dúvida das pessoas e constantemente sou perguntado sobre isto, tanto na minha experiência pessoal, quanto nas aulas e cursos que ministro.



De forma alguma descarto a possibilidade de que muitas pessoas trabalhem com base em sua intuição. Afinal, esta é, sem sombra de dúvidas, uma possibilidade, pois todo ser humano, em menor ou maior grau, conta com este recurso. Logo, este pode ser um “jeito”, justo e legítimo, de se compreender o Oráculo.



Ainda assim não creio que seja a única forma. Acredito que haja muitos e muitos jeitos de se ler o Baralho. Por exemplo, uma pessoa que em seu dia-a-dia é mais racional pode ler as cartas de forma muito similar a sua postura cotidiana. Ou seja, sua leitura também pode ser mais racional, mais reflexiva, embasada naquilo que ela já leu e conhece sobre o assunto.



Outro exemplo é o de uma pessoa mais sensível e que, ao ler as cartas, percebe algo em si própria ou naquele jogo. Pode ser frio, calor, algo bom, algo ruim, alguma parte de seu corpo, ou mesmo uma sensação ligada às cartas que aparecem num determinado jogo.



Para alguns isso pode parecer com uma manifestação intuitiva, mas existe uma diferença, pois na intuição existe algo que se projeta para fora, algo que eu experimento, mas que não diz exclusivamente de mim, mas sim do meu externo. Neste caso que destaco a pessoa percebe, nela própria algo, ou seja sua experiência diz algo acerca dela mesma e de suas sensações. Isto, por vezes pode ter sentido em alguns atendimentos.



Esses são só alguns poucos exemplos de que existem muitas formas de se encarar .Não existe uma cartilha, que trate como devemos nos orientar diante do baralho, o que existe é o direcionamento. Logo o caminho de cada um deve ser construído passo a passo e em sintonia com o seu desenvolvimento interno. Ou seja, o consultor se faz ao unir as suas experiências, com aquilo que existe de seu.



E, sendo assim devemos perceber que somos dotados de múltiplos recursos pessoais, inerentes a nós seres humanos. A conhecida frase de Terêncio nos lembra disso: “Eu sou homem e nada que é do humano me é estranho”. Ou seja, podemos contar com nossa intuição, assim como podemos contar com nossa razão, nossos sentimentos, nossas sensações, ou qualquer outro recurso que se manifeste durante uma leitura do Baralho.



Não devemos ficar apegados a um único caminho, ou a uma fórmula mágica. Até porque o Baralho é um complexo instrumento de auto-conhecimento e este vai nos exigir de forma ampla e complexa. O baralho, para ser bem lido, vai precisar de alguém preparado para enxergar suas nuances, seus detalhes mais sutis, aquilo que existe de único e singular quando aquelas determinadas cartas se encontram em suas específicas posições.



Percebo que nenhum de nós deve ficar apoiado somente numa única forma de ler. Devemos nos olhar de forma tão complexa e tão irrestrita quanto às próprias cartas. Devemos reconhecer nossas mais vastas possibilidades e entender que esta, afinal de contas, é a nossa maior riqueza e grandeza.



3 SEGREDOS:



1º SEGREDO:


No momento da consulta, nos sintonizamos com os Espíritos Ciganos que consagramos logo no inicio da nossa jornada para nos ajudar no processo de interpretação das Cartas.


Ao levarmos em consideração o lado espiritual das Cartas, devemos lembrar que, ao considerá-las também sob este enfoque e estar ciente do preparo para interpretá-las, estamos continuando o nosso desenvolvimento mediúnico e a nossa sensibilidade em nós muitíssima necessária para uma boa interpretação do jogo, em síntese, estamos cuidando do aprimoramento em nós daquilo que Allan Kardec muito bem tratou em O Livro dos Médiuns e André Luiz no Livro Nos Domínios da Mediunidade.


2º SEGREDO:


O segundo ponto a destacar é a prática da caridade. Quem se decide por aprender a jogar o Baralho Cigano, seja para si mesmo e, principalmente, para os outros, deve estar movido, em primeiro lugar, pelo sincero desejo de ajudar.


Infelizmente, porém, muitas pessoas se lançam hoje nesta tarefa movidas tão somente pelo desejo de ganhar dinheiro (não estou aqui negando a Consulta Cobrada), qualquer trabalho em que se pretenda contar com a ajuda do Plano Astral ou Espiritual, seja no Jogo ou em trabalhos de Cura, o sincero desejo de em primeiro lugar ajudar, esclarecer e consolar, será o alicerce inabalável de um trabalho seguro.


3º SEGREDO:


Preparo constante:


É preciso levar em conta, antes de mais nada, que muitos buscam um Consultor do Oráculo movido por curiosidade, mas, em número muito maior, estão aqueles que recorrem a este tipo de assistência por desespero e falta de rumo em suas vidas. Nesta hora, você que agora deseja iniciar-se nesta tarefa, deverá ter, inevitavelmente, um preparo espiritual para ser útil, na medida do possível, às pessoas, que muitas vezes fragilizadas, que estarão ali à sua frente, esperando a sua ajuda e as suas respostas para iniciar uma nova jornada.




_____________________________________________________________________________________




DESCUBRA OS SEUS PONTOS FORTES


"Para se destacar na área que você escolheu e para encontrar satisfação duradoura em fazê-lo, você vai precisar entender seus padrões específicos. Precisará se tornar um perito em praticar e refinar seus pontos fortes.



Assim, mude seu foco. Suspenda o interesse na fraqueza e explore seus pontos fortes. Aprenda sua linguagem. Descubra a fonte de sua energia.”



Marcus Buckingham e Donald O. Clifton descobriram que a maioria das empresas e pessoas dá pouca ou nenhuma atenção aos seus pontos fortes. Preferem investir tempo e dinheiro na tarefa ingrata de corrigir suas fraquezas, achando que desse modo às pessoas atingirão a excelência.



Por outro lado, o estudo revelou que os profissionais bem-sucedidos compartilham um segredo simples, mas poderoso: usam suas energias para aprimorar aquilo que fazem melhor, deixando seus pontos fracos em segundo plano. E, assim, tornam-se cada vez mais competentes, produtivos e felizes.


O QUE UM TALENTO?


Um talento é um comportamento, uma emoção ou pensamento inato em nós, e nós expressamos naturalmente. Nós todos temos talentos. É inato e que somos bons em qualquer ambiente. Todos nós temos qualidades que se destacam dos outros.



Por exemplo, é um talento a ser competitivo. Seja curioso e ter vontade de descobrir coisas novas é um talento. Ser persistente é um talento. Ser organizado é outro talento. Ser teimoso é um talento, se usado em um ambiente onde você precisa exercê-la.



Como desenvolvê-lo até que se torne uma atividade produtiva?



Como os talentos é uma capacidade que temos e é inata em nós, e preciso se observar para descobrir o que você faz com facilidade, qualidade e em qualquer situação.



Quais são as áreas onde se localiza seu maior potencial de crescimento profissional e humano?



Todas, desde que você entenda que o faz é importante e produtivo para você e claro contribui para o crescimento do grupo.



Infelizmente, a maioria das pessoas tem pouca noção de seus talentos e pontos fortes, e ainda menos capacidade de construir suas vidas em torno deles. Guiados por pais, professores e chefes, acabamos nos tornando peritos em nossas fraquezas e passamos a vida tentando remediá-las.



Não surpreende que nossos esforços resultem em sucessos parciais, insatisfatórios, quando não em fracassos retumbantes. A trama de nossos talentos pessoais, aquilo que torna cada um de nós dono de uma visão de mundo única e intransferível, está escrita em nossa mente com tinta indelével.



É formada por uma infinidade de conexões cerebrais que se tornaram fortes em determinadas áreas – e frágeis em tantas outras – desde a primeira infância. Lutar contra isso é tarefa inglória. Má notícia?



Não. Porque o outro lado da moeda é brilhante: conhecer profundamente o padrão de nossos talentos pessoais e usá-los de forma consciente é o único caminho para a excelência. Aplicando a mesma lógica aos seus colaboradores, os ganhos de sua vida se multiplicam.



Se você precisar, pedir a seus amigos, familiares, colegas para selecionar talentos que se parecem com você e assim descobrir algo novo ou apenas confirmar que você já identificou.



1. O trabalhador, o diretor. Caracteriza as pessoas que precisam fazer algo para sempre, são hiperativos, no sentido positivo.


2. Ativador - o iniciador. Eles são muito bons em jogar, as coisas começaram. Ansioso para entrar em ação.



3. Adaptabilidade/Flexibilidade. Talento da pessoa vivendo no presente e que acolhe os eventos inesperados facilmente. Ela se sente bem com a ideia de que as coisas podem acontecer de maneira diferente do que o previsto. Adaptar-se ao inesperado



4. Analítica - Objetivo. Falando para uma vida racional, adora fatos, quer ter provas de que é uma pessoa, avançado lógico e às vezes separados de seus emoções.



5. O organizador do condutor. Saber gerenciar múltiplas variáveis simultaneamente e orquestrar para otimizar o resultado.



6. Convicções pessoais. Forte senso de valores e crenças. Ele aborda o mundo através delas. Militares para defendê-los. Integridade e consistência.



7. Liderança. Tomando situações de carga. Classificar, dar instruções. Para ele, o confronto não é um problema. Pelo contrário, é o começo de resolver um problema.



8. Comunicação. Sabendo passar a mensagem, ele cativante. Não contente com os fatos. Sabendo incentivar, atrair a atenção. O comunicador.



9. Concorrência. Talento da pessoa que está ciente do nível de competência dos outros. Seu incentivo é para ser o melhor. Precisa de outros para competir. É a energia que você precisa para chegar motivado.



10. Sentindo-se parte de algo maior. Sentindo-se ligado a outros e com o universo. Ciente da globalidade. Respeito para interações. Aliança fé.



11. Depois de tirar a pessoa de referência passada e enfrentar uma situação nesta função. O passado é entender o presente. Saber de onde vem para entender onde você está e do que fazer.



12. Prudência/Vigilância. Ela coloca uma atenção especial de onde você colocar os pés. Sério, cuidadoso, tomar o seu tempo, confira.



13. Descobridor do potencial. Pessoa que vê o potencial dos outros e que podem ser apoiados na base destes. Desenvolvedor de talentos.



14. Disciplina. O universo evolui em pessoa deve ser previsível: Necessidade de estruturar o mundo e construir o mundo de acordo com isso. É varejista. Específico. Rompe seus projetos em fases e mini-metas.



15. Empatia. Capacidade de colocar no lugar do outro e sentir o que ele sente.



16. Justiça/Igualdade. É muito importante para essa pessoa a se comportar de forma justa, para tomar decisões justas.



17. Foco. Tendo feito uma decisão, e não as folhas. Mantenha-se focado no objetivo de alcançar.



18. Futurista/visionário. Detectado antes que os outros o que vai acontecer. Captura correntes fracas. Visionário. Ele tem uma visão tão forte como esta. Pioneiro.



19. Harmonia. Gera harmonia ao redor.



20. Criativa, habilmente manipula a geração de ideias. - Atender o mundo com novos olhos. Criatividade.



21. Integração. Sabendo incluir pessoas em um grupo. Federar. Sentindo-se bem-vindas. Gerar um sentimento de integração.



22. Individualização. Detectar o que é especial em alguém e coloca-lo de acordo com esta especificidade.




23. "Input"-Informação de Entrada Você deseja mais informações. Coletor. Documentário. Isto pode servir algum dia.



24. Inteligência. Gosto pela atividade intelectual. Aprofundamento.



25. Aprender a sede, para a aprendizagem. Aprender por prazer, sem necessariamente buscando desenvolver expertise em uma área ou outra.



26. Otimizar. Saiba onde o reservatório. O melhor de um sistema ou situação. Fazer ainda melhor o que já funciona bem. Abrir caminho para novas margens.



27. Reparar. Apoiadores para consertar o que está quebrado. Um diagnóstico e encontrar soluções para reparar.



28. Atitude positiva. Pessoas com um entusiasmo contagiante. O copo está meio cheio.



29. Relacional. Alimentação e manter um relacionamento, gerando um alto nível de confiança, a lealdade.



30. Forte senso de responsabilidade. Você concorda com o que ele diz e o que ele faz. Honestidade e lealdade. Sua reputação depende disso.



31. Confiança. As pessoas sempre deixam satisfeito depois. Segurança e confiança. Não descendo pela crítica. Resistência.



32. Diferença/originalidade. Para distinguir esta pessoa é importante. Ele precisa ser ouvido, visto admirado e destacar. Excêntrico.



33. Sentido estratégico. Antecipar, escolha as melhores abordagens para começar.



34. Convicção. Talento para convencer os outros a se juntar a eles em sua causa, para convencê-los rapidamente. Conquistar, seduzir, vender.




Fonte de Consulta:


www.esextante.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=3702&sid=2


http://moveoncoaching.wordpress.com/2009/03/27/identifica-tus-talentos/


____________________________________________________



VOCÊ PODE CURAR A SUA VIDA.


LOUISE HAY


ALGUNS PONTOS DA FILOSOFIA



Somos todos 100 por cento responsáveis por nossas experiências.



Cada pensamento que temos está criando nosso futuro.



O ponto do poder está sempre no momento presente.



Todos sofrem de culpa e ódio voltados contra si próprios.



A frase-chave de todos é: "Não sou bastante bom".



É apenas um pensamento e um pensamento pode ser modificado.



Ressentimento, crítica e culpa são os padrões mais prejudiciais.



A liberação do ressentimento pode remover até o câncer.



Quando realmente amamos a nós mesmos, tudo na vida funciona.



Devemos nos libertar do passado e perdoar a todos.



Devemos estar dispostos a começar a aprender a nos amar.



A auto-aprovação e a auto-aceitação no agora são


a chave para mudanças positivas.



Cada uma das chamadas "doenças" em nosso corpo são criadas por nós.


Os portais da sabedoria e do conhecimento estão sempre abertos.



A vida na verdade é muito simples.


O que damos, recebemos


O que pensamos sobre nós torna-se verdade para nós. Acredito que todos, inclusive eu mesma, somos 100 por cento responsáveis por tudo em nossas vidas, desde o melhor até o pior. Cada pensamento que temos está criando nosso futuro. Cada um de nós cria suas experiências através dos pensamentos e emoções.



Os pensamentos que temos e as palavras que falamos criam nossas experiências. Criamos as situações e então abrimos mão de nosso poder culpando os outros pela nossa frustração. Nenhuma pessoa, nenhum lugar, nenhuma coisa tem poder sobre nós, pois "nós" somos os únicos pensadores em nossa mente. Criamos nossas experiências, nossa realidade e tudo o que há nela. Quando criamos paz, harmonia e equilíbrio em nossas mentes, os encontramos em nossas vidas.



Qual das seguintes afirmações é mais parecida com você?


"Tem gente querendo me pegar."


"Todos estão sempre dispostos a ajudar."



O Universo nos apoia totalmente em cada pensamento que escolhemos ter e acreditar. Colocado de outra forma, nossa mente subconsciente aceita tudo que escolhemos para acreditar, mas as duas formas significam que o que acredito sobre mim mesma e sobre a vida torna-se verdade para mim. O que você escolhe pensar sobre si mesmo e sobre a vida torna-se verdade para você. E nossas escolhas sobre o que podemos pensar são ilimitadas. Sabendo disso, faz sentido escolher "Todos estão sempre dispostos a ajudar", em vez de "tem gente querendo me pegar".



O poder universal jamais nos julga ou critica


Ele apenas nos aceita dentro do nosso próprio valor e depois reflete nossas crenças em nossas vidas. Se quero acreditar que a vida é solitária e ninguém me ama, isso é o que encontrarei em meu mundo. Todavia, se estou disposta a abandonar essa crença e afirmar para mim mesma: "O amor está em todos os lugares e eu sou amorosa e digna de amor", mantendo-me firme nessa nova declaração e repetindo-a com frequência, ela se tornará verdade para mim. Então pessoas amorosas entrarão em minha vida, as pessoas que já estão nela tornar-se-ão mais amorosas em relação a mim e eu me encontrarei expressando amor pelos outros com facilidade.



A maioria de nós tem ideias tolas sobre quem somos e muitas, muitas regras rígidas


sobre como a vida deve ser vivida


O objetivo dessa afirmação não é nos condenar, pois cada um de nós está fazendo o melhor possível neste instante. Se soubéssemos, se tivéssemos maior compreensão e percepção, poderíamos agir de modo diferente. Por favor, não se desmereça por estar onde está. O fato de você ter encontrado este livro estar escutando este conhecimentos é descobrir significa que está pronto para fazer uma nova modificação positiva em sua vida. Agradeça-se por isso. "Homens não choram!”; "Mulheres não sabem lidar com dinheiro!" Que ideias mais limitantes com que conviver.



Quando somos muito pequenos, aprendemos como devemos nos sentir em relação a nós mesmos e sobre a vida através das reações dos adultos à nossa volta


Esse é o modo como aprendemos o que pensar sobre nós mesmos e sobre nosso mundo. Ora, se você viveu com pessoas muito infelizes, medrosas, culpadas ou iradas, aprendeu muitas coisas negativas sobre você e seu mundo.



"Nunca faço nada direito”. “É tudo minha culpa”.


"Se eu ficar com raiva, sou uma pessoa má”.


Crenças desse tipo criam uma vida frustrante.



Quando crescemos, temos a tendência de recriar o ambiente emocional do lar onde passamos nossa infância


Isso não é bom ou mau, certo ou errado. É apenas o que conhecemos dentro de nós como "lar". Também temos a tendência de recriar nos nossos relacionamentos pessoais os mesmos relacionamentos que tínhamos com nossas mães ou pais, ou com o que existia entre eles. Pense quantas vezes você teve um namorado ou chefe "igualzinho" à sua mãe ou seu pai.


Também nos tratamos da forma como nossos pais nos tratavam. Repreendemo-nos e castigamo-nos da mesma maneira. Também nos amamos e nos encorajamos da mesma forma. Podem-se quase ouvir as mesmas palavras quando se presta atenção. Também nos amamos e nos encorajamos da mesma maneira se fomos amados e encorajados em crianças.



"Você nunca faz nada direito”. "É tudo sua culpa”.


Quantas vezes você se disse isso?


“Você é maravilhoso “Eu te amo.”


Quantas vezes você se diz isso”?



Entretanto, eu não culparia nossos pais por isso


Somos todos vítimas de vítimas e de maneira nenhuma eles poderiam ter nos ensinado algo que não conheciam. Se seus pais não soubessem se amar, seria impossível ensinarem a você como se amar. Eles fizeram o melhor que podiam com o que lhes foi ensinado quando eram crianças. Se você deseja compreender melhor seus pais, peça-lhes para falar sobre sua própria infância. Se você ouvir com compaixão, aprender de onde vieram seus medos e padrões rígidos - As pessoas que lhe fizeram "tudo aquilo" estavam tão receosas e assustadas como você está agora.



Acredito que escolhemos nossos pais


Cada um de nós decide encarnar neste planeta em pontos específicos no tempo e no espaço. Escolhemos vir para cá com o intuito de aprender uma lição em particular que nos fará avançar no nosso caminho espiritual, na nossa evolução. Escolhemos nosso sexo, cor, país, e então procuramos o casal especial que refletir o padrão que estamos trazendo conosco para trabalhar durante esta vida. Então, quando crescemos, geralmente apontamos um dedo acusador para nossos pais e choramingamos: "Vocês me fizeram isso" porém, na verdade, os escolhemos porque eles eram perfeitos para a tarefa que queríamos executar nesta existência.



Aprendemos nossos sistemas de crenças ainda pequenos e depois vamos pela vida criando experiências que combinem com nossas crenças. Olhe para o passado e veja quantas vezes você passou pela mesma experiência. Bem, eu acredito que você criou e recriou essas experiências porque elas refletiam algo em que você acreditava sobre si mesmo. Não importa realmente há quanto tempo temos um problema, o seu tamanho ou o quanto ele é ameaçador.



O ponto do poder está sempre no momento presente


Todos os eventos que você experimentou em sua vida até este instante foram criados pelos pensamentos e crenças que manteve no passado. Eles foram criados pelos pensamentos e palavras que você usou ontem, na semana passada, no mês passado, no ano passado, há 10, 20, 30, 40 anos ou mais, dependendo da sua idade.



Entretanto, esse é o seu passado e ele já acabou, não pode ser modificado. O importante neste momento é o que você está escolhendo pensar, acreditar e dizer agora. Esses pensamentos e palavras criarão seu futuro. Seu ponto de poder está no presente instante e está formando as experiências de amanhã, da semana que vem, do mês que vem, do ano que vem etc.


Preste atenção no que você está pensando neste instante. É positivo ou negativo? Você quer que esse pensamento crie seu futuro? Apenas preste atenção e tome consciência.



A única coisa com que estamos sempre lidando é um pensamento, e um pensamento pode ser modificado


Não importa qual seja o problema, nossas experiências são tão somente efeitos externos de pensamentos internos. Até mesmo o ódio voltado para si mesmo é um pensamento que você tem sobre si mesmo. Você tem um pensamento que diz: "Sou uma pessoa má"- Esse pensamento produz uma emoção e você entra


nessa emoção. Todavia, se você não tiver o pensamento, não terá a emoção. E os pensamentos podem ser modificados.



Mude o pensamento e a emoção desaparecerá.


Isso é apenas para nos mostrar onde conseguimos muitas de nossas crenças. Porém, não usemos essa informação como uma desculpa para continuarmos imersos em nossa dor. O passado não tem poder sobre nós. Não importa por quanto tempo estivemos abrigando um padrão negativo. O ponto do poder está no momento presente. Que coisa maravilhosa de compreender! Podemos começar a nos libertar neste instante!



Acredite ou não, escolhemos nossos pensamentos


Podemos habitualmente pensar e repensar a mesma coisa tantas vezes que perdemos a noção de que estamos escolhendo o pensamento. Porém, a escolha original foi mesmo nossa. Podemos nos recusar a pensar certas coisas. Veja quantas vezes você se recusou a pensar algo de positivo sobre você mesmo. Da mesma forma, também poderá se recusar a pensar algo de negativo sobre si mesmo. Quanto mais ódio e culpa temos, menos funciona nossa vida. Quanto menos ódio e culpa, melhor nossa vida funciona em todos os níveis.



Podemos mudar nossa atitude em relação ao passado


O passado é passado. Não podemos mudá-lo no presente. Todavia, podemos modificar nossos pensamentos sobre o passado. Como é tolo nos punir no presente porque alguém nos magoou no passado distante.



Muitas vezes digo a pessoas que possuem profundos padrões de ressentimento: "Por favor, comece a dissolver o ressentimento agora, enquanto é relativamente fácil. Não espere até estar sob a ameaça do bisturi de um cirurgião ou no seu leito de morte, quando terá de lidar também com o pânico".



Quando estamos em pânico, é muito difícil focalizarmos nossas mentes no trabalho de cura. Precisaremos de mais tempo para primeiro dissolver nossos medos.



Se escolhermos acreditar que somos vítimas indefesas e que tudo é inútil, o Universo nos apoiará nessa crença e cairemos ainda mais fundo.



É vital que nos liberemos dessas ideias e crenças tolas, fora de moda, negativas, que não nos apóiam e não nos nutrem. Até mesmo nosso conceito de Deus precisa ser modificado para que tenhamos um Deus por nós, não contra nós.


Para nos libertarmos do passado, devemos estar dispostos a perdoar


Precisamos escolher nos libertar do passado e perdoar a todos, inclusive a nós mesmos. Talvez não saibamos como perdoar e talvez não queiramos perdoar. Porém, o simples fato de dizermos que estamos dispostos a perdoar dá início ao processo de cura. Para nossa própria cura é imperativo que "nós" nos libertemos do passado e perdoemos a todos.



"Eu o perdoo por não ser como eu queria que você fosse.


Eu o perdoo e liberto."


Essa afirmação nos liberta.



Todas as doenças têm origem num estado de não-perdão


Sempre que estamos doentes, necessitamos procurar dentro de nossos corações para descobrirmos quem precisamos perdoar.


O conhecido livro Course in Miracles (Um curso em milagres) diz: "Toda doença tem origem num estado de não-perdão" e "Sempre que ficamos doentes, precisamos olhar à nossa volta para vermos a quem precisamos perdoar".



Eu acrescentaria a isso que a pessoa a quem você achará mais difícil perdoar é a DA QUAL VOCÊ MAIS PRECISA SE LIBERTAR. Perdoar significa soltar, desistir. Não tem nada a ver com desculpar um determinado comportamento. É só deixar toda a coisa ir embora. Não precisamos saber como perdoar. Tudo o que necessitamos fazer é estarmos dispostos a perdoar. O Universo cuidará dos "como".



Compreendemos bem demais nossa própria dor. Como é difícil para a maioria de nós compreendemos que eles, sejam lá quem forem, que mais precisam de nosso perdão, também estão sofrendo dor. Precisamos entender que eles estavam fazendo o melhor que podiam com a compreensão, a consciência e o conhecimento que tinham na época.



Quando alguém vem a mim com um problema, não importa qual seja - má saúde, falta de dinheiro, relacionamentos insatisfatórios, criatividade sufocada - trabalho unicamente numa só coisa, ou seja, em amar o eu. Aprendi que, quando realmente amamos, aceitamos e aprovamos a nós mesmos exatamente como somos, tudo na vida funciona.



É como se pequenos milagres estivessem em todos os cantos. Nossa saúde melhora, atraímos mais dinheiro, nossos relacionamentos tornam-se mais satisfatórios e começamos a nos expressar de forma plena e criativa. Tudo parece acontecer sem nem mesmo tentarmos.



Amar e aprovar a si mesmo, criar um espaço de segurança, confiança, merecimento e aceitação resultará na criação da organização da sua mente, criar relacionamentos mais amorosos em sua vida, atrair um novo emprego e um novo e melhor lugar para viver, e até permitir que seu peso corporal se equilibre. Pessoas que amam a si mesmas e aos seus corpos não se prejudicam nem prejudicam os outros.



A auto-aprovação e a auto-aceitação no aqui e agora são as principais chaves para mudanças positivas em todas as áreas de nossas vidas. O amar a si mesmo, amar o eu, começa com jamais nos criticarmos por nada. A crítica nos tranca dentro do padrão que estamos tentando modificar. A compreensão e os sermos gentis conosco mesmos nos ajudam a sair dele. Lembre-se, você esteve se criticando por anos e não deu certo. Tente se aprovar e veja o que acontece.



Fonte de consulta:


Livro : Você pode curar a sua vida (Louise Hay)


__________________________________________________________________________________



CAVALO


O MELHOR AMIGO DOS CIGANOS


Há um velho ditado, que vai “que brilha no sol e relincha no escuro". Este provérbio acredita ser dos Ciganos Claddaugh de Galway se refere à relação mágica entre os Ciganos e os seus bens mais preciosos, os seus cavalos.



O Que é um Cavalo de Cigano?


O cavalo de Cigano é um cavalo caloroso que foi desenvolvido e é usado ainda pelos Ciganos da Inglaterra e da Irlanda.


Eles normalmente ficam 1,45 e tem uma disposição incomum tranquila e suave. Sua resistência excepcional lhes permite ir todos os dias em um trote firme, enquanto puxando uma carroça carregada de bem estar com toda a família Cigana.


Eles são muito robusto com osso sólido e ter uma boa dose de franjas e cabelos.


O cavalo Gypsy vem em todas as cores, com o mais comum é o malhado e skewbald. Embora tenham sido criados para um determinado tipo de geração, eles são originalmente descendentes de varias projetos de raças cavalo, principalmente o Shire e Clydesdale, juntamente com Dales, Fell, e outras raças nativas pônei britânicos.



Dócil e prestativo, este cavalo desempenhou um importante papel na cultura Cigana. Os cavalos Ciganos, além de terem auxiliado povos nômades com sua obediência e docilidade, hoje contribuem com o ensino de esportes equestres a crianças e adolescentes.



Estes encantadores animais foram desenvolvidos pelos Ciganos da Inglaterra e Irlanda e, de acordo com o folclore, o cavalo se originou do sonho de um Cigano. Embora esse povo tenha tido muitos cavalos ao longo da história, estes que são reconhecidos como Ciganos só emergiram no século 19.



Estes animais descendem de um tipo de cavalo conhecido como Cob, que apresenta estrutura pequena, porém pesada e poderosa, com ossos densos e fortes. Robusto, o Cob é conhecido por sua força, resistência física e facilidade no manejo.



O cavalo Cob. específico do tipo Cigano, também conhecido como “Gypsy Cob”, conquistou grande popularidade por aliar suas cores e pelos exuberantes à inteligência, docilidade e força. Todos esses atributos foram muito convenientes na execução das tarefas da vida nômade. Os “Gypsy Cob” puxavam as casas dos Ciganos, que eram vagões que seguiam em caravanas, ajudavam também em transportes de curta distância, além de tarefas domésticas diárias.



Muitas vezes conduzidos por crianças, estes cavalos precisavam dispor de boa vontade e gosto pelo trabalho, a fim de não ocasionar problemas. Além disso, a escassez de mantimentos durante as viagens exigia que tivessem uma peculiar rusticidade, tanto para a alimentação quanto para o clima, pois descansavam em terrenos desocupados à beira das estradas. Devido a essas necessidades específicas, a força deste tipo de cavalo, somada à sua pequena estatura e exemplar obediência, fez do cavalo Cigano a solução ideal para a manutenção da vida destas comunidades.



Ainda utilizado por famílias nômades, hoje em dia o cavalo Cigano é conhecido ao redor do mundo devido à sua beleza única. Populares em eventos e shows equestres na América do Norte, Europa e Austrália, o “Gypsy Horse” também é utilizado como cavalo de tração e de sela, principalmente para crianças e adolescentes, tendo em vista que sua beleza é um atrativo a mais para o interesse dos pequenos.



FONTE DE CONSULTA:


http://www.mundoequestre.com.br/cavalo-Cigano/


http://www.gypsyhorses.com/


_________________________________________________________________________________



OS DEZ PASSOS DO CAMINHO ESPIRITUAL


PAULO COELHO


O Beneditino Steindl-Rast


fala da experiência no Mosteiro


"As pessoas costumam associar a vida religiosa com a negação de todos os prazeres; isto é errado. O ascetismo significa a disciplina dos sentidos - de modo que você possa desenvolver ainda mais sua compreensão da existência. A vida no mosteiro é um constante treinamento, uma busca de qualidade no estudo, na língua, na alimentação e na prece".



"Se você refinar sua dieta, será obrigado a abrir mão de certos alimentos. Entretanto, na medida em que esta dieta começa a fazer bem, você verifica que não está fazendo nenhum sacrifício. Um bom corredor, músico, jardineiro - qualquer pessoa que faz algo com paixão - esquece facilmente certas coisas, pois está concentrado na sua arte.


"O mesmo acontece com o serviço religioso."


Yitzchak Isaac de Kamarna costumava usar uma loja de doces para exemplificar a busca espiritual.



A pessoa entra numa loja deste tipo, com várias espécies de balas e bombons: a primeira coisa que o doceiro faz é dar uma amostra de cada produto, para que se possa ter uma ideia do gosto.


Quando - depois de provar um pouco de tudo - o cliente decide por algo, o vendedor diz: "agora você terá que pagar, para comer aquilo que lhe deu tanto prazer".



Todo nós, no início de qualquer jornada, temos o que é chamado de "sorte de principiante". A amostra grátis da Luz Divina está plantada no coração, e acorda ao menor sinal. Mas à medida em que escolhemos o caminho, então cabe a nós pagar seu preço - se desejamos seguir adiante.


A Tradição Oral Listou os Dez Passos


do Caminho Espiritual:


A inquietação: a pessoa percebe que precisa mudar de vida, seja por tédio, ou por sofrimento.



A busca: vem a decisão da mudança.


A busca se dá com livros, cursos, encontros.



A decepção: começam as trocas de caminho.


Aquele que está buscando percebe os problemas e defeitos dos que ensinam. Por mais que mude de corrente filosófica, religião ou sociedade secreta encontra os problemas clássicos: vaidade e busca de poder.



A decepção: começam as trocas de caminho.


Aquele que está buscando percebe os problemas e defeitos dos que ensinam. Por mais que mude de corrente filosófica, religião ou sociedade secreta encontra os problemas clássicos: vaidade e busca de poder.



A negação: é comum abandonar o caminho depois de constatar que os que estão nele ainda não resolveram seus problemas.



A angústia: o caminho foi abandonado, mas uma semente foi plantada: a fé. E cresce dia e noite. A pessoa sente-se desconfortável, com a sensação de que descobriu e perdeu.



O retorno: por causa de outra ruptura séria (uma tragédia, um êxtase etc.) a pessoa descobre que sua fé está viva.


E a fé, se for bem cultivada, resiste a qualquer decepção.



O mestre: o momento mais perigoso.


Mestre são apenas pessoas experientes.


O caminho é individual, mas neste momento pode desvirtuar-se, e virar coletivo.



Os sinais: o mestre é abandonado, quando o caminho se mostra por si mesmo. Através dos sinais, Deus lhe ensina o que precisa saber.



Os sinais: o mestre é abandonado, quando o caminho se mostra por si mesmo. Mediante sinais, Deus lhe ensina o que precisa saber.



A noite escura: são feitas as escolhas.


A pessoa muda sua vida, e dá seus passos apesar do medo.



A comunhão: é o momento em que, como dizia São Paulo, a própria Divindade passa a habitar a pessoa. O mistério dos milagres se manifesta em toda maravilha e grandeza.



____________________________________________________________________________________



CIGANOS


Iguais, mas Diferentes.


Quem são os 3 Principais Grupos Ciganos



Os Ciganos estão presentes em quase todas as regiões do mundo. No entanto, pode-se dizer que são povos e não apenas um povo, já que por razões históricas foram se diferenciando em relação à língua, a hábitos e práticas religiosas e costumes.



Estudos relatam que esses povos chegaram ao Brasil no início da colonização. Há relatos da existência dos seguintes povos Ciganos presentes em nosso território:


Rom ou Roma


Predominantes nos países balcânicos, principalmente na Romênia, falam Romani, a mais conhecida das línguas Ciganas, e são o grupo mais estudado pelos pesquisadores.


São divididos em subgrupos: kalderash, Matchuaia, Curcira, entre outros. Consideram-se os “Ciganos autênticos”.


Sinti


Também chamados de Manouch, são mais numerosos na Itália, no sul da França e na Alemanha. Falam a Lingua Sintó, para alguns pesquisadores, uma variação do Romani. Não há estudos que apontem a presença significativa desse grupo no Brasil.


Calon ou Kalé


Conhecidos por “Ciganos ibéricos”, já que viviam na Espanha e em Portugal antes de se espalhar pelo resto da Europa e da América do Sul. São os criadores do flamenco e responsáveis pela popularização da figura da dançarina Cigana. Falam a língua caló e são o grupo mais numeroso do Brasil.



As comunidades Ciganas se encontram em quase todos os estados brasileiros. Estimativas apontam para uma população de oitocentos mil a um milhão de indivíduos, sendo uma das maiores do mundo.



Os Ciganos têm agrupamentos significativos em municípios do Nordeste (Paraíba, Pernambuco, Bahia), do Centro-Oeste (Goiás), do Sudeste (Minas Gerais, São Paulo) e do Sul (Paraná).



Além da diferença de língua e cultura, há também diferenças do ponto de vista econômico e social. Muitos Ciganos sedentários têm empregos assalariados, em lojas, fábricas e/ou instituições públicas.



A maioria dos Ciganos nômades e seminômades, por outro lado, tem dificuldade para encontrar emprego qualificado. Eles costumam exercer trabalhos autônomos, com atividades diferentes ao longo do ano. Nesses grupos, os homens comumente atuam como vendedores ambulantes de produtos diversos como, tapetes, televisores, colchas, toalhas, jóias e bijuterias e até automóveis.



Alguns desenvolvem atividades como tacheiros de cobre, violinistas ou artistas de circo. As mulheres, por sua vez, costumam vender panos de prato, roupas, além de lerem as linhas da mão e praticarem a cartomancia. Muitas também se dedicam à arte.



Mas, apesar de todas as divergências, algumas características permitem traçar um perfil comum a esses grupos. A primeira delas é o espírito viajante. Ainda que nem todos sejam nômades, os Ciganos não se sentem pertencentes a um único lugar, estão sempre fazendo negócios com seus pertences, preferencialmente em ouro, que não perde valor e é aceito em qualquer nação (por isso a imagem Cigana é vinculada ao uso do ouro como adereço, especialmente nos dentes).



Eles não gostam de se submeter a leis e a regras que não sejam as deles. Prezam, acima de tudo, a liberdade. Assim, podem até se estabelecer por muito tempo em um mesmo lugar (como é comum entre os Sinti). Mas, nesse caso, procuram morar em uma mesma rua ou, de preferência, em acampamentos onde possam preservar sua autonomia e manter a unidade familiar–outro aspecto primordial na vida Cigana.



Ser Cigano não depende do sangue–se o Gadgé optar por se integrar ao grupo, automaticamente vira um deles.



À medida que se estabeleceram na Europa e nas Américas, os Ciganos assimilaram cerimônias e ritos ocidentais. No Brasil, por exemplo, o catolicismo foi adotado pela maioria (é comum encontrar imagens da Nossa Senhora Aparecida nas barracas).



Mas algumas tradições permanecem fortes. A simbologia da morte é a principal delas. “Quando um Cigano morre, há um processo de morte que se instala em todos os indivíduos do grupo”.



Os Calon realizam rituais de cura assim que é diagnosticada a doença. Além de aceitar a medicina tradicional, eles recorrem a rezas, correntes de orações, garrafadas de ervas, chás e simpatias, geralmente ministradas por uma curandeira do grupo.



Durante o velório, o morto é o centro do ritual e, dependendo da posição que ele ocupava, a família se reestrutura: uma nova liderança terá que ser eleita. O corpo do falecido é lavado, untado com ervas aromáticas e vestido adequadamente. Esse momento de sofrimento e cumplicidade é importante para a identidade do grupo.



O primeiro grupo de Ciganos, Calon a chegar no Brasil no século 15, deportados de Portugal. Os Rom e os Sinti vieram de forma voluntária a partir da 2a metade do século 19. Naquela época, eram comerciantes de cavalos e artesanatos. Hoje compram e vendem carros, televisores e toalhas. Os mais recentes, às vezes bem pobres, vieram do Leste Europeu após a queda da União Soviética. Alguns são sedentários, mas a maioria se mantém na vida itinerante. Todos sofrem com desconfianças e preconceitos.



A cidade de Sousa, no interior da Paraíba, é um caso clássico.


Os cerca de 450 Ciganos fixados há anos.


___________________________________________________________________________________



O QUE ESPERAR PARA O ANO DE 2013


PELA ASTROLOGIA, NUMEROLOGIA


ORIXAS E CIGANOS



PELA ASTROLOGIA


A Astróloga Serena Salgado diz o seguinte:


A REGÊNCIA DO PLANETA SATURNO


Em 2013, estaremos sob a disciplina férrea do Planeta Saturno; será um ano de grandes responsabilidades, teremos de ser ativos, com metas seguras do que queremos produzir ou elaborar e nem pensar em fazer pouco caso do trabalho e das atividades que estamos envolvidos, porque seremos cobrados.


Pra quem adora produzir e trabalhar, este é um ano apropriado, pois para Saturno, “o trabalho dignifica o homem”.


Será um ano propício para elevarmos nossa consciência para o que é útil e produtivo.


Saturno dinamiza os trabalhos, as estruturas sociais, governamentais e a sociedade.


Na mitologia, é considerado o senhor do tempo e do destino.


O ano de 2013 nos mostrará as lições mais importantes que teremos de aprender.


Como este Planeta traz em si seriedade e certa rigidez, será necessário buscarmos alegria e avaliarmos como estamos lidando com a vida.


Se estivermos meio tristes, será a hora de sairmos com amigos, dançar, criar, se soltar e relaxar.


Saturno rege Capricórnio e é co-regente de Aquário junto com Urano.


Pedras: Ônix (pedras de cor preta)


Metal: Chumbo


Cores escuras: Preto, marrom e cinza.


Dia da semana: Sábado


Partes do corpo: Ossos, dentes, esqueleto e cartilagens, pele e cabelos.


Palavra-chave: Responsabilidade


Perfumes: Amadeirados e florais.



PELA NUMEROLOGIA


As palavras representam pensamentos e, da mesma forma que os números, transmitem ideias. Podem ser transformadas em números, pois cada letra tem um valor numérico próprio, da mesma forma que cada número corresponde a uma letra.



Número Seis


O 6 é o número do idealista romântico.



As pessoas de número 6 são simpáticas, atraentes e afetuosas.


Aquelas que têm este número predominante em seu mapa numerológico, lutam pelo amor, a família e o lar.



Estas pessoas sentem um forte desejo de harmonia e beleza em tomo de si, desde que isto aconteça em seu lar, na sua comunidade ou em seu grupo.



São profundamente conservadoras em suas ideias e pontos de vista.


Pelas suas características, estão sempre à busca da perfeição em tudo que lhes diz respeito e têm o instinto do belo, da cor e da arte.



Quando este número é forte, as pessoas são essencialmente práticas, podendo arcar com qualquer responsabilidade, no lar ou, em esfera mais ampla, numa organização ou comunidade.



A felicidade para as pessoas de número 6 é, fundamentalmente, a partilha e a harmonia no relacionamento e, por isso, é primordial para elas a escolha cuidadosa de seus parceiros.



O 6 é um número governado pelo planeta Vênus, que determina para os seus nativos habilidades artísticas que, frequentemente, se manifestam na decoração do lar, no vestuário ou em qualquer trabalho criativo.



O sucesso, para estas pessoas, chega através do equilíbrio diplomático no trato inteligente com os difíceis temperamentos que encontrarão inevitavelmente em seu ambiente, assim como na consumação da sua vontade de serem úteis.



O fracasso poderá advir do desejo de impor seus ideais, de uma atitude muito estreita e exclusivista em relação às pessoas que amam, aos amigos e às propriedades.


Estes fatores poderão levar a ciúmes, à interferência na vida de outros e a queixasconstantes que podem provocar atritos.



Quanto ao futuro, o número 6 indica que as coisas precisam ser ajustadas no lar e, possivelmente, entre os parceiros, pois ele é um número que governa tanto o casamento quanto o divórcio.



'Não deixe para depois"- aconselha este número.


Afinidades: 6, 3, 9. Cores: azul e rosa.


Dia propício: sexta feira.


PELOS ORIXAS:


PAI XANGO


É um antigo orixá do fogo celeste, o dono do raio e do trovão, visto pelos mortais como símbolo da justiça divina, já que o raio atinge aquele que os deuses resolveram punir. Sua manifestação é o meteorito, a pedra que cai do céu; por extensão, é associado a todas as rochas.



Foi um grande rei na África e teve três esposas: Iansã, Obá e Oxum. Sendo um grande justiceiro, que governa com retidão, é chamado no Brasil o “Advogado dos Pobres” e ajuda a resolver todas as questões que envolvam injustiças e dificuldades legais. Suas cores são vermelho e branco, ou marrom. Gosta de amalá (quiabo com camarão), rabada, arroz com coco, cerveja preta e folhas de comigo-ninguém-pode e cambará.



Usa um machado de lâmina dupla. Seu dia é a quarta-feira. Apresenta-se sob várias formas; por isso é sincretizado com São Jerônimo (30 de setembro), São José (19 de março), São João (24 de junho) e São Pedro (29 de junho). Seus presentes preferidos, que recebe nas pedreiras, amalá e a cerveja preta.Xangô é o Imperador que domina e governa seu reino de modo racional. Seus atributos são a organização, a lucidez e a retidão.


PAI OMULU


O Pai-Espírito é o ancestral que liga os vivos aos orixás. Para os iorubás, o mundo real, onde existe o momento presente, está envolvido pelo mundo onde vivem deuses (orixás) e mortos (eguns).



Na religião iorubá, os eguns tinham um culto próprio e não se misturavam aos viventes. Já entre os bantos (cuja religião foi a base da umbanda), a consulta aos espíritos era de uso corrente. Por isso, a umbanda cultua espíritos de caboclos, pretos-velhos, crianças, sábios de todo o mundo, andarilhos, ciganos e povo das ruas.



Omulu vigia o comportamento da família e relata aos orixás o que todos fizeram de bom e de mau. Por isso convém tratá-los bem, para que não se aborreçam com os mortais. Sua cor é o roxo. Gosta de legumes, mingau, água e ramos de arruda e bambu.


Seu dia da semana é sexta-feira. Usa chicote e um manto que não deixa ver seu corpo.



É sincretizado com as almas dos mortos (o Povo do Cemitério) e lembrado no dia de Finados (2 de novembro).Seus presentes prediletos, que recebe no cemitério, são velas e flores brancas.


Lembra que um ciclo terminou e outro deve começar; como o lavrador, ao fim da colheita, sabe que é tempo de limpar o terreno dos restos do passado, para que novas sementes possam ser plantadas.


PARA OS CIGANOS


OS CIGANOS NA LINHA ORIENTE


As Falanges destas Legiões estão incumbidas de ensinar aos habitantes da Terra, coisas para eles desconhecidas.


São grandes Mestres do Ocultismo.



O Povo do Oriente fala pouco e, quando o faz, o seu linguajar é bastante correto. Não gostam de dar consultas.


Raramente usa o termo "chefia de cabeça" e sempre demonstram muita sabedoria e amplos conhecimentos filosóficos e esotéricos.



Na Umbanda, são chamados de Mestres da Linha do Oriente (egípcios, tibetanos, chineses, gauleses, chineses, japoneses, ciganos, mongóis e egípcios, etc.). Normalmente atuam de forma discreta, intuindo seus médiuns para que entendam o que está se passando.



São importantíssimos na transmissão de mensagens de entidades ou espíritos de nível hierárquico superior, devido à linha de desenvolvimento mental da qual participam.



Também atuam na destruição de magias, libertando o espírito, estimulam no médium o caminho da evolução espiritual através dos estudos, da meditação, do conhecimento das leis divinas, do amor, da verdade, da ciência, da arte, do belo, o caminho da ascensão espiritual, fazendo-o eliminar da sua vida tudo o que é pernicioso, incentivando-os a fazer a renovação interior.



Xangô sincretizado com São João Batista, é o patrono da linha do oriente, na qual se manifestam espíritos mestres em ciência ocultas, astrologia, quiromancia, numerologia, cartomancia. Por este motivo, a linha dos ciganos vêm trabalhar nesta energia, nesta irradiação divina.



A Linha do Oriente foi muito popular de 1950 a 1960, quando as tradições budistas e hindus se firmaram entre o povo brasileiro. Os imigrantes chineses e japoneses, sobretudo, passaram a frequentar a Umbanda e trouxeram seus ancestrais e costumes mágicos.


Antes destas datas, também era comum nesta Linha a presença dos queridos espíritos ciganos, que possuem origem oriental.



Mas tamanha foi a simpatia do povo umbandista por estas entidades, que os espíritos criaram uma "Linha" independente de trabalho, com sua própria hierarquia, magia e ensinamentos. Hoje a influência do Povo Cigano cresce cada vez mais.



"O Povo do Oriente" é composto de espíritos que atuam de modo efetivo nos processos de curas físicas, emocionais e espirituais.


Formado por espíritos chamados de médicos do astral.



Esses médicos do astral, não são necessariamente espíritos de médicos convencionais, como podemos pensar. Mas espíritos muito, muito evoluídos de grandes sábios, profundos conhecedores de química, biologia, psicologia, física, medicina oriental, técnicas de curas milenares com uso e domínio da energia mental e espiritual sobre energia condensada da matéria.



Essa linha, também, trabalha na Umbanda, mas está presente em muitos outras manifestações espirituais como Centros kardecistas e outras Fraternidades, sendo denominados de "Mestres" e "Mestras", pois são conhecedores, zeladores e guardiões de grande sabedoria ancestral, revelada apenas aos "escolhidos iniciados".



Embora chamada de Oriente, agrega espíritos que tenham encarnado em diversos continentes de nosso planeta e ainda de outros sistemas do Cosmos, ou seja, algo que está muito além de nossa limitada capacidade de elaboração intelectual.


É a Linha de trabalho com o poder de acessar as egrégoras de pura luz de mestres ascencionados, profetas, santos e tronos angelicais.



Usam como elemento principal em seus trabalhos, o ectoplasma dos médiuns e assistentes presentes, raramente usam os elementos materiais convencionais utilizados por entidades de outras linhas da Umbanda. Quando o fazem, servem-se de luzes e cores, cristais e materiais de radiestesia, contas e rosários budistas e hindus, ou outros objetos específicos ao trabalho daquela entidade especificamente, ou ao caso que estejam tratando.



Suas manifestações mediúnicas, em seus médiuns podem se dar em forma de incorporação (quando na Umbanda) psicofônia; psicografia mecânica, semi-mecânica, intuitiva; efeitos físicos (cura, materialização, transfiguração, transporte...), atuam através de seus médiuns passistas, também nos passes aplicados nas sessões de Centros kardecistas.



O médium ativo dessa linha, não deve fumar ou consumir bebidas alcoólicas com frequência, pois além da vibração perispiritual das entidades ser muito sutil, precisam manter uma qualidade pura de ectoplasma, para os trabalhos de passes magnéticos, e os de "efeitos físicos", entre eles os de energia de cura.



Todas as pessoas que trabalham com a cura, em qualquer seguimento, têm sempre por perto como mentor, um espírito da Linha do Oriente. Naturalmente que 90% delas não tem consciência dessa aproximação e orientação. Sua influência estende-se ainda a educadores, terapeutas, sacerdotes, místicos, religiosos.



Os médiuns que não tem conhecimento de sua condição mediúnica e não a exercem de modo formal, também podem ser beneficiados pelos Mentores, através de intuições e sonhos.


São Seres de pura Luz, "literalmente falando" que nos transmitem sensações de profunda paz, quietude mental, amor universal, fé e confiança.



SALVE O ILUMINADO POVO DO ORIENTE


Sempre nos auxiliando em nossa caminhada!



Fonte de Consulta:


Prof.ª Rose de Souza Clãs Ciganos na Umbanda


Serena Salgado-Astróloga


Mary Andreson - Numerologia


CLAUDIA BAIBICH - LINHA DO ORIENTE



__________________________________________________________________________________


Astrologia Cigana



Os Ciganos, como todos os Povos


da Terra, amam a Deus.


E através da observação dos céus criaram sua Astrologia pouco ou nada divulgada no Ocidente. Não é uma ciência, como logicamente é a Astronomia. Como a Astrologia dos caldeus, a dos Ciganos tem também doze signos. Cada um deles tem suas características, planetas regentes, influências e lendas.



Não nasceu no entanto de Cláudio Ptolomeu que a criou dos restos das crenças babilônicas enquanto trabalhava na famosa Biblioteca de Alexandria.Foi criada pelos kakus (feiticeiros) Ciganos em suas caminhadas pelas estradas banhadas de luar e pelas lendas vindas da velha e misteriosa Índia.



Cores, metais, pedras, plantas e animais foram ligados a cada planeta e a cada signo. A idêntica associação de ideias abrangeu as constelações do Zodíaco, que, em um estágio mais avançado da Astrologia, foram colocadas em pé de igualdade com os planetas quanto à influência sobre os signos individuais.



Os Ciganos, como todos os povos místicos, levam a sério a Astrologia. Toda a Astrologia antiga acreditava também na força dos quatro elementos: terra, água, fogo, ar. Tentando conhecer as leis dos céus ou suas regras, os Ciganos, os caldeus, os magos e pensadores antigos buscavam encontrar respostas.



Cada povo viu as constelações a seu modo e deu nome aos signos a seu modo. Por exemplo: a constelação do hemisfério norte, chamada a Ursa Maior na América do Norte, é, na França, conhecida como a Caçarola.



Assim os Ciganos a chamam até hoje. Na Idade Média e para os Ciganos kalderach, ela se chama a Carruagem. Os antigos gregos a chamaram Ursa Maior. Assim, os nomes para as constelações e para os signos zodiacais podem mudar de povo para povo.



Desde os tempos antigos, que cada um dos 12 signos está ligado a uma parte do corpo.


O primeiro signo, Áries/Punhal, está associado à cabeça e o último signo, Peixes/Capela, está ligado aos pés. Os outros signos ligam-se a outras partes do corpo.



Nos tempos primitivos, a Astrologia estava ligada à medicina, principalmente aos humores, que têm semelhança com os quatro elementos: fogo, terra, ar e água.



A Astrologia mostra de forma rápida e simples o seu temperamento, e o seu caráter. Este temperamento determina o tipo de doenças que o homem irá desenvolver ao longo de sua vida.



E iremos estudar a Astrologia Cigana como um caminho de auto-conhecimento para evitar as Pré-disposição as doenças, mas principalmente para conhecer os nossos Bloqueios, entendermos com clareza as nossas dificuldades, e compreendermos o porque que não avançamos.



Sempre colocamos a culpa na inveja, na demanda, no outro, mas esquecemos o efeito espelho, que diz, que o que vemos fora, são os nossos defeitos, nossas dificuldades, e a Astrologia Cigana mostra os pontos a serem trabalhos e assimilados.



Sejam Bem- Vindos


Astrologia Cigana.



Prof.ª Rose de Souza


Cigana Carmem Romani Sunacai


__________________________________________


CLÃ DOS CIGANOS DOURADOS



Este Clã é muito solicitado em questões financeiras, negócios, empregos, entre outros; sempre ligado à prosperidade.


O Clã dos Ciganos Dourados eles são equilibradores, nos auxiliam a prosperar em vários sentidos, no financeiro, físico, emocional e espiritual.


O Clã dos Ciganos Dourados nos ensinam que o dinheiro é apenas a recompensa pelo trabalho bem realizado, sendo assim, ele chegará naturalmente.


TRONO DA JUSTIÇA



Divindade de Umbanda, manifestação do Trono Masculino da Justiça, irradia Justiça o tempo todo, de forma passiva não forçando ninguém a vivenciá-la, mas sustentando a todos que a buscam.



Elemento fogo, presente nas montanhas e pedreiras. Senhor dos Trovões, Xangô é ainda simbolizado por uma balança (o equilíbrio da justiça) e o machado de dois cortes.



Dentro ainda do simbolismo, podemos citar para Xangô a estrela de seis pontas, formada por dois triângulos, um que aponta ao alto e outro que aponta para baixo, simbolizando o equilíbrio do universo onde “o que está acima é como o que está abaixo”.



Cor: Vermelho ou Marrom. Pedra: Jaspe vermelho ou marrom, pedra do sol, olho de tigre, ágata de fogo.


EGREGORA DO POVO DO ORIENTE



As Falanges destas Legiões estão incumbidas de ensinar aos habitantes da Terra, coisas para eles desconhecidas. São grandes Mestres do Ocultismo.


O Povo do Oriente fala pouco e, quando o faz, o seu linguajar é bastante correto. Não gostam de dar consultas. Raramente usa o termo "chefia de cabeça" e sempre demonstram muita sabedoria e amplos conhecimentos filosóficos e esotéricos.



Na Umbanda, são chamados de Mestres da Linha do Oriente (egípcios, tibetanos, chineses, gauleses, chineses, japoneses, ciganos, mongóis e egípcios, etc.). Normalmente atuam de forma discreta, intuindo seus médiuns para que entendam o que está se passando. São importantíssimos na transmissão de mensagens de entidades ou espíritos de nível hierárquico superior, devido à linha de desenvolvimento mental da qual participam.



Também atuam na destruição de magias, libertando o espírito, estimulam no médium o caminho da evolução espiritual através dos estudos, da meditação, do conhecimento das leis divinas, do amor, da verdade, da ciência, da arte, do caminho da ascensão espiritual, fazendo-o eliminar da sua vida tudo o que é pernicioso, incentivando-os a fazer a renovação interior.



Xangô sincretizado com São João Batista, é o patrono da linha do oriente, na qual se manifestam espíritos mestres em ciência ocultas, astrologia, quiromancia, numerologia, cartomancia. Por este motivo, a linha dos ciganos vêm trabalhar nesta energia, nesta irradiação divina.


CLASSIFICAÇÃO DA LINHA DO ORIENTE


Suas Falanges, Espíritos e Chefes:


01 - Falange dos Indianos:


Espíritos de antigos sacerdotes, mestres, yogues e etc. Um de seus mais conhecidos integrantes é Ramatis. Está sob a chefia de Pai Zartu.


02 - Falange dos Árabes e Turcos:


Espíritos de mouros, guerreiros nômades do deserto (tuaregues), sábios marroquinos, etc... A maioria é muçulmana. Uma Legião está composta de rabinos, cabalistas e mestres judeus que ensinam dentro da Umbanda a misteriosa Cabala. Está sob a chefia de Pai Jimbaruê.


03 - Falange dos Chineses, Mongóis e outros Povos do Oriente:


Espíritos de chineses, tibetanos, japoneses, mongóis, etc. Curiosamente, uma Legião está integrada por espíritos de origem esquimó, que trabalham muito bem no desmanche de demandas e feitiços de magia negra.Sob a chefia de Pai Ory do Oriente.


04 - Falange dos Egípcios:


Espíritos de antigos sacerdotes, sacerdotisas e magos de origem egípcia antiga. Sob a chefia de Pai Inhoaraí.


O5 - Falange dos Maias, Toltecas, Astecas e Incas:


Espíritos de xamãs, chefes e guerreiros destes povos. Sob a chefia de Pai Itaraiaci.


06 - Falange dos Europeus:


Não são propriamente do Oriente, mas integram esta Linha que é bastante sincrética. Espíritos de sábios, magos, mestres e velhos guerreiros de origem europeia: romanos, gauleses, ingleses, escandinavos, etc. Sob achefia do Imperador Marcus I.


07 - Falange dos Médicos e Sábios:


Os espíritos desta Falange são especializados na arte da cura, que é integrada por médicos e terapeutas de diversas origens. Sob a chefia de Pai José de Arimatéia.



FONTE DE CONSULTA


CLÃ DOS CIGANOS NA UMBANDA


(Prof.ª Rose de Souza)


http://tuc7irmaos.comunidades.net


_________________________________________________________________________________


CLÃ DOS CIGANOS DO AMOR,


E O TRONO DO AMOR



CLÃ DAS CIGANAS DO AMOR


CAMPO DE ATUAÇÃO


São Ciganas que irradiam a energia do Amor


Como a sua especialidade é trabalhar com este sentimento, elas se expandem em várias áreas, pois existem muitas formas de amar; amor entre casais, entre pais e filhos, entre irmãos e entre amigos.



O Clã das Ciganas do Amor ajudam todas as pessoas que estão com problemas relacionados ao emocional, conflitos, desequilíbrios, desentendimentos no lar e no trabalho, receberá ajuda deste Clã.



Existem pessoas que já perderam totalmente a fé no Amor, não acreditam que alguém possa vibrar esse sentimento; as Ciganas do Clã do Amor têm por missão fazer com que essas pessoas sintam o poder do amor em sua vida novamente.


span style="font-size: large;">Elas emanam esse sentimento e o envolvem por inteiro, fazendo-o sentir-se amado e amparado.


TRONO DO AMOR



Mãe Oxum é a Senhora Trono irradiador do Amor Divino e da Concepção da Vida em todos os sentidos.



Como “Mãe da Concepção” ela estimula a união, e como Trono Mineral ela favorece a conquista da riqueza espiritual e a abundância material.



Seu elemento é o mineral e junto com Oxumaré, forma toda uma linha cujas vibrações, magnetismo e irradiações atuam sobre os seres e os estimulam os sentimentos de amor e acelera a união e a concepção.



Ajuda em questões ligadas a amor, dinheiro e fertilidade; protegem parturientes e bebês.


Oxumaré



A serpente como símbolo encerra em si tantos mistérios da natureza que não há como esgotá-los.



Poucos animais desfrutam de uma simbologia tão extensa e rica como ela, pois no sentido mítico, no esotérico e no psicológico, praticamente todas as suas características representam algo:



A troca de pele, a língua ameaçadora, o movimento sinuoso, a capacidade de hipnotizar pequenos animais, envolvê-los com seu corpo e matá-los, seu veneno mortal, sua capacidade de sobreviver e se adaptar em diferentes meios (na terra, na água, nas praias, montanhas, desertos e florestas).



É um animal misterioso; pode significar um(a) rival ou instruir os homens nos mistérios divinos.



O símbolo religioso Arco-Íris divino era cultuado pelos antigos magos caldeus, que o receberam como herança religiosa da antiga civilização veda, que o recebera de outra civilização ainda mais antiga.



O culto à serpente é imemorial e aparece em diversos povos, como egípcios, gregos, romanos, daometanos, bantos e muitos outros.


No passado remoto, ela era símbolo de cura e não de morte.


No Ocidente, esse animal é símbolo da malícia e da traição e dos conteúdos do inconsciente, na linguagem psicológica.



Os romanos veneravam o destino, sob a forma de uma serpente.


Na tradição Oriental, a serpente é apontada como prudência sabedoria, é associada à sexualidade e representa a energia kundalini, os sábios e os iniciados.



Os hebreus consideravam as serpentes as guardiãs do templo e em sua mitologia arcaica elas eram os Serafins.


No zodíaco chinês é o sexto signo.


No Egito, os faraós, nos rituais especiais e em comemorações religiosas, ostentavam o símbolo sagrado "uraeus", um tipo de coroa de ouro com uma serpente naja na parte frontal, símbolo da iniciação e da sabedoria oculta.


Cleópatra, a rainha do Egito.



Ajuda em tudo que se refere a sorte e fartura, além de propiciar fertilidade e proteger os embriões durante a gravidez.


____________________________________________________________________________



MEDICINA NATURAL CIGANA


E TRONO DO CONHECIMENTO



A sociedade cigana tem seus próprios métodos de cura e tratamentos das doenças, pois recebeu de seus antepassados a grande sabedoria milenar.



Com folhas, caules, flores, raízes, sementes, os ciganos preparam unguentos, chás, pós, pomadas, óleos, para várias doenças, como também tratam os ferimentos, queimadura, mordidas de animais venenos, etc.



Todo este trabalho, desde a colheita até a confecção, faz-se acompanhar de rituais, fases da lua, hora do dia ou da noite, cânticos, orações, uso de amuletos, fogo, braseiros com ervas purificadoras.



Pensem: a árvore para dar frutos e sombra precisa da água para germinar a terra, da terra para poder se fixar, ter um porto seguro e poder ter vida, do vento para espalhar suas sementes e assim formar uma mata, do calor do sol para o crescimento das sementes.



Espiritualmente os Ciganos trabalham em todos os "lugares", são livres para trabalhar e precisam dessa liberdade para sua evolução.



Os Ciganos não trabalham a serviço de um Orixá específico, eles trabalham segundo o verbo do Orixá regente do trabalho, eles respeitam os Pais e Mães Divinos dos médiuns. Essa linha trabalha em paralelo e conjugada com as demais, onde o seu compromisso primeiro é com a caridade.


CLÃ DOS CIGANOS DA CURA


Este Clã trabalha na energia da cura


A cura em todos os sentidos, desde a cura física (de uma doença), até a cura do corpo espiritual e da mente, ou seja, a mudança de padrão vibratório.



Ainda em vida, este Clã de Ciganos e Ciganas realizam curas de todos os tipos de doença.


Eram conhecedores das ervas e para o que serviam, com estes conhecimentos, faziam unguentos, chás, elixires, tônicos, encantamentos e rituais para que determinada doença fosse sanada como que por encanto.



Este Clã traz a fé, o conhecimento e a determinação no que faziam e em todos os casos a cura se realizava.


Agora este Clã no plano espiritual realiza cirurgias espirituais, curas físicas, emocionais e espirituais.



TRONO DO CONHECIMENTO


O Terceiro Trono é o do Conhecimento, que rege a busca pela sabedoria, expansão sem limites, procura da verdade e da liberdade, chaves da ciência e do poder, auto exploração para iluminação da mente.



Governada pelo Orixá Oxóssi, tem o fator expansor, por que desenvolve o raciocínio, amplia os limites da mente, onde mantém seu foco na vida humana.



O Senhor das Matas


É i Orixá da luta pela sobrevivência (através do conhecimento), Oxóssi é Senhor da prosperidade.


Na mente humana, em suas divisões do Consciente, Inconsciente e Subconsciente.



Cria, mantém, equilibra e sustenta a vida vegetal, nas matas, florestas, campos, dá sabedoria aos que vivem e protegem seus domínios verdes.



Orixá da boa sorte e juventude, e o valoroso Ossain, Orixá das ervas medicinais.



Como através do equilíbrio da mente, se alcança a cura do corpo, Oxóssi também é o Orixá da Saúde, da cura, também através das plantas, todas elas sob a regência de Oxóssi, embora cada tipo, gênero e classe de planta seja atribuídas a outro Orixá, bem como muitas delas são divididas entre partes (folhas, sementes, troncos, raízes, etc.) e atribuídas a algum Orixá.



Clamamos Oxóssi, então para o nosso desenvolvimento intelectual, para abrir nossa mente, poder do raciocínio e da intuição, autoconhecimento, descobrir aquilo que para nós é considerado segredo do Universo, expandir os conhecimentos, desenvoltura para ensinar, para proteger a vida vegetal e a flora universal, para cura em geral.



Os Caboclos, Pretos Velhos, Crianças, Exus, Ciganos e demais Guias manifestadores de Umbanda que trabalham sob as ordens de Oxóssi detém um poder muito grande de desenvolvimento espiritual e de mediunidade, ensinos, conhecimentos, segredos, mirongas, mas se reservam a responder apenas aquilo que lhes são perguntados.



Sabem muito bem a quem deve ser revelado, mas em geral os Ciganos se detém a executar as curas que os consulentes vem buscar, mas não perdem a oportunidade equilibrar através do conhecimento, o consulente sai do atendimento revigorado, muita vezes pensando que só recebeu um passe.



FONTE DE CONSULTA


Clã dos Ciganos na Umbanda (Prof.ª Rose de Souza)


Rituais Ervas e Banhos Ciganos (Prof.ª Rose de Souza )


Trono do Conhecimento (Templo Caboclo Aruanã)


__________________________________________________________________________________



FUNERAL PARA OS CIGANOS



Os Ciganos acreditam que os que foram ruins em vida podem ser arrebatados por Arangeloudlã, uma divindade Cigana que castiga os que não foram bons.


Por isso, quando um Cigano morre, é importante que o enterro se fale dele com afeto e gratidão.


Se a morte é esperada, devemos demonstrar surpresa e pena por essa pessoa não estar mais entre nós.


O falecido deverá ser enterrado com pompa, satisfazendo os seus pedidos feitos em vida para essa hora.


Ao término do enterro, na casa di finado, é dado um banquete, onde falaremos do finado e faremos tudo que ele gostava.


Por um período de 40 dias após o falecimento, nesse período o clã ao qual ele pertencia terá de ter vários cuidados, e todos devem sempre lembrar dele com carinho.


Dentro dos 40 dias é uma reunião periódica; nela são servidos os pratos prediletos do finado. Se ele fumava, pode-se fumar; se bebia também se poderá beber.


A tristeza deve ser moderada.


Esta reunião é feita sempre com esse objetivo, porém o tempo de cada grupo é diferente.


Se a morte foi de uma criança, o luto é mais intenso e a reunião será feita mais vezes.


A segunda e a terceira reunião, realizadas por quase todos os grupos, têm por fim objetivos práticos.


Por exemplo, se um chefe de família morreu, nesse momento se discutirá como a viúva irá ter seu sustento, se quem morreu foi uma criança, o grupo irá dar apoio à mãe; se foi uma Cigana feiticeira, será escolhido quem vai substituí-la, e assim por diante.



CERIMONIA DE SEPULTAMENTO


Os Ciganos sepultam os seus entes embaixo de uma árvore frondosa, e derramam vinho tinto, para o espírito seguir sua viagem espiritual satisfeito.


As Ciganas juntam todos os pertences do falecido, e levam até um riacho, onde fazem um ritual de puro amor pelo espirito que se fora, junto aos seus pertences, flores, frutas e perfumes.


A tristeza é sempre moderada, para manter a esperança do desencarne seja com liberdade total da matéria e ficasse fortalecido para encontrar com Deus.


Assim terminam as cerimônias do funeral, mas durante algum tempo os membros cuidarão desse espírito.


O ritual do banquete em sua homenagem será repetido até que se completem 7 anos da sua desencarnação.


Este ritual é chamado do ciclo de 7anos para purificação total do espírito.



FONTE DE CONSULTA


MAGIA CIGANA (RAMONA TORRES)


CIGANOS DO PASSADO, ESPIRTOS DO PRESENTE.


(ANA DA CIGANA NATASHA)


_________________________________________________________________________________



TALISMÃS E AMULETOS



Segundo Raymond Buckland, sortilégios são amuletos e talismãs usados para vários objetivos: riqueza, amor, proteção, etc.



Amuletos e talismãs são coisas diferentes:


Amuleto é um objeto natural, pronto, encontrado na natureza (sementes, crina de animal, penas, ossos, etc.), e a ele atribuído poderes especiais e mágicos;



Talismãs é um objeto fabricado pelos homens, depois consagrado para o uso da magia (papel escrito com palavras, orações, símbolos, anéis com pedras e símbolos, etc.).



Os Ciganos utilizam muitos Amuletos e talismãs para a sorte, saúde, proteção, amor, etc.


Além de os terem em suas Tendas, carroças, cavalos e carros, eles carregam sempre consigo numa “Possothi”, que é uma bolsa, de variada tamanho, feita de tecido ou couro, muito bem adornada, que os ciganos usam pendurada no pescoço ou presa na cintura-aí carregam seus mais variados sortilégios mágicos secretos.



Sabe-se que são inúmeros esses objetos mágicos que utilizam na “Possothi” e em suas vidas. Entre eles alguns são conhecidos:


Pele (seca) de cobra, para proteção de seus ataques.


Sementes de bardana para saúde (principalmente reumatismo).


Penas, sendo que cada cor tem objetivos diferentes.



Varinhas, galhos de árvores, existe inclusive uma “varinha mágica” Kosh que, após polimentos, é decorada com símbolos inscritos e consagrada para ser usada como poder, força e proteção.



E ainda, sal, espelhos, lãs de carneiro, moedas, casco de animais, cascas de árvore, dentes de animais, imãs, fios com nós, inúmeros tipos de ervas, alho, enfim diversos tipos de matérias para variados fins mágicos.



Existem muitos talismãs que só os que “são dono do saber” podem usar e consequentemente, só eles sabem o significado.



Os anéis mágicos, sempre com pedras em formato redondo como a lua, suporte de prata; as pedras negras e a face interna da joia simbolizam a face oculta da lua-a outra face que todos podem ver, é incrustada de pedraria e decorada, disfarçando o significado oculto e mágico do anel.



A cigarra é muito usada em joias, feita com matérias diferentes: ouro (símbolo solar), marfim, madrepérola, com simbologias de fecundidade, previdência, entre outros.



Há Talismãs feitos de ferro ou entalhados em madeira, sendo que cada tipo de madeira serve para tipos diferentes de sortilégios: a madeira macia para o amor e a riqueza; madeira de carvalho, nogueira e outras que são duras, para poder e proteção.



Outro símbolo usado é o da Serpente enrolada em espiral em torno de um grão de trigo.



Significa a autoridade; a mulher que o leva é muito poderosa, e com a idade, se tornará a Phurí Dhieí.



As figas são um dos amuletos mais tradicionais usados pelos Ciganos.



Afastam o negativismo, o mau-olhado e também são considerados símbolos da fertilidade.



A ferradura, pendurada numa porta com o lado aberto para cima, diz-se que pode captar boa sorte; se for virada para baixo dá azar, pois deixa escapar a sorte.



Moeda: símbolo da sorte está presente em quase todos os rituais, para a cigana, representa sua realização, atrai energia positiva.



Colares e pulseiras de madeira, todo entalhado e feito à mão, já é feito e magnetizado com a energia direcionada para o objetivo a que se destina: amor, dinheiro, sorte, proteção.



Um fato importante além de toda confecção ou mesmo uso de qualquer talismã, é a consagração que é o ritual para a limpeza e energização para só depois ser usado, sempre levando em conta a fase da Lua, entre outros critérios.



Fonte de Consulta:


Ciganos, Mistérios e Magias.


Rosalinda da Matta.



______________________________________________________________________________



É IMPORTANTE SABER


SOBRE OS CIGANOS



Bandeira Cigana:


A figura da Roda de uma carroça, com dezesseis aros, foi adotada no 1º Congresso Mundial Romani em Londres em 1971, como símbolo Internacional dos Ciganos.


A Bandeira Nacional Cigana tem a sua metade de cima em azul-celeste representa o céu, o verdadeiro teto dos Ciganos.


A outra metade verde simboliza a própria terra, a verdadeira pátria deste povo e no meio geométrico, uma roda de carroça em vermelho simboliza a caminhada deste povo.



Casamento, Batizado ou Noivado são sempre realizados na fase da Lua Cheia.



Foram os Ciganos que trouxeram do Oriente as especiarias como o Sarmá (arroz com carne seca) sefrite (vinho de casca de frutas).


Os Ciganos não gravam seus nomes nas árvores para não aprisionar o espírito da árvore e não aprisionar o seu próprio espírito.



O enxoval da criança que vai nascer só é confeccionado após o 6º mês de gravidez.



Não existe distúrbios sexuais nos meninos ou meninas.



O Ovo é o símbolo da perfeição por ser a semente da vida, desempenha muitas funções dentro da magia e rituais. O branco da casca representa a pureza; a clara, a prata e a gema, o ouro.



Na Lua Cheia, a Cigana grávida não deve sair da Tenda.



As crianças já conhecem desde muito cedo o poder das ervas que curam.



O fogo é muito cultuado pelo Povo Cigano, não há nenhum Acampamento em que não haja sempre uma Fogueira acesa, pois segundo a tradição, o fogo afasta forças negativas.



Os mortos são respeitados e não são jamais invocados em suas magias.



O Trigo é considerado abençoado por Deus; é o símbolo da fartura, da fertilidade. Em uma mesa Cigana é obrigatório à presença do Pão.



Não há registros de epidemia, surtos, etc., entre os Ciganos.



Não constam, entre eles, doenças de origem genética.



O lenço que as Ciganas usam na cabeça é símbolo da aliança, casamento.



Não comem carne de codornas, pintos e galinhas-apenas frangos.



O Sapo e as Cobras são animais muito utilizados pelos Kakus para desfazer feitiçarias, para curas.



Chaves antigas são valiosos amuletos de sorte.



A cabeça e os cabelos devem ser protegidos do Sol.



O melhor amigo do Cigano é o Cavalo.



Atualmente existe Ciganos morando em residências fixas, mas ainda preservam a tradição de viajar.



Após o nascimento de uma criança, faz parte da tradição, na primeira Lua Cheia, a criança é erguida em direção à Lua, pela avó ou pela madrinha, para atrair proteção, sorte e felicidade.



O Cobre, depois do Ouro, é o metal preferido dos Ciganos, pois protege da má sorte.



Os Ciganos não contam seus sonhos, pois os consideram exclusividade sua.



O gato não é encontrado não é encontrado entre famílias Ciganas, tem pouca serventia, não trabalha como o cão e outros animais.



Se um gato sentar com rabo apontado para a fogueira, é quase certo que um feitiço venha a caminho.



Levar um gato que se perdeu na rua, para casa, carrega o azar para dentro dela.



Phurí Dhieí é a grande Matriarca, consulente maior da família.



O rubi e o abalone são as pedras preferidas dos Ciganos.



Os Ciganos falam entre si com as mãos, através de símbolos.



O Cigano não é agricultor, caçador ou pescador.



A esterilidade é uma maldição para a mulher Cigana e motivo de separação.



As cores que eles mais usam são as fortes, pois emanam maior vibração e energia.



A língua Romanês é comum entre os Ciganos, mas com inúmeros dialetos.



Os Ciganos mantêm os pés descalços para terem contato com a terra, não só para descarregar energia negativa, como também para absorver a positiva.



Um Cigano não pode mentir para outro Cigano.



A preservação do matrimônio é fundamental, não sendo aprovado o relacionamento extramatrimonial.



Entre os Ciganos não há preocupação com horários:


Levantar, almoçar e deitar, etc.



Fonte de Consulta:


Livro: Ciganos, Mistérios e Magia.


Rosalinda da Matta.


_____________________________________________________________________________



LENDAS CIGANAS



O CIGANO JACÓ E O NAZARENO


(CLÃ DOS CIGANOS FÉ E DOURADOS)


“O galo pode cantar quanto quiser, mas nunca porá ovos”


(Provérbio cigano)



- Jacó era um ferreiro cigano e passava por Jerusalém no tempo de Jesus. Sua comitiva estava parada perto da cidade santa, quando o Mestre foi preso e julgado. Os romanos preparavam o suplício e precisavam de gente para trabalhar. Nenhum carpinteiro ou ferreiro judeu quis fazer a cruz ou fundir os cravos de ferro.



Daí, que os carrascos romanos obrigaram Jacó, sob ameaça da espada, a fazer os três cravos da crucificação, dois para as mãos e um para os pés. Jacó sabia que Jesus era um justo, por isso amaldiçoou os romanos, predizendo a destruição de Roma por sua ganância e violência.



Os algozes também obrigaram ele a pregar o Mestre no madeiro. Ele fez isto chorando e pedindo ao Mestre perdão. O nazareno, envolto na dor, disse ao cigano que não se preocupasse, pois o seu povo era nobre e fiel. Disse também que seriam todos agraciados, pela presença de uma virgem que viria do mar.



Desde então, os ciganos passaram a esperar pela virgem e caminhar por todo o canto do Oriente e do Ocidente. Até que um dia, apareceu Santa Sara, a virgem negra. Era o dia 25 do mês de maio. Por isso, os ciganos são devotos de dois santos: a prometida Santa Sara e São Jorge, o patrono dos ferreiros.


EXÚ LERÚ O MOURO CIGANO


(CLÃ DOS CIGANOS GUARDIÕES)


“Cachorro correndo sozinho se acha o mais veloz do mundo”.


(provérbio cigano).


- Dona Maria me contou que o Exú Cigano, foi um cigano mourisco que se chamava Lerú. Ele chegou ao Brasil, junto com outros escravos da África e por aqui viveu. Como sabia ler, foi vendido para o dono de grandes armazéns, que o colocou como chefe.



Muito esperto, Lerú começou a ajudar muita gente, que como ele, estava naquela triste situação. Ajudou tanto, mesmo correndo risco de vida, que um velho Tata africano lhe iniciou no culto. Ele foi o primeiro cigano a entrar na religião dos negros ! Então, depois que desencarnou, passou a trabalhar nas rodas e reuniões que ainda eram escondidas.


Dizem que a primeira vez que deu seu nome, foi numa gira no Rio de Janeiro. Daí ganhou o nome de Exú Cigano.


Seu Manuel fazia a distinção entre os espíritos ciganos da “Direita” e os exús ciganos da “Esquerda”. Para ele, Exú Cigano era o líder de outros ciganos que passaram pela Jurema ou outro culto afro-brasileiro em vida.



Na Jurema ou Catimbó, o líder dos espíritos ciganos é Mestre João Cigano. Perguntei a Tio Manolo se ele conhecia outros nomes de espíritos ciganos, chefiados por Exú Cigano.


- Tem o Exú Cigano do Oriente, Exú Cigano do Circo, Exú Cigano Calão (da Tribo Calon), Exú Cigano da Praça e Seu Giramundo Cigano (não confundir com o Exú Giramundo).


Segundo ele, tem também as Pombas Giras Ciganas, com suas histórias, lendas e magias.


CIGANA ESMERALDA


(CLÃ DOS CIGANOS DA CURA)


“Águia voa alto, mas com as asas cortadas, não passa de galinha grande.” (provérbio cigano)


É uma cigana de vibração espiritual de muita luz e força.


Cigana bela, andava sempre com uma cabra branca de mascote.


Viveu em Portugal, Espanha e França.


Adora tachos, facas e colher de pau, pois é protetora da fartura.


É festeira,risonha,mandona,deve ser tratada com cuidado e amor. Usa pandeiro enfeitado com fitas coloridas, tem olhos esverdeados.



Sua força em vida, era a justiça e a piedade. Gosta de bebida fina,frutas,doces variados. Adora dançar com seu pandeiro, usa uma tiara com pedras verdes e moedas.


Protetora da fartura de alimentos, é feiticeira de comida, das que fazem feitiços que são comidos, para vários tipos de objetivos. Esmeralda é natural de Évora, em Portugal.


Viajou por toda Europa, aprendendo pratos e aperfeiçoando suas magias. As magias de Esmeralda são duradouras e quando chega geralmente tem banquetes, por sua vez é ela mesma quem faz.



É eximia usuária de tachos (panelas de cobre) e facas, com as quais destrincha, corta e cozinha.


Para ela é indispensável à colher de pau e a faca afiada com bainha, que carrega em sua bolsa para caso de necessidade.


É festeira, risonha, matrona, mandona e não aceita NÃO como resposta. grande doceira da magia cigana, é perigosa e deve ser tratada com muito amor e cuidado.



Fonte de Consulta


http://artecigana.no.comunidades.net/index.php?pagina=1237756145



Cigana Madalena


(CLÃ DOS CIGANOS DOS VENTOS)


Cigana Madalena, nossa grande amiga, mais conhecida como a que resolve problemas “Do Amor e do Sexo”. Pois ela é uma Cigana, que rege um dos males que hoje assola o mundo. Tudo o que gira em torno deste aspecto da vida das pessoas, pode descentralizar, desestabilizar, fazer viver ou morrer.



A falta de amor, ou a banalização deste, poderá ser auxiliado pela influencia benéfica de Madalena, trazendo calma e as melhores tomadas de caminho, para que a centralidade da mente se faça presente e esclareça todos os pontos do problema. Madalena foi uma pessoa que soube entender bem as questões do amor e do sexo, por ter vivido em sua própria existência.



Foi vitima de um estranho amor, e da rudeza do sexo, quando o amor não é correspondido. A força viril masculina, feriu suas entranhas, deixando muitas marcas, que somente foram superadas pelo amor e paciência do homem que deixou tudo para segui-la em sua vida nômade. Madalena, então conheceu o amor, carnal e espiritual.



E por isso mesmo, pelas condições adversas que viveu, ela pode abolir todos os preconceitos em torno deste tema, desde que haja amor verdadeiro. Madalena não aceita jamais, a traição. Seja por qualquer motivo que seja. Ela diz: Não ama mais? Então separe-se. Dói, mas passa.



Ela atende a todos, como no tempo em que viveu na Madras antiga, Rufiõess (comerciante de mulheres), Jellantes (amantes), Lumiascas (prostitutas), Thores (homens de vida escusa), meninas que perderam a Pachi (virgindade), ela atende a todos, aconselha sem fazer julgamentos da vida de ninguém. Madalena tem fama de brava, mas é só falar do povo.



Ela uma vez em sua Ofisa atendeu a uma majalé (adultera), e esta traía por ser leviana, nem por amor era. Madalena com sua visão aguçada, logo diagnosticou que a tal consulente estava se insinuando para seu marido. Madalena apanhou o baralho e “leu” a “sorte” que a mulher teria ao se insinuar para o marido de uma shuvani (feiticeira, ela mesma), disse cobras e lagartos com uma calma impressionante.



Por fim disse precisar fazer uma magia com o sangue da mulher e cortou o dedo dela com toda perversidade, devagar e bem profundamente, a gadjí com a mão ensanguentada e apavorada saiu rapidamente. Madalena riu alto, e disse para o seu amor: - Ajudo sem preconceitos, e se tu pensas que fiz maldades com esta mulher, digo que não. Penso eu que sou mesmo boa de coração. Quando ela pensar em trair alguém por pura leviandade, pensará várias vezes. Mesmo porque este corte não vai fechar!.



Teremos que ter discernimento no trato com as pessoas, sem fazer pré julgamentos da vida das pessoas. Pensar e analisar, para não dar passos sem volta, por capricho, por orgulho ou por impulso. Também Madalena traz a energia criadora, realizadora, e que traz a possibilidade de amores verdadeiros, comunhão espiritual entre as pessoas. Para os legisladores, mudanças ou criação de leis, que prestigiam a afabilidade e verdade.



Para os artistas e oraculadores, ela traz vidência, além das aparências. Esta parte da energia faz com que fiquemos mais cautelosos, faz com que possamos dar o passo certo em direção ao que queremos sem enganos. Cuidem da força interior e do que se diz ou faz, o vento leva as palavras, mas não os atos, estes podem perdurar, e o corte pode custar a fechar.


Cigana Rosita


(CLÃ DOS CIGANOS RIOS, LAGOS E CACHOEIRAS)


Esta cigana é de origem indiana, embora tenha vivido durante toda a sua vida entre França e principalmente na Espanha, local de nacionalidade de seu pai. De pele clara e cabelos muito negros, era de beleza impar. Tendo veia muito artística logo se enveredou pelos caminhos da arte da dança.



Uma dança sem par, misturando passos do tradicional katac indiano, danças mouras marroquinas e o tradicional flamenco espanhol. Fazendo uma dança cigana cheia de movimentos, sapateados e véus, hipnotizadora e avassaladora. Logo que chegou a idade em que se desperta desejo aos homens, ela foi proibida de dançar em publico de gadjos, como fazia nas praças espanholas.



Como num prenuncio de que algo poderia acontecer. Assim foi. Um dia em kumpania em orla espanhola, num lugarejo distante, dançava na praia para a luz da lua, quando um gadjo olhava e se encantava com os movimentos suaves que Rosita fazia para a lua. Este homem ficou tão inebriado que passou a ir todas as noites na esperança de vê-la dançar.



Ficava cada dia mais apaixonado por esta linda mulher que carregava a meninice dentro dela, dentro daquele corpo de mulher e alma de bailarina. Um dia tomado de paixão, se aproximou e ela assustada fugiu. Ele ficou chateado, mas voltou em outro dia. E quando ela ia correr, ele a tomou pelo braço e impensadamente a beijou.



Ela sem saber porque correspondeu apaixonadamente. Ao se afastarem ele disse que a amava profundamente sem saber porque, mas sentia pulsar este sentimento com fosse o sangue das veias, como se fosse este amor, o combustível da vida. Ela sentia igual, mas era prometida e nada poderia fazer. Disse que ele se afastasse, que fosse embora. Ele prometeu segui-la aonde quer que fosse, somente para vê-la.



Nisto se aproxima seu noivo e futuro dono de sua vida, ao perceber o ar enamorados deles, a arrastou violentamente e disse: Rosita, tu sabes que és minha, não sei o que aconteceu entre você e aquele homem, mas saibas que mesmo sem saber eu vou matá-lo. Rosita ficou muito apreensiva e nada disse, não naquela hora, mas pelo susto, nada podia dizer.



E assim foi, depois de algumas semanas quando o homem foi apreciar a linda dança da cigana prometida, seu noivo estava à espreita e logo num golpe de facas mortal o matou. Rosita se resignou ao saber, sofria calada, mas disse ao noivo quando este contou: Sabes que estava errado e que eu nunca tive nada com aquele homem, mas apesar disso eu o amei, porque ele me deixava ser livre.



Eu serei tua prisioneira, mas o meu amor, o meu coração, tu nunca terás. E assim casou, teve filhos, mas só nos momentos de sua dança solitária se sentia liberta e amada pelo homem que morrera por sua causa, sem mesmo ter tido os desejados momentos de paixão com ela. O marido lhe proporcionava uma vida satisfatória em termos materiais, mas também não conseguia perdoar o fato de ela não lhe amar. Sendo assim ela viveu para seus filhos e para sua arte, encantava a todos com o coração sangrando.



Ela acabou falecendo de tristeza e desamor que havia dentro de sua casa. No astral ela é mestra em fazer com que os amores verdadeiros venham poder se realizar, realiza feitiços enquanto dança e harmoniza a aura das pessoas. Em sua dança diferente consola os aflitos, as amigas, as mulheres e as mães. Rosita que foi prisioneira durante toda a sua vida, faz com que as pessoas gozem a liberdade com seus sábios conselhos, com suas sabias mãos.



Seus olhos misteriosos, traduzem tudo, muitas vezes sem palavras, é amorosa, gentil, bonita, seu ditado favorito é: Eu fui prisioneira da vaidade e do desejo, hoje sou prisioneira da liberdade do amor. Ela realiza feitiços que libertam os amores impossíveis, trazendo o entendimento para todos.


Cigana da Estrada


(CLÃ DOS CIGANOS GUARDIÕES)


Sou filha do Céu e da Terra; irmã da Água e do Ar.


Sou o fogo na Floresta e a branca espuma no Mar.


Sou a Loba; sou a Selva; sou a carícia da Relva; e a Carroça atrelada.


Sou a beira e o caminho; sou um pássaro sem ninho e do galho mais fraquinho, todos me escutam cantar!


Sou a menina do Dia e a amante louca da Noite; sou o alívio e o açoite, e a carne esfacelada.


Sou a abelha rainha, venha provar do meu mel, pois dentro do meu casulo, Você estará no céu!


Se quer que lhe deixe louco entre um beijo e uma dentada,


me chame de tudo um pouco, mas o meu nome é Sttrada !


Na sombra, eu sou Vaga-lume; na luz, eu sou Mariposa; sou o inseto que pousa e a lâmpada que é apagada.


Nasci para passar o Tempo e ficar um tempo parada,


mesmo que a vida insista, em me deixar estafada, vou seguindo, sempre em frente, pois topo qualquer jogada, todos sabem que existo, pois o meu nome é Sttrada !


Realizo a caminhada; sem precisar me cansar; percorro vários caminhos; importante é o Caminhar.


Estou aqui, ali e acolá; o que não posso é parar.


Sou casada com o poder de sempre ser encontrada,


aceito qualquer roteiro, me chamam de caminheiro, mas o meu nome é Sttrada !


Sou a primeira e a última, de todas as desgraçadas.


Honrada ou desprezada; vil ou simplesmente sagrada;


sou o som e o silêncio; sou o choro e a risada.


Sou a eterna abundância; pois sempre dou importância, para a semente lançada, num solo de doce fragrância, pois o meu nome é Sttrada !


Sou o Rei e a Rainha; sou o súdito e o reinado; sou a Coroa e a Forca, o Algoz e o Enforcado.


Uso a máscara da Vida, mas me confundem com a Morte.


Sou o Azar e a Sorte, e, aquela que foi dispensada.


Sou a bandeira da Paz mas me trocam pela Guerra, na tirania da Terra, me vejo desapontada, porém, quem me ama não erra, pois o meu nome é Sttrada !


Saindo de um turbilhão; alçando a torre encantada; me vejo como uma estrela, de Lua e Sol enfeitada.


Com certeza amanhã, estarei acompanhada, do Anjo que é puro élan, de uma mulher coroada.


Sou a roca, sou o fio, sou tecelã afamada, na teia eu desafio quem faça a melhor laçada, pois entre a chama e o pavio, eu tramo a trama esperada, mesmo que seja apenas, por uma curta jornada.


Me coloque em sua vida, como uma moça querida, que precisa ser amada; em troca posso lhe dar, o bem maior deste mundo numa bandeja dourada.


Me traga no coração pra me deixar encantada.


Não me esqueça e me honre com sua gentil chamada, grite bem alto o meu nome !


Me chame, me chame, eu sou a sua “cigana estrada” !


Cigana Sulamita


(CLÃ DOS CIGANOS ENCANTADOS)


É a protetora de mulheres grávidas, a que “toma conta” de partos difíceis. Esta cigana é natural de uma região entre França e Borgonha. Viveu muitos anos em Espanha e Itália. Viajou por muitos lugares, Portugal, Índia, Egito e outros. Em verdade trás em seu coração um pouco de cada um destes países no seu coração.



De espírito vívido, é faceira, admirada por todos que a veem, principalmente o sexo oposto. Boa, generosa é também geniosa ao extremo e capaz de ataques de fúria. Autorizada a entrar na aura de não ciganos, deixa sua mensagem e faz diversos trabalhos de magia. Suas magias geralmente são feitas com frutas.



Mas a principal é para desamarrar parto difícil. Sulamita faz assim: Ela enterra uns ovos crus com cuidado na terra, em vaso ou chão, em frente da porta onde mora a grávida. Coloca em cima vários doces brancos e chama diversos espíritos ciganos e de outras linhas para fazer uma corrente de força.



Os ovos são desenterrados quando a mulher da à luz sem perigo, então estes ovos são quebrados, simbolizando que ela esta quebrando todo o mal. Para que nada aconteça à mãe e o bebê. Obs. Diz esta cigana que em uma de suas encarnações morreu de parto, e quase toda segurança dela é enterrada.


Cigano Pablo


(CLÃ DOS CIGANOS ANDARILHOS)


Vivi nesta terra há muito e muito tempo atrás.


Quando vivo, chefiava uma tribo de ciganos que na maior parte do tempo acampava pelas terras de Andaluza, como em minha tribo as tradições eram passadas de geração para geração e de pai para filho, herdei a chefia da tribo ainda jovem de meu pai. Aprendi tudo que era necessário aprender com os antigos da tribo, que para nós ciganos, são as pessoas mais sábias sobre a face da terra.



Durante o tempo em que chefiei a tribo sempre recorri a eles em busca de sabedoria para solucionar problemas ou quando tinha dúvidas ou quando necessitava tomar qualquer decisão que fosse de maior responsabilidade, nunca gostei de tomar qualquer decisão, sem antes consultar a sabedoria dos antigos.



Quando nasci, fui prometido como todos os ciganos à filha de um dos ciganos da tribo, crescemos juntos e aprendemos a gostar um do outro e assim foi até atingirmos a idade necessária para contrairmos o matrimonio, enquanto isso aprendi com os antigos, todos os truques e todas as magias ciganas. Tornei-me um grande conhecedor de magias e adquiri um pouco da sabedoria dos antigos.



Chegada à época das núpcias, casamo-nos aos quinze anos de idade, aprendemos juntos como liderar a nossa tribo. Tivemos três filhos machos. Segundo a tradição todos foram prometidos e assim seguimos nossos caminhos, com muita alegria e muita fartura. Trabalhávamos arduamente cada um em seu oficio em prol da coletividade.



Com os filhos crescendo e a nossa felicidade a largos passos, começaram os problemas, o meu primogênito, ao qual cabia substitui-me na liderança da tribo, resolveu rebelar-se contra a nossa tradição, não querendo aceitar o acordo de núpcias feito entre nossa família e a de sua prometida, assim causando um conflito na tribo, como se não bastasse, resolveu envolver-se com outras moças da tribo, causando o desagrado de todos os homens que já se estavam como ele prometidos a essas moças, até que seus atos o levaram a um conflito direto com um dos jovens da aldeia, e pelas leis da tribo, levaram a um duelo pela honra.



Eu já sabia de antemão como terminaria esse duelo, pois, com a sua revolta, o meu filho não quis aprender comigo a arte de duelar, com isso encontrava-se despreparado para o duelo.


Vendo-me com grande dor no coração por saber-me impotente em relação ao fato de também se fazer cumprir a lei da tribo (essa lei nunca havia sido utilizada na tribo).



Tornei-me introspectivo e voltei-me para os antigos em busca de consolo. Sabendo os antigos pelo grande amor que nutria por meu primogênito, mostraram-me que havia uma maneira não muito ortodoxa de poupar o meu filho da morte certa, porem, sendo um bom lutador e tendo o conhecimento da magia do duelo, sabia também que não deveria vencer o jovem.



Assumi o lugar de meu filho (deveria morrer em seu lugar).


E assim fiz, desencarnei nas mãos de um jovem cigano irado com o fato de meu filho ter desonrado a sua prometida.


Deixei em desgraça uma jovem mulher e três filhos rezando a Santa Sara para que cuidasse de todos.



Durante o tempo que me foi permitido velar por minha tribo e minha família, fiquei ao lado de todos tentando colocar algum juízo na cabeça de meu filho, esperando que depois do fato acontecido ele resolvesse aceitar o seu destino, mesmo depois de tudo o que fiz, esse meu filho ainda se rebelou com o que fiz, continuou em sua busca de algo que nem ele sabia o que era.



Nessa sua busca desse algo, foi levando em seus passos o meu segundo filho, que sem o pai, estava completamente envolvido pelo irmão mais velho, tentei de todas as maneiras que pude e me foi permitido, influenciar ao primogênito o sentido de dever, não conseguindo meu intento e vendo que o meu tempo estava se escoando, fiz o que qualquer pai amoroso faria, mudei o meu objetivo para o segundo filho, que com mais jeito que o mais velho aceitou tudo o que eu pude passar para ele.



Descobri então que com o segundo filho, tudo era mais fácil, pois, este já trazia de berço todos os dons que me foram passados por gerações, então investi neste, sempre com o intuito de regenerar o mais velho, indicando ao mais novo o caminho dos antigos, fiz com que este filho conseguisse com o seu carinho trazer o mais velho de volta, pois o segundo filho mostrou-se mais sábio que o pai e abrindo os olhos do primeiro filho o trouxe para o seio da tribo.



Depois de regenerado o meu primeiro filho retomou o seu lugar na tribo, ocupou o meu lugar, o qual o meu segundo filho controlou com muita sabedoria, ate a volta do irmão.


Ai eu pude seguir o meu caminho no astral ate o dia em que pude tornar a encontrar a minha amada, e voltar a estar com a minha tribo no astral.


Amigos nos ajude a dar créditos a quem o fez por merecer, infelizmente desconheço o AUTOR.




Cigana Carmem


( CLÃ DOS CIGANOS DOS VENTOS )


É a protetora dos que sofrem de mal de amor, é a que acolhe e consola os abandonados. É natural da Espanha, viajou por quase todos os países de idioma hispânico, inspirou vários amores. Amorosa e determinada auxilia em casos de amores impossíveis (mal do qual também já foi vítima). Linda, vaidosa e grande dançarina de flamenco. Resolve com suas magias casos de abandono, tira rivais do caminho e harmoniza casais.



Prefere os médiuns ciganos, mesmo assim entra na aura de alguns gadjós com outros nomes, conforme a linha. Sua grande magia é para unir casais para que viva intensamente o amor. Ela faz com uma maçã bem vermelha, mel, 3 fitas rosas e um quartzo rosa.Carmem, abre a maçã e retira o miolo, e deixa uma pequena tampa, coloca o nome dos amantes escritos em um papel (em forma de cruz), joga bastante mel e fecha, amarrando a maçã com as fitas. Depois coloca o quartzo rosa em cima.



E diz: “Pelo poder da maçã, pela força etérica do cristal e do mel, que estas fitas astrais amarrem fulano e fulana. Serão tão doces, viverão juntos e amarão um ao outro. Pelo poder da magia cigana, como a lua e a noite que nunca se separarão, está feita este feitiço de amor em nome de Devel. Amém”. A maçã pode ser enterrada no pé de uma arvore frutífera ou guardada em um pote com mel escondido.



É uma cigana encantadora que gosta de festa, música, dança e muitos sorrisos. Trabalha juntamente com todas as forças da natureza, principalmente as do fogo, pois atua com as Salamandras.


Utiliza estrelas de cinco e seis pontas que respectivamente a magia e o amor. Também utiliza a simbologia de uma espiral que é uma forma da antiga escrita voltada para a magia, cura espiritual e física, e a promessa de proteção contínua para a médium e os que a rodeiam.



Há muito tempo não reencarna aqui, mas também faz parte da grande missão de outros seres terrenos e de diversos tipos de entidades. Tomou a identidade de cigana por ter sido a última em que passou por aqui, e foi preciso haver uma adaptação dela para chegar mais próxima das pessoas deste mundo, e assim atingir mais as massas, podendo assim se expressar e atender aos pedidos das pessoas, trabalhando com os seus sentimentos.



Seu trabalho é feito da seguinte forma: desperta nas pessoas o poder que elas mesmas possuem em realizar coisas boas.


A entidade é uma mensageira de amor, e uma representante do elo de ligações entre tantos mundos. Nada mais faz do que pedidos a entidades superiores, a respeito dos suplícios dos consulentes, e estes recebem a graça pelo seu próprio merecimento.



O seu trabalho mais importante é o despertar das pessoas para a espiritualidade e para a humildade, que para ela, caminham juntas.


Por isso escolheu a Umbanda. A espiritualidade uniu estas pessoas propositadamente, é claro também, tantos outros grupos espalhados por todo o planeta. Quando passou por aqui foi uma ciganinha bastante bem humorada, e desde cedo foi iniciada em magia por uma cigana mais velha. Chamavam-na de feiticeira da tribo.



Fez muitas coisas boas, e coisas ruins também, pois trabalhavam com a cura e com interesses próprios, tais como o ouro.


Desencarnou ainda jovem; não se casou, porém já estava prometida a um cigano bem mais velho. Se revoltou com isto, pois havia se apaixonado por um homem de fora da tribo, e com isto a deixaram de lado por um bom tempo. Deveria casar-se aos 14 anos, mas tinha que esperar o tal cigano passar por alguns rituais. Foi aí que aproveitou.



Mesmo sendo deixada de lado, vivia sempre feliz e sorridente e encontrava-se com o tal homem de uma tribo bastante diferente da dela. Começou a aprender com ele a magia dos índios e da natureza, e quando sua tribo descobriu, fizeram uma grande festa para ela. Convidaram toda a tribo indígena e o seu futuro marido matou os dois no meio de toda a tribo, amarrados a uma árvore, com o seu punhal em seus corações.



Foi escolhida esta morte para servir de exemplo a outras ciganas. Mas, desencarnou feliz ao lado da pessoa que amava e com sua personalidade fortalecida.


Material de Trabalho: Bola de Cristal, Pêndulos, muitas pedras, incensos, velas coloridas, entre outros.


Locais de Entrega: Em campos embaixo de uma árvore.


Bebe: Vinho tinto


Fuma: Cigarros de preferência os que contém cravo.


Carmen


A ópera ‘Carmen’ é intitulada assim por causa de uma andaluza bela e que tem uma mentalidade muito além do seu tempo; uma cigana que revolucionou o modo de pensar e agir num período em que estourava a revolução na Europa, ela como revolucionária convicta lutou pelo amor e pela liberdade, no entanto deixa o amor do capitão da guarda espanhola pelo seu espírito de liberdade.



Com seus ideais pulsantes Bizet eterniza a sua célebre frase:


O amor é um pássaro rebelde que ninguém pode aprisionar.


O espírito de liberdade é que impulsiona a personagem andaluza, fortalece os ideais da liberalização feminina, por isso ela torna-se sinônimo de emancipação e de liberdade feminina referente aos modos e costumes das mulheres espanholas. E o amor é parte da vida e não uma prisão, desse modo Bizet relata que Carmen pensa sobre o amor.



‘O amor é um menino cigano que nunca conheceu a lei; se não me amares, eu te amarei, se eu te amar, cuidado!’



Como toda mulher que teve uma ideologia muito além do seu tempo sofreu muitas sanções de sociedade andaluza em prol de seu pensamento de liberdade e de pureza na natureza do espaço social sem clausuras e amarras das convenções sociais em que vive, no qual reluz o seu estado de espírito ao dizer:



O meu coração é livre como o ar,


Quem quer a minha alma? Ela está livre!


Não tenho medo de nada. Carmen nunca cederá!


Nasceu livre e livre morrerá!



Carmen revolucionou não só no modo de pensar, mas também na maneira como se comporta, age e vive mesmo no mundo em que a sociedade é maciçamente machista e hipócrita.


Ela aflorou na sociedade o desejo pelo ideal de liberdade e amor por aquilo que acredita e acima de tudo que lutasse por ele, tornando realidade o desejo e as conquistas por algo melhor.



Feito por Ronye Márcio


Em 06 de Janeiro de 2010


ronyemarcio@hotmail.com



Helena Rêgo/Cigana Sttrada


(do Clã Calom)


(São Paulo – SP – 1996)


__________________________________________________________________________________


7 MOTIVOS PORQUE OS CIGANOS TRABALHAM NA UMBANDA



“O CÉU É MEU TETO”


“A TERRA MINHA PATRIA”


“E A LIBERDADE É A MINHA RELIGIÃO”



Na Umbanda cultuamos Olorum, nossa vida, nosso Divino Criador Todo-Poderoso, e suas Divindades Sagradas, os Orixás, mentores divinos. Os Sagrados Orixás são mistérios da natureza e senhores regentes da criação.



Os Sete Tronos Divinos, dão sustentação à vida, por meio de sete qualidades divinas que originam os sete elementos formadores principais, de onde retiramos tudo que necessitamos para viver e evoluir: o cristalino, o mineral, o vegetal, o fogo, o ar, a terra e a água.



"Deus fornece o solo (terra), a umidade (água), o calor (fogo), o oxigênio (ar), a fertilidade (minerais), as sementes (vegetais) e os processos genéticos (cristais). (Rubens Saraceni, As Sete Linhas de Umbanda - Madras Editora).



Essas sete essências fundamentam as sete linhas de Umbanda, originam os sete sentidos da vida e explicam as qualidades, atributos e atribuições das divindades que as regem: Fé, Amor, Conhecimento, Justiça, Ordem, Evolução e Geração.



A Egrégora do Povo Cigano conhecem e respeitam esta ordem divina, criada por nosso Pai Olorum, e fundamentam os seus trabalhos espirituais dentro destas 7 Forças Divinas.



A Umbanda é uma religião fundamentada na natureza, e os Ciganos tiram desta Grande Mãe Natureza, tudo que precisam para seus rituais eles tem respeito e agradecem a estas 7 Forças Divinas, mas são agradecidos também a Umbanda que os acolheu e permitiu o crescimento e desenvolvimentos deste Povo Nômade que traz conhecimentos de todo o mundo para o bem do próximo.



OS CIGANOS NA UMBANDA




Os Ciganos trabalham em todos os "lugares", são livres para trabalhar e precisam dessa liberdade para sua evolução.


Os Ciganos não trabalham a serviço de um Orixá específico, eles trabalham segundo o verbo do Orixá regente do trabalho, eles respeitam os Pais e Mães Divinos dos médiuns, por isso não são guardiões de um trabalho espirita. Essa linha trabalha em paralelo e conjugada com as demais, onde o seu compromisso primeiro é com a caridade.



Os Ciganos são protetores e não guardiões eles podem escolher e trabalhar junto com os guardiões. Podem trabalhar dentro da linha de Exu, porém sem função de chefia e de guarda. Já os Exus Ciganos e Pombas-Giras Ciganas são exus e pombas- giras como outros quaisquer exercendo todas as funções que qualquer exu e pomba- gira exercem. Em resumo: cigano é uma coisa, exu cigano é outra.



Eles têm funções diferentes, embora a mesma origem cigana. Os Ciganos se manifestam nos terreiros de Umbanda, justamente por Ela ser uma religião aberta e dar liberdade para qualquer linha de trabalho que venha fazer Caridade, mas eles podem trabalhar nas Casas Kardecistas, Casas Esotéricas, enfim, aonde se exerça e tenham com objetivos, o bem e a caridade.



Por serem muito alegres, os médiuns começaram a se fascinar, os conhecimentos que serão apresentados serão para evitar, a vaidade e os excesso, para que esta linha Cigana continue o seu "desenvolvimento" e evitarmos os absurdos que são feitos usando o nome de entidades de luz.



Basta saber que um pedacinho de papel, metal ou outro elemento foi irradiado por uma entidade, que vocês usam isso como um talismã e lembram de agradecer e acabam entrando em sintonia com Espíritos de Luz e assim lembram de suas metas e lutam por elas, todas as entidades são iguais, trabalham juntas em um único objetivo, a Caridade.



BARALHO CIGANO E OS AXÉS DOS ORIXÁS


Esta junção de axé dos Orixás dentro das Cartas Ciganas, somente acontece aqui no Brasil, pela vivência dos Ciganos com os Africanos, esta convivência só nos beneficiou.



No século XVI esta convivência começa na Bahia com a vinda dos Ciganos deportados, e dos Africanos escravos, o sofrimento, as magias e os 4 elementos os uniram, e desta convivência, as conversas e as tarde de domingos propiciaram para que as Ciganas com as suas Cartas e as Africanas com os Búzios, trocassem os seus conhecimentos.



Em nenhum momento as Ciganas usam as suas cartas para mostrar o Orixá regente do consulente, mas para mostrar a atuação do verbo junto a mensagem das Cartas, desta convivência de momentos de tanto sofrimento, estas ciganas e africanas mostram a união e juntas conseguiram guardar e manter os seus costumes.



Desta união nasce o Axé dos Orixás nas Cartas Ciganas, a junção dos verbos dos Orixás junto com a mensagem das Cartas Ciganas, este fato só enriquece as nossas leituras. Heranças deixadas por nossas ancestrais, eu não tenho duvidas que nas nossas veias correm rosas vermelhas, e nosso coração bate como um atabaque.


___________________________________________________________________________________



A PREPARAÇÃO PARA O NASCIMENTO DE UMA CRIANÇA CIGANA



O nascimento de uma criança para os ciganos tem um significado que transcende a simples perpetuação a espécie ou coisas comuns como a personificação do amor.


Para os ciganos, o nascimento de uma criança simboliza o renascimento da esperança em todos os sentidos, não apenas para o povo cigano, mas para o mundo tudo.



Uma criança está além da sua origem, isto é, de seu pai e de sua mãe, muito embora o conceito de família e de grupo seja muito forte entre os ciganos. Uma criança é parte da renovação do mundo e, por isso, não pode ser limitada de forma alguma.



O amor é a lição número um dos pais ciganos seus filhos. O amor à raça, às tradições, aos irmãos, ao grupo e ao país que os acolhe é sempre muito bem dimensionado e nenhum cigano vive seu dia-a-dia sem ter em mente o conceito maior de que não está só, mas que é parte de um povo orgulhoso, que desempenhou e desempenha um papel muito forte e significativo na História.



Assim, uma criança cigana é um universo em si mesma e, ao mesmo tempo, parte de um todo ainda maior, concentrada em unir seus elementos mais dispersos num só sentido.


O mistério e a mística cigana se inicia quando nasce mais um cigano e, a partir daí, não existe mais limites para ela.



PARA QUANDO NASCE UMA CRIANÇA


Uma criança, para os ciganos, simboliza a perpetuação, a renovação e a multiplicidade, pois jamais uma deve ser como a outra e a soma de todas elas é que dará o verdadeiro sentido dessa palavra tão simples no seu contexto, mas tão importante no seu significado final.



Jamais uma criança cigana será tratada como se fosse mais uma, pois cada uma é diferente e em cada uma delas reside a esperança da chegada de um Lider que, para muitos, se concretizou com a chegada de Cristo.



Embora o assunto possa ser polêmico, não existe discussão a respeito, pois cada cigano sabe que a sua opinião jamais será a única e definitiva. É cultural e aceito com naturalidade.


Assim, quando nasce uma criança, quem a visita leva um presente útil e um presente simbólico, este representado numa fita que, em função de sua cor, de sua largura e de seu comprimento, jamais será igual a uma outra.


Observação:


O conceito de presente útil reside no fato de que, ao recebê-lo, a criança pode começar a usá-lo imediatamente, sem a necessidade de maiores preocupações.



PARA UM FUTURO SEGURO


Segundo a tradição cigana, cada criança que nasce, tem o seu destino e isso não pode ser mudado mas, pelo contrário, incentivado, pois cada uma delas pode significar a solução que todos estamos procurando.


Assim, a cada nascimento, a palavra-chave é a esperança de um novo tempo e de uma mudança. Mudança na qual os ciganos depositam toda a sua esperança.



PARA SER UM LÍDER


A liderança entre os ciganos se processa naturalmente. Eleições e disputas pelo poder são coisas que valorizam sobremaneira, mas tudo isso ocorre sem orgulho próprio e sem vaidades, com a preocupação única de servir dentro das limitações de cada um.



A gestação de uma criança é uma promessa de salvação de toda a humanidade e, como o cigano considera seu país o mundo todo, é fácil entender o motivo da importância data ao assunto.


Cada criança futura é um líder salvador futuro.


Essa esperança alimenta não apenas os ciganos, mas cada um de nós.



Por isso, cada mês de gestação entre os ciganos tem uma importância especial. O ventre da mulher é considerado sagrado e deve ser protegido de forma especial para que o fruto nele contido seja especial.



"E isso deve ser feito das seguinte forma”



Primeiro mês: o ventre deve ser constantemente banhado com água ou substâncias naturais líquidas como a lama e o suco de diversas frutas como o coco e a cana-de-açúcar.



Segundo mês: este é o mês do fogo e além de manter o ventre exposto ao sol o máximo possível, à noite, antes de dormir, acender uma vela de cor diferente a cada dez dias.



Terceiro mês: o ar livre deve ser oferecido à criança em gestação e, para isso, a mãe deve se voltar na direção de cada um dos pontos cardeais, deixando que o vento que vem de lá deslize pelo seu ventre e envolva a criança que ela traz consigo.



Quarto mês: chegou o momento de pôr a criança em contato com a terra, já que a água tem sido seu elemento, mas será na terra em que ela concretizará sua missão. Uma das maneiras mais ternas é simplesmente se sentar e pôr terra no ventre, de forma que deslize na pele, ensinando a criança a o segredo da fertilidade.



Quinto mês: agora é preciso ensinar a lição da pedra ao seu filho ou a sua filha. Para isso, toda sorte de pedra, mineral, metal ou cristal que encontrar, encoste no seu ventre, um pouco abaixo do umbigo, deixando ali até que aqueça ligeiramente. É o bastante para que seu bebê aprenda a lição do mês.



Sexto mês: este é o mês especial da madeira, das plantas e dos vegetais em geral. Coloque contra seu ventre, um pouco à direita do umbigo, tudo que for vegetal, como flores, folhas, troncos, caules e raízes. Permita que a criança entre em contato com o mundo vegetal. Verá como existe uma semelhança muito grande entre uns criança e uma planta nesse momento.



Sétimo mês: é chegada a hora de você começar a purificar o seu corpo para receber a nova criatura que poderá ser aquela que vai redimir definitivamente a todos nós. Para tanto, habitue-se a amornar água numa panela de ferro, acrescentando um punhado de sal grosso para cada três litros de água.



Oitavo mês: é o momento da luz. Durante todo o mês, mantenha ao seu lado, à noite, quando for dormir, uma vela branca acesa. Ela será o farol que vai guiar seu filho ou sua filha ao seu destino no mundo.



Nono mês: tente ficar o máximo possível em contato com metais como o ouro, a prata, o cobre, o bronze e a platina. Ao mesmo tempo, tenha pedras, jóias de todos os formatos e cores para friccionar levemente seu baixo ventre, ensinando sua criança a não se deslumbrar com o brilho que é a perdição do mundo.




__________________________________________________________________________________



CLÃS CIGANOS ESPIRITUAIS



Assim como os Anjos, os Espíritos Ciganos, têm suas próprias áreas de atuação, como médicos, que têm, cada um, a sua especialidade. Existem diversas áreas que estes Clãs atuam, e vários espíritos ciganos agem dentro de cada especialidade.



Todos que admiram esta Grande Egrégora, começa a compreender um pouco mais do trabalho Espiritual dos nossos Ciganos.



ESPECIALIDADES DOS CLÃS CIGANOS:



Existem muitos grupos de espíritos ciganos


Cada um deles tem as suas características e tem a sua maneira própria espiritual.


E cada um deles tem a sua especialidade para atuarem em prol dos que pedem o seu auxilio para resolver os seus problemas.



CLÃ DOS CIGANOS GUARDIÕES:


CAMPO DE ATUAÇÃO


Eles são chamados de Guardiões porque em vida guardavam os Acampamentos Ciganos para que ninguém sem ordens do Barô adentrasse o Clã.


Os Ciganos Guardiões têm a função: proteção, eles guardam as nossas casas, os comércios, os carros e o nosso dia a dia, dando proteção pessoal.


CLÃ DAS CIGANAS DO AMOR


CAMPO DE ATUAÇÃO:


São Ciganas que irradiam a energia do Amor.


Como a sua especialidade é trabalhar com este sentimento, elas se expandem em várias áreas, pois existem muitas formas de amar; amor entre casais, entre pais e filhos, entre irmãos e entre amigos.


O Clã das Ciganas do Amor ajudam todas as pessoas que estão com problemas relacionados ao emocional, conflitos, desequilíbrios, desentendimentos no lar e no trabalho, receberá ajuda deste Clã.


Existem pessoas que já perderam totalmente a fé no Amor, não acreditam que alguém possa vibrar esse sentimento; as Ciganas do Clã do Amor têm por missão fazer com que essas pessoas sintam o poder do amor em sua vida novamente.


Elas emanam esse sentimento e o envolvem por inteiro, fazendo-o sentir-se amado e amparado.


CLÃ DOS CIGANOS DA FÉ


CAMPO DE ATUAÇÃO:


A atuação desde Clã Espiritual e despertar e restaurar a Fé nas pessoas, ajudando-os a encontrar o seu caminho espiritual, a conciliarem vida material com a espiritual, encaminham as pessoas para novamente terem as suas vivências espirituais, esta Egrégora esta sempre feliz em ajudar, transmite muita paz e confiança aos que a ela recorrem.



Peça serenidade e sabedoria para fazer suas escolhas, tomar suas decisões e seguir o seu caminho.


Peça que ajude a mudar o que pode e deve ser transformado e a ter fé e resignação para passar pelas circunstâncias que você não pode alterar.


CLÃ DOS CIGANOS LAGOS, CACHOEIRAS E RIOS


CAMPO DE ATUAÇÃO


São Ciganos que irradiam a energia do Amor.


Como a sua especialidade é trabalhar com este sentimento, elas se expandem em várias áreas, pois existem muitas formas de amar; amor entre casais, entre pais e filhos, entre irmãos e entre amigos.


O Clã dos Ciganos Lagos, Rios e Cachoeiras ajudam todas as pessoas que estão com problemas relacionados ao emocional, conflitos, desequilíbrios, desentendimento no lar e no trabalho receberá ajuda deste Clã.


Existem pessoas que já perderam totalmente a fé no Amor, não acreditam que alguém possa vibrar esse sentimento; os Ciganos do Clã do Amor têm por missão fazer com que essas pessoas sintam o poder do amor em sua vida novamente.


Elas emanam esse sentimento e o envolvem por inteiro, fazendo-o sentir-se amado, amparado, puro e verdadeiro, traz paz para corações agitados, clareza nos pensamentos, favorece a harmonia familiar, eleva a auto-estima, enfim são entidades que auxilia o equilíbrio como um todo.


Recebe suas oferendas, preferencialmente na margem de rios, lagos cachoeiras.


CLÃ DOS CIGANOS DA CURA


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã trabalha na energia da cura


A cura em todos os sentidos, desde a cura física (de uma doença), até a cura do corpo espiritual e da mente, ou seja, a mudança de padrão vibratório.


Ainda em vida, este Clã de Ciganos e Ciganas realizam curas de todos os tipos de doença.


Eram conhecedores das ervas e para o que serviam, com estes conhecimentos, faziam unguentos, chás, elixires, tônicos, encantamentos e rituais para que determinada doença fosse sanada como que por encanto.


Este Clã traz a fé, o conhecimento e a determinação no que faziam e em todos os casos a cura se realizava.


Agora este Clã no plano espiritual realiza cirurgias espirituais, curas físicas, emocionais e espirituais.


CLÃ DOS CIGANOS DOURADOS:


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã é muito solicitado em questões financeiras, negócios, empregos, entre outros; sempre ligado à prosperidade.


O Clã dos Ciganos Dourados eles são equilibradores, nos auxiliam a prosperar em vários sentidos, no financeiro, físico, emocional e espiritual.


O Clã dos Ciganos Dourados nos ensinam que o dinheiro é apenas a recompensa pelo trabalho bem realizado, sendo assim, ele chegará naturalmente.


CLÃ DOS CIGANOS DOS CAMINHOS:


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã Cigano trabalha com a energia dos caminhos da vida.


Essa energia direciona, abre os caminhos, muda leva e traz o que queremos ou do que precisamos.


Muito procurado nos casos de ajuda profissional, levam a pessoa até o emprego.


Por mais que estivessem cansados, nunca desistiam e iam em busca de seus objetivos.


Sua força é um exemplo para todos aqueles que ficam encostados esperando que sua vida mude, mas nada fazem para mudá-La.


Eles batiam de porta em porta, vendendo suas mercadorias, afiando facas e muitas outras coisas.


Mas não voltavam para o acampamento até que tivessem conseguido o pão para a sua família.


Para esses Ciganos, não havia caminhos fechados ou energias que pudessem os parar.


CLÃ DOS CIGANOS DOS VENTOS:


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã Cigano trabalha com o Dom da Vidência, de prever o Futuro, desvendando o Presente e direcionando a vida das pessoas.


Elas ajudam no despertar da consciência.


Em vida, este Clã trabalhava o dom da vidência com Supremacia, agora do lado espiritual, sua vidência se multiplica, pois elas têm elas tem a visão do plano espiritual e material.


O Clã das Ciganas da Sorte respeita o livre-arbítrio de cada um.


Nunca interferem diretamente, mas estão sempre intuindo e direcionando.


CLÃ DOS CIGANOS ENCANTADOS:


CAMPO DE ATUAÇÃO:


São Ciganos diferenciados por sua energia de encanto e leveza.


Muito sutis, encantam a todos com a sua presença.


Trazem alegria, felicidade, harmonia e a união são irradiados por este Clã.


Este Clã emana energia que trabalha a auto-estima, a valorização de si mesmo e da vida, fazendo o indivíduo vibrar a Felicidade.


Este Clã nos ensina que nada é para sempre.


CLÃ DOS CIGANOS DO MAR:


CAMPO DE ATUAÇÃO:


São Ciganos diferenciados por sua energia de encanto e leveza.


Muito sutis, encantam a todos com a sua presença.


Trazem alegria, felicidade, harmonia e união são irradiados por este Clã.


Este Clã emana energia que trabalha a auto-estima, a valorização de si mesmo e da vida, fazendo o indivíduo vibrar a Felicidade.


Ajudam nos casos de melancolia e solidão, causados por separações.


Costumam levar embora os sentimentos de saudades, estimulando novos interesses e relacionamentos mais estáveis.



CLÃS CIGANOS COMPLEMENTARES



CLÃ DOS CIGANOS DA VITÓRIA


CAMPO DE ATUAÇÃO


Este Clã atua junto com o Clã dos Ciganos Dourados, para que os pedidos sejam alcançados, principalmente pedidos que envolve a Justiça.


CLÃ DOS CIGANOS DA REALIZAÇÃO


CAMPO DE ATUAÇÃO


Este Clã Cigano atua em todos os Clãs, porque eles se juntam para realizar com os outros Clãs os pedidos relacionados a amor, trabalho, etc.


CLÃ DOS CIGANOS DA COMUNICAÇÃO


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã Cigano ajudam as pessoas que trabalham nos meios de comunicação, a se comunicarem bem e a terem sucesso na carreira Professional.


CLÃ DOS CIGANOS DA RIQUEZA


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã Cigano é abençoado por Deus, e trabalham para colocar o dinheiro nas nossas mãos para garantir sua sobrevivência.


Este Clã atua junto com o Clã dos Ciganos dos Caminhos.


CLÃ DOS CIGANOS DO DESTINO


CAMPO DE ATUAÇÃO:


Este Clã Cigano atua nas nossas vidas, nos mostrando que o Destino está nas nossas mãos, que somos senhores dos nossos destinos, porque o Céu é nosso Teto, a terra minha Pátria e a Liberdade minha religião, temos a chave da nossa vida.


Este Clã atua junto com o Clã dos Ciganos da Sorte, auxiliando as pessoas a verem os seus pontos a serem tratados e assimilados, para terem a direção das suas vidas, serem senhores do seu Destino.



(Fonte de Pesquisa)


Clãs dos Ciganos na Umbanda


Prof.ª Rose de Souza



Ciganos do Passados, Espíritos do Presente


Ana da Cigana Nastasha.


__________________________________________________________________________________



INTUIÇÃO X CONHECIMENTO TEÓRICO



Para atingir esse aprimoramento ideal é imprescindível que o detentor de faculdades psíquicas não se detenha no simples intercâmbio.



Ser-lhe-á indispensável a consagração de suas forças às mais altas formas de vida, buscando na educação de si mesmo e no serviço a favor do próximo o material de pavimentação de sua própria senda.



A comunhão com os orientadores do progresso espiritual do mundo, através do livro, nos enriquece de conhecimento, acentuando-nos o valor mental; e a plantação de bondade constante traz consigo a colheita de simpatia, sem a qual o celeiro da existência se reduz a furna de desespero e desânimo.



Não basta ver, ouvir ou incorporar Espíritos desencarnados, para que alguém seja conduzido à respeitabilidade.


Toda tarefa, para crescer, exige trabalhadores que se dediquem ao crescimento, à elevação de si mesmos.


Isso é demasiado claro em todos os planos da Natureza.


Não há frutos na árvore nascente.



A madeira não desbastada é incapaz de servir, com eficiência, ao santuáriodoméstico.


A areia movediça não garante a sustentação.


Não se faz luz na candeia sem óleo.



O carro não transita com êxito onde a picareta ainda não estruturou a estrada conveniente.


Como esperardes o pensamento divino, onde o pensamento humano se perde, não se perca em pensamentos desajustados.



Em qualquer estudo mediúnico, não podemos esquecer que a individualidade espiritual, na carne, morada na cidadela atômica do corpo, formado por recursos tomados de empréstimo ao ambiente do mundo.



Sangue, encéfalo, nervos, ossos, pele e músculos representam materiais que se aglutinam entre si para a manifestação transitória da alma, na Terra, constituindo-lhe vestimenta temporária, segundo as condições em que a mente se acha.



Saibamos, assim, cultivar a educação, aprimorando-nos cada dia.


Médiuns somos todos nós, nas linhas de atividade em que nos situamos.



A força psíquica, nesse ou naquele teor de expressão, é peculiar a todos os seres, mas não existe aperfeiçoamento mediúnico sem acrisolamento da individualidade.


É contraproducente intensificar a movimentação da energia sem disciplinar-lhe os impulsos.



É perigoso possuir sem saber usar.


O espelho sepultado na lama não reflete o esplendor do Sol.


O lago agitado não retrata a imagem da estrela que jaz no infinito.



Elevemos nosso padrão de conhecimento pelo estudo bem conduzido e apuremos a qualidade de nossa emoção pelo exercício constante das virtudes superiores, se nos propomos recolher a mensagem das Grandes Almas.



Mediunidade não basta só por si.


É imprescindível saber que tipo de onda mental assimilamos para conhecer da qualidade de nosso trabalho e ajuizar de nossa direção.



Os expositores da boa palavra podem ser comparados a técnicos eletricistas,desligando “ tomadas mentais”,através dos princípios libertadores que distribuem na esfera do pensamento.



( Nos Dominios da mediunidade ) André Luiz e Chico Xavie



Minhas palavras:



Aprendi com o Baralho que somos técnicos eletricistas, que através de nós médiuns, e dos conhecimentos adquiridos através dos estudos, somos ferramentas da espiritualidade que iremos ajudar os nossos irmãos a desligarem pensamentos e comportamentos negativos, para ligarem os positivos em sua vida.


E que a espiritualidade irá usar os outros dons mediúnicos que nós não estamos acostumados a usar, vocês começarão a vivenciar os outros dons mediúnicos.



Prof.ª Rose de Souza


___________________________________________________________________________________


As Águas



A água, segundo a maioria das correntes herméticas, está relacionada às emoções do inconsciente; emoções que nutrem os nossos sonhos e ideais na vida; pode muito bem representar no processo espiritual construtivo, a energia da esperança que alimenta e mantém ativa a fé ou a crença do iniciado. Elemento governado pelas Ondinas e de caráter feminino em sua essência. Ativa a intuição e a emoção. Os espelhos mágicos dos ocultistas podem ser objetos que muito bem representam esse elemento.



AS ÁGUAS ELIXIR ESPIRITUAL


A água é um dos elementos naturais mais receptivos, com uma energia altamente atratora e condutora, ela é utilizada principalmente pelos Guias Espirituais nos momentos onde há a necessidade de realizar grande limpeza, purificação e energização de nosso corpo astral e de nossa casa, afinal existem cargas e energias negativas, que somente esse elemento natural é capaz de desfazer, limpar e equilibrar.


ÁGUA DO MAR


Ótima para descarrego e para energização, batida contra as rochas e as areias da praia, vibra energia, por isso nunca se apanha água do mar quando o mesmo está sem ondas. A energia salina do mar “queima” as larvas e miasmas astrais, principalmente sob a vibração de Iemanjá. Podemos ir molhando os chakras à medida que vamos adentrando no mar, pedindo licença. No final, podemos dar um bom mergulho de cabeça, imaginando que estamos deixando todas as impurezas espirituais e recarregando nosso corpo de energias sutis. Ideal, se realizado em mar com ondas.


ÁGUA DA CACHOEIRA


Com a mesma função do banho de mar, só que executado em águas doces. A queda d’água provoca um excelente “choque” em nosso corpo, restituindo as energias, ao mesmo tempo em que limpamos toda a nossa alma, é água batida nas pedras, nas quais vibra, crepita e nos livra de todas as impurezas. Ideal, se tomado em cachoeiras localizadas próximas de matas e sob o sol.


ÁGUA DOS RIOS E LAGOAS


Tem também grande propriedade curadora e equilibradora. Se o rio tiver pouco movimento, quase parado, assim como a lagoa ou mangue, essa água tem uma energia decantadora e curadora. Saudemos Nanã Buruquê. Se o rio for bem movimentado com corredeiras, a energia da água é energética, equilibradora e reparadora.


ÁGUA MINERAL


Água da pureza, do equilíbrio, da harmonização e da paz. Envolve nossos chakras desobstruindo-os e equilibrando- os. Utilizada para a fixação de fluidos espirituais transmitido pelas Entidades de Luz.


É uma água muito fácil de se encontrar, por isso aproveitem esse Axé.


ÁGUA DE POÇO


É excelente nos casos de doenças, tanto no corpo espiritual como no corpo astral, pois tem uma grande energia transmutadora.


Essa água está em contato com a terra, que é o agente mais poderoso de regeneração física absorvendo a energia ruim da área afetada, colocando em seu lugar uma energia boa. A cura se processa graças a uma troca de energia devido a interação entre os componentes físico, químico e energético que a terra oferece.


ÁGUA DA CHUVA


É altamente energética e purificadora. É a água que entrou em estado de vaporização e absorve toda a energia do ar, quando novamente entra em outro estado de mudança e retorna ao estado liquido, caindo do céu sobre a terra. Por isso, é utilizada justamente nos momentos em que precisamos de mudança. A água da chuva é benéfica e pura, porém, depois de cair no chão, torna-se pesada, pois atrai as vibrações negativas do local, sendo ótima também para banhos de descarrego e limpeza de ambientes.



Fonte:http://vomariaconga.blogspot.com Postado por Valéria às 13:15 Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar no Orkut


________________________________________________________________________________




A relação entre os números e os quatro elementos



Há uma relação muito interessante entre os números e os quatro elementos, revelando conexões ocultas e sutis entre as forças da natureza, os diferentes sistemas de magia e os números. Além disto, podemos entender a evolução da Terra, abordando a numerologia do ponto de vista planetário e histórico mais amplo.



Os Quatro elementos


Fogo, o primeiro elemento, é associado ao número 1.


O fogo representa o espírito, a chama interna, a purificação alquímica, algo que se encontra além da matéria, além do pensamento e até mesmo além do sentimento; é algo ainda mais abstrato, aquilo que move o sentimento espiritual no ser humano.


Fogo


O fogo é um símbolo de poder, o poder do homem primitivo sobre os outros animais se fez impor através do domínio do fogo, tornando assim os humanos mais poderosos que animais inúmeras vezes mais fortes e terríveis. Hoje em dia a lógica prossegue a mesma: os países mais poderosos são aqueles que detêm mais armas de fogo.


O símbolo do fogo é uma tocha acesa.


Água


Água, o segundo elemento, é associada ao número 2.


A água representa a emoção, que vem a ser a manifestação material (física) mais próxima do espírito, ou ainda a manifestação espiritual mais próxima da matéria.


A emoção fica na fronteira entre o espírito e o pensamento.


A água é ondulante, calmante, suave, mas também pode ser uma violenta fonte de terror - basta pensar nos tsunamis que ocorreram no final do ano de 2004 e que deixaram o mundo inteiro boquiaberto.


Representa o princípio feminino da adaptabilidade e da persuasão, mas note que, assim como o homem, chamado "sexo forte", pode usar de sua força para proteger os entes queridos numa demonstração de carinho através da força, da mesma forma uma mulher, chamado "sexo frágil", pode ser violenta sem uso de força física, mas através de manipulações emocionais.


Na verdade, qualidades e defeitos transcendem ao sexo da pessoa, estas comparações se dão no plano da psique e do arquétipo, os quais independem do sexo.


O símbolo da água é uma taça cheia deste elemento



Ar


Ar é o terceiro elemento, associado ao número 3.


É o elemento das ideias, do pensamento, da criatividade, do raciocínio e da filosofia.


Após a urgência espiritual que não tem nome e a espontaneidade emocional, naturalmente se desenvolve a necessidade de refinar as emoções-ou seja, educá-las, analisá-las.


A grande característica do ser humano é sua criatividade: tudo que há na sociedade foi primeiramente concebido, imaginado, pelo homem.


Daí que todos os planos, conceitos, racionalizações e ciência têm ressonância no arquétipo do ar.


A intuição está ligada à espiritualidade do fogo; ao se tornar menos abstrata a intuição se transforma em sentimento; e ao se pensar no sentimento começa a análise do mesmo-e este é o processo do ar.


Ao mesmo tempo em que representa o desenvolvimento do ser humano através da inteligência, o elemento ar evidencia as armadilhas que o intelecto prega, devido às suas limitações.


O símbolo do ar é uma espada brilhante



Terra


Terra é o quarto elemento, associado ao número 4.


É o elemento mais estável entre todos os mais previsíveis, relacionado à matéria, à organização das coisas, à manifestação palpável do conceito que surgiu no fogo, foi filtrado pela água e vivificado pelo ar.


O elemento do corpo e da casa, e do sustento de ambos.


É o elemento menos refinado e mais essencial de todos.


Representa o instinto, que atinge os mesmos fins do raciocínio, sem passar pela complexa mecânica do pensamento.


Elemento primitivo, referência de certeza, o chão em que se pisa.


Contudo, sua estabilidade, que parece permanente, é fonte de total desestrutura quando algo errado acontece, como um terremoto: sendo o elemento mais firme de todos, a eventual instabilidade da terra provoca danos e traumas piores do que quaisquer outros desequilíbrios dos elementos.



O símbolo da terra é uma moeda de ouro


O elemento terra rege todas as pessoas que dominam melhor as características deste elemento: gosto pelo dinheiro; pelo trabalho; ambição material; posses, e pouca espiritualidade.


São os números: 4, e pode aparecer no 8 e 1.


E também o 5.



A água rege o sistema emocional.


É o fluxo dos líquidos do corpo: a lágrima, o suor, urina, linfa e sangue.


São os números: 2; 3; 6.


O ar rege a mente junto com o fogo, já que o oxigênio ajuda a aumentar e expandir o fogo.


São os números: 8,1.


O ar se manifesta mais no 1 e o fogo no 8, mas ambos trabalham em conjunto.



NÚMERO 1


Energia ativa, viva e transformadora.


Simboliza o Sol.


É o início, o princípio de tudo.


Representado por um ponto.


Deus é Uno, a base de toda vida.


É o verdadeiro EU SOU.


Significa o Homem: vivente e atuante que está sempre à procura de suas próprias capacidades.


É positivo e original.



NÚMERO 2


Purificação das Emoções


Representa a Lua, e a mulher e todas as características tidas como femininas: maternidade; submissão; docilidade; suavidade; intuição.


É a mulher em seu papel de esposa e mãe.


Por muito tempo considerava-se a Lua como sombra do Sol, e se deu às mulheres estas características.



NÚMERO 3


Inspiração necessária para a Criação


É a combinação do 1 e 2 . O Filho.


Tem a força do 1 e a bondade do 2.


É a criação manifestada.


A primeira forma geométrica perfeita: o triângulo.


Encerra em si mesmo a força do pai e o amor da mãe.


É a comunicação, a alegria de viver.


Leva alegria e bom humor a todos os lugares em que estiver.



NÚMERO 4


A materialização e a concretização da vontade


Representado pela figura geométrico quadrado; contém em si mesmo as características de estabilidade e segurança.


Representa a relação com a Terra e a concentração de energia.


É disciplinado e perseverante.


Como o quadrado, todo fechado em 4 ângulos, este número não se permite muitas extravagâncias.



NÚMERO 5


Os desejos ardentes da alma; e Ar: o vento que sopra para todos os lugares e que ninguém o detém.


A junção desses dois elementos sugere a ideia do vento que acende e impulsiona as chamas do fogo.


Representa a liberdade, a versatilidade total.


Aqui se forma o futuro.


É o Homem em toda sua força e livre para criar.


É Deus manifestado no Universo através do Ser.


É a estrela de 5 pontas que se forma a partir do pentágono.



NÚMERO 6


Símbolo das emoções e dos desejos da Alma.


Representa o amor e o sentido do equilíbrio.


Sua forma geométrica é a estrela de seis pontas, formada por dois triângulos entrelaçados.


Quer acima de tudo a paz, mas às vezes é quieto demais e não luta preferindo se manter no centro da família, dos filhos, dos pais.


Predomina o sentimento de compaixão em seu coração.



NÚMERO 7


Força do pensamento em ação.


É chamado de número sagrado e dos mistérios.


Representado por um quadrado e um triângulo, resume a necessidade do ser humano se elevar espiritualmente.


Com o quadrado embaixo é o símbolo da missão humana na Terra, com todo o seu poder positivo.


Com o triângulo para baixo é apenas um símbolo negativo.



NÚMERO 8


Concretiza e realiza os desejos da alma.


É o número da Lei de Causa e Efeito, do carma.


Representado por dois quadrados um encima do outro (para as pessoas que ainda estão somente interessadas no plano material) ou dois círculos (um encima do outro, para quem já aceita a lei do Carma).



NUMERO 9


Personifica as emoções, os desejos mais sublimes da alma e a intuição.


Representa o mundo, o círculo, a forma que fecha todo um ciclo de encarnações ou de conhecimentos que foram adquiridos no transcorrer dos outros números.


É a cura e o aconselhamento.



11.Ar: Poder de imaginação e da inspiração; e Fogo: que acende a chama da espiritualidade.


22.Fogo: a chama da espiritualidade viva e ativa; e Terra: a certeza da realização.


33.Água: os sentimentos que afloram livremente por meio da pureza das intenções.



FONTE DE CONSULTA:


Johann Heyss


Rakel Possi


André Mantovanni


________________________________________________________________________________



CAMINHO DE EVOLUÇÃO COM AS CARTAS CIGANAS



As Cartas Ciganas,não ditam o seu Destino,mas esclarecem os pontos a serem trabalhados e assimilados, nos trazem o caminho de evolução,através das mensagens,nos ensinam a ver o caminho de uma forma diferente,nos auxiliam a enxergamos os nossos Bloqueios,e se seguirmos as mensagens com certeza veremos a Beleza das Cartas Ciganas e o nosso novo caminho.



Vamos começar a nossa vivência com as Cartas Ciganas



A primeira carta a do Cavaleiro, nos traz sempre a mensagem que devemos agir, para que o que desejamos venha para nossa vida, mas para ser um cavaleiro, há um caminho a ser percorrido,uma preparação,nós temos que nos preparar na nossa vida buscarmos o conhecimento é através deste que iremos agir na nossa vida com segurança e sermos uma imã que atraímos o que desejamos.


Se não buscarmos o conhecimento nesta preparação vamos nos deparar com a carta das Pedras, esta carta traz a seguinte mensagem,que há pedras no nosso caminho que podem nos atrapalhar, mas são de fácil superação, e estas pedras que tem no nosso caminho, são as pedras da inseguranças, e medos que temos, muitas vezes somos nós que colocamos, e se buscarmos o conhecimento iremos superar estas dificuldades passageiras.


Mas não podemos esquecer que estamos em uma jornada da vida e entramos na carta do Navio, esta carta traz a mensagem que o que desejamos esta sendo gerado e que por este motivo demora um pouco mais para chegar em nossas vidas.


Não podemos esquecer que dos meios de transporte que temos o navio é o mais lento e o que transporta a maior quantidade de coisas,mas para o navio ir de um porto a outro, atravessar o oceano precisa-se de um planejamento.


Aprendemos a seguinte lição que sempre na nossa vida precisamos de planejamento para nos prepararmos e superarmos as dificuldades, para assim irmos de um porto a outro na nossa vida.


O que faz a diferença em nossas vidas são as nossas bases, e esta nos leva a carta da Árvore, esta carta traz a mensagem que temos bases e raízes (conhecimento), para prosperarmos, mas muitas vezes nos deparamos com as pedras e não conseguimos gerar o que desejamos, mas isso se deve ao fato de não estarmos usando dos conhecimentos adquiridos nas nossas bases e origens, mas se fazermos as podas as correções iremos prosperar, então temos que fazer as correções, porque muitas vezes não estamos vendo o caminho com clareza e isso nos leva a carta das Nuvens, e esta é a mensagens da carta das nuvens, não estamos vendo o caminho com clareza, mas vamos refletir as vezes é melhor fazermos uma pausa, fazermos as podas que precisamos para gerar o que desejamos e planejarmos melhor, porque com o melhor planejamento e novamente usando dos conhecimentos iremos ver a direção certa a seguir.


Mas antes de seguir a jornada material, as cartas também nos aconselham a corrigir o nosso emocional, e a carta da Cobra, nos traz a mensagem, que devemos ser flexíveis, e nos adaptarmos a situações que ocorrem em nossas vidas, estes fatos ocorridos em nossas vidas podem deixar mágoas e tristezas mas é preciso diluir, permitirmos a renovação a cobra troca de pele, e pensarmos antes falar, evitaremos magoas e problemas de comunicação, e se agirmos com cautela vamos sim findar um ciclo e iniciarmos outro, começamos a vivenciar a carta do Caixão, esta carta traz esta mensagem, fim de um ciclo é inicio de outro, mas este novo inicio com mudanças que se fizermos estas mudanças até agora colocas pelo caminho das Cartas Ciganas, vamos vivenciar a carta do Ramalhete, esta carta nos traz a mensagem que busquemos a renovação interna para encontrarmos a felicidade externa, mas se escolhermos ou ficarmos na inércia a vida faz os cortes,e começamos a vivenciar a carta da Foice, esta carta nos traz esta mensagem dura, faça neste momentos os cortes necessários em sua vida, você tem a escolha, caso você não faça a vida fará, e a vida não vai te perguntar o que você deseja que seja cortado, ela faz os cortes que muitas vezes são bem dolorosos, mas ainda tem um consolo, esta carta te diz que estes cortes te trarão curas e sabemos que muitas vezes o remédio é amargo, por isso, não tente ludibriar a vida, mas haja com jeito, esta é a mensagem da carta do Chicote, haja com jeito nas suas atitudes e na sua vida, não imponha as coisas, esta carta não cabe o tem que ser do meu jeito e sim, gostaria e o poderia ser desta forma, para que sempre tenha conciliação e liberdade porque a carta dos Passaros, traz esta mensagem, podemos estar lado a lado, mas sem amarras, sem compromissos, mas com liberdade, por isso agir com jeito e sabedoria na sua vida ter cuidado com o que fala, para não gerar magoas e tristeza, estes aconselhamentos anteriores nos preparam para evitarmos atitudes imaturas, iniciamos a carta das Crianças, esta carta nos mostra também o lado inocente das crianças, com certeza, pede para que sejamos sempre alegres em nossas vidas e que não esqueçamos que temos a nossa criança interior, mas como pessoas temos que nos lembramos e pensarmos em nossas atitudes, porque toda a ação gera uma reação, e atitudes imaturas podem levar a ciladas que geramos, e começamos a vivenciar a carta da Raposa, que nos ensina a sermos astutos, espertos, gerarmos a esperarmos o que desejamos, porque a raposa ele observa e espera o momento certo para conseguir o objetivo dela, por isso temos que usar de toda a nossa força de realização, entramos na carta do Urso, o urso não é só amigos falsos, e muito mais que isso, estamos na carta 15, observe a quantidade de conhecimentos que temos, por isso usar de toda a nossa força de realização é usar de todos os conhecimentos ate aqui adquiridos nesta jornada, para assim começarmos a vivenciar a carta da Estrela, se colocarmos em pratica os conhecimentos até aqui adquiridos nossa estrela brilha e é claro que virão as novidades na nossa vida a carta da Cegonha, boas novidades e também amigos fieis, companheiros fieis, começamos a vivenciar a carta do Cão, mas só seremos imãs atiradores destas novidades, amigos e companheiros fieis, se formos fieis conosco, fieis com a nossa verdade, por que se precisarmos, é melhor começar o caminho novamente do que entramos na vivência da carta da Torre, esta carta traz a mensagem que devemos reconstruir as nossas bases, não podemos ficar fechados dentro de nós, devemos nos abrir também para a nossa espiritualidade, porque o que plantarmos, iremos colher, esta é a vivência da carta do Jardim, somos responsáveis pelo que plantamos em nossas vidas, por que colheita será obrigatória, e a próxima carta nos ensina a mantermos os equilíbrio, a carta da Montanha, a mensagem desta é que devemos manter os equilíbrios físicos, emocionais, financeiros e espirituais, lembre-se que já estamos na carta 21, já temos uma bagagem de conhecimentos que se colocados em pratica, caminharemos, porque a mensagem da próxima carta Caminhos, nos diz, todos os seus caminhos estão abertos, porque você não caminha?


Então vivencie as cartas anteriores,mantenha os equilíbrios, faça as escolhas do que você deseja para colher o que quer, não se introspecte, busque a companhia dos seus amigos fieis, veja as novidades, deixe a sua estrela brilha, mas use de toda a sua força de realização, para assim superar a próxima carta o Rato, esta carta traz a seguinte mensagem, evite, stress, desgaste e percas, mas para se evitar é preciso manter os equilíbrios, fazer as escolhas e use de todos os seus conhecimentos, e novamente as cartas perguntam como esta o seu emocional, porque na carta da Cobra, deveria-se ter diluídos magoas e tristezas e permitir a renovação, porque agora as cartas te cobram, você permitiu esta renovação, porque vamos iniciar a vivência da carta do Coração, por isso que nesta carta não vemos o amor o verdadeiro, só podemos compartilhar os sentimentos quando temos 1º por nós mesmos, para depois compartilhar com o outro, senão diluirmos magoas e tristezas anteriores, teremos problemas em nos mantermos o equilíbrio emocional, podemos cometer erros de posse, e trazer desequilíbrio para a outra parte, por isso a correção é tão importante, iremos vivenciar a carta das Alianças, e esta carta traz a mensagem que as alianças são sérias, duradouras, por isso se fizermos as vivências será muito fácil compartilhar as alianças sérias, porque teremos equilíbrio para mantermos, e seguimos em frente em busca de novos conhecimentos novos segredos, a carta do Livro, esta carta traz esta mensagem que segredos, contratos e novos papéis virão para nossa vida e será muito bom, porque somarão na nossa jornada e teremos noticias rápidas chegando para nós a carta das Noticias, nos diz que noticias chegam muito rápido em nossas vidas, mas na verdade quem esta chegando trazendo as suas vivências e os seus conhecimentos para somar na nossa vida são o Companheiro (Cigano) e a Companheira (Cigana), estes amigos verdadeiros que trazem os seus conhecimentos as suas vivências para termos paz e conciliação a carta dos Lirios, mas é nesta carta que vivenciamos o amor verdadeiro porque dentro de nós há paz e conciliação, já percorremos ¾ da jornada, estamos quase no final, e vamos ao encontro da carta do Sol, sempre desejamos que o sol brilhe nas nossa vidas para crescermos, já sabemos, fazer as escolhas para plantarmos o que desejamos e colhermos o que queremos, sabemos usar da nossa força de realização, a vida pulsa dentro de nós, agora é a hora de vivenciarmos o oculto, o misterioso, a carta da Lua, que nos ensina a ouvirmos a nossa intuição, a termos a certeza que tudo na nossa vida é passageiro uma fase, e que nada é para sempre, continuando a jornada as cartas nos ensina a Chave, esta na sua mão, é sempre você que abrirá ou fechará a sua porta, mas com quase todo o caminho percorrido e claro que você abrirá a sua porta porque merecemos a abundância na nossa vida a carta dos Peixes, traz o prêmio merecido pelo caminho percorrido, mas espere ainda tem 2 cartas que te trazem a seguinte mensagem, busque a segurança nos seus caminhos, mas jamais fique estagnado esta é a mensagem da Âncora, e continue persistindo nos seus objetivos, se precisar, volte refaça o caminho, veja aonde errou e acerte, o importante e continuar, porque você encontrará a carta da Cruz que te dá a Vitória.



Profª Rose de Souza, ( 14/08/2012 )


Canalizada pela Cigana Carmem Romani


__________________________________________________________________________________



Marie-Anne Adélaïde Lenormand



Marie-Anne Adélaïde Lenormand, a grande Sibila do Século XIX ou simplesmente, Mlle. Lenormand, como é mais conhecida, nasceu na cidade francesa de Alençon, região de Orne, em 27 de maio de 1772.



Sua vida e obra estão envoltas numa aura de mistério e lendas, mas podemos afirmar, com toda a segurança, tratar-se de uma pessoa altamente evoluída, versada em Astrologia, Mitologia, Cabala, Tarô, Numerologia, Alquimia, Geomancia, e também no estudo das Flores como instrumento de mensagem oracular.



Nos seus 71 anos de vida, ficou famosa pelas previsões que fez às figuras ilustres da época, como Jean Paul Marat, Antoine Saint-Just, Maximilien Robespierre, Fouché, Barras, General Moreau, o cantor Garat, o pintor David, o príncipe Talleyrand, Napoleão Bonaparte e sua esposa, Joséphine de Beauharnais.



Mlle. Lenormand era ao mesmo tempo temida e respeitada-uma verdadeira "bruxa", sempre acompanhada de seu fiel gato preto. Era uma mulher de porte altivo e elegante, dotada de grande força de vontade e autoridade. Sua comunicação era clara, com análise das questões feita com imparcialidade e precisão.



Era dotada de forte intuição aliada a uma mente calma, ponderada e prática, e tinha habilidade manual acentuada e sensibilidade artística - ela mesma idealizou e desenhou seus baralhos. Gostava de envolver-se em atividades intelectuais, passando longos períodos nos museus e bibliotecas, pesquisando e estudando.



É provável que tenha tido participação ativa em grupos esotéricos, que nessa época eram obrigados a se manter ocultos, já que forte repressão era exercida por parte das autoridades. Para evitar problemas, ela mantinha em sua residência na Rue de Tournon, nº 5 - Faubourg Saint-Germain, a "Livraria Mlle. Lenormand", onde discretamente atendia a clientela



Graças a sua fama e sabedoria, Mlle. Lenormand circulava livremente nas altas rodas da sociedade parisiense da época. Essa mulher, com seu charme e mistério, cativava a todos; seu nome estava sempre na lista de convidados importantes, tanto das grandes festas como das reuniões mais íntimas e seletas da sociedade.



Em uma dessas festas conheceu Joséphine de Beauharnais, futura esposa de Napoleão Bonaparte, que nessa época era apenas um oficial de artilharia. Pouco tempo depois, tornaram-se amigas, e Joséphine tomou-a por conselheira.



Mlle. Lenormand prognosticou que Napoleão ascenderia ao trono da França e dominaria grande parte da Europa; previu também sua queda, associada à sua ambição e seu orgulho desmedido. Napoleão, incrédulo, deu uma gargalhada ao ouvir tal previsão, mas, novamente, Mlle. Lenormand estava certa!



É interessante mencionar que Napoleão não nutria muita simpatia por ela. Durante seu curto reinado, ele mandou prende-la por duas vezes sob a alegação de que promovia agitação social e política.



Mas, como nenhuma prova concreta contra ela pode ser apresentada, Napoleão foi sempre forçado a libertá-la.


Mlle. Lenormand faleceu em 25 de junho de 1843, deixando uma herança considerável de aproximadamente 120.000 francos.



Ciganos e o Baralho


Antes de os ciganos começarem a instalar seus acampamentos pelo centro-oeste da Europa, em meados do século XV, nobres e ricos de origem italiana e francesa já encomendavam aos artistas de seu tempo, a peso de ouro, coleções das 78 cartas, que hoje conhecemos por Tarô.



A ciência milenar, conhecida pelos sacerdotes das mais antigas nações do mundo. E dos adivinhos e profetas de todas as antigas religiões, depois passando para o domínio de todos os que, desde então, até nossos dias, se tem lembrado de predizer o futuro de uma pessoa ou da sociedade em geral.



A Cartomancia, é a mais moderna, de todos os meios divinatórios de prever o futuro porque antes de Carlos V, ainda não se haviam inventado as cartas. Este ramo ainda hoje praticado por muita gente, e sinceramente acreditado por muito mais, é o grande recurso das namoradas, por ciúmes ou desconfianças, ou pelas saudades do objeto amado.



A cartomancia praticava-se com 32 cartas ou como jogo de setenta e oito. Hoje, alguns usam apenas quarenta cartas no baralho comum. Já no chamado “Baralho Cigano”, usam-se 36 cartas. O Baralho Cigano que hoje conhecemos com 36 cartas foi criado por Madame Lenormand,ela juntou os seus conhecimentos das ciências das quais ela já estudava,e com a convivência com os Ciganos ela desenvolveu este oráculo que nós usamos até hoje.



À medida que se desenvolveram as técnicas de impressão dos baralhos, os jogos se tornaram mais acessíveis e muitos ciganos passaram a utilizar as cartas para ler a sorte, já que são pequenas e simples de manejar. Não existem indícios históricos que indiquem os ciganos como autores do baralho e não são,os ciganos são somente os divulgadores deste oráculo.



Os Ciganos tinham um conhecimento profundo sobre esoterismo e si valiam dos seus dons mediunicos. No entanto, possivelmente ao se familiarizem com o tarô utilizaram o trabalho habilidoso de algum artista da época pra modificar as cartas e adapta-las a cultura cigana.



Os Ciganos sempre criaram meios para garantir a sobrevivência, são os prestidigitadores, artistas, andarilhos e nômades a circularem de vila em vila, levando as novidades. No entanto a arte de divinar o futuro pelos ciganos não é coisa nova. Ela vem desde o tempo em que eles vagavam no deserto do Oriente Médio.



Muito ciganos descendentes dos Mulçumanos utilizavam a borra de café para ler a sorte. Interpretar os desenhos que se formam nas xícaras de chá, a Teimancia, era um habito que começou na Antiguidade e pode ter sido um método utilizado anterior aos baralhos.



Depois de ajudar imperadores que sempre recorriam aos poderes deste oráculo, ele se transformou no passatempo predileto dos nobres, os únicos que podiam consumir chá, uma bebida exótica e cara nos tempos antigos. Depois com a difusão do café pelo mundo, este oráculo estendeu-se à nova bebida, ganhando também um novo nome, a cafeomancia.



A quase totalidade dos anúncios que vemos hoje nos sites e folhetos sobre tiragens e baralhos ciganos, utilizam na verdade as 36 cartas do Baralho Petit Lenormand, uma criação de Madame Lenormand .Revelações ocultas atestam que esse formato já existia e só estava ocultado, mas eu acredito que foi desenvolvido por Madame Lenormand.



No entanto, eu acho que tudo que venha a contribuir com o aprendizado do ser humano sobre o conhecimento divinatório tem grande importância.Eu gosto mais do estilo de Madame Lenormand, pois as cartas se encaixam bem no nosso dia a dia.Na verdade o baralho,se tornou um instrumento, um suporte para os Oraculistas. E por isso pode ser muito bem aproveitado se for respeitado e usado com prudência.



Pois, existem por certo inúmeros relatos dignos de nota sobre cartomantes-Ciganas e não-ciganas-que, na falta de tarôs mais caros, utilizavam e continuam a utilizar as simples cartas do baralho comum. Manifestam talentos que não dependem necessariamente do baralho.


__________________________________________________________________________________



PAI CIGANO



Desde pequenas, as meninas ciganas costumam ser prometidas em casamento. Os acertos normalmente são feitos pelos pais dos noivos, que decidem unir suas famílias.



O casamento é uma das tradições mais preservadas entre os ciganos, representa a continuidade da raça, por isso o casamento com os não ciganos não é permitido somente o homem cigano pode se casar com uma não-cigana, mas esta não- cigana deverá aceitar a cultura do seu marido, ela é aceita dentro do Clã, mas deve se submeter as consagrações e aceitar a Cultura.



É pelo casamento que os ciganos entram no mundo dos adultos.


Se casam muito cedo entre 16 e 17 para os homens e 14 e 15 anos para as mulheres, e este casamento para os Ciganos só será reconhecido após o nascimento do 1º filho.



E se inicia os compromissos do Pai Cigano, que este trabalha o tempo necessário para fazer os seus negócios, só voltam para suas tendas após venderem todas as suas mercadorias, não se importam de andarem 80 km, ou mais, porque para eles, o mais importante é trazer o pão para a mesa.



Eles batiam de porta em porta, vendendo suas mercadorias, afiando facas e muitas outras coisas.


Mas não voltavam para o acampamento até que tivessem conseguido o pão para a sua família.


Para os Pais Ciganos, não havia caminhos fechados ou energias que pudessem os parar, eles superavam as dificuldades, seguiam em frente.



A educação da criança cigana a Mãe é a responsável e está trabalha também com os seus oráculos, para compor a renda e para que nada falte para a família.



Uma criança sempre é bem vinda entre os ciganos.


É claro que sua preferência é para os filhos homens, para dar continuidade ao nome da família, mas as mulheres também são bem-vindas, porque serão as futuras geradoras continuarão os Clãs Ciganos, a continuação de um Povo.



A família, para o povo cigano, é o seu maior patrimônio.


Imagem Maria do Carmo da Hora


_______________________________________________________________________________________



GRUPOS CIGANOS



Há muita controvérsia a respeito da verdadeira origem do povo cigano. Segundo uns seriam eles originários da Índia, já outros atribuem sua origem ao Egito; há ainda os que afirmam que eles sejam descendentes de Caim.


O que se sabe, quase ao certo, é que sua história remonta há mais de 5.000 anos.


Na verdade é bastante difícil precisar sua origem, por se trata de um povo que, além de não possuir linguagem escrita– o que permitiria a criação de registros para consulta- eles também foram perseguidos através dos tempos, por questões étnicas, políticas e religiosas.


Pode ser até essa a razão de não haver história escrita– na falta de documentos, a perseguição não teria “provas materiais” para acusá-los.


Por tudo isso os ciganos buscaram no mistério uma forma de se preservar e perpetuar, chegando até os dias atuais com uma história “provável”, cheia de versões divergentes, mas todas elas envoltas em uma aura de lendas,histórias e verdades.



OS PRINCIPAIS GRUPOS CIGANOS


Atualmente, existe um sem-número de grupos ciganos, sendo os mais expressivos no presente os seguintes:



Ciganos Banjara


Diversos grupos nômades podem ser encontrados na Índia entre eles, destacamos os ciganos Banjara ou Labhani que dedicam-se a arte, artesanato, trabalho com ferro e comércio de animais. Originalmente pertencem ao Deserto Thar do Rajastão e falam um misto entre o Romany e o Hindi, influenciados pela região a qual pertencem.


Banjara significa “os que vieram das terras secas”.



A arte notória destes ciganos orientais é um fator muito relevante em suas vidas, especialmente enfatizado por sua música e dança, sempre baseados no Deuses e Divindades da mitologia hindu, seus conflitos e lições, e na mística Sufi.


São considerados os ciganos mais próximos da possível raiz e origem dos ciganos de uma maneira geral.



Os Banjara nunca faziam guerra,como a maioria dos grupos ciganos não entravam durante uma guerra, podiam ser recrutados para ajudar um determinado exército, mas nunca para o combate. Ficavam na retaguarda, prestando às tropas todo tipo de serviço necessário.


Em caso de derrota, nada sofriam, porque todos reconheciam o seu valor social. Outras atividades importantes eram a música, a dança, a acrobacia e o teatro nas cortes dos reis ou para os soldados.



GRUPO KALON


Os componentes deste grupo fixaram residência especialmente na Espanha e Portugal, onde sofreram severas perseguições, pois sendo estes países profundamente católicos e conservadores, não podiam admitir os costumes ciganos, tanto que foram proibidos de falar o seu idioma, usar suas vestes típicas e realizar festas e cerimônias segundo suas tradições.


O que os ciganos sofreram na Península Ibérica, lembra de certa maneira o que os negros sofreram em terras do Brasil.


Os ataques da realeza ao grupo Kalon foram tão rigorosos, que ele foi obrigado a criar um dialeto, mescla de seu próprio idioma com o português e o espanhol, em particular em Portugal, onde as proibições não foram verbais, mas determinadas por decreto do rei D. João V.


Apesar de todos os sofrimentos o Clã Kalon sobrevive até os dias atuais, sendo um dos grupos que mais fielmente segue as tradições ciganas. Tem-se que os Kalons originaram-se no antigo Egito.



GRUPO MOLDOVANO


De pele mais clara e olhos azuis, este grupo originou-se em terras da Rússia, tendo de enfrentar os rigores do inverno russo em suas precárias carroças.


Sob as pesadas roupas e capotes escuros mal reconhecemos sua origem cigana.


A denominação moldavano vem da palavra Moldávia, região da Europa central, que chegou a fazer parte do Império Russo e da antiga URSS.



GRUPO HOHARANÔ


Surgiram em terras turcas e se destacaram em especial como grandes criadores de cavalos.


Os integrantes deste grupo chegaram ao Brasil bem depois do grupo Kalon, somente no final do século XVIII.



GRUPOS KALDERASH E MATCHUIYA


Os ciganos do grupo Kalderash são originários da Romênia e da antiga Iugoslávia, o berço dos Matchuiya. Ambos os grupos chegaram ao Brasil no final do século XVIII.


Os primeiros ciganos a chegarem no Brasil eram do grupo Kalon e vieram de Portugal em meados do século XVII.


Portugal, necessitando de mestres de forja no Brasil, enviou-os para cá para que fabricassem ferraduras, armamentos e ferramentas. Faziam também artesanalmente utensílios domésticos, seus tachos e alambiques para o fabrico da cachaça, famosos até hoje por serem extremamente bem feitos e resistentes.




Referências:Enciclopédia Britânica


The Dance’s Guide


Imagem Maria do Carmo da Hora


_____________________________________________________________________________________



ÉTICA E COMPORTAMENTO


PARA O POVO CIGANO



Para um Povo que andou por muitos lugares, conheceu varias culturas Povos.


Os Ciganos seguem as suas regras, tem a sua Ética e mantém um Comportamento Conservador dentro do Clã.



Hoje Espiritualmente falando eles nos orientam e nos solicitam para Mantermos um comportamento correto, nas nossas atitudes materiais e espirituais, segue abaixo alguns exemplos de comportamento solicitado.



Trate o outro como você gostaria de ser tratado, este comportamento toda a Espiritualidade nos solicita.



Não minta, porque a mentira aprisiona, e os Ciganos são livres.



Seja justo, mas jamais julgue o outro irmão, sempre ouça as duas partes, jamais julgue.



Cobre o valor do seu trabalho com equilíbrio, e o faça com alegria, para atender o maior número de pessoas e todas ficarem felizes com a troca, para os Ciganos a hora de trabalho executada é remunerado, então faça o seu melhor para que os Louves (dinheiro) venha com fartura.



Não traia porque a traição é um verdadeiro ácido que corrói, e traz sofrimentos para todos os envolvidos, e para toda a família também, quando um Cigano trai, ou ele é expulso ou é condenado a morte, não tem acordo.



Sempre que puder e você ver o sofrimento de um outro irmão, pense o que você poderia fazer para ajudar, porque um Cigano sempre ajuda o outro.



Para os Ciganos a família é o mais importante, eles nos orientam para mantermos o nosso relacionamento harmonioso com a nossa família, se hoje não temos, eles nos ajudam a equilibrar esta situação, porque para eles a família é o mais importante.



Eles nos orientam a sempre escutarmos os mais velhos e cuidarmos muito bem das crianças, porque se cuidarmos das crianças e educarmos não precisamos nos preocupar com o futuro das crianças, se honramos os mais velhos, seremos honrados quando envelhecemos.



Beijos no Coração


Prof. Rose de Souza


_____________________________________________________________________________________


OS MENTORES DE CURA



QUEM SÃO



Os mentores de cura trabalham em diversas religiões, inclusive na Umbanda. São muito discretos em sua forma de se apresentar e trabalhar, e estas formas mudam de acordo com a religião ou local em que irão atuar. São espíritos de grande conhecimento, seriedade e elevação espiritual. Alguns deles não demonstram muito sentimento mas mesmo assim têm muita vontade de ajudar ao próximo, com o tempo tedem a evoluir também para um sentimento aior de amor ao próximo.


São extremamente práticos, não aceitando conversas banais ou ficar se extendendo a assuntos que vão além de sua competência ou nos quais não podem interferir, pois não são guias de consulta no sentido ao qual estamos habituados na Umbanda.


Para se ter uma idéia melhor, sua consulta seria o pólo oposto à consulta com um Preto Velho. Normalmente os pretos velhos dão consultas longas, cheias de ensinamentos de histórias, apelando bem para o lado emocional. Já os Mentores de Cura, se dirigem ao raciocínio, buscam fazer o encarnado compreender bem as causas de suas enfermidades e a necessidade de mudança nessas causas, bem como a necessidade de seguirem à risca os tratamentos indicados. Quando precisam passar algum ensinamento o fazem em frases curtas e cheias de significado, daquelas que dão margem à longas meditações.


São espíritos que quando encarnados foram: Médicos, Enfermeiros, Boticários, Orientais (que exercem sua própria medicina desde bem antes das civilizações ocidentais), Religiosos (monges, freis, padres, freiras, etc.), ou exerceram qualquer outra atividade ligada a cura das enfermidades dos seres humanos, seja por métodos físicos, científicos ou espirituais.



MÉTODOS DE TRABALHO


Cada guia tem sua forma de restituir a saúde aos encarnados, normalmente se utilizam de meios dos quais já se utilizavam quando encarnados, mas de forma muito mais eficiente, pois após chegarem ao plano espiritual puderam aprimorar tais conhecimentos. Além disso esses espíritos aprenderam a desenvolver a visão espiritual, através da qual podem fazer uma melhor anamnese (diagnóstico) dos males do corpo e da alma.


Aliados aos seus próprios métodos individuais eles se utilizam de tratamentos feitos pelas equipes espirituais ou ministrados pelos encarnados com auxílio do plano espiritual.


Alguns deles são:



Cirurgia Espiritual


É realizada pelo mentor de cura incorporado ao médium. E envolve a manipulação do corpo físico através das mãos do médium, podendo ou não haver a utilização de meios cirúrgicos elementares (cortes, punções, raspagens, etc...). O maior representante deste método de trabalho no Brasil é o espírito do Dr. Fritz, mas este método é utilizado em diversas culturas e religiões.



Cirurgia Perispiritual


É realizada diretamente no perispírito do paciente, com ou sem a colaboração de um médium presente, costuma ser realizada por uma equipe espiritual designada especificamente para cada caso e ser feita em dia e horário pré determidados.



Visita Espiritual


É realizada por uma equipe espiritual, que visita o paciente no local onde ele estiver repousando, também com um dia e hora predeterminados. Na visita, darão passes, farão orações, etc...


Cromoterapia


É indicada pelos mentores de cura e aplicada por médiúns que conheçam o método de aplicação. Atua no corpo físico e no duplo etérico. Muito utilizado para males de origem emocional.



Fluidoterapia


É indicada pelos mentores de cura e aplicada por médiúns que conheçam o método de aplicação. Atua no corpo físico e no perispírito.



Reiki


É indicada pelos mentores de cura e aplicada por médiúns que conheçam o método de aplicação. Atua no corpo físico e no duplo etérico. Muito utilizada para males de origem emocional ou psíquica e para realinhamento de chacras.



Homeopatia


Indicada e receitada pelos mentores espirituais. As fórmulas são feitas normalmente por laboratório de manipulação homeopáticos. E devem ser tomados de acordo com o determinado.



Outros


Fora estes tratamentos, também podem ser utilizados, florais de Bach, cristaloterapia, chás, aromaterapia, acumpuntura, do-in, etc...


Em alguns casos os guias também indicam dietas, alimentos a serem evitados ou ingeridos para melhoria da saúde geral.



COMO INTERAGEM COM OS MÉDIUNS


Incorporação


É muito sutil e dificilmente inconsciente a incorporação dos mentores de cura. Muitas vezes atuam apenas na fala e só assumem o controle motor quando necessário.



Intuição


Alguns mentores trabalham com seus médiuns apenas pela via intuitiva, indicando as providências a tomar e tratamentos. Neste caso, é necessário um grande equilíbrio e desenvolvimento do médium, para que o mesmo não atrabalhe nas indicações dadas pelo mentor.


Psicografia (Receitistas)


Funciona da mesma forma que a psicografia comum, mas os espíritos comunicantes costumam psicografar receitas de tratamentos e medicamentos (que em alguns casos podem até mesmo ser da medicina comum).



Fonte de Consulta:


Sociedade Espiritualista Mata Virgem


____________________________________________________________________________________



METAFISICA DA SAÚDE


LOUISE HAY


Você pode Curar a sua Vida:


ALGUNS PONTOS DE MINHA FILOSOFIA



Somos todos 100 por cento responsáveis por nossas experiências.


Cada pensamento que temos está criando nosso futuro.


O ponto do poder está sempre no momento presente.


Todos sofrem de culpa e ódio voltados contra si próprios.


A frase-chave de todos é: "Não sou bastante bom".


É apenas um pensamento e um pensamento pode ser modificado.


Ressentimento, crítica e culpa são os padrões mais prejudiciais.


A liberação do ressentimento pode remover até o câncer.


Quando realmente amamos a nós mesmos, tudo na vida funciona.


Devemos nos libertar do passado e perdoar a todos.


Devemos estar dispostos a começar a aprender a nos amar.


A auto aprovação e a auto aceitação no agora são a chave para mudanças positivas.


Cada uma das chamadas "doenças" em nosso corpo são criadas por nós.


O Poder Universal jamais nos julga ou critica


Ele apenas nos aceita dentro do nosso próprio valor e depois reflete nossas crenças em nossas vidas. Se quero acreditar que a vida é solitária e ninguém me ama, isso é o que encontrarei em meu mundo.


Todavia, se estou disposta a abandonar essa crença e afirmar para mim mesma:


"O amor está em todos os lugares e eu sou amorosa e digna de amor", mantendo-me firme nessa nova declaração e repetindo-a com frequência, ela se tornará verdade para mim.


Então pessoas amorosas entrarão em minha vida, as pessoas que já estão nela tornar-se-ão mais amorosas em relação a mim e eu me encontrarei expressando amor pelos outros com facilidade.



Quando crescemos, temos a tendência de recriar o ambiente emocional do lar onde passamos nossa infância


Isso não é bom ou mau, certo ou errado. É apenas o que conhecemos dentro de nós como "lar". Também temos a tendência de recriar nos nossos relacionamentos pessoais os mesmos relacionamentos que tínhamos com nossas mães ou pais, ou com o que existia entre eles.


Pense quantas vezes você teve um amante ou chefe "igualzinho" à sua mãe ou seu pai.


Também nos tratamos da forma como nossos pais nos tratavam.


Repreendemo-nos e castigamo-nos da mesma maneira.


Também nos amamos e nos encorajamos da mesma forma.


Podem-se quase ouvir as mesmas palavras quando se presta atenção.


Também nos amamos e nos encorajamos da mesma maneira se fomos amados e encorajados em crianças.


"Você nunca faz nada direito”. "É tudo sua culpa”. Quantas vezes você se disse isso?


"Você é maravilhoso "Eu te amo." Quantas vezes você se diz isso?


Entretanto, eu não culparia nossos pais por isso


Somos todos vítimas de vítimas e de maneira nenhuma eles poderiam ter nos ensinado algo que não conheciam. Se seus pais não soubessem se amar, seria impossível ensinarem a você .


Acredito que escolhemos nossos pais


Cada um de nós decide encarnar neste planeta em pontos específicos no tempo e no espaço. Escolhemos vir para cá com o intuito de aprender uma lição em particular que nos fará avançar no nosso caminho espiritual, na nossa evolução.


Escolhemos nosso sexo, cor, país, e então procuramos o casal especial que refletir o padrão que estamos trazendo conosco para trabalhar durante esta vida.


Então, quando crescemos, geralmente apontamos um dedo acusador para nossos pais e choramingamos:


"Vocês me fizeram isso" porém, na verdade, os escolhemos porque eles eram perfeitos para a tarefa que queríamos executar nesta existência.


Aprendemos nossos sistemas de crenças ainda pequenos e depois vamos pela vida criando experiências que combinem com nossas crenças.


Olhe para o passado e veja quantas vezes você passou pela mesma experiência.


Bem, eu acredito que você criou e recriou essas experiências porque elas refletiam algo em que você acreditava sobre si mesmo.


Não importa realmente há quanto tempo temos um problema, o seu tamanho ou o quanto ele é ameaçador.


O Ponto do Poder está sempre no momento presente


Todos os eventos que você experimentou em sua vida até este instante foram criados pelos pensamentos e crenças que manteve no passado.


Eles foram criados pelos pensamentos e palavras que você usou ontem, na semana passada, no mês passado, no ano passado, há 10, 20, 30, 40 anos ou mais, dependendo da sua idade.


Entretanto, esse é o seu passado e ele já acabou, não pode ser modificado.


O importante neste momento é o que você está escolhendo pensar, acreditar e dizer agora.


Esses pensamentos e palavras criarão seu futuro. Seu ponto de poder está no presente instante e está formando as experiências de amanhã, da semana que vem, do mês que vem, do ano que vem etc.


Preste atenção no que você está pensando neste instante.


É positivo ou negativo?


Você quer que esse pensamento crie seu futuro?



Apenas preste atenção e tome consciência.


A única coisa com que estamos sempre lidando é um pensamento, e um pensamento pode ser modificado.


Não importa qual seja o problema, nossas experiências são tão somente efeitos externos de e pensamentos internos. Até mesmo o ódio voltado para si mesmo é um pensamento que você tem sobre si mesmo. Você tem um pensamento que diz: "Sou uma pessoa má" - Esse pensamento produz uma emoção e você entranessa emoção.


Todavia, se você não tiver o pensamento, não terá a emoção. E os pensamentos podem ser modificados. Mude o pensamento e a emoção desaparecerá. Isso é apenas para nos mostrar onde conseguimos muitas de nossas crenças. Porém, não usemos essa informação como uma desculpa para continuarmos imersos em nossa dor. O passado não tem poder sobre nós. Não importa por quanto tempo estivemos abrigando um padrão negativo. O ponto do poder está no momento presente.


Que coisa maravilhosa de compreender! Podemos começar a nos libertar neste instante!


Acredite ou não, escolhemos nossos pensamentos


_______________________________________________________________



FILOSOFIA CIGANA



FELICIDADES:


Um campo aberto, um luar, um violão, uma fogueira, o canto do sabiá e a magia de uma Cigana.


Somos os verdadeiros boêmios da vida.


ORGULHO:


É saber que nunca participamos de guerras, que nunca nos


armamos para matar nossos semelhantes, somos os menestréis


da paz.


AMOR:


Amar é vivermos em comunidade, é repartimos nosso pão,


nossas alegrias e até mesmo nossas aflições.


LEALDADE:


É não abandonar nossos irmãos quando mais precisam.


É nunca negar o ombro amigo, a mão forte e o incentivo à vida.


RIQUEZA:


É termos o suficiente para seguirmos pela estrada da vida.


NOBREZA:


É fazermos da cada humilhação um incentivo ao perdão.


HUMILDADE:


Não importa se somos súditos ou nobres, importa apenas


saber servir.


FONTE DE CONSULTA:


LILÁ ROMAI-CARTAS CIGANAS


Dr.ª MIRIAN STANESCON


____________________________________________________________



A Hierarquia Espiritual nas Casas Ciganas


Para começar a falar disso de como funciona a hierarquia e estrutura da família, da existência carnal e espiritual dos ciganos tenho que começar falando da mulher cigana. Para nós que vivemos dentro de uma cultura intrinsecamente machista, temos um papel muito forte, afinal os dons mediúnicos da mulher são sempre considerados. Apesar de aparentemente sermos mais frágeis, nossa presença é indispensável tantos nos cultos quanto nas casas e barracas. Afinal qual é o homem, barô, dirigente, filho, irmão, marido, sobrinho, melichs, ratói ou qualquer homem que saia para tomar uma decisão forte e que altere as vidas dos ciganos sem consultar as formas mediúnicas, trabalhadas pelas mulheres do clã.



Na vida espiritual é a mesma coisa. A estrutura dos acampamentos e da vida dos ciganos também é considerada como estrutura espiritual, até mesmo porque os espíritos ciganos já foram pessoas encarnadas um dia. Então a estrutura espiritual vem do mesmo jeito. Através de confirmações hierárquicas, e os cargos são: Melichs, Kalinata / Ratói, Manouche / Puri Day / Shuvani, Barô / Bába. Seguindo as classificações ergomínicas, que os rons utilizam para nomear os grupos, também utilizamos nomes em romani para poder definir missões espirituais. O primeiro cargo pode ser realizado em qualquer idade e por ambos os sexos, mesmo que a pessoa tenha sido iniciada no Khértia Drom ou não e esteja nos últimos cargos a serem realizados.



Geralmente, nós, ciganos, somos iniciados aos sete anos, quando após saber a que elemento pertencemos e se temos missão mediúnica. Mesmo tão cedo, os ciganinhos já presentes ao trabalho espiritual, realizam o trabalho de auxiliar e trazer os recados dos espíritos quando estes estão incorporados, traduzindo o que eles falam, servindo os chás, vinhos, cigarros, pafeitos. É o trabalho mais sublime, sem o qual não se faz culto. O melich (que em romanes quer dizer ajudante ou auxiliar), serve tanto para a ciganinha quanto para o ciganinho. Eles são responsáveis pelo cuidado das ofisas, mesas, tchaios e aparatos mediúnicos em geral.



O segundo cargo deve ser dado após o fim do Khértia Drom e pode se estender durante ate 30 anos do servir, embora muitos, aos 20 anos, já se mobilizem e trabalhem dentro dos cargos superiores, mas sem voto dentro dos acampamentos, sempre só utilizando a dar conselhos.



Ambos podem ministrar o Khértia Drom. Dependendo da pessoa e do trabalho que ela exerça tanto espiritual quanto de ramasordé, é o cargo que a maioria dos ciganos ficam a vida inteira e quando mudam de função acabam não largando as tarefas, visto que estão tão acostumados que já fazem naturalmente.



A Kalinata (mulher) ou Ratói (homem) tem as mesmas funções que é cuidar para que tudo aconteça dentro do trabalho espiritual ou de kumpania. Verificam a segurança do acampamento, ou tsara espiritual, cuidam dos que guardam (espíritos), de todos os aparatos, dão ordens aos Melichs, são os olhos e ouvidos dos Barôs e Bábas.



São os mais cobrados, tanto espiritualmente quanto nos seus acampamentos de origem. Um Barô ou Bába, se verem algo errado chamarão um deles e os encarrega de resolver o problema. As Vourdakies devem ser realizadas por Kalinatas e Ratóis, que devem conhecer seus fundamentos profundamente. Dificilmente durante o exercer deste cargo se opõem ou desobedecem as ordens dadas.



A Kalinata (que em romanes quer dizer “Operaria”) é uma mulher que quando exerce seus conhecimentos com padrão de comportamento impecável, é pessoa muito considerada, e tem autoridade para chegar ate o Barô sem marcar, independente de ela ser mãe ou não, que é uma coisa que da autoridade a mulher.



Embora ainda sem voto, são ouvidas porque estão dentro da kumpania ouvindo a todos. O Ratói (que em romanes que dizer “Sabedor”), é o homem que decide junto da kalinata tendo as mesmas atribuições. Astralmente e fisicamente é o homem que coloca verdadeiramente as mãos para resolver o que deve ser feito. Dentro das Tsaras fisicamente, dentro do mundo encarnado que temos, dentro do mundo espiritual também. Independente dele ter constituído matrimonio ou não.



As fogueiras são tarefas exclusivas dos Ratóis, tanto a arrumação, quanto acendimento e definição do que fazer com as cinzas, que geralmente são entregues as Kalinatas. Após 20 anos ativos e com autorização pedida e dada, ou 30 anos ativos sem pedidos de autorização, tanto a Kalinata quanto o Ratói podem passar pelos ritos de Roti Diena e serem chancelados por um Barô ou Bába, para ter outras atribuições. A mulher Kalinata terá um grau nesta estrutura diferente do homem. Depois do Roti Diena, conforme o clã e origem, ela receberá a função de Manouch (que em romanes é nome de clã e quer dizer feiticeira), Puri Day (que em romanes quer dizermatriarca, sua palavra é chanceladora, principalmente na magia), Shuvani (que em romanes quer dizer sacerdotisa, que trabalha na Ramasordé).



Elas podem ter descendência de qualquer linhagem de clã. O Clã, tanto de origem encarnada como espiritual, será considerado, dado o nome a ser definido pelos espíritos. Todas terão a mesma atribuição, orientar as kalinatas, Ratóis e Melichs. Execer voto, direito a palavra, a ramasordé, e a se casar sem autorização do Clã, assim como ministrar o Roti Diena.



O homem não passa por este estagio intermediário, ele é logo chancelado Barô. Por isso, os ritos são diferenciados e separados. Apenas em toda a estrutura encarnada, um clã dispensa estes ritos, que são os Kalons Latatchos, que são tidos nos clãs astrais, como prontos para o trabalho espiritual. Após 15 anos as Manouchs, Puri Day e Shuvanis, podem ser indicadas para ocupar o cargo de Bába.



A Bába, que tem tanto poder quanto o Barô, embora necessite da concordância dele para casos mais graves, tem poder de autorizar, mandar, esclarecer, definir e outras atribuições, somente sendo exclusa do Kris Romani, onde somente homens podem estar.



Em casos específicos, de natureza extrema, devido as precisões, as idades podem ser diminuídas, se não tiver mais ninguém para ocupar o cargo. A idade para nós é algo muito importante, já que com a vivência se ganha maturidade. Os dirigentes, independente do sexo, serão chamados de Jutsi (que em romanes quer dizer “soldado”).



FONTE DE CONSULTA:


Ramona Torres (Kallin e Lilieskina)


_______________________________________________________________



OS CIGANOS E AS OFERENDAS



Muitas vezes me foi perguntado como se pode saber quem é a nossa Cigana nas Cartas. Para responder a isso primeiro precisamos saber quem eram esses povos ciganos. Sobre o povo cigano não se tem ao certo uma definição,sobre este povo só temos a certeza que viajaram por muitos lugares e que de todos esses lugares eles incorporaram alguns conhecimentos como também deixaram os seus.



O que há de entendimento geral é de que, o cigano, é um indivíduo nomade, originário do norte da Índia e espalhado em pequenos grupos pela Ásia, Europa, África do Norte e algumas partes da América como um todo.



Sempre que ouvimos falar em Santa Sara Kali, a padroeira dos ciganos, mulher da Etiópia escravizada no Egipto e que prometeu a Jesus Cristo que usaria para sempre um lenço na cabeça como sinal de respeito e devoção à Ele depois de ser salva das águas do oceano.



Para sabermos quem é a nossa Cigana nas cartas, você precisa deixar levar pela magia cigana .


Saber quem é a nossa Cigana é estarmos de braços abertos prontos para acolher sem restrições, com todo o carinho e dedicação para você poder se libertar, para você poder respirar tranquilamente, desabafando com a sua querida Cigana.



Através do Estudo das Cartas podemos começar e dar os primeiros passos para descobrimos quem é a Cigana ou o Cigano,ou dentro das Casas Espíritas em uma sessão espiritual dedicada aos guias Ciganas, para sabermos com exatidão quem o/a acompanha.


Após essa sessão podemos dar seguimento a criação de um altar, oferendas e tudo o que a sua Cigana precisa.



Estes são os passos mais comuns para sabermos quem é a nossa Cigana nas cartas. Quando isso acontecer, é o maior tesouro do Universo!



Como agradar sua cigana espiritual


Você vai precisar de:


1 cesta de vime


1 lenço colorido


7 pedaços de fitas coloridas


1 melão


2 peras


2 maças


1 cacho de uvas verdes


2 goiabas


2 pêssegos


7 velas coloridas



Como fazer a oferenda: Em uma noite de Lua Crescente ou nos três primeiros dias da Lua Cheia, enfeite a cesta com as fitas coloridas da maneira que quiser.


Lave as frutas e arrume-as de forma bem bonita (podem estar inteiras). Após montar, no interior da cesta e leve-a para um local alto com bastante árvores, flores, ou mesmo para uma estrada de terra batida.


Ao chegar lá, coloque o lenço no chão e a cesta em cima dele. Acenda as velas colorias ao redor da cesta.


Vá fazendo isso a medida que oferece o agrado para seu/sua cigano (a).



Os significados de algumas frutas...


Uva rubi: prosperidade


Uva verde: saúde


Uva passa ou ameixa: Progresso


Morango: amor


Damasco: sensualidade


Pêssego: equilíbrio pessoal e sedução


Limão: energia positiva e purificação da alma.


Laranja: para afastar energias negativas.


Romã: Espiritualidade


Pêra: Simboliza a imortalidade e a boa saúde, também traz prosperidade pela cor amarela e relaciona-se com o trabalho.


Abacate: Saúde


Maçã: Amor e transmutação de energia de ambientes


Manga: Sexualidade e amor incondicional


Figo: Prosperidade


Melancia: Prosperidade e Fartura


Melão: simboliza o sol, energia vital e prosperidade.



Sempre quando oferecemos a maçã, devemos oferecer a pêra, pois a maçã simboliza a cigana e a pêra simboliza o cigano.



Notas:


- Escolha locais pouco movimentados para deixar o seu agrado.


- Nunca coloque abacaxi e outras frutas azedas em oferendas ciganas.



Textos recolhidos no site http://ciganaespanhola.povocigano.zip.net/


_________________________________________________________


ESSÊNCIAS PARA OS CIGANOS


FUNÇÕES ENERGÉTICAS




Os Ciganos como caminhantes nas suas longas jornadas foram aprendendo e ate hoje se utilizam de essências, ervas, aromas para fins terapêuticos, curas e magias.



São conhecedores de muitas essências e se utilizam desses conhecimentos para aliviar problemas que se apresentam durante as suas jornadas, como também para ajudar aqueles que procuram auxilio.



Paracelso foi um médico suisso que ficou um período entre os ciganos para aprender sobre os seus conhecimentos e utilizou nos seus pacientes com muito sucesso, esta medicina natural, que perde-se no tempo.



Hoje sabemos que as essências têm finalidades diversas,como energizar objetos devocionais, integrando-se aos rituais e nos nossos trabalhos espirituais.



Observem que as essências não podem ser usadas diretamente sobre a pele, somente os perfumes, as essências podem ser utilizadas diretamente na mão, estas não sofrem nenhum dano.



Por isso as Ciganas imantam as mãos como um ato de amor, imantam as velas com essências formalizando toda a ação ritualística.



Segue-se abaixo algumas essências e seus princípios terapêuticos,materiais e espirituais:



Sândalo: ativar a intuição,libera a cura espiritual e favorece os rituais de regressão a vidas passadas.



Verbena: atrai a prosperidade financeira e afasta energias negativas.



Alecrim: proteção contra ataques provenientes do negativismo existente.



Alfazema: atua na auto-estima, e é utilizada em rituais de união e perdão.



Rosa: libera pensamentos de amor ao próximo e harmoniza os chakras.



Almiscar: ativa a auto-confiança e a determinação.



Canela: atrai a prosperidade, mas os ciganos indicam que sempre que se usar canela deve-se usar o cravo junto.



Mirra: ele auxilia a meditação e as curas espirituais.



Cânfora: ativa a intuição e a vidência.



Lótus:atrai sorte, amor e fertilidade, é utilizada na aplicação de passes e imposição das mãos.



Jasmim: é utilizada na imantação dos elementos para a Consagração.



Anis-estrelado- Ajuda com os sentimentos e na liberação de emoções.



Arnica- Promove a concentração de pensamentos.



Artemísia- Estimula a ação e a manifestação das idéias.



Arruda- Limpa a aura das sujeiras astrais.



Camomila- Ajuda a cultivar a paciência e a confiança.



Carqueja- Limpa o corpo das velhas emoções.



Confrei- Estimula o sentimento de segurança pessoal.



Dente-de-leão- Traz coragem para enfrentar os obstáculos.



Erva-cidreira- Ajuda na tomada de decisões importantes da vida .



Guiné- Limpa o corpo de energias negativas .



Mil-folhas- Purifica o corpo de traumas e sentimentos negativos .



Sabugueiro- Ajuda na tomada de rápidas decisões.



Sálvia- Dá ânimo para colocar em movimento todas as energias do corpo .



Fontes de Pesquisas: Magia Cigana (Ramona Torres)


Rituais, Ervas e Banhos Ciganos


Prof.Rose de Souza


____________________________________________________________




RESUMO DOS AXÉS DOS ORIXÁS NAS


CARTAS CIGANAS



Para explicar o que é o Axé é necessário explicar um pouco da História da Criação segundo a fé na Umbanda.



Olodumaré, quando resolveu criar a Terra, reuniu duzentos Orixás (os Profetas, Messias, Santos e Anjos) e lhes informou de seu objetivo.


Também deu a cada um deles um Axé – uma área de atuação, onde seu trabalho seria superior aos dos outros Orixás, e pelo qual ele seria conhecido e consultado.


Assim sendo, como na fé Católica, que tem seus santos especialistas–das causas impossíveis, protetores de diversas profissões, de causas perdidas etc, a Umbanda também os tem.


Na tabela a seguir você tem informações sobre o Axé de cada Orixá.


Use essa informação a cada vez que tirar suas cartas, na orientação ao consulente.


Além da informação própria da carta, isso vai informar um Orixá encarregado daquela carta.


Se seu aspecto for positivo, encaminhe à ele seus agradecimentos. Se for negativo, busque no Axé a informação para ajudá-lo naquele momento.



Baralho Cigano Orixá Axé


1 – O Cavaleiro Exu O intermediário entre os Orixás e os Homens. É o “carteiro”, protetor dos pedidos humanos aos planos superiores.


Por transitar nos dois planos, tem atributos humanos e divinos, e os usa conforme a situação de momento.


3 – O Navio Iemanjá


Mostra a sabedoria na lida com as pessoas, mas também a obstinação incomparável.


Abrange os sentimentos e a emoção.


Dedicado ao amor pessoal, familiar e fraternal, que influencia suas decisões.


Mostra uma insegurança inteligente, que usa a persuasão para não ter de lançar mão da força bruta.


Rege a religiosidade e a espiritualidade.


5 – A Árvore Oxóssi


Padroeiro da criatividade, liberdade de ideias e expressão, pensamento e aptidão para o aprendizado.


Protetor das amizades verdadeiras.


6 – As Nuvens Iansã


A senhora da Comunicação e do Pensamento.


A protetora das Almas perdidas e Eguns, que ainda não terminaram seu destino no mundo dos encarnados. Encaminha as almas perdidas.


7 – A Cobra Oxumaré


Flexibilidade. O Senhor das doenças graves e também das curas difíceis.


Como a Cobra da carta, ele tem o “veneno” e dali faz o “remédio”.


Flexível como os remédios, que em doses corretas trazem a cura, mas em doses erradas podem matar.


8 – O Caixão Omulu


Representam a mudança, o final de um ciclo – ou o início de outro.


Na falta de termo mais apropriado, são os “padroeiros” das mudanças da vida.


Significam um período de desorientação em meio às mudanças.


Com os cuidados necessários isso pode ser proveitoso.


9 – O Ramalhete Nanã


Rege os pensamentos conciliatórios e a paciência.


É a “apaziguadora” por excelência, acalmando os ânimos nos momentos críticos em com palavras carregadas de razão e sabedoria.


10 - A Foice Obaluaye


O Senhor dos cortes para ocorrer as curas.


O Senhor das Curas.


13 – A Criança Erê


Alegres e festeiras, mas também teimosas e voluntariosas. Inocentes e bondosas, também podem ser maliciosas.


Como todas as crianças, estão em constante e vigoroso aprendizado e também sofrem pela falta do conhecimento. Prudência e comedimento é a palavra-chave para esta carta.


20 – O Jardim Ossain


O Senhor das folhas, dos segredosdas plantas e das combinações certas das folhas para as curas.


Senhor das Colheitas


21 – A Montanha Xangô


Domina as Leis e tudo que se relaciona a elas: Justiça, papéis e documentos, acordos, negociações, riqueza e poder.


22 – Os Caminhos Ogum


Orixá de Fogo, elemento de transformações, de realizações, da intuição.


Protetor de quem pensa no futuro.


Dotado de fé em si mesma, Ogum é enérgico, entusiasta, otimista, honesto, impaciente, corajoso e até agressiva. Precisa de liberdade.


Senhor da vitória física, guerra, perseguições, brigas, demandas carnais e espirituais.


30 – Os Lírios Oxum


Padroeira da Fertilidade, e regente dos amores, é representada pelas nascentes de água doce e cachoeiras.


É ela a dona dos bons sentimentos como amor e fraternidade, que acalma corações e cria sentimentos superiores.


31 – O Sol Oxalá


Padroeiro da bondade e concórdia, fé, luz, espiritualidade, caridade, conhecimento, o positivismo da vida, mansidão no agir.


_______________________________________________________________________________


DIFERENÇAS ENTRE OS ORÁCULOS



TARÔ:


O Tarot ou Tarô (português brasileiro) é um jogo de cartas jogado na França e em outros países francófonos, composto por um baralho de 78 cartas.


A Fédération Française de Tarot publicou as regras oficias do jogo[1].


Jogos da mesma família com diferentes nomes são também jogados em outros países da Europa central — na região da Floresta Negra no sul da Alemanha, Suíça, Áustria, Hungria e no norte da Itália.


Desde o século XVIII as cartas passaram a ser usadas para a previsão do futuro e desde fins do século XIX elas integram o cerne do esoterismo moderno juntamente com a As cartas de tarô surgiram entre os séculos XV e XVI no norte da Itália, e foram criadas para um jogo de mesmo nome, que era jogado pelos nobres e pelos senhores das casas mais tradicionais da Europa continental.


O tarô (também conhecido como tarot, tarocchi, tarock e outros nomes semelhantes) é caracteristicamente um conjunto de setenta e oito cartas composto por vinte e um trunfos, um Curinga e quatro conjuntos de naipes com quatorze cartas cada — dez cartas numeradas e quatro figuras (uma a mais por naipe que o baralho lusófono).


As cartas de tarô são muito usadas na Europa em jogos de cartas, como o Tarocchini italiano e o Tarô francês. Nos países lusófonos, onde esse jogo é bastante desconhecido, as cartas de tarô são usadas principalmente para uso divinatórios, para o qual os trunfos e o curinga são conhecidos como arcanos maiores e as cinquenta e seis cartas de naipe são arcanos menores.


Os significados divinatórios são derivados principalmente da Cabala — vertente mística do judaísmo — e da alquimia medieval..


O tarô tradicional possui 78 cartas; quando usado para fins divinatórios, cada qual é denominada de arcano, palavra que significa "mistérios ou segredos a serem desvendados" e foi incorporada pelos ocultistas do século XIX



BARALHO CIGANO


Baralho conhecido como "cigano“ não foi criado por tal povo, trata-se do baralho Lenormand, que por usar uma linguagem simples, foi adotado pelo povo cigano.


Os baralhos Lenormand juntamente com as cartas de Tarô são as mais utilizadas no campo da cartomancia.


As cartas Lenormand foram criadas por Mademoiselle Marie-Anne Adelaide Lenormand, cartomante francesa de grande renome que também exercia, além de outras atividades adivinhatórias, a quiromancia, a clarividência, a leitura de cartas, leitura de folhas de chá, astrologia, etc.


Lenormand teve entre suas clientes Josefina de Beauharnais, esposa de Napoleão Bonaparte.


Ela teria previsto a ascensão e queda do imperador Napoleão, os segredos da imperatriz Josefina e o destino de muitos notáveis de seu tempo.


Nasceu em Alençon, na Normandia (1772-1843).


Perdeu seu pai quando tinha apenas um ano de idade e logo em seguida sua mãe, aos 5 anos.


Depois disso foi enviada a um convento. Lá surgiram os primeiros relatos de sua clarividência.


Morou em Paris num período posterior a Revolução Francesa e lá consolidou sua fama de advinha.


Em 1807, Mlle. Lenormand leu nas mãos de Napoleão sua intenção de se divorciar de Josefina.


Para afastá-la ele a mandou à prisão por 12 dias.


Esse fato foi o verdadeiro lançamento de sua carreira e ela se tornou a cartomante mais popular de sua época.


Em 25 de junho de 1834, aos 74 anos de idade, foi enterrada em Paris, no cemitério Père Lachaise.


Por motivos desconhecidos, os segredos do Tarô Lenormand desapareceram temporariamente com o falecimento de Mlle. Lenormand e cerca de 50 anos depois eles foram recuperados com a descoberta de alguns manuscritos deixados por Anne-Marie.


A partir desses documentos, foram desenvolvidos dois baralhos, um deles conhecido como Baralho Lenormand e ilustrado com figuras da época e ainda hoje fabricado na França.


O outro com figuras mais simples e atuais corresponde à versão utilizada pelos ciganos, propagadores deste baralho.




I CHING


Ching, significando clássico, foi o nome dado por Confúcio à sua edição dos antigos livros.


Antes era chamado apenas I: o ideograma I é traduzido de muitas formas, e no século XX ficou conhecido no ocidente como "mudança" ou "mutação".


O "I Ching" pode ser compreendido e estudado tanto como um oráculo quanto como um livro de sabedoria.


Na própria China, é alvo do estudo diferenciado realizado por religiosos, eruditos e praticantes da filosofia de vida taoísta.


As oito figuras que formam o I Ching estão na base da cultura que se desenvolveu na China durante milênios.


Para os chineses a ordem do mundo depende de se dar o nome correto às coisas, portanto o significado de "I" sempre foi objeto de discussão.


Alguns vêem o ideograma I como semelhante ao desenho de um camaleão, representando o movimento (como o lagarto) e a mutação (como o mimetismo do camaleão).


Outros afirmam que o ideograma é formado pelo do Sol em cima e o da Lua embaixo, a mutação sendo simbolizada pelo movimento incessante destes astros no céu.


Para o pensameno chinês, não há o que mude, há apenas o mudar. A mutação seria o caráter mesmo do mundo.


Mas a mutação é, em si mesma, invariável, ela sempre existe. Portanto, "I" significa mutação e não-mutação. Subjaz, à complexidade do universo, uma 'simplicidade' que consiste nos princípios que estão por trás de todos os ciclos. Ao fluir com as circunstâncias se evita o atrito e portanto a resistência: esse é o caminho do homem sábio.


Tanto o taoísmo como o confucionismo, as duas linhas da filosofia chinesa, beberam da fonte do I.


Tanto o taoísmo como o confucionismo, as duas linhas da filosofia chinesa, beberam da fonte do I.


Tudo que ocorre no céu e na terra tem sua imagem nos oito trigramas, que estão continuamente se transformando um no outro. Têm várias camadas de significados, e representam processos da natureza.


São, portanto, o mundo arquetípico, ou o mundo das idéias de Platão.


É usada para ilustrá-los a analogia com a família:



O pai é forte


A mãe é maleável


Os três filhos são as três fases do movimento:


início, perigo e repouso


As três filhas são as três etapas da devoção:


Suave penetração, clareza e tranquilidade


Em Heráclito, e mais tarde na dialética européia, encontramos os ecos da fluidez que é a base do I Ching.




RUNAS


As runas são um conjunto de alfabetos relacionados que usam letras características (também chamadas de runas) e eram usadas para escrever as línguas germânicas, principalmente na Escandinávia e nas ilhas Britânicas.


Em todas as suas variedades, as runas podem ser consideradas como uma antiga forma de escrita da Europa do Norte.


A versão escandinava que também é conhecida como Futhark (derivado das suas primeiras seis letras: 'F', 'U' 'Th', 'A', 'R', e 'K'), e a versão Anglo-saxónica conhecida como Futhorc (o nome também tem origem nas primeiras letras deste alfabeto).


As inscrições rúnicas mais antigas datam de cerca do ano 150, e o alfabeto foi substituído pelo alfabeto latino com a cristianização, por volta do século VI na Europa central e no século XI na Escandinávia.


Contudo, o uso de runas persistiu para propósitos especializados, principalmente na Escadinávia, na área rural da Suécia até ao início do século XX (usado principalmente para decoração e em calendários Rúnicos).


Além do alfabeto, a cultura germânica antiga possuía um calendário, cujo ano se iniciava no dia 29 de Junho, representado pela runa Feob.


Runemal era a arte do uso de alfabetos rúnicos para obter respostas, como um oráculo, instrumento usado pelos iniciados nesta arte desde o pré-cristianismo para o auto-conhecimento.


Arte denominada de pagã pelo cristianismo.


Esta é a criação mítica das Runas, na qual o sacrifício de Odin (que logo depois foi ressuscitado por magia) trouxe para a humanidade essa escrita alfabética antiga, cujas letras possuiam nomes significativos e sons também significativos, e que eram utilizadas na poesia, nas inscrições e nas adivinhações, mas que nunca chegaram a ser uma língua falada.



BÚZIOS


O jogo de búzios é uma das artes divinatórias utilizado nas religiões tradicionais africanas e na religiões da Diáspora africana instaladas em muitos países das Américas.


Existem muitos métodos de jogo, o mais comum consiste no arremesso de um conjunto de 16 búzios sobre uma mesa previamente preparada, e na análise da configuração que os búzios adoptam ao cair sobre ela.


O advinho, antes reza e saúda todos os Orixás e durante os arremessos, conversa com as divindades e faz-lhes perguntas.


Considera-se que as divindades afetam o modo como os búzios se espalham pela mesa, dando assim as respostas às dúvidas que lhes são colocadas.


No Brasil os búzios (conchas pequenas de praia), (cawris na África eram usados como dinheiro, foi moeda corrente) são usados pelos Babalorixás e Iyalorixás para comunicação com os Orixás, nas consultas ao jogo de búzios ou Merindelogun.


Usado para consultar o futuro, de acordo com a religião Batuque, Candomblé, Omoloko, Tambor de Mina, Umbanda, Xambá, Xangô do Nordeste ou como adorno em roupas dos Orixás e para confecção de alguns fio-de-contas.


Também é usado em outras religiões afro-descendentes em vários países.


Sua origem é médio-oriental, mais precisamente a região da Turquia. Penetrou na África junto com as invasões daqueles povos aos africanos.


Adotado pelas mulheres pelo fato de que o Opele-Ifa e Opon-Ifa (jogos divinatórios originalmente africano) é destinado somente aos homens.


Entrou na vida e na cultura Yoruba e enraizou-se tão profundamente que hoje o Merindilogun (jogo de buzios) é mais conhecido que o verdadeiro oráculo dos Babalawos (o Opele-Ifa e Opon-Ifa)também o mais utilizado aqui no Brasil.


No entanto, segundo algumas correntes e crenças nem todas as pessoas podem ler buzios.


Esta prática está destinada apenas a pessoas com uma forte espiritualidade.


De forma geral estão pré destinadas às Mães, Pais, ou filhos de Santo após a obrigação de sete anos com o recebimento dos direitos, autorização e ensinamentos dado pela mãe ou pai de santo.



CAFEOMANCIA


A França, no século XVIII, nos introduziu essa prática divinatória árabe, usada pelas odaliscas dos sultões antigos que, através da borra do café, popularmente conhecido no ocidente como café turco ( porque não se coa o pó ), previa qual odalisca seria escolhida para aquela noite. Atualmente, esta prática ainda é respeitada na Turquia e Norte da África, mantendo velhas tradições.


Faça o café em uma xícara e, após tomá-lo, analise o desenho no fundo da xícara. Observe o desenho e relacione-o a uma imagem da lista abaixo.



Lista de símbolos


Animal Doméstico - Um amigo está com problemas nesse momento.


Árvore - Projetos se realizando.


Casa - (Prédio) - União futura.


Chapéu - (Boné) - Encontro com um homen.


Chave - Problemas resolvidos.


Coração - Novo relacionamento.


Cruz - Seja solidário com as pessoas ao seu redor.


Escada que sobe - Problemas temporários.


Estrada (Rua) - Problemas sendo resolvidos.


Estrela - Época de culme, aproveite essa época


Ferradura - Sorte.


Flecha - Foque-se em seus objetivos.


Foice -(Faca) - Cuidado.


Laço -(Corda) - Bons momentos vindo.


Letras - Mensagens vindo.


Lua - Valorize os seus bens materiais.


Mão - Brigas vindo.


Montes - Reformas.


Muro - Obstáculo.


Números - Espera.


Nuvens - Seja realista.


Olho - Proteção.


Pássaro - Problemas na profissão.


Peixe - Segredos.


Pena - Proteção, realização de projetos.


Pente - Surpresa.


Pés - Sucesso recompensado.


Pomba - Confirmação.


Quadrado - Bons relacionamentos.


Raios - Energia.


Relógio - Concentração no trabalho.


Rosto Feminino - Mulher vindo.


Rosto Masculino - Homem vindo.


Sol - Aproveite.


Vários Círculos - Momento de reorganizar.


Vários Riscos - Momento de repensar o seu estado.


Vaso - Cuidado com a generosidade de desconhecidos.



Fontes de Consulta: Wikipédia


______________________________________________________________


LINHA CIGANA DO ORIENTE



As Falanges destas Legiões estão incumbidas de ensinar aos habitantes da Terra, coisas para eles desconhecidas. São grandes Mestres do Ocultismo.


O Povo do Oriente fala pouco e, quando o faz, o seu linguajar é bastante correto. Não gostam de dar consultas.


Raramente usa o termo "chefia de cabeça" e sempre demonstram muita sabedoria e amplos conhecimentos filosóficos e esotéricos.


Na Umbanda, são chamados de Mestres da Linha do Oriente (egípcios, tibetanos, chineses, gauleses, chineses, japoneses, Ciganos, mongóis e egípcios, etc.).


Normalmente atuam de forma discreta, intuindo seus médiuns para que entendam o que está se passando.


São importantíssimos na transmissão de mensagens de entidades ou espíritos de nível hierárquico superior, devido à linha de desenvolvimento mental da qual participam.


Também atuam na destruição de magias, libertando o espírito, estimula no médium o caminho da evolução espiritual através dos estudos, da meditação, do conhecimento das leis divinas, do amor, da verdade, da ciência, da arte, do belo.


Estimula no médium o caminho da ascensão espiritual, fazendo-o eliminar da sua vida tudo o que é pernicioso, incentivando-os médiuns a fazer a renovação interior.


Xangô sincretizado com São João Batista, é o patrono da linha do Oriente, na qual se manifestam espíritos mestres em ciência ocultas, astrologia, quiromancia, numerologia, cartomancia.


Por este motivo, a linha dos Ciganos vêm trabalhar nesta energia, nesta irradiação divina.



Os Ciganos na Umbanda


Estão na Umbanda por uma necessidade lógica de trabalho e caridade. Encontraram na Umbanda o toque dos atabaques e passaram a se identificar com os toques e com os pontos a eles cantados.


Tal aproximação se deve ao fato da necessidade da adaptação ao culto que hoje mais se identificam e se apresentam.


Povo muito rico de histórias e lendas foram na maioria andarilhos que viveram nos séculos XIV, XV e XVI.


Alguns presenciaram fatos históricos do tipo queda da bastilha na França antiga, destrono de reis famosos como Luís XV, guerras.


Dentro de Umbanda seus fundamentos são simples, não possuindo assentamentos ou ferramentas para centralização da força espiritual.


São cultuados em geral com imagens bem simples, com taças de vinho, doces finos e cigarrilhas doces.


Trabalham também com as energias do Oriente, com cristais, pedras energéticas e com os quatro elementos da natureza.


Tem em Santa Sarah de Kali a sua mentora espiritual e seguem as orientações necessárias para o bom andamento das missões espirituais.


Linha do Oriente é parte da herança da Umbanda brasileira.


Ela é composta por inúmeras entidades, classificadas em sete falanges de origem oriental.


Apesar disso, muitos espíritos desta Linha podem apresentar-se como caboclos ou pretos velhos.


O Caboclo Timbirí (caboclo japonês) e Pai Jacó (Jacob do Oriente, um preto velho bastante versado na Cabala Hebraica), são os casos mais conhecidos.


Hoje em dia, ganha força o culto dos Caboclos Pena, entidades que trabalha com as forças espirituais divinas de origem indiana.


Mas nem todos os espíritos são orientais no sentido comum da palavra.


Esta Linha procurou abrigar as mais diversas entidades, que a princípio não se encaixavam na matriz formadora do brasileiro (índio, europeus, africanos e Ciganos).


A Linha do Oriente foi muito popular de 1950 a 1960, quando as tradições budistas e hindus se firmaram entre o povo brasileiro.


Os imigrantes chineses e japoneses, sobretudo, passaram a frequentar a Umbanda e trouxeram seus ancestrais e costumes mágicos.


Antes destas datas, também era comum nesta Linha a presença dos queridos espíritos Ciganos, que possuem origem oriental.


Mas tamanha foi à simpatia do povo umbandista por estas entidades, que os espíritos criaram uma "Linha" independente de trabalho, com sua própria hierarquia, magia e ensinamentos.


Hoje a influência do Povo Cigano cresce cada vez mais.



Oração para o Povo do Oriente


Salve ó Bandeira Branca, Salve São João Batista, Salve estrela de David, e seus seis lados, Mestre Jesus, Buda, Sta. Maria Madalena, Sta. Sara Kali, São Lázaro, arcanjos, serafins, querubins, anjos protetores nos auxiliem neste momento, nesta corrente de luz, rogai ao Arquiteto do universo, a Alá, em nosso favor e, levai nossos pedidos para que eles sejam aceitos.


São Miguel, São Rafael, São Gabriel, Baltazar, Melchior, Gaspar, Reis do Oriente, venham nos ajudar forças egípcias, chinesas, indianas, árabes, Ciganos, beduínos, videntes, profetas, magia de ponto, de pó, astrologia, pura manifestação das almas batizadas em águas sagradas.


Salve o Povo do Oriente!


Salve os quatro cantos do mundo!


Guerreiros, reis, príncipes, Santos e Santas do bem, doutores de branco, doutores da lei, mandamentos sagrados, sangue, suor, vitória de homens coroados.


Baptista é quem nos comanda, fonte de pura energia, pirâmides preciosas, rosas brancas no deserto, luz em nossas vidas, amparo de almas, linha branca bendita.



______________________________________________________________


O Namoro para os Ciganos


-Quando começam a namorar os ciganos não podem falar um com o outro, mandam recados por outra pessoa; costumam dizer que namoram com os olhos;


-Os homens ciganos não podem recusar um compromisso de casamento/namoro;


-As mulheres podem recusar “dando cabaças”


Muita coisa já mudou nas tradições dos ciganos. O casamento escolhido pelos pais foi abrandado e já se permite, em alguns Clãs, exceto aquelas tradicionalistas radicais, que se namore antes e que até escolha quem será seu futuro marido.



Em relação ao Casamento


Os pais é que escolhiam o noivo ou a noiva, e eles se conheciam apenas no dia do noivado. Neste dia, os pais do noivo dão à noiva um colar, a queparka, uma corrente de ouro com moedas de ouro, símbolo do noivado, costume que ainda se mantém. Acreditam que, quanto mais a noiva usar a queparka, mais cedo ocorrerá o casamento.



Atualmente, o rapaz afirma aos pais que a moça pela qual tem interesse é honesta, bonita e trabalhadora. Se os pais concordam, começa o namoro e já se combina a data do casamento. Os noivos não podem sair ou ficar sozinhos, mas sempre acompanhados por um dos familiares, como irmão e tios, não faltando, porém, as escapadas para um beijo ou abraço.


As despesas do casamento, festas, vestido da noiva correm por conta dos pais do


noivo, que, como dote, deve oferecer três moedas de ouro. Antigamente eram cinco moedas de ouro.



Tempos atrás, as festas de casamento duravam cinco dias, convidando-se todos os parentes. O casamento era realizado em um circo, em volta do qual os convidados


levantavam suas tendas e ali ficavam durante os cinco dias do casamento. Atualmente, a festa dura três ou dois dias, realizada em salões alugados. No primeiro dia, com a noiva vestida de branco. No salão duas bandeiras com os nomes dos noivos, simbolizando que ambos eram solteiros. Muita dança e música.



A virgindade da mulher é muito valorizada, por isso, os namoros são vigiados e os casais devem sempre estar acompanhados por um membro da família.


A questão da virgindade ainda incomoda muito as mulheres ciganas, não em si, mas pela forma como é divulgada. Na festa de casamento, os noivos vão ao hotel,acompanhados dos padrinhos e madrinhas, que ficam à espera.



Após o ato sexual, entram no quarto e olham o lençol, que deve estar manchado de sangue, prova de que a noiva era virgem, e vasculham tudo, para ver se não houve simulação ou trapaça. Tal desconfiança incomoda as mulheres ciganas, que afirmam que nem toda virgem sangra, pois deve ficar passiva, sem reclamar da dor. Constatada a virgindade, todos voltam à festa, levando champanhe e buzinando. A alegria é geral.



No dia seguinte, a festa de casamento prossegue, na casa dos pais da noiva ou no salão. A noiva usa um vestido vermelho, símbolo de que não é mais virgem. À porta do salão, com um jarro d’água com pétalas de flores, joga água nas mãos dos convidados que lhe dão dinheiro, como nos casamentos de não ciganos, em que se corta a gravata.



Curiosidades:


-À cerimónia para conceder a mulher cigana em casamento, chama-se pedimento;


-Muitos ciganos para antecipar a data do casamento fogem para longe da família, chama-se fugimento;


-A festa de casamento dos ciganos pode durar muitos dias e são os homens que cozinham;



-Durante as festas de casamento os ciganos usam muitas roupas novas, ás vezes feitas por costureiros famosos;


-Os ciganos não gostam muito de casamentos com os não ciganos;



-Para desfazer um casamento cigano é preciso reunir as respectivas famílias, para haver um acordo.


-Há muitos ciganos músicos, em todo o mundo;


-Os ciganos aprendem a tocar, cantar e dançar muito cedo;



-A primeira coisa que as mães ciganas ensinam aos bebés é “bater os peitilhos ” ( estalar os dedos ) ; a seguir é bater palmas à maneira cigana;



-Às vezes quando um cigano começa a cantar ou tocar, aparecem outros e logo já se encontra em volta um número de pessoas a cantar e bailar,onde há Ciganos a alegria e festa.



SIMPATIAS CIGANAS


BANHO DE ATRAÇÃO


Ervas:


2 litros de água


1 punhado de erva-doce


6 folhas de louro


1 rosa vermelha


1 rosa amarela


1 rosa rosa



Como Fazer:


Ferva 2 Litros de água com um punhado de erva-doce, um punhado de açúcar e 6 folhas de louro.


Desligue o fogo e acrescente as pétalas das rosas vermelhas, amarela e rosa. Abafe o banho e deixe esfriar. Coe, tome o banho do pescoço até os pés. Não se enxugue, deixe secar naturalmente.


Depois o banho, usar roupas claras.




BANHO PARA TER SORTE E PROSPERIDADE


Ervas:


1 jarro de vidro transparente


6 folhas de louro


6 pedaços pequenos de canela em pau


6 cravos


1 cristal branco transparente


3 punhados de arroz


1 punhado de girassol


6 anis estrelados



Como Fazer:


Em uma 4º feira ( tome o cuidado para que não seja Lua Minguante ),prepare este banho, colocando tudo dentro do jarro, e deixe-o no sereno.


No dia seguinte, coe o banho, faça uma trouxa, que deverá ser levado para uma árvore frondosa. Tenha o cuidado de amarra-La em um dos galhos.


Tome o seu banho de higiene e em seguida o banho para Prosperidade do pescoço até os pés.



Oração para Determinar Desejos


Que as sagradas chamas do altíssimo se derramem sobre mim, me purificando e me traga a realização das determinações que aqui coloco.


Disseste: ”Bata e a porta se abrirá, peça e eu atenderei”; eu me coloco diante dos Senhores da Chama, os Arcanjos Sagrados da Criação para que eu possa ter em meu poder, aquilo que eu vim buscar.


Meu coração esta cansado mas eu tenho a centelha divina dentro de mim, por isso direciono a minha energia para que minha vida se abra e eu possa concretizar meus objetivos e ideais.


Que a Luz venha ate mim e preencha meu ser, que aqueles que não me querem bem sejam afastados do meu caminho, que minha alma se preencha do amor que nutre e prospera, que minha espiritualidade se equilibre e me proteja.


Determino que (faça seu pedido) pois tudo o que esta acima esta abaixo, tudo o que esta dentro esta fora, que seja destruído o que me impede de caminhar.


Pela forças dos Arcanjos que estão em todos os lugares que eu possa ser o brilho do Altíssimo na Terra.


Que haja gloria e louvores nos domínios dos anjos e onde meus pés andem.


Que assim seja!


(Faça essa oração com uma vela branca acesa, um copo de água e uma flor branca. Tome a água ao final da oração. Fazer por 21 dias)


________________________________________________



Quatro leis da espiritualidade



Na Índia, são ensinadas as "quatro leis da espiritualidade":


A primeira diz: "A pessoa que vem é a pessoa certa".


Ninguém entra em nossas vidas por acaso. Todas as pessoas ao nosso redor têm algo para nos fazer aprender e avançar em cada situação.


A segunda lei diz:


"Aconteceu a única coisa que poderia ter acontecido".


Nada, nada, absolutamente nada do que acontece em nossas vidas poderia ter sido de outra forma. Mesmo o menor detalhe. Não há nenhum "se eu tivesse feito tal coisa..."ou "aconteceu que um outro...".Não. O que aconteceu foi tudo o que poderia ter acontecido e foi para aprendermos a lição e seguirmos em frente. Todas e cada uma das situações que acontecem em nossas vidas são perfeitas.


A terceira diz:


"Toda vez que você iniciar é o momento certo".


Tudo começa na hora certa, nem antes nem depois. Quando estamos prontos para iniciar algo novo em nossas vidas é que as coisas acontecem.


E a quarta afirma:


"Quando algo termina, ele termina".


Simplesmente assim. Se algo acabou em nossas vidas é para a nossa evolução. Por isso, é melhor sair, ir em frente e se enriquecer com a experiência. Não é por acaso que estamos lendo este texto agora. Se ele vem à nossa vida hoje, é porque estamos preparados, enfim, para entender que nenhum floco de neve cai no lugar errado!


_______________________________________________


FILOSOFIA HOLÍSTICA


Harmonizar, Corpo, Mente e Espírito



Exercício:Eu mereço


“Eu mereço ter/ser e o aceito agora.



Estou no processo de mudanças positivas.


Tenho um corpo perfeito,esbelto e feliz.


Recebo amor aonde quer que vá.


Tenho/Comprei a moradia perfeita.


Eu agora crio um ótimo emprego novo.


Sou ordeiro.


Aprecio o que faço.


Amo-me e Aprovo-me.


Confio no processo da vida e sei que ela


Trará meu mais alto bem.


Mereço o melhor e aceito agora.


Tenho um lindo carro novo e ele vem a mim facilmente.


Todos os meus relacionamentos são harmoniosos.


Eu sempre trabalho com chefes sensacionais.


Que me tratam com respeito e cortesia,


Meu chefe é generoso e é fácil trabalhar com ele.


Minha consciência está aberta para a prosperidade maior


E parte dela é um aumento de Salário.


A Divina Inteligência me dá idéias e posso usa-las todas.


Tudo que toco se transforma num sucesso.


Existe abundância para todos,inclusive para mim.


Existem inúmeros consumidores para o que produzo.


Estabeleço uma nova consciência do sucesso.


Entro para o círculo de vencedores.


Sou um imã que atrai a Divina Prosperidade.


Sou abençoado muito além dos meus sonhos.


Riquezas de todo tipo vêm a mim.


Oportunidades de ouro estão à minha espera em todos os lugares.


Tenho um ótimo companheiro, fiel, amoroso, muito bem financeiramente, nos amamos muito.


Estamos unidos desde de hoje, nosso relacionamento é perfeito, harmonioso.



Na infinidade da minha vida onde estou,tudo é perfeito, Pleno e completo.


Vivo em harmonia e equilíbrio com todos que conheço.


Bem no centro do meu ser existe uma fonte infinita de amor.


Ele enche meu coração, meu corpo,minha mente, minha consciência,


Todo o meu ser e irradia-se de mim em todas as direções,


Voltando a mim multiplicado.


Qto mais amor uso e dou, mais tenho para dar.


O suprimento é infinito.


Sinto-me bem com o amor,e essa sensação é uma expressão


De minha alegria interior.


Eu me amo, portanto, cuido carinhosamente de meu corpo.


Amorosamente eu o alimento com comidas e bebidas nutritivas.


Amorosamente exercito e arrumo meu corpo e ele,com carinho.


Me responde com saúde e energia vibrantes.


Eu me amo.Portanto dou um lar confortável, que atende minhas necessidades.


E onde sinto prazer em morar.


Encho seus cômodos com vibração do amor,e assim,todos os que neles entram.


Eu inclusive,sentem esse amor e por ele são nutridos.


Eu me amo. Portanto, trabalho no que realmente gosto de fazer.


Usando meus talentos e habilidades criativas.


Trabalho para e com pessoas que amo e que me amam.


Recebendo um bom e generoso pagamento pelos meus serviços.


Eu me amo.


Portanto,ajo e penso de forma carinhosa com todos.


Pois sei que o que dou volta a mim multiplicado.


Atraio somente pessoas carinhosas para o meu mundo.


Pois elas são um reflexo de mim.


Eu me amo.Portanto,perdôo e liberto totalmente o passado.


E todas as experiências passadas.


Eu estou livre.


Eu me amo.Portanto,vivo plenamente o presente.


Vivenciando cada momento como bom e sabendo que meu futuro.


É brilhante,alegre e seguro.


Pois sou um filho amado do Universo e o Universo.


Com todo o amor,cuida de mim agora e para sempre.


Tudo está bem no meu mundo.


_________________________________________________



Oração de Santa Sara Kali



SARA, SARA, SARA, fostes escrava de José de Arimatéia, no mar fostes abandonada (pedir para que nada nos abandone: amor, saúde, dinheiro, felicidade…) teus milagres no mar sucederam e como santa te tornastes, a beira do mar chegastes e o “CIGANOS” te acolheram, SARA, Rainha, Mãe dos Ciganos ajudaste e a ti eles consagraram como sua protetora e mãe vinda das águas.



SARA mãe dos aflitos,a ti imploro proteção para o meu corpo, luz para meus olhos enxergarem até no escuro (pedir força para os seus olhos, vidência), luz para o meu espírito e amor para todos os meus irmãos: brancos, negros, mulatos, enfim a todos os que me cercam.


Aos pés de Maria Santíssima, tu, SARA me colocarás e a todos os que me cercam para que possamos vencer as agruras que a terra nos oferece.



SARA, SARA, SARA, não sentirei dores nem tremores, espíritos perdidos não me encontrarão e assim como conseguistes o milagre do mar, a todos que me desejarem mal, tu com as águas me fará vencer (quando a pessoa não está bem e querendo resolver algo muito importante beber três goles de água).



SARA, SARA, SARA, não sentirei dores nem tremores, continuarei caminhando sem para assim como as caravanas passam, no meu interior tudo passará e a união comigo ficará e, sentirei o perfume das caravanas que passam deixando o rastro de alegria e felicidade, teus ensinamentos deixarás.



Amai-nos SARA, para que eu possa ajudar a todos que me procurem, ajudados pelos poderes de nossos irmãos Ciganos, serei alegre e compreensivo(a) com todos os que me cercam.


Corre no Céu, corre na Terra, corre no Mundo e SARA, SARA, SARA estará sempre na minha frente, sempre atrás, do lado esquerdo, do lado direito.



E assim dizemos:


somos protegidos pelos Ciganos e pela SARA que me ensinará a caminhar e perdoar.


Reze 3 Ave Marias (1ª para SARA, 2ª para os Ciganos e a 3ª para você)



SARA, SARA, SARA, fostes escrava de José de Arimatéia, no mar fostes abandonada (pedir para que nada nos abandone: amor, saúde, dinheiro, felicidade…) teus milagres no mar sucederam e como santa te tornastes, a beira do mar chegastes e o “CIGANOS” te acolheram, SARA, Rainha, Mãe dos Ciganos ajudaste e a ti eles consagraram como sua protetora e mãe vinda das águas.



SARA mãe dos aflitos, a ti imploro proteção para o meu corpo, luz para meus olhos enxergarem até no escuro (pedir força para os seus olhos, vidência), luz para o meu espírito e amor para todos os meus irmãos: brancos, negros, mulatos, enfim a todos os que me cercam.



Aos pés de Maria Santíssima, tu, SARA me colocarás e a todos os que me cercam para que possamos vencer as agruras que a terra nos oferece.



SARA, SARA, SARA, não sentirei dores nem tremores, espíritos perdidos não me encontrarão e assim como conseguistes o milagre do mar, a todos que me desejarem mal, tu com as águas me fará vencer (quando a pessoa não está bem e querendo resolver algo muito importante beber três goles de água).



SARA, SARA, SARA, não sentirei dores nem tremores, continuarei caminhando sem para assim como as caravanas passam, no meu interior tudo passará e a união comigo ficará e, sentirei o perfume das caravanas que passam deixando o rastro de alegria e felicidade, teus ensinamentos deixarás.



Amai-nos SARA, para que eu possa ajudar a todos que me procurem, ajudados pelos poderes de nossos irmãos Ciganos, serei alegre e compreensivo(a) com todos os que me cercam.



Corre no Céu, corre na Terra, corre no Mundo e SARA, SARA, SARA estará sempre na minha frente, sempre atrás, do lado esquerdo, do lado direito.



E assim dizemos:


somos protegidos pelos Ciganos e pela SARA que me ensinará a caminhar e perdoar. Reze 3 Ave Marias (1ª para SARA, 2ª para os Ciganos e a 3ª para você)



SARA, SARA, SARA, fostes escrava de José de Arimatéia, no mar fostes abandonada (pedir para que nada nos abandone: amor, saúde, dinheiro, felicidade…) teus milagres no mar sucederam e como santa te tornastes, a beira do mar chegastes e o “CIGANOS” te acolheram, SARA, Rainha, Mãe dos Ciganos ajudaste e a ti eles consagraram como sua protetora e mãe vinda das águas.



SARA mãe dos aflitos, a ti imploro proteção para o meu corpo, luz para meus olhos enxergarem até no escuro (pedir força para os seus olhos, vidência), luz para o meu espírito e amor para todos os meus irmãos: brancos, negros, mulatos, enfim a todos os que me cercam.



Aos pés de Maria Santíssima, tu, SARA me colocarás e a todos os que me cercam para que possamos vencer as agruras que a terra nos oferece.



SARA, SARA, SARA, não sentirei dores nem tremores, espíritos perdidos não me encontrarão e assim como conseguistes o milagre do mar, a todos que me desejarem mal, tu com as águas me fará vencer (quando a pessoa não está bem e querendo resolver algo muito importante beber três goles de água).



SARA, SARA, SARA, não sentirei dores nem tremores, continuarei caminhando sem para assim como as caravanas passam, no meu interior tudo passará e a união comigo ficará e, sentirei o perfume das caravanas que passam deixando o rastro de alegria e felicidade, teus ensinamentos deixarás.



Amai-nos SARA, para que eu possa ajudar a todos que me procurem, ajudados pelos poderes de nossos irmãos Ciganos, serei alegre e compreensivo(a) com todos os que me cercam.



Corre no Céu, corre na Terra, corre no Mundo e SARA, SARA, SARA estará sempre na minha frente, sempre atrás, do lado esquerdo, do lado direito.



E assim dizemos:


somos protegidos pelos Ciganos e pela SARA que me ensinará a caminhar e perdoar.


Reze 3 Ave Marias (1ª para SARA, 2ª para os Ciganos e a 3ª para você)


_______________________________________________



Oração para Consagração



Peço aos Espíritos Ciganos trabalhadores de Luz, com sua Força Divina, que venha me ajudar.



Peço aos Ciganos que andam pelo mundo de carroça, de cavalo, de carro e a pé, trazei energias positivas dos quatro cantos do Mundo para me ajudar.



Aos Ciganos Velhos e os que ainda estão para nascer, aos que sofrem por amor e aos que são amados, aos trabalhadores astrais, que trazem energias do Sol e da Lua, das Estrelas e do Ar, do Vento e das Estradas, do Fogo Brilhante e da Água, que sabem que a Mãe Terra nos Ama.



Peço a Santa Sara Kali, que me imante com os poderes da Santíssima Trindade, com a energia do Egito Antigo.



Eu agradeço ao Povo que amo e que me ama, agora unidos pelos laços de Consagração das Forças que compõem o mundo e com a Raça do Povo Cigano.




OS CIGANOS NA UMBANDA



Os Ciganos trabalham em todos os "lugares", são livres para trabalhar e precisam dessa liberdade para sua evolução.



Os Ciganos não trabalham a serviço de um Orixá específico,eles respeitam os Pais e Mães Divinos dos médiun, por isso não são guardiões de um terreiro. Essa linha trabalha em paralelo e conjugada com as demais, onde o seu compromisso primeiro é com a caridade e não com nenhuma outra linha específica.



Os Ciganos são protetores e não guardiões. Podem trabalhar dentro da linha de Exu porém sem função de chefia e de guarda. Já os Exus Ciganos e Pombo Giras Ciganas são exus e pombo giras como outros quaisquer exercendo todas as funções que qualquer exu e pombo gira exercem. Em resumo: cigano é uma coisa, exu cigano é outra. Eles têm funções diferentes, embora a mesma origem cigana.Os Ciganos se manifestam nos terreiros de Umbanda, justamente por Ela ser uma religião aberta e dar liberdade para qualquer linha de trabalho que venha fazer Caridade.



Por serem muito alegres, os médiuns começaram a se fascinar, e ter excesso de culto por essa Linha. Aí começaram as vaidades, as roupas enfeitadas, bebidas, fumos, danças, firmezas, assentamentos, jogos em casa ou até mesmo no terreiro, e assim, infelizmente, muitos espíritos que ainda estavam em "desenvolvimento" para ingressar nessa Linha se perderam junto com os médiuns, e hoje podemos ver os absurdos que são feitos usando o nome de entidades de luz.



Basta saber que um pedacinho de papel, metal ou outro elemento foi irradiado por uma entidade, que vocês usam isso como um talismã e lembram de agradecer e acabam entrando em sintonia com Espíritos de Luz,e assim lembram de suas metas e lutam por elas.



Lembrem sempre, que todas as entidades são iguais, trabalham juntas em um único objetivo, a Caridade.



Pensem: a árvore para dar frutos e sombra precisa da água para germinar a terra, da terra para poder se fixar, ter um porto seguro e poder ter vida, do vento para espalhar suas sementes e assim formar uma mata, do calor do sol para o crescimento das sementes.



Agora vou mostrar como isso funciona dentro de um terreiro de Umbanda.



O médium precisa de um(a) dirigente espiritual para ajudá-lo a se desenvolver, do terreiro como um porto seguro para incorporar as entidades, de estar harmonizado com o alto para expandir a caridade, de estar equilibrado para doar energia e poder ajudar uma pessoa necessitada.



Cuidado:


Tudo em excesso pode ser destruidor.


Se há amor em excesso, há ciúmes e possessão,


Se há ódio, há morte,


Se há fascinação, há vaidade,


Se há alegria em excesso, há inveja,


Se há tristeza em excesso, há depressão,


Se há culto em excesso, há fanatismo.



É preciso que tudo na vida esteja bem equilibrado, e o equilíbrio tem um nome que se chama Umbanda. Umbanda é a paz interior, é fazer caridade ao desconhecido, é o amor pela vida e pelo o próximo. Umbanda é luz, vida e amor.



OS CIGANOS E A ESQUERDA


Embora não utilizem a terminologia Exu e Pomba-gira,os ciganos mantêm milenarmente forte conexão com a esquerda,independente ou não de usarem esta terminologia.



Os Ciganos como Povo Viajante tenha um forte vinculo com Exu, embora eles não tratem com essa denominação.Ele os orienta pelas encruzilhadas do tempo e do espaço em sua trajetória.Como a Umbanda, a tradição cigana é impensável e inconcebível sem Exu, que envolve e resguarda seus mistérios iniciativos.



Exu sempre será protetor da liberdade,e nisso há total identificação com o espírito do Povo Cigano.



Os Kakus são iniciados na direita e na esquerda e sabem que só a esquerda tem acesso a certos planos de Astral inferior,para resguardar problemas espirituais e de saúde de certos enfermos.



Exu infunde vitalidade e alegria,presentes em suas danças e em sua concepção lúdica da existência.Os filhos do Vento detêm,como guardiões,poderosas falanges de Exus e Pomba-giras Ciganas,que estão sempre em sintonia.



A GARRA


A Garra é um símbolo fundamental na cultura cigana.Associada a Exu,é dada a todo jovem cigano,ao passar por sua prova iniciativa aos 14 anos que lhe confere a condição de adulto.



Os kakus magnetizadores,assim como os médiuns umbandistas incorporados com seus Exus, usam terapeuticamente as mãos em garra,para canalização da energia energizadora.



Os Ciganos costumam levar nas caravanas um objeto de poder,que consiste no entrelace da várias garras de galo,simbolizando a solidariedade dos membros do Clã.



O canto do Galo da Madrugada anuncia o Sol,o galo segundo o Clã dos Ciganos Kalderash,é o guardião da vida e dos segredos iniciativos dos Ciganos.Os Kakus admiram este animal por sua nobreza e altivez.



É comum encontrarmos nas entradas dos acampamentos uma cabeça de galo seca espetada com uma flecha.



Os procedimentos e rituais de imantação de energia da Esquerda são secretos e restritos aos Kakus e Iniciados.



POMBA-GIRAS E AS CIGANAS


Pomba-gira é uma força cósmica agregadora,que rege o desejo em geral,ela é a própria iniciativa em si,com o seu fator interiorizador que rege os interiores de tudo.Esse fator é um dos recursos para que a pessoa exteriorize algo que vibra dentro do seu interior.



As Ciganas sempre foram voluntariosas e independentes, com a sua forte personalidade a tudo e a todos.Elas têm grande afinidade com as Pomba-giras,pois são também irreverentes,exibindo intensa alegria.



A sintonia entre elas é muito grande.Mas é importante frisar que a noção de pudor entre os ciganos é totalmente diversa da nossa.



Além de serem entidades que se manifestam nos cultos de matriz africana, as pombas-giras são personagens bastante populares.Tanto as pombas-giras quanto os exus representam nossos bons companheiros, velhos "compadres


e comadres" sempre prontos a nos ajudar. Também são conhecidas como vencedoras de demandas, das guerras, mulheres cheias de méritos que em seus pontos cantados sempre levam um tom sensual.



Existem várias pombas-giras, assim como existem vários exus, segundo o lugar de onde vêm, onde trabalham e a que família ou falange pertencem, pois cada uma representa uma aspecto distinto da potência geradora dessa entidade.



As imagens que representam as pombas-giras mostram suas muitas faces e trejeitos: há as que trazem os seios à mostra, vestindo pequenas saias; outras exibem roupas mais luxuosas, longos vestidos e muitos colares; algumas guardam uma aparência quase cigana, prontas para dançar. Podem ser claras, morenas ou negras, mas seus cabelos são sempre longos e bem arrumados.



Seu culto se iniciou com o cruzamento das tradições africanas e européias: o nome vem to termo "bombogira", usado para denominar os exus no cultos de Angola, de tradição Banto.



Na Umbanda, a pomba-gira faz parte de um grupo de entidades que trabalham "à esquerda", neutralizando o aspecto negativo e positivo e promovendo o equilrio. São eles, exus e pombas-giras, os responsáveis pela guarda e limpeza espiritual dos terreiros, a quem recorremos quando necessitamos daquela ajuda mais material.



A pomba-gira é a geradora do desejo, fundamental em nossas vidas, e pode ser ativada tanto para ajudar como para diminuir em determinada pessoa, de acordo com a necessidade que for demonstrada.



Exus e pombas-giras nunca trabalham sozinhos, pois o aspecto masculino do exu é positivo, e o feminino da pomba-gira é negativo, portanto, um complementa e neutraliza o outro. Por isso se costuma dizer que todo exu tem sua mulher e toda pomba-gira tem o seu marido, para que, juntos, suas forças se fundam gerando perfeito equilíbrio.



Cada pomba-gira, assim como os exus, tem suas características próprias, seus pontos cantados e riscados: cada uma cuida de um determinado tipo de tarefa. Geralmente as pombas-giras costumam proteger as mulheres que as procuram: sempre vêm para trabalhar contra aqueles que são seus inimigos e inimigos de seus devotos.



A pomba-gira é uma entidade que está bem próxima a nós, encarnados; possuiu uma vida no passado que lhes permitiu das áreas mais difíceis para as pessoas comuns: a vida emocional, o amor e a felicidade. Elas têm acesso às dimensões mais próximas do mundo da Natureza: os instintos, as aspirações e os desejos.



O mais importante é compreendermos que são espíritos em busca de evolução, por isso, trabalham SEMPRE PRATICANDO O BEM, pois só assim poderão subir os degraus da ascenção espiritual.



Os grupos dos nossos amigos guardiões que mais se destacam nos terreiros, a falange do "Povo da Rua", como carinhosamente são chamados esses espíritos amigos que sempre estão a postos para o caso de um pedido de ajuda, geralmente se divide em exus e pombas-giras das encruzilhadas, do cemitério e da natureza. É comum o uso de preto e vermelho para os exus e pombas-giras.



A morada das pombas-giras está nas encruzilhadas em forma de T, cemitérios e os ambientes naturais. Costumam trabalhar com a parte etérea das bebidas alcoólicas como aguardente, rum, whisky, licores e champanhe.



As entidade cigana são muito queridas nas giras do povo do oriente,e são entidades livres não costuma baixar em giras que não seja específica do seu povo cigano.


Seus trajes são sempre em diversos tons de azul e só recebe suas oferendas em noites claras de lua cheia.



Esta cigana só trabalha para os amores impossíveis, adora trazer para uma pessoa desesperada aquele amor que foi embora e que nunca mais teve notícias… Seus trabalhos sempre são simples, mais nas suas oferendas gosta de muitas fitas, flores, frutas, cigarrilhas e vinhos.



A Cigana da Lua quando incorporada dança suave sem muitas voltas… fica sempre perto da porta e quando as giras são feitas em lugares abertos…só chegam em noites de lua.


Ficam sempre sorrindo…mais não costuma gargalhar como suas companheiras…



Adora conversar, lêr mãos e jogar cartas… Esta sempre dando palavras de conforto e de esperança, pois ela conhece a vida como ninguém.


Os Ciganos trabalham com os quatro elementos da natureza: terra, água, ar e fogo.


_________________________________________________


Cronologia baseada em documentos


sobre Ciganos no Mundo



224:Pérsia:No reinado do Shah Ardashir, ciganos chegam da Índia para trabalhar.


420:Pérsia:Bahram Gur, Shah da Persia, importa ciganos músicos da Índia.


661:Império Árabe:Ciganos chamados de zott são levados da Índia para a Mesopotâmia.


669:Império Árabe:O Califa Muawiya deporta ciganos de Basra para Antioquia na costa do mediterrâneo.


710:Império Árabe:O Califa Walid reinstala os ciganos Zott da Mesopotâmia para a Antioquia.


720:Império Árabe:O Califa Yazid II envia mais ciganos Zott para a Antioquia


820:Império Árabe:Estabelecimento do Estado Independente de ciganos Zott na Mesopotâmia.


834:Império Árabe:Os ciganos Zott derrotados pelos árabes e muitos deles reassentados na cidade que faz fronteira com Ainzarba.


855:Império Árabe:Batalha de Ainzarba. Os gregos derrotam os árabes e levam os ciganos Zott e familiares como prisioneiros do Império Bizantino


1050:Império Bizantino:Acrobatas e veterinários (práticos) são chamados de athigani em Constantinopla.


1192:Índia:Batalha de Terain. Os últimos ciganos partem para o Oeste.


1290:Grécia:Ciganos sapateiros aparecem no Mount Athos.


1322:Creta:Relatos da presença de ciganos na ilha.


1347:Império Bizantino:A Peste Negra chega a Constantinopla. Ciganos se movem para o Oeste novamente.


1348:Sérvia:Relatos da presença de ciganos em Prizren.


1362:Croácia:Relatos da presença de ciganos em Dubrovnik.


1373:Corfu:Relatos da presença de ciganos na ilha.


1378:Bulgária:Ciganos vivendo em vilas próximo do Mosteiro de Rila.


1384:Grécia:Relatos da presença de ciganos sapateiros em Modon.


1385:Romênia:Primeiro registro da transação de escravos ciganos


1399:Bohêmia:Os primeiros ciganos mencionados em uma crônica.


1407:Alemanha:Ciganos visitam Hildesheim.


1416:Alemanha:Ciganos expulsos da região de Meissen.


1417:Império Romano:O rei Sigismund concede salvo-conduto para que os ciganos possam ir até Lindau.


1418:França:Relatos de presença dos primeiros ciganos em Colmar.


1418:Suíça:Chegada dos primeiros ciganos.


1419:Bélgica:Relatos da presença dos primeiros ciganos em Antuérpia


1420:Holanda:Relatos da presença dos primeiros ciganos em Deventer.


1422:Itália:Ciganos chegam a Bolonha.


1423:Itália:Andrew, Duque do pequeno-Egito, e seus seguidores partem para visitar o Papa Martin V em Roma.


1423:Eslováquia:Relatos da presença dos primeiros ciganos em Spissky.


1425:Espanha:Relatos da presença de ciganos em Zaragoza.


1447:Catalunha:Relatos da presença dos primeiros ciganos.


1453:Império Bizantino:Os turcos capturam Constantinopla. Alguns ciganos fogem para o Oeste.


1453:Eslovênia:É relatada a presença de um cigano ferreiro no país.


1468:Chipre:Relato da presença dos primeiros ciganos.


1471:Suíça:Parlamento reunido em Lucema expulsa ciganos.


1472:Romênia:O Duque Friedrich pede a seu povo para ajudar os ciganos peregrinos.


1485:Sicília:Relato dos primeiros ciganos.


1489:Hungria:Músicos ciganos tocam na Ilha de Czepel.


1492:Espanha:Primeiro esboço da Lei elaborada em 1499.


1493:Itália:Ciganos são expulsos de Milão.


1498:Alemanha:Sacro Império Romano ordena a expulsão de ciganos.


1499:Espanha:Ordenada a expulsão de ciganos pela Pragmática de Reis Católicos.


1500:Rússia:Relato da presença dos primeiros ciganos.


1504:França:Ordenada a expulsão de ciganos.


1505:Dinamarca:Dois grupos de ciganos peregrinos entram no país, provavelmente originários da Espanha.


1510:Suíça:Pena de morte introduzida para ciganos encontrados no país.


1512:Catalunha:Expulsão de ciganos. Suécia: Chegada dos primeiros ciganos.


1514:Inglaterra:Mencionada a presença dos primeiros ciganos no país.


1515:Alemanha:Bavária fecha suas fronteiras para os ciganos.


1516:Portugal:Ciganos são mencionados na Literatura.


1525:Portugal:Ciganos são banidos do país. Suécia:Ciganos são ordenados a deixarem o país.


1526:Brasil:A chegada dos primeiros Ciganos deportados de Portugal e Espanha.


1526:Holanda:Proibido o transito de ciganos em todo o país.


1530:Inglaterra e Gales:Ordenam a expulsão dos ciganos.


1534:Eslováquia:Ciganos são executados em Levoca.


1536:Dinamarca:Ciganos são ordenados a deixarem o país.


1538:Portugal:Deportação de ciganos para as Colônias.


1539:Espanha:Envio de homens ciganos para trabalho forçado nas galeras.


1540:Escócia:Ciganos tem permissão para viverem de acordo com suas próprias leis.


1541:República Tcheca:Ciganos são acusados de tocarem fogo em Praga.


1544:Inglaterra:Ciganos são deportados para Noruega.


1547:Inglaterra:Andrew Boorde publica livro sobre clãs ciganos.


1549:Bohemia:Ciganos são declarados ilegais e expulsos.


1553:Estônia:Os primeiros ciganos aparecem no país.


1554:Inglaterra:A pena de morte é aplicada a qualquer cigano que não deixe o país em um mês.


1557:Polônia e Lituânia:Ordenada a expulsão de ciganos.


1559:Finlândia:Ciganos aparecem na ilha de Åland.


1562:Inglaterra:Estende a pena de morte àqueles que vivem ou viajam como os ciganos.


1563:Itália:O Concílio de Trento afirma que ciganos não podem ser padres.


1573:Escócia:Declara que ou os ciganos se tornam fixos ou deixam o país.


1574:Império Otomano:Ciganos trabalham como mineiros na Bósnia.


1574:Portugal Deporta ciganos para Brasil e Angola.


1579:Portugal:Proíbe o uso de roupas ciganas.


1580:Finlândia:Relato de ciganos no continente.


1584:Dinamarca e Noruega: Ordenada a expulsão de ciganos.


1586:Bielorússia:Expulsão de ciganos nomades.


1589:Dinamarca:Pena de morte decretada para ciganos que não deixarem o país.


1595:Romênia:Stefan Razvan, filho de um escravo cigano, tornasse regente na Moldávia.


1611:Escócia:Três ciganos são enforcados sob a Lei de 1554.


1633:Espanha:Pragmática de Felipe IV entra em vigor e ciganos são expulsos.


1637:Suécia:Introduzida pena de morte para ciganos que não deixarem o país.


1692:Áustria: Relato de ciganos em Villach.


1714:Escócia:Duas ciganas são executadas.


1715:Escócia:Dez ciganos deportados para a Virginia.


1728:Holanda:Aberta caçada aos ciganos (qualquer pessoa tem o direito de matar ciganos).


1746:Espanha:Ciganos são obrigados a viverem em guetos.


1748:Suécia:Expulsão de ciganos.


1749:Espanha:Ordenada a perseguição e prisão de todos os ciganos.


1758:Portugal:Impede que os ciganos do Brasil falem sua própria língua.


1758:Imp.Áustro-Húngaro:Maria Theresa começa o programa de assimilação de ciganos.


1759:Rússia:Ciganos banidos de São Petersburgo.


1765:Austro-Húngaro:Joseph II continua o programa de assimilação.


1776:Áustria:Primeiro artigo publicado sobre a origem indiana da língua Romani.


1782:Hungria:Dois ciganos enforcados sob acusação de canibalismo.


1783:Rússia:Política de Estabelecimento contra o nomadismo. Espanha:a língua e vestimenta ciganas são proibidas. Reino Unido:revogada a maioria da legislação contra os ciganos.


1791:Polônia:Introduzida a Lei de Estabelecimento contra o nomadismo.


1802:França:Ciganos na província Basca são cercados e aprisionados.


1812:Finlândia:Lei confina ciganos em asilos.


1822:Reino Unido:Com a Turnpike Act os ciganos foram obrigados a pagar pedágio.


1830:Alemanha:Autoridades em Nordhausen retiram as crianças ciganas de suas famílias e promovem a adoção em famílias não ciganas.


1835:Dinamarca:Decretada a caça aos viajantes em Jutland. Reino Unido:a Lei Highways Act reforça a cobrança de pedágio para ciganos de 1822 da Lei Turnpike Act.


1837:Espanha:George Borrow traduz O Evangelho de São Lucas para o Romani.


1848:Transilvânia:Serfs (escravos da região) e escravos ciganos são emancipados.


1849:Dinamarca:A presença de ciganos é permitida.


1855:Romênia:Ciganos que eram escravos na Moldávia são emancipados.


1856:Romênia:Ciganos que eram escravos na Valáquia são emancipados.


1860:Suécia:Restrições para imigração de ciganos são facilitadas.


1865:Escócia:Introduzida Lei de Transgressão para ciganos.


1868:Holanda:Relatada nova imigração de ciganos.


1872:Bélgica:Ciganos são expulsos.


1874:Império Otomano:Ciganos mulçumanos recebem os mesmos direitos que os mulçumanos em geral (esses ciganos são chamados de Xoraxanê).


1875:Dinamarca:Mais uma vez ciganos são barrados no país.


1876:Bulgária:Os moradores massacram ciganos mulçumanos em Koprivshtitsa.


1879:Hungria: Conferência Nacional dos Ciganos realizada em Kisfalu. Sérvia: o nomadismo é banido.


1886:Bulgária:O nomadismo é banido. Alemanha:Bismarck ordena expulsão de ciganos.


1888:Reino Unido:Fundada a Gypsy Lore Society.


1899:Alemanha:Estabelecida a Polícia de Informação Cigana em Munique por Alfred Dillmann.


1904:Alemanha:Parlamento Prussiano por unanimidade adota uma proposta de regular a circulação e o trabalho de ciganos.


1905:Bulgária:Realizada Conferência em Sofia, pedindo o direito de voto para ciganos. Alemanha:Um Censo de todos os ciganos é realizado na Bavária.


1906:Finlândia:Estabelecida uma Missão para os ciganos. França: Introdução da carteira de identidade para nômades. Alemanha:Ministro prussiano introduz questões especiais para o combate ao incômodo cigano.


1914:Noruega:A cerca de trinta ciganos é concedida a nacionalidade de norueguês. Suécia:Lei de Deportação também dificulta nova onda de imigração cigana.


1918:Holanda:Lei introduz controle às caravanas e vans de ciganos.


1919:Bulgária:Fundada a Organização Istiqbal.


1922:Alemanha:Em Baden, todos os ciganos são fotografados e têm suas impressões digitais colhidas.


1923:Bulgária:A Organização Istiqbal inicia a publicação de um jornal.


1924:Eslováquia:Um grupo de ciganos é julgado por canibalismo e julgados inocentes.


1925:USSR:Estabelecimento da União Pan-Russa de Ciganos.


1926:Alemanha: O Parlamento Bavariano cria uma nova Lei para combater o nomadismo cigano.


1926:Suíça:O Pro Juventude inicia uma campanha de remoção forçada de crianças ciganas de suas famílias para adoção por estrangeiros.


1926:USSR:Primeiros movimentos para estabelecimento de ciganos nômades.


1927:Alemanha:Legislação requer que ciganos sejam fotografados e tenham impressões digitais colhidas. Bavaria decreta leis proibindo de realizarem viagens em grandes grupos e de possuir armas de fogo. Noruéga:A Lei Aliens impede ciganos no país.


1927:USSR:Journal Romani Zorya (Romany Dawn) inicia suas publicações.


1928:Alemanha:O nomadismo cigano na Alemanha é colocado sob constante vigilância da polícia.Hans F. Günther escreve matéria afirmando que foram os ciganos os responsáveis pela introdução do sangue estrangeiro na Europa.


1928:Eslováquia:Massacre de ciganos em Pobedim.


1929:USSR:Nikolai Pankov edita o livro Romani Buti i Dz?inaiben (Trabalho e Conhecimento).


1930:Noruega:Um médico recomenda que todos os ciganos e viajantes sejam esterelizados.


1930:USSR:Aparece a primeira Edição do jornal Nevo Drom [Novo Caminho].


1931:USSR:O Teatro Romen é inaugurado em Moscou.


1933:Áustria:O governo em Burgerland declarou a retirada de todos os direitos civis dos ciganos.


1933:Bulgária:Jornal Terbie [Educação] inicia a publicação Alemanha:O Partido do Nacional Socialismo chega ao poder e medidas contra os ciganos são iniciadas.


Músicos ciganos foram impedidos pela Câmara de Cultura do Estado de exercer seus trabalhos. O cigano Sinte, boxeador Johann Trollmann foi despojado de seu titulo de campeão meio-pesado pelo fato de ser cigano.Adotada Lei de Prevenção da Hereditariedade. Também conhecida como Lei da Esterelização. Durante a “Semana dos Mendigos” muitos ciganos foram presos. Letônia:Evangelho de São João traduzido para Romani. Romênia:Associação Geral dos ciganos da Romênia realiza a Conferência Nacional. Revistas Neamul Tiganesc [Gypsy Nação] e Timpul [Time] iniciam suas publicações.


1933:URSS: Teatro Romen executa a ópera Carmen.


1934:Alemanha:Ciganos que não podiam provar nacionalidade alemã são expulsos.


1934:Romênia:Realizado o Congresso Internacional Cigano de Bucareste.


1935:Alemanha:Casamentos entre ciganos e alemães são proibidos.


1935:Iugoslávia: Jornal Romano Lil inicia suas publicações.


1936:Alemanha: O direito de voto é retirado dos ciganos. Junho-Aberto Campo de Concentração em Marzahn. Instituído decreto Geral de Combate ao cigano como ameaça.


1937:Polônia:Janusz Kwiek eleito rei dos ciganos.


1938:Alemanha:Abril—Decreto sobre a luta preventiva contra o crime:Crime:Todos os ciganos são classificados como anti-sociais. Muitos ciganos são presos a enviados para trabalhos forçados em campos de concentração. Junho—Segunda onda de prisões com intuito de fornecer trabalho para construir os campos de concentração.—O Centro de Higiene Racial começa a criar um arquivo de clãs ciganos. Outubro—Estabelecido o Centro Nacional contra a Ameaça Cigana.Dezembro–Decretada A Luta Contra a Ameaça Cigana.


1938:USSR:O governo determina a proibição da língua e cultura Romani.


1939:Alemanha:Setembro—Deportação de 30.000 ciganos. Outubro—Decreto Estabelece:Ciganos não podem viajar. Novembro—Ciganos ricos são despojados de seus bens e enviados ao Campo de Concentração de Ravensbrück. Alemanha ocupa a República Tcheca:e o nomadismo cigano é proibido.


1939:Polônia:Carteiras de Identidades Especiais são obrigatórias aos ciganos.


1940:Áustria:Agosto—Internamento de ciganos no campo de concentração Salzburg. Outubro— Ordenado o internamento de ciganos no Campo de Concentração de Burgenland. Novembro—Internamento de ciganos no campo de concentração de Lackenbach. República Tcheca:Agosto—trabalho de ciganos em campo de concentação de Lety e Hodonín. França:Abril—governo abre campo de concentração para nômades.


1940:Alemanha:Heinrich Himmler ordena o reassentamento de ciganos na Polônia ocidental.


1941:Estados Bálticos:Dezembro—O governador Hinrich Lohse ordena que os ciganos sejam tratados como os Judeus.


1941:Croácia:O Campo de Concentração de Jasenovac é aberto.


1941:República Tcheca:Outubro—Decisão de que os ciganos do protetorado sejam enviados a campos de concentração.


1941:Alemanha:Março—Inícia-se a exclusão das escolas de crianças ciganas. Julho—Reinhard Heydrich e Heinrich Himmler criam lei para que os ciganos entrem no plano de solução final tal qual o problema dos judeus.


1941:Letônia:Dezembro—Cento e um ciganos são executados em Libau.


1941:Polônia:Outubro— Um campo cigano e estabelecido no gueto judeu de Lodz para cinco mil reclusos.


1941:Sérvia:Maio—O Estado do Comando Militar alemão determina que os ciganos devem ser tratados como os judeus. Novembro—O comando militar alemão determina a prisão de todos os ciganos e judeus, para serem usados como reféns.


1941:Eslováquia:Abril – decretada a separação dos ciganos da maioria da população.


1941:USSR:Junho—Task Forces são utilizadas para matar sistematicamente judeus e ciganos. Dezembro—Task Force mata 824 ciganos em Simferopol.


1941:Iugoslávia:Outubro—exército alemão mata 2.100 ciganos em represália ao soldados mortos por guerrilheiros.


1942:Bulgária:Agosto—6.500 ciganos são fichados pela polícia em um único dia.


1942:Croácia: Maio— O governo determina a prisão de todos os ciganos e a deportação deles para extermínio no campo de concentração em Jasenovac.


1942:Alemanha:Março—Um imposto de renda adicional é cobrado dos ciganos. Julho—Um decreto do Estado Maior das Forças Armadas decide que os ciganos devem cumprir o serviço militar. Hitler decide deportar os ciganos da grande Alemanha para o campo de concentração de Auschwitz- Birkenau.


1942:Polônia:Janeiro—Todos os Sinti e Roms do gueto de Lodz são transportados e mortos na câmara de gás em Chelmno. Abril—Ciganos são trazidos para o gueto de Varsóvia e mantidos na prisão em Gesia. Maio—Todos os ciganos no distrito de Varsóvia são internados em guetos judeus. Julho—Várias centenas de ciganos polacos são mortos no campo de extermínio de Treblinka.


1942:Romênia:Cerca de 20.000 ciganos são deportados para Transnistria.


1942:Sérvia:Agosto- Agosto—Harald Turner, chefe da administração militar alemã, anuncia que "a questão cigana foi totalmente resolvido."


1943:Polônia:Janeiro—Ciganos do gueto de Varsóvia são transferidos para o campo de extermínio Treblinka. Fevereiro— Primeiros transporte de ciganos Sinti e Roms da Alemanha são entregues ao novo Comando de Ciganos em Auschwitz-Birkenau.Março—Em Auschwitz, a Schutzstaffel (Storm Troopers) (SS) executou na câmara de gás cerca de 1.700 ciganos entre homens, mulheres e crianças. Maio—Mais 1,030 ciganos entre homens, mulheres e crianças são executados nas câmaras de gás pela SS em Auschwitz por ordem de Josef Mengele. Julho—Hitler visita o Comando de Ciganos em Auschwitz e ordena que os ciganos sejam mortos.


1944:Bélgica:Janeiro—É realizado o transporte de 351 ciganos Roms e Sinti da Bélgica para Auschwitz.


1944:Holanda:Maio—Mais 245 Roms e Sintis são enviados para Auschwitz.


1944:Polônia:2 de agosto—1.400 são enviados de Auschwitz para o campo de concentração em Buchenwald. E os restantes 2.900 são mortos nas câmaras de gás.


1944:Eslováquia:Ciganos se juntam aos guerrilheiros no chamado Levante Nacional.


1946:França:Mateo Maximoff publica seu primeiro romance em Romani-Ursitory.


1946:Polônia:Roma Ensemble é fundada.


1947:Bulgária:Teatro Cigano se estabelece em Sofia.


1951:Bulgária:Teatro Cigano é fechado em Sofia.


1952:França:Inicia-se o movimento Pentecostal entre os Sinti-Gacgekane (alemães).


1953:Dinamarca:Ciganos são readmitidos no país.


1958:Bulgária:O nomadismo é banido.


1958:Tchecoslováquia:O nomadismo é banido.


1958:Hungria:Organização Nacional de Ciganos é fundada.


1960:Inglaterra e Gales:Criam leis impedindo o Caravanismo.


1960:França:Communauté Mondiale Gitane é fundada.


1962:Alemanha:Tribunais determinam que os ciganos foram perseguidos por razões raciais.


1962:Noruega:Comitê Governamental Cigano é criado.


1963:Irlanda:É publicado Relatório da Comissão sobre itinerância cigana.


1963:Itália:Criado o regime de ensino Opera Nomadi.


1964:Irlanda:Grupo de Ação Itinerante é criado.


1965:França:Communauté Mondiale Gitane é banida e o Comité International Tzigane é estabelecido.


1966:Reino Unido:Gypsy Council é instituido.


1967:Finlandia:National Gypsy Association é fundada.


1968:Inglaterra e Gales:É instituído um Conselho para determinação de lugares onde as caravanas podem ficar.


1968:Holanda:Todos os distritos devem possuir espaços para caravanas.


1969:Bulgária:São criadas escolas segregadas para ciganos.


1970:Reino Unido: National Gypsy Education Council fundada.


1971:Reino Unido:First World Romany Congress nas proximidades de Londres.


1972:Tchecoslováquia:Inicia o programa de esterilização de ciganos.


1972:França:Uma Banda conhecida como Los Reyes (atual Gypsy Kings) foi fundada.


1972:Iugoslávia, Macedônia:A Radio broadcasts em Romani começa a transmitir de Tetovo.


1975:Europa:O Comitê do Conselho Europeu adota uma resolução positiva a respeito do nomadismo dos ciganos.


1975:Hungria:Aparecem as primeiras publicações da revista Rom som (eu sou cigano).


1975:Nações Unidas:Subcomissão aprova resolução sobre a proteção dos Ciganos.


1978:Suíça:Segundo World Romany Congress ocorre em Genebra.


1979:Hungria:National Gypsy Council é formado.


1979:Noruega:Cartilhas em Romani são produzidas para o ensino da língua materna às crianças ciganas.


1979:Nações Unidas:International Romani Union é reconhecida por suas ações sociais e econômicas.


1980:Iugoslávia: Uma proposta de gramática em Romani é publicada em Skopje.


1981:Alemanha:Terceiro World Romany Congress em Göttingen.


1981:Iugoslávia:Estatuto Nacional decide que ciganos estão em pé de igualdade com outras minorias.


1982:França:O novo governo François Mitterrand promete ajudar aos nômades.


1984:Europa: Parlamento Europeu aprova resolução de ajuda aos ciganos.


1984:Índia:Festival Chandigarh.


1985:França:Primeira exibição mundial de Arte Cigana ocorre em Paris. Suécia:uma família de ciganos é atacada em Kumla com pedras e bombas caseiras.


1986:França:Conferência International Gypsy ocorre em Paris.


1986:Espanha:Casas ciganas são incendiadas em Martos.


1986:Iugoslávia, Saraievo:Ocorreu o Seminário International Romany.


1988:Hungria:É fundada a Organization Phralipe.


1989:Europa:Resolução do Conselho Europeu sobre a promoção da escola para as crianças ciganas e viajantes.


1989:Alemanha:Governo inicia deportação de milhares de ciganos do país.


1989:Hungria:Parlamento Cigano é estabelecido.


1989:Polônia:Ocorre o primeiro Romane Divesa Festival.


1989:Romênia:Os guardas das fronteiras cobram pedágio de ciganos.


1989:Espanha:Casas ciganas são atacadas em Andaluzia.


1990:Polônia:Exibição permanente de Artes Ciganas é aberta em Tarnow. Quarto World Romany Congress ocorre próximo à Varsóvia; um alfabeto básico em Romani é adotado pelo Congresso. O jornal Rrom p-o Drom [Ciganos na estrada] inicia suas publicações.


1990:Romênia:Mineiros atacam ciganos nos bairros em Bucareste.


1991:República Tcheca:Inicia-se o ensino de cultura cigana na Universidade.


1991:Macedônia:Ciganos tem igualdade de direitos na nova república.


1991:Polônia:Massacre de ciganos em Mlawa.


1991:Eslováquia:Governo dá nacionalidade e direito de igualdade aos ciganos.


1991:Ukraine:Polícia ataca acampamento cigano em Velikie Beryezni.


1992:Eslováquia:Teatro Romathan é fundado em Kosice.


1992:Nações Unidas:Comissão de Direitos Humanos cria resolução que reconhece os ciganos como minoria étnica.


1993:República Tcheca:O cigano Tibor Danihel morre afogado ao tentar fugir da gangue de skinheads. Sete romenos deportados de Usti nad Labem para Eslováquia.


1993:Alemanha:Primeira Conferência Internacional sobre a Lingüística Romani em Hamburg.


1993:Hungria:Ciganos são reconhecidos como minoria nacional.


1993:Macedônia:A língua Romani é oficialmente introduzida nas escolas.


1993:Eslováquia:Cyril Dunka um jovem cigano é espancado pela polícia depois de um incidente no estacionamento.


1993:Reino Unido:Scottish Gypsy/Traveller Association é fundada.


1993:Nações Unidas:União Romani elevada à categoria II consultivo.


1994:França:Formada a Conferência Permanente das Associações Ciganas em Strasbourg.


1994:Reino Unido:Ato da Justiça criminaliza o nomadismo.


1995:Áustria:Quatro ciganos são mortos a bomba em Oberwart, Burgenland.


1995:República Tcheca: Tibor Berki morto por skinheads em Zdár nad Sázavou.


1995:Hungria: Realiza a Segunda Exibição Internacional Mundial de Arte Cigana.


International Romani Union organiza em “Saraievo” Conferencia da Paz em Budapest.


1995:Eslováquia:Mario Goral é queimado e morto skinheads em Ziar nad Hronom.


1996:Albânia:Fatmir Haxhiu morre de queimaduras depois de ataque racista.


1996:Bulgária: Kuncho Anguelov e Kiril Perkov ciganos da região, desertores do exército são baleados e mortos pela polícia militar. República Tcheca: Crianças ciganas são expulsas de piscina pública em Kladno.


1996:Europa:A Corte Européia de Direitos Humanos rejeita apelação do Sr.Buckland contra a recusa de autorização de construção na Inglaterra de local para estacionar as caravanas ciganas.


1997:França:Março—Jose Ménager e Manolito Meuche ciganos manushes são mortos a tiros pela polícia de Nantes.


1998:República Tcheca:4–6 September— International Romany cultural festival RESPECT realizado em Praga.


1998:Reino Unido:16 Maio—Festival de Música em Londres com a participação de ciganos tchecos e poloneses. Dezembro—International Romani Union delegação, liderada por Rajko Djuric´, participou da Conferência do Nazismo em Washington.


1998:France:Loi Besson encorajou a provisão de locais para caravanas ciganas.


1999:República Tcheca:Inicio do Festival Internacional de khamoro com o objetivo de mostrar a riqueza da cultura cigana e tradições que fazem parte da cultura tcheca e da européia e mundial. Contribuir para a integração dos ciganos na sociedade tcheca e a criação de uma sociedade multicultural.


2000:República Tcheca:Julho—Quinto World Romany Congress ocorreu em Praga.


2000:Vaticano:Março—Papa João Paulo II pede perdão pelos maus tratos aos ciganos realizados por católicos.


2001:Alemanha:Novembro— Escritores ciganos se reúnem em Cologne e decidem fundar uma associação internacional.


2001:Índia:Abril—Líderes da International Romani Union leaders visitam o Romano Kher (Casa de Nehru e ao pé da letra Casa Cigana) em Chandigarh.


2001:Itália:Novembro—Duas centenas de membros do Conselho Nacional de marcham para protestar contra a habitação de ciganos na cidade.


2002:Croácia:Setembro—Uma centena de pais croatas evitam a entrada de crianças ciganas na escola da aldeia de Drzimurec-Strelec.


2002:Julho:International Romani Writers Association Fundada em Helsinki.


2002:Hungria:Junho- um cigano, Laszlo Teleki— apontado como o Secretário de Estado Cigano.


2005:Alemanha:12 Setembro— Conferência Internacional de Anticiganismo ocorreu em Hamburg.


2005:Rússia:Janeiro—Quatrocentos ciganos deixam a cidade de Iskitim depois de uma massacre.


2006:Brasil:Instituído o Dia Nacional do Cigano A data foi instituída por um decreto assinado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 25 de maio de 2006, tendo sido comemorada pela primeira vez em 24 de maio de 2007, pela SEPPIR em parceria com o Ministério da Cultura.


2008:Eslováquia:Associação Cívica de Produção Roma foi fundada em 2004 em Trebišov. Durante esse período, reafirmou-se como uma organização sem fins lucrativos forte. Ela organiza os principais eventos culturais a nível nacional e internacional e desde 2008 realiza o International Gypsy Fest em Trebisov.


2009:Brasil:O casal de ciganos Nicolas e Ingrid Ramanush fundam a Embaixada Cigana Brasil – Phralipen Romani que é uma Sociedade Civil, sem fins lucrativos, de caráter social, cultural e assistencial, que objetiva diminuir as diferenças através da cultura. Somos pessoas imbuídas de um mesmo ideal: resgatar, fomentar e preservar a cultura cigana (que é nossa própria identidade) e auxiliar os membros de clãs que ainda encontram obstáculos de acessibilidade à cidadania (documentos de identificação civil), à saúde pública e ao ensino. Além disso, existem as dificuldades relativas à inclusão cultural e à preservação das tradições e do patrimônio cultural do povo cigano.


Através de planejamentos a entidade desenvolve projetos e ações voltadas aos membros de clãs menos favorecidos dando a eles a oportunidade de práticas de cidadania. Assim como, também desenvolve projetos voltados aos não-ciganos visando, através da cultura, diminuir os preconceitos e criar a possibilidade de integração social. Composta por representantes de vários clãs ciganos e colaboradores de cultura não-cigana, valoriza o processo de construção de uma sociedade justa. Em 20 de junho, Nicolas Ramanush – cigano do clã Sinte-Valshtike – publica a primeira proposta de gramática e vocabulário do Romani-Sinte da América Latina – o livro Palavras Ciganas


2010:França:O presidente francês, Nicolas Sarkozy, começa hoje a expulsar ciganos que vivem de forma irregular no país. O primeiro grupo sairá em um avião fretado pelo governo em direção à Bulgária e à Romênia, levando 79 pessoas. O objetivo é remover mais de 700 ciganos da França em apenas 10 dias e destruir 300 dos 600 acampamentos ilegais que existem no país.


2011:Parlamento Europeu:O parlamento se reuniu para tratar sobre a estratégia da UE a favor da integração dos ciganos. Eis o resultado final da aprovação:


www.embaixadacigana.com.br


O casal de ciganos Nicolas e Ingrid Ramanush fundam a Embaixada Cigana Brasil – Phralipen Romani que é uma Sociedade Civil, sem fins lucrativos, de caráter social, cultural e assistencial, que objetiva diminuir as diferenças através da cultura. Somos pessoas imbuídas de um mesmo ideal: resgatar, fomentar e preservar a cultura cigana (que é nossa própria identidade) e auxiliar os membros de clãs que ainda encontram obstáculos de acessibilidade à cidadania (documentos de identificação civil), à saúde pública e ao ensino. Além disso, existem as dificuldades relativas à inclusão cultural e à preservação das das tradições e do patrimônio cultural do povo cigano.


Através de planejamentos a entidade desenvolve projetos e ações voltadas aos membros de clãs menos favorecidos dando a eles a oportunidade de práticas de cidadania. Assim como, também desenvolve projetos voltados aos não-ciganos visando, através da cultura, diminuir os preconceitos e criar a possibilidade de integração social. Composta por representantes de vários clãs ciganos e colaboradores de cultura não-cigana, valoriza o processo de construção de uma sociedade justa.


Em 20 de junho, Nicolas Ramanush – cigano do clã Sinte-Valshtike – publica a primeira proposta de gramática e vocabulário do Romani-Sinte da América Latina – o livro Palavras Ciganas.


_______________________________________________________


O Poder da Palavra Positiva



PORQUE AS PALAVRAS NEGATIVAS, TEM MAIS PODER QUE AS POSITIVAS



Porque a tônica de nossos pensamentos é normalmente baixa e com isso a energia não se expande muito além de nós mesmos. Por isso seu resultado aparece mais rápido. É como ficar num ambiente totalmente fechado, mesmo com oxigênio o ar fica viciado e propicia a propagação de doenças pelo ar. A palavra negativa é antecedida do pensamento negativo.No entanto se seus pensamentos forem positivos, vai observar uma mudança no resultado de suas ações. As coisas boas começarão a acontecer mais rápidas e com uma freqüência maior.Faz o seguinte, paute sua vida pela “solução”, porque os problemas sempre irão existir.Comece a pensar em soluções para tudo, sempre abrindo pra varias soluções possíveis. Em seu trabalho reavalie o que faz e pense como obter o mesmo resultado ou melhor de uma maneira mais eficiente.Observe suas atitudes em sua vida social e veja quais as soluções pra melhorar seus relacionamentos com parentes, amigos e românticos.Esse treinamento vai favorecê-lo a descobrir soluções para sua vida de uma maneira mais rápida e mais eficiente.Não espere que tais “soluções” sejam implementadas de imediato e nem queira que as outras pessoas as sigam porque chegou a essa ou aquela conclusão. Quando for viável esteja aberto as opiniões conflitantes e até mesmo que não sejam implementadas.Nas soluções que reportarem exclusivamente a você implemente-as dentro de um planejamento consistente e viável.



APRENDA SER POSITIVO SEMPRE


A linguagem dirige nossos pensamentos para direções específicas e, de alguma forma, ela nos ajuda a criar a nossa realidade, potencializando ou limitando as nossas possibilidades. A habilidade de usar a linguagem com precisão é essencial, não só para uma boa comunicação com humanos, mas também com os Mestres Ascensos, os Anjos e os Elohim de Deus.



Existem duas maneiras-chave pelas quais a mente recebe os dados dos sentidos com os quais criamos essas imagens. Uma é pelo que vemos e, a outra, é a da linguagem que ouvimos. Essa é conhecida como Imagem verbal, que tem um efeito poderoso no comportamento humano.



Como usar isso conscientemente para nos comunicarmos de maneira mais clara?



Quando uma pessoa ouve palavras, o cérebro imediatamente processa esse "dado sensorial" como uma imagem. Freqüentemente, a imagem criada no cérebro é contrária à idéia que as pessoas estão tentando comunicar. Na verdade, muitas vezes, é exatamente o oposto! Entretanto, em todas as áreas da comunicação humana torna-se importante, senão crítico, escolher conscientemente palavras para criar o efeito desejado que estamos procurando numa dada situação.



Uma mãe dirige-se ao filho e diz as seguintes palavras:"Agora, querido, não derrame seu leite!"



Qual é a imagem visual criada imediatamente na mente da criança? Claro: leite derramado!



Aqui estão algumas das palavras negativas mais usadas: Não posso, Não, Não devo, Evitar e Nunca.



É útil tornar-se consciente de quando e como você usa essas palavras. Quanto mais consciente você está, mais o seu cérebro começará a oferecer alternativas!



Existe um segundo fator em relação a como nossa mente lida com essas imagens que é importante entender. O cérebro opera com um processo interno conhecido como Dissonância Cognitiva que trabalha em conjunto com a imagem visual, uma vez que uma imagem é criada, o cérebro procura transformar aquela visão em realidade.



Com essa idéia em mente, pense no exemplo passado. A criança estava "imaginando" o leite derramando pela mesa. O que você acha que acontecerá depois? Em alguns segundos, o braço da criança baterá "acidentalmente" no copo e o leite se derramará, porque num nível inconsciente o cérebro, através do mecanismo de dissonância cognitiva, está procurando trazer para a realidade a imagem visual que ele está vendo!


Embora a mãe repreenda a criança por "não prestar atenção", a criança, verdadeiramente, estava prestando muita atenção a exatamente o que a mãe disse!



COMO CRIAR IMAGENS MENTAIS POSITIVAS


Imagens Mentais Positivas são a meta de qualquer pessoa que está, conscientemente, escolhendo suas palavras para comunicar uma idéia de maneira correta. Aqui está um exemplo para ilustrar este ponto que inclui duas imagens mentais que devem ser ajustadas de imagens negativas para positivas...



Um professor faz a seguinte declaração:


"Não cometa muitos erros ou você não passará no teste!"


Estão sendo criadas duas imagens: erre e falhe!



Ao invés disso, o professor poderia ter falado...



"Certifique-se de acertar o máximo que você puder, evocê receberá uma nota excelente no teste!"



Conscientemente, escolher com cuidado que palavras usar pode parecer estranho no princípio. Essa estranheza é resultado de fazer algo diferente do que lhe é familiar. Fazendo uma analogia, lembre-se da primeira vez que você andou de bicicleta. Isso pode ter sido extremamente estranho no início. Eventualmente, no entanto, foi se acostumando e, então, andar de bicicleta tornou-se algo completa¬mente natural para você.



Exemplo:


Frase: "Não saia sem o seu casaco".


Refazendo a Frase:


"Lembre-se de levar seu casaco se for sair".



OS 10 AUXILIARES LINGÜÍSTICOS:



1) CUIDADO COM A PALAVRA "NÃO". A frase que contém a palavra "NÃO", para ser compreendida, traz à mente o que está junto com ela. O "NÃO" existe apenas na linguagem e não na experiência. Por exemplo: pense em "NÃO"... Não vem nada à mente. Agora, vou lhe pedir não pense na cor vermelha... Eu pedi para você "NÃO" pensar na cor vermelha e você provavelmente pensou.



Procure falar no positivo, diga o que você quer e não o que você não quer, por exemplo: uma pessoa diz a outra, "Não mexa no meu computador", ele deveria dizer algo como ..."No meu computador só quem mexe sou eu", ou "Você está proibido de mexer em meu computador".



2) CUIDADO COM A PALAVRA "MAS", QUE NEGA TUDO O QUE VEM ANTES. Por exemplo: "O Pedro é um rapaz inteligente, esforçado, MAS...". Substitua o MAS por E, quando indicado.



3) CUIDADO COM A PALAVRA "TENTAR", QUE PRESSUPÕE A POSSIBILIDADE DE FALHA. Por exemplo: "Vou tentar encontrar com você amanhã às 8 horas". Em outras palavras: Tenho grande chance de não ir, pois vou "tentar". Evite TENTAR quando quiser fazer algo, afirme que fará, e faça.



4) CUIDADO COM A PALAVRAS "DEVO", "TENHO QUE" ou "PRECISO", que pressupõem que algo externo controla sua vida. Em vez delas use "QUERO", "DECIDO", "VOU".



5) CUIDADO COM "NÃO POSSO" ou "NÃO CONSIGO" que dão a idéia de incapacidade pessoal. Use "NÃO QUERO", "DECIDO NÃO", ou "NÃO PODIA", "NÃO CONSEGUIA", que pressupõe que vai poder ou conseguir.



6) Fale dos problemas ou descrições negativas de si mesmo, utilizando o tempo do verbo no passado ou diga ainda. Isto libera o presente. Por exemplo: “eu tinha dificuldade de fazer isso”; “não consigo ainda.” A palavra "ainda", pressupõe que vai conseguir.



7) Fale das mudanças desejadas para o futuro utilizando o tempo presente do verbo. Por exemplo: em vez de dizer "Vou conseguir", diga "Estou conseguindo".



8) Substitua o "SE" por "QUANDO". Por exemplo: em vez de falar "Se eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar", fale "Quando eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar". “Quando” pressupõe que você está decidido.



9) Substitua "ESPERO" por "SEI". Por exemplo: em vez de falar "Eu espero aprender isso", diga "Eu sei que vou aprender isso". ESPERAR suscita dúvidas e enfraquece a linguagem.



10) Substitua o CONDICIONAL pelo PRESENTE. Por exemplo: Ao invés de dizer "Eu gostaria de agradecer à presença de vocês", diga "Eu agradeço a presença de vocês". O verbo no presente fica mais forte e concreto.



Falar corretamente é muito importante. O que nos diferencia dos animais é o som ordenado que transmite a sabedoria, o conhecimento e a capacidade de comunicação com Deus e seus Anjos. Quando estamos evoluindo neste ser humano que tem de se tornar um Deus em Glória e Poder,temos que ter em mente que aprender a falar corretamente, positivamente, claramente, sem gírias ou palavrões é um caminho para o controle de nossas faculdades, utilizando assim, um pouco daquela capacidade que desprezamos ao utilizarmos um décimo de nosso Poder divino.


Diga:


Eu crio / estou criando


Eu faço / estou fazendo


Eu manifesto / estou manifestando


Eu realizo / estou realizando


Eu tenho a intenção de


Eu sou feliz


Eu tenho saúde


Eu tenho tudo o que preciso


Eu estou sempre protegido


Eu consigo / estou conseguindo


Eu desejo


Eu quero


Eu decido


Eu Sou a manifestação da felicidade


É minha intenção que (...) se realize sem esforço.



Repita todos os dias:


Sei que existe alguma coisa para eu aprender, alguma coisa que devo mudar. Acredito que estou sendo guiado, que estou cumprindo minha missão, portanto vou procurar o que devo aprender, sem julgamentos, seguindo o fluxo. Peço que todas as minhas mudanças venham com alegria, segurança e harmonia. Este é o meu decreto. Ele abrange tudo aquilo que eu quero em minha evolução: eu vivo com alegria, segurança e harmonia. Por isso, sigo essa energia e vejo o que está mudando para mim e o que eu preciso abandonar. Eu posso mudar tudo aquilo que desejar. Tenho coragem, força e saúde para isso, e recebo o Amor Divino com o coração aberto. Quero acelerar minha evolução pessoal. Quero que meu Espírito me ajude a aumentar minhas capacidades. Quero que o meu corpo se regenere constantemente. Quero emanar saúde. Quero abandonar as dificuldades para ser um exemplo vivo daquilo que a humanidade pode atingir. Eu assumo a responsabilidade por tudo em que estou envolvido. Eu assumo a responsabilidade por tudo o que acontece comigo. Se não gosto do que acontece comigo, vou perceber que crio coisas que não gosto para chamar minha atenção para algo que não consigo ver e assim poder mudar o que realmente não funciona para mim."



Quando precisar muito de alguma coisa, peça:


"Universo (ou Deus), eu quero trabalhar com você. Providencie-me (...) e mostre-me o que fazer. Conceda-me a oportunidade de viver a minha Luz, dizer a minha verdade e ser portador da Luz em todo o mundo."



Tenha em mente seu potencial disponível e diga ao Universo o que quer como pagamento, desde que não seja prejudicial a ninguém e seja para a evolução. Esteja atento a todos os sinais que apareçam: pessoas que falam alguma coisa que tem a ver com o seu pedido, placas na rua com uma palavra, um filme na TV, enfim, esteja aberto a reconhecer a resposta. Se surgir uma oportunidade de ir a algum lugar, não pense "Ah, não tenho dinheiro".



Vá! As coisas mais estranhas acontecem... Não tenha preocupações com o que vai acontecer ou com a aparência das coisas. Esteja preparado para enfrentar situações que sua mente lógica não aceita: "não posso fazer isso", "isso é loucura"! "preste atenção". Apenas diga: "Eu recebo orientação divina. Eu desejo uma aceleração. Eu tenho intenção de trabalhar nisso, minha capacidade está cada vez maior e me atiro nessa oportunidade.



Sinto que estou agindo de forma correta pois sou protegido pelo Amor Divino e Ele tudo faz pelo meu bem estar. Vou em frente." Claro, você não deve fazer se você sentir que não é positivo! Não use o raciocínio, a lógica; use a sua intuição.Questione todas as pessoas que quiserem que você aceite as verdades delas como absolutas; ouça outras opiniões, sinta se as coisas soam bem, agradáveis. Ninguém tem o direito de fazer você depender de ninguém, e a decisão do que deve ser feito é sempre sua. As pessoas lhe dão as informações, mas é você quem decide o que fazer com elas - você está encarregado de viver a sua própria vida!



Fonte Consultada:


http://mais.uol.com.br/view/0yzcaln58xxp/as-palavras-tem-poder--aprenda-a-ser-positivo-sempre--04023468E0999346?types=A


http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080413220835AAOaryF


http://curapessoal.blogspot.com/2005/08/o-poder-da-palavra.html



Abençoados Sejam!


________________________________


Sexta Feira 13 – O poder da Mudança



O 13 é um numero de sorte. O numero 1 fala do principio ativo, do masculino, da primeira idéia que dá movimento, o vento que sopra e leva a mensagem. Ele simboliza o mensageiro e poder do verbo, onde aquilo que esta contido em nossa mente se torna realidade diante de nossos olhos.



Já o numero três fala da comunicação, da criatividade, da rapidez que a colheita ocorre. Nos mostra que as idéias colocadas em prática podem e devem trazer frutos e que uma forma correta de comunicação é fundamental para que os seus sonhos e ideais se tornem realidade.



Portanto o numero 13 é aquele que busca as mudanças, ele retira da vida aquilo que não serve mais. Por isso o seu símbolo no tarot é o ceifador, mostrando que o morte é uma questão de mudança de estado físico e também mostra a espiritualidade agindo as nossas vidas mostrando que o mundo esta em constante movimento e o apego a qualquer coisa é ilusão, porque pode-se a qualquer instante.



Então, qual é o medo da morte e do numero 13? As antigas bruxas eram temidas porque celebravam 13 lunações o que na verdade abre para o poder feminino e muitos ainda hoje temem o poder da mulher, pois esta com ela o poder de transformação maior que se conhece: gerar uma vida.



Dentre os ditos de maldiçoes o mais famoso é dado a Cristo, estava ele com doze pessoas e ele era a 13º dentro do banquete que desencadeou a revelação de uma traição e todo o restante da história que a maioria de nós conhecemos.



No entanto, digo que a maioria de nós se recente em ter que renascer, em ter que abandonar o velho e encarar o novo, de ter que buscar novos caminhos. Renascer requer coragem de se olhar no espelho e buscar seus bloqueios, defeitos e qualidades com sinceridade. Em uma sexta feira treze de lua cheia, estaremos com esse poder de se olhar e se transformar, de renascer e determinar coisas boas no seu caminho, mas também é um excelente dia para agradecer as mudanças e as voltas que a vida dá.



Algo aparentemente negativo pode trazer grande aprendizado à sua vida, depende da forma como você vê, assim como a morte: uns a encaram como um fim, outros como o começo de uma nova jornada porque compreendem que a vida é muito além do que nossos olhos podem ver.



A água, que é o elemento da Lua e é uma das regentes desse ano de 2012, nos pede para olhar de frente nossas emoções e mergulhar em nossos sentimentos e além disso para cuidar do lado espiritual. Devemos aprender a agradecer, a dedicar, sem pedir, mas por carinho, por atenção, porque você esta vivo e enquanto estiver encarnado pode viver outras historias e transformar o seu mundo em algo melhor e assim as pessoas ao seu redor serão melhores também e a própria ceifa da morte no sentido de transformação retira da sua vida os vermes e aquelas pessoas que não servem mais.



Portanto nessa sexta feira, busque o seu lado espiritual, acenda uma vela, seu caldeirão, chame seu anjo... Mas abra seu coração, permita que o Universo preencha a sua vida, mude sua história e faça de você alguém vitorioso, que sorri e agradece, que pode levantar pela manhã e respirar fundo, sabendo que hoje sempre será melhor que ontem, porque você sabe o poder da entrega, de se deixar embalar por algo que você não vê, mas que toca fundo o seu coração.



Que sua sexta seja abençoada e você possa ver seus mais puros desejos se tornarem realidade!



Fonte Pesquisada


Cristiane Gimenez


www.crisgimenez.com


________________________________________________________OS CIGANOS NA UMBANDA



Os Ciganos trabalham em todos os "lugares", são livres para trabalhar e precisam dessa liberdade para sua evolução.Os Ciganos não trabalham a serviço de um Orixá específico,eles respeitam os Pais e Mães Divinos dos médiun, por isso não são guardiões de um terreiro. Essa linha trabalha em paralelo e conjugada com as demais, onde o seu compromisso primeiro é com a caridade e não com nenhuma outra linha específica.



Os Ciganos são protetores e não guardiões. Podem trabalhar dentro da linha de Exu porém sem função de chefia e de guarda. Já os Exus Ciganos e Pombo Giras Ciganas são exus e pombo giras como outros quaisquer exercendo todas as funções que qualquer exu e pombo gira exercem. Em resumo: cigano é uma coisa, exu cigano é outra. Eles têm funções diferentes, embora a mesma origem cigana.



Os Ciganos se manifestam nos terreiros de Umbanda, justamente por Ela ser uma religião aberta e dar liberdade para qualquer linha de trabalho que venha fazer Caridade.Por serem muito alegres, os médiuns começaram a se fascinar, e ter excesso de culto por essa Linha.



Aí começaram as vaidades, as roupas enfeitadas, bebidas, fumos, danças, firmezas, assentamentos, jogos em casa ou até mesmo no terreiro, e assim, infelizmente, muitos espíritos que ainda estavam em "desenvolvimento" para ingressar nessa Linha se perderam junto com os médiuns, e hoje podemos ver os absurdos que são feitos usando o nome de entidades de luz.



Basta saber que um pedacinho de papel, metal ou outro elemento foi irradiado por uma entidade, que vocês usam isso como um talismã e lembram de agradecer e acabam entrando em sintonia com Espíritos de Luz,e assim lembram de suas metas e lutam por elas.Lembrem sempre, que todas as entidades são iguais, trabalham juntas em um único objetivo, a Caridade.Pensem: a árvore para dar frutos e sombra precisa da água para germinar a terra, da terra para poder se fixar, ter um porto seguro e poder ter vida, do vento para espalhar suas sementes e assim formar uma mata, do calor do sol para o crescimento das sementes.



Agora vou mostrar como isso funciona dentro de um terreiro de Umbanda.O médium precisa de um(a) dirigente espiritual para ajudá-lo a se desenvolver, do terreiro como um porto seguro para incorporar as entidades, de estar harmonizado com o alto para expandir a caridade, de estar equilibrado para doar energia e poder ajudar uma pessoa necessitada.



Cuidado:Tudo em excesso pode ser destruidor.Se há amor em excesso, há ciúmes e possessão,Se há ódio, há morte,Se há fascinação, há vaidade,Se há alegria em excesso, há inveja,Se há tristeza em excesso, há depressão,Se há culto em excesso, há fanatismo.



É preciso que tudo na vida esteja bem equilibrado, e o equilíbrio tem um nome que se chama Umbanda. Umbanda é a paz interior, é fazer caridade ao desconhecido, é o amor pela vida e pelo o próximo. Umbanda é luz, vida e amor.



DIFERENÇAS ENTRE POMBA-GIRA


E CIGANAS POMBA-GIRA A GUARDIÃ:


Além de serem entidades que se manifestam nos cultos de matriz africana, as pombas-giras são personagens bastante populares. Tanto as pombas-giras quanto os exus representam nossos bons companheiros, velhos "compadres e comadres" sempre prontos a nos ajudar. Também são conhecidas como vencedoras de demandas, das guerras, mulheres cheias de méritos que em seus pontos cantados sempre levam um tom sensual.Existem várias pombas-giras, assim como existem vários exus, segundo o lugar de onde vêm, onde trabalham e a que família ou falange pertencem, pois cada uma representa uma aspecto distinto da potência geradora dessa entidade.As imagens que representam as pombas-giras mostram suas muitas faces e trejeitos: há as que trazem os seios à mostra, vestindo pequenas saias; outras exibem roupas mais luxuosas, longos vestidos e muitos colares; algumas guardam uma aparência quase cigana, prontas para dançar. Podem ser claras, morenas ou negras, mas seus cabelos são sempre longos e bem arrumados.Seu culto se iniciou com o cruzamento das tradições africanas e européias: o nome vem to termo "bombogira", usado para denominar os exus no cultos de Angola, de tradição Banto.Na Umbanda, a pomba-gira faz parte de um grupo de entidades que trabalham "à esquerda", neutralizando o aspecto negativo e positivo e promovendo o equilrio. São eles, exus e pombas-giras, os responsáveis pela guarda e limpeza espiritual dos terreiros, a quem recorremos quando necessitamos daquela ajuda mais material. A pomba-gira é a geradora do desejo, fundamental em nossas vidas, e pode ser ativada tanto para ajudar como para diminuir em determinada pessoa, de acordo com a necessidade que for demonstrada.Exus e pombas-giras nunca trabalham sozinhos, pois o aspecto masculino do exu é positivo, e o feminino da pomba-gira é negativo, portanto, um complementa e neutraliza o outro. Por isso se costuma dizer que todo exu tem sua mulher e toda pomba-gira tem o seu marido, para que, juntos, suas forças se fundam gerando perfeito equilíbrio.Cada pomba-gira, assim como os exus, tem suas características próprias, seus pontos cantados e riscados: cada uma cuida de um determinado tipo de tarefa. Geralmente as pombas-giras costumam proteger as mulheres que as procuram: sempre vêm para trabalhar contra aqueles que são seus inimigos e inimigos de seus devotos.A pomba-gira é uma entidade que está bem próxima a nós, encarnados; possuiu uma vida no passado que lhes permitiu das áreas mais difíceis para as pessoas comuns: a vida emocional, o amor e a felicidade. Elas têm acesso às dimensões mais próximas do mundo da Natureza: os instintos, as aspirações e os desejos. O mais importante é compreendermos que são espíritos em busca de evolução, por isso, trabalham SEMPRE PRATICANDO O BEM, pois só assim poderão subir os degraus da ascenção espiritual. Os grupos dos nossos amigos guardiões que mais se destacam nos terreiros, a falange do "Povo da Rua", como carinhosamente são chamados esses espíritos amigos que sempre estão a postos para o caso de um pedido de ajuda, geralmente se divide em exus e pombas-giras das encruzilhadas, do cemitério e da natureza. É comum o uso de preto e vermelho para os exus e pombas-giras.A morada das pombas-giras está nas encruzilhadas em forma de T, cemitérios e os ambientes naturais. Costumam trabalhar com a parte etérea das bebidas alcoólicas como aguardente, rum, whisky, licores e champanhe.Algumas ervas mais utilizadas:amendoeira, anis estrelado, azevinho, beladona, brinco-de-princesa, cana-de-açúcar, canela, comigo-ninguém-pode ,etc.



CIGANAS:


As entidade cigana são muito queridas nas giras do povo do oriente,e são entidades livres não costuma baixar em giras que não seja específica do seu povo cigano.



Seus trajes são sempre em diversos tons de azul e só recebe suas oferendas em noites claras de lua cheia.



Esta cigana só trabalha para os amores impossíveis, adora trazer para uma pessoa desesperada aquele amor que foi embora e que nunca mais teve notícias…



Seus trabalhos sempre são simples, mais nas suas oferendas gosta de muitas fitas, flores,frutas, cigarrilhas e vinhos.



A Cigana da Lua quando incorporada dança suave sem muitas voltas… fica sempre perto da porta e quando as giras são feitas em lugares abertos…só chegam em noites de lua.



Ficam sempre sorrindo… Mais não costuma gargalhar como suas companheiras… Adora conversar, lêr mãos e jogar cartas…



Esta sempre dando palavras de conforto e de esperança, pois ela conhece a vida como ninguém.



Os Ciganos trabalham com os quatro elementos da natureza: terra, água, ar e fogo.



O Elemento Terra


Eles distinguem cada pedra e têm o conhecimento sobre elas, e assim manipulam o elemento terra. Cada pedra tem um porque de ser usada e uma necessidade. Quando é pedido para que passem a pedra em alguma parte do seu corpo ou para que a segurem, vocês estão se descarregando ou até mesmo se energizando, depende do trabalho que está sendo realizado. É na terra que se encontra firmeza para enfrentar a vida, resgatar karma e continuar o caminhar.



O Elemento Água


Podem utilizar copos ou taças com água. Através da água conseguem ver se não há maldade no que esta sendo pedido. Enxergam se há pureza no coração de cada um, pois a água serve de espelho, espelho esse que reflete o que tem dentro de cada um de vocês.Conseguem ver com clareza o que foi feito por cada um e o por que de estarem colhendo o que não querem colher.O Elemento Ar e FogoPodem utilizar o cigarro e com ele estar manipulando dois elementos, o ar e o fogo. O fogo muitas vezes é usado para queimar invejas, miasmas, larvas e cascões astrais.A fumaça quando é direcionada ao consulente serve para envolvê-lo numa cortina para que naquele momento os obsessores sejam confundidos e tenham a visão obnubilada e fiquem desorientados, procurando o consulente. Assim torna-se mais fácil ao sistema de defesa da Casa (através dos guardiões) resgatá-los e afastá-los.Nem sempre esses elementos são usados de uma só vez, que não precisamos diretamente dos mesmos, podemos plasmá-los perfeitamente usando o ectoplasma do médium.Para um Cigano poder trabalhar em prol da caridade não é necessário um baralho, uma taça de vinho, ou qualquer outro elemento. Isso é mito. Eles podem usar e usam elementos da natureza em alguns trabalhos, entretanto, quando estão incorporados nos médiuns, a energia de trabalho e o próprio corpo do médium limitam a visão e o campo de ação da entidade.



Fonte de Pesquisa


http://wwwumbandaonline.blogspot.com/2008/11/pomba-gira-guardi.html


http://povodearuanda.wordpress.com/2007/09/21/pomba-gira-cigana-da-lua/


Ciganos na UmbandaPombo Gira Cigana da Estrada Médium: Elizabeth Caetano Drummond



Imagens:


Maria do Carmo Hora


_______________________________________________________


As 45 lições que a vida ensina



Escrito por Regina Brett, 90 anos de idade, em The Plain Dealer , Cleveland, Ohio.



"Para celebrar o meu envelhecimento, certo dia eu escrevi as 45 lições que a vida me ensinou. É a coluna mais solicitada que eu já escrevi."



Meu hodômetro passou dos 90 em agosto, portanto aqui vai a coluna mais uma vez:



1. A vida não é justa, mas ainda é boa.



2. Quando estiver em dúvida, dê somente, o próximo passo, pequeno.



3. A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém.



4. Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato.



5. Pague mensalmente seus cartões de crédito.



6. Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar.



7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.



8. Não É bom ficar bravo com Deus.



9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.



10. Quanto a chocolate, é inútil resistir.



11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente.



12. É bom deixar suas crianças verem que você chora.



13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que é a jornada deles.



14. Se um relacionamento tiver que ser um segredo, você não deveria entrar nele.



15. Tudo pode mudar num piscar de olhos. Mas não se preocupe; Deus nunca pisca.



16. Respire fundo. Isso acalma a mente.



17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre.



18. Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte.



19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz. Mas a segunda vez é por sua conta e ninguém mais.



20. Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.



21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use roupa chic.


Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.



22. Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo.



23. Seja excêntrico agora. Não espere pela velhice para vestir roxo.



24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.



25. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você..



26. Enquadre todos os assim chamados "desastres" com estas palavras 'Em cinco anos, isto importará?'



27. Sempre escolha a vida.



28. Perdoe tudo de todo mundo.



29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.



30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo..



31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.



32. Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso.



33. Acredite em milagres.



34. Deus ama você porque ele é Deus, não por causa de qualquer coisa que você fez ou não fez.



35. Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.



36. Envelhecer ganha da alternativa -- morrer jovem.



37. Suas crianças têm apenas uma infância.



38. Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou.



39. Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares.



40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta.



41. A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.



42. O melhor ainda está por vir.



43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça. (essa é para não esquecer nunca)



44. Produza!



45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente.



Estima-se que 93% não encaminhará isto. Se você for um dos 7% que o farão, encaminhe-o com o título 7%.


_________________________________________________________________________


ANO NOVO PARA O POVO CIGANO



Todas as religiões possuem seus símbolos (talismãs) que normalmente são utilizados em seus rituais, e diga-se de passagem, sempre muito bem fundamentados.


Até mesmo, aquelas pessoas que se dizem incrédulas usam de simpatias e talismãs em seu cotidiano, sem se dar conta disso, porque muitos já se enraizaram em nossa cultura, como exemplo: colocar uma bandeja de frutas na ceia do Ano Novo, ou comer lentilhas e uvas verdes na virada do ano.


Esses rituais se originaram do Povo cigano.


Faz parte do ser humano esse lado místico e mágico e devemos acreditar, porque nosso pensamento tem esse poder de imantar objetos, para usarmos a nosso favor.



SIGNIFICADO DAS FRUTAS


Para os ciganos as frutas são essenciais em sua mesa. Eles usam frutas em todas as ocasiões, principalmente em festas alegres e cheias de músicas. Além de empregá-las em chás, banhos e poções mágicas.



Maçã: ela aparece em todos os rituais ciganos e é usada como base de perfumes, banhos, óleos e poções. Nas festas de casamento, as mesas com toalhas vermelhas e enfeites dourados também devem ser forradas com essa fruta, pois ela simboliza o amor e a paixão. Mais: casamentos sem maçãs significam que o amor não durará para sempre.



Pêras: são as frutas preferidas dos ciganos, junto com as maçãs. Entre os persas, acreditava-se que o seu sabor perdurava até depois da morte. Por isso a pêra também está ligada à imortalidade e à boa saúde, além, é claro, da prosperidade, pelo tom amarelo da fruta.



Melancia: muito presente na decoração das festas, significa prosperidade (pela abundância de sementes) e fertilidade (pela cor vermelha do seu interior).



Morango: mais uma fruta vermelha empregada em poções de amor. A cor vermelha e o sabor da fruta dão a energia necessária para conquistar o ser amado. É utilizada também para curar desilusões amorosas, em chás e poções.



Uvas: se um cigano lhe der um cacho de uvas rosadas bem doces, saiba que ele quer se aproximar de você e ser seu amigo – ou talvez algo mais do que isso. Para eles, uvas e amizade andam sempre junto.



Como em outras culturas, elas também são sinônimo de prosperidade. Os ciganos afirmam, convictos, que o costume de comer doze uvas no réveillon–uma para cada mês – é uma tradição originada entre eles, assim como o hábito de ter frutas secas na mesa de Natal.



Figo: outro estimulante sexual (aberto, assemelha-se ao órgão genital feminino). Usado também como remédio para combater a depressão, a ansiedade e a falta de memória.



Romã: uma fruta muito antiga. É empregada em chás e essências, como atrativo de dinheiro e felicidade. Em banhos ou talismãs, é garantia de fertilidade.



Damasco: é a fruta afrodisíaca por excelência, vinda dos países mediterrâneos. A sua cor, o laranja, traz vitalidade, fortalecendo a energia sexual.



Os ciganos transformam os damascos em óleos aromatizantes, para envolver o casal apaixonado com o seu perfume.



Amoras e framboesas: pela cor, significam paixões arrebatadoras. As folhas de framboesa são usadas sobre o corpo da mulher, para proporcionar um bom parto. Essas frutinhas também são utilizadas como ingredientes em poções afrodisíacas.



Cereja: é uma das frutas fundamentais na decoração das mesas de noivado e casamento, pois significa o amor. Em poções e banhos, tem a função de atrair um parceiro. Os ciganos afirmam que as cerejas são diuréticas e calmantes.



Melão: pode significar prosperidade e um casamento rico pela frente. A fruta veio da Ásia e faz parte da cultura cigana há muito tempo, muitas vezes substituindo a pêra. É usada na magia cigana para garantir a união da família.



Amêndoas e castanhas: no ano-novo, as amêndoas são colocadas na carteira para atrair dinheiro. As castanhas são comidas para garantir o vigor sexual.



BANHOS


BANHO DE LIMPEZA



Ervas:



1 punhado de Arruda



1 punhado de manjericão



1 punhado de alecrim



1 vela palito branca



Como Fazer:


Macere todas as ervas se as folhas forem verdes, caso contrário, ferva a água e coloque as folhas secas e deixe por 2 horas.



Tome o banho do pescoço para baixo,enrole-se em uma toalha limpa e depois vista uma roupa clara. Logo em seguida, acenda a vela, oferenda para o seu anjo da guarda, fazendo seus pedidos de proteção e abertura de caminhos.



BANHO PARA TER SORTE E PROSPERIDADE



Ervas:


1 jarro de vidro transparente


6 folhas de louro


6 pedaços pequenos de canela em pau


6 cravos


1 cristal branco transparente


3 punhados de arroz


1 punhado de girassol


6 anis estrelados



Como Fazer:



Em uma 4º feira (tome o cuidado para que não seja Lua Minguante), prepare este banho, colocando tudo dentro do jarro, e deixe-o no sereno.



No dia seguinte, coe o banho,faça uma trouxa, que deverá ser levado para uma árvore frondosa. Tenha o cuidado de amarra-La em um dos galhos.



Tome o seu banho de higiene e em seguida o banho para Prosperidade do pescoço até os pés.



RITUAL


PEÇA E SERÁ ATENDIDO



Para Honrar Compromissos Financeiros



( Escrever em um papel e colocar dentro da sua carteira )



É meu desejo manter minha promessa em honrar com todos os meus compromissos financeiras.



Agradeço todos os meus compromissos financeiras, pois sei que irei honrá-las.



O Universo me trará meios, para supri-la e estaremos em harmonia com está Força Cósmica Universal Infinita.



OBRIGADA,OBRIGADA,OBRIGADA



Valor Financeiro necessário para Honrar com Compromissos.


R$ ................


Desejo Receber Mensalmente


R$.................


Eu.........................., e sou muito bem remunerada.


Confio no processo da vida e ela me trará o meu mais alto bem.


Mereço o melhor e aceito Agora.



Estou no processo de mudanças positivas,por isso,Acredito na Força Infinita do Universo que me suprirá em todas as minhas necessidades e obrigações financeiras e ainda me presenteará com R$...............



Todos os meus relacionamentos são harmoniosos, por isso, Acredito que atrairei para minha vida, Bens Materiais, Viagens, Saúde, Prosperidade e Bem-Estar.



Sou um pessoa de muito Sucesso pois tudo que toco se transforma em Sucesso, o Universo me supre de ótimas idéias e posso usa-las para o meu Bem-Estar.



Sou um imã que atrai a Prosperidade,sou abençoado além dos meus Sonhos,riquezas de todos os tipos vem à mim,entro para o círculo de Vencedores.



Eu mereço ter e receber o que há de melhor no Universo, e aceito Agora.



Pois sou um filho amado do Universo e o Universo com todo amor cuida de mim agora e para sempre.



Tudo está bem no meu Mundo.



Valeria Castelo Branco / povociganoeseusmisterios.blog spot.com


http://os7elementos.vilabol.uol.com.br/magiacigana3.htm


_______________________________________________________________________________


NATAL PARA OS CIGANOS



O Povo Cigano não dispensa uma festa, e imagina se o natal passaria desapercebido.É uma festa de uma semana, sem muitos limites de comidas, bebidas e muita dança. É uma das festas mais importantes que o povo Cigano dá mais valor, alguns passam dias sem dormir só em função das celebrações.



A festa também serve para confraternização com os que durante o ano tiveram alguma quezila mal resolvida, e todos acertarem seus pontos de inimizade e desafetos. É momento de paz. E com tanta alegria, e música, exige um grande espaço, para agregar os da tribo e os visitantes, e a tradição manda que as festas sejam feitas em tendas.



No hemisfério norte, os ciganos que passam por rigoroso inverno usam braseiros que ajuda a espantar um pouco o frio externo, mas o calor humano...ah esse esquenta qualquer um.Já os nossos ciganos do hemisfério sul, nem se preocupam com esse detalhe...rs



E a tradição cigana de gostar de festas, não deixa nunca faltar em qualquer comemoração, um bom grupo de músicos da tribo ou tribos vizinhas que sempre comandados pela voz do cantor principal, leva com que mulheres e homens dancem até o sol raiar.



As crianças ciganas dão o toque especial as festas, correndo, dançando, rindo, se deliciando com as comilanças servidas na comemoração. E todos se envolvem, todos participam, e celebram da maneira cigana e independente uma festa de tradição cristã.



Segue abaixo um artigo do site POVO DAS ESTRELAS, sobre o assunto: O Natal da comunidade cigana é conhecido como sendo uma festa muito importante, cujas comemorações, semelhantes aos casamentos, podem chegar a prolongar-se entre 3 a 5 dias.



No Natal, os ciganos põem a mesa no chão, sobre uma toalha branca, como manda a sua tradição. Na consoada não se come carne.


Estas só podem ser comidas a partir da meia noite de dia 24 de Dezembro. O último dia é o dia do rapa, dia em que se deve comer todos os restos de comida.



A mesa farta é um dos requisitos da época, pelo que a confecção dos diferentes pratos aprisionam as mulheres durante horas na cozinha.


Para além do bacalhau cozido com couves e batatas, nao falta, igualmente, o bacalhau frito, a feijoada, conhecida por Guizo e as frutas.



No dia de Natal, as mesas enchem-se com cabrito assado e batata assada, carne guizada com batata cozida, grão cozido com massa, saladas de fruta e pudins.



Iguarias destinadas não só aos convidados, como também a todos os que quiserem aparecer.



É habitual os ciganos andarem de casa em casa, um bocado em cada mesa, a pedirem a bênção ao cigano mais velho. Tratando-se de um povo tão alegre, a música e a dança são coisas que nunca podem faltar nestes festejos.



Fonte: http://povodasestrelas.blogspot.com


autor: Rose Laura e Cidnet


Site: http://www.instintocigano.com.br/


_____________________________________________________________________________


Objetos Simbólicos Sagrados



Símbolos, amuletos, e talismãs são objetos de proteção, de força, ao qual se atribui um poder místico que estão ligados com sua forma e a simbologia que os mesmo representam



O punhal, o violino, o pandeiro, o leque, o xale, as medalhas e as fitas coloridas; o coral, o âmbar, o ônix, o abalone, a concha marinha (Vieira), o hipocampo (cavalo-marinho), a coruja (mocho), o cavalo, o cachorro, o galo e o lobo são símbolos sagrados para o Povo Cigano.



A verbena, a sálvia, o ópio, o sândalo e algumas resinas extraídas das cascas das árvores sagradas, são ingredientes indispensáveis na manufatura caseira de incensos, velas e sais de banho, mesclados com essências de aromas inebriantes e simplesmente usados nas abluções do dia-a-dia, nos contatos sociais e comerciais, nos encontros amorosos e principalmente nos ritos iniciáticos, de uma forma sensível e absolutamente mágica, conferindo grandes poderes.



ÂNCORA


Simboliza segurança. É usado para trazer segurança e equilíbrio no plano físico, financeiro, e para se livrar de perdas materiais.



CHAVE


Simboliza as soluções. É usado para atrair boas soluções de problemas. O símbolo da chave quando trabalhado no fogo costuma atrair sucesso e riquezas.



CORUJA


Simboliza "o ver a totalidade". É usado para ampliar a percepção com a sabedoria possibilitando ver à totalidade: o consciente e o inconsciente.



ESTRELA DE 5 PONTAS


Pentagrama (estrela de 5 pontas) simboliza o Homem Integral (de braços e pernas abetos) interagindo em perfeita harmonia com a plenitude da existência. Simboliza evolução. É usado para proteção, além de estar associada à intuição, sorte e êxito. A estrela representa o domínio dos cincos sentidos. Também conhecida como o Pentagrama.



ESTRELA DE 6 PONTAS


Simboliza proteção. É usado como talismã de proteção contra inimigos visíveis e invisíveis. Também conhecida como Estrela Cigana e Estrela de David. A Estrela Cigana é o símbolo dos grandes chefes ciganos. Possui seis pontas, formando dois triângulos iguais, que indicam a igualdade entre o que está à cima e o que está a baixo. Representa sucesso e evolução interior.



FERRADURA


Simboliza energia e sorte. É usado para atrair energia positiva e boa sorte. A ferradura representa o esforço e o trabalho. Os ciganos têm a ferradura como um poderoso talismã, que atrai a boa sorte, a fortuna e afasta a má sorte.



LUA


Simboliza a magia e os mistérios. A lua é usada geralmente pelas ciganas, para atrair percepção, o poder feminino, a cura e o exorcismo atentando sempre as fases: nova, crescente, cheia e minguante. A lua cheia é o maior elo de ligação com o sagrado, sendo chamada de madrinha. As grandes festas sempre acontecem nas noites de lua cheia.



MOEDA


Simboliza proteção e prosperidade. É usado contra energias negativas e para atrair dinheiro. A moeda é associada ao equilíbrio e à justiça e relacionada às riquezas materiais e espirituais, que é representada pela cara e coroa. Para os ciganos, cara é o ouro físico, e coroa, o espiritual.



PUNHAL


Simboliza a força, o poder, vitória e superação. É muito usado nos rituais de magia, tem o poder de transmutar energias. Os ciganos também usavam o punhal para abrir matas, sendo então, um dos grandes símbolos de superação e pioneirismo, além da roda. O punhal também é usado na cerimônia cigana de noivado e casamento, onde é feito um corte nos pulsos dos noivos, em seguida os pulsos são amarrados em um lenço vermelho, representando a união de duas vidas em uma só.



RODA


O grande símbolo geométrico do Povo Cigano é o Círculo Raiado (representando a roda da carroça que gira pelas estradas da vida) provando a não linearidade do tempo e do espaço.



Simboliza a Samsara, representando o ir e vir, o circular, o passar por diversos estados, o ciclo da vida, morte e renascimento, e é usado para atrair a grande consciência, a evolução, o equilíbrio. É o grande símbolo cigano, e é representado pela roda dos vurdón que gira.


Samsara (sânscrito) - Literalmente significa "viajando".



O ciclo de existências, uma sucessão de renascimentos que um ser segue através de vários modos de existências até que alcance da liberação.Vurdón (romanês ou romani-dialeto cigano)-Significa "carroção".



TAÇA


Simboliza união e receptividade, pois qualquer líquido cabe nela e adquire sua forma. Tanto que, no casamento cigano, os noivos tomam vinho em uma única taça, que representa valor e comunhão eterna.



TREVO


É o símbolo mais tradicional de boa sorte. Trevo de quatro folhas: traz felicidade e fortuna. Quando se encontra um trevo de quatro folhas na natureza, podem-se esperar sempre boas notícias.



O maior axioma do Povo Cigano diz simplesmente: "A sabedoria é como uma flor, de onde a abelha faz o mel e a aranha faz o veneno, cada uma de acordo com a sua própria natureza".


______________________________________________________________________________


Os Ciganos na Umbanda



Os Ciganos esta linha de trabalhos espirituais já é muito antiga dentro da Umbanda.


Assim, numerosas correntes ciganas estão a serviço do mundo imaterial e carregam como seus sustentadores e dirigentes aqueles espíritos mais evoluídos e antigos dentro da ordem de aprendizado, preservando os costumes como forma de trabalho e respeito, facilitando a possibilidade de ampliar suas correntes com seus companheiros desencarnados e que buscam no universo astral seu paradeiro.



O povo cigano designado ao encarne na Terra, através dos tempos e de todo o trabalho desenvolvido até então, conseguiu conquistar um lugar de razoável importância dentro deste contexto espiritual, tendo muitos deles alçado a graça de seguirem para outros espaços de maior evolução espiritual.



Existe uma argumentação de que espíritos ciganos não deveriam falar por não ciganos, ou por médiuns não ciganos; e, que se assim o fizessem, deveriam fazê-lo no idioma próprio de seu povo. Isso é totalmente descabido e está em desarranjo total com os ensinamentos da espiritualidade e sua doutrina, limitações que se pretende implantar com essa afirmação na evolução do espírito humano, pretendendo carregar para o universo espiritual nossas diminutas limitações e desinformação, fato que levaria grande prepotência discriminatória.


Agem no plano da saúde, do amor e do conhecimento, suportam princípios magísticos e tem um tratamento todo especial e diferenciado de outras correntes e falanges.



Ao contrário do que se pensa os espíritos ciganos reinam em suas correntes preferencialmente dentro do plano da luz e positivo, não trabalhando a serviço do mal e trazendo uma contribuição inesgotável aos Homens, claro que dentro do critério de merecimento. Tanto quanto qualquer outro espírito teremos aqueles que não agem dentro desse contexto e se encontram espalhados pela escuridão e a seus serviços, por não serem diferentes de nenhum outro espírito humano.



Aqueles que trabalham na vibração de Exu, são os Exus Ciganos e as Pombo-Gira Ciganas, que são verdadeiros Guardiões à serviço da luz nas trevas, cada um com seu próprio nome de identificação dentro do nome de força coletivo, trabalhando na atuação do plano negativo à serviço da justiça divina, com suas falanges e trabalhadores.



Embora encontremos no plano positivo falanges chefiadas por ciganos em planos de atuação diversos, o tratamento religioso não se difere muito e se mantêm dentro de algumas características gerais.


Trabalham dentro da parte espiritual da Umbanda com uma vibração oriental com seus trajes típicos e graciosos, com sua cultura de adivinhações através das cartas, leituras das mãos, numerologia, bola de cristal e as runas.



Dentro os mais conhecidos, podemos citar os ciganos Pablo, Wlademir, Ramirez, Juan, Pedrovick, Artemio, Hiago, Igor, Vitor e tantos outros, da mesma forma as ciganas, como Esmeralda, Carmem, Salomé, Carmencita, Rosita, Madalena, Yasmin, Maria Dolores, Zaira, Sunakana, Sulamita, Wlavira, Iiarin, Sarita e muitas outras também.



É importante que se esclareça, que a vinculação vibratória e de axé dos espíritos ciganos, tem relação estreita com as cores estilizadas no culto e também com os incensos, prática muito utilizada entre ciganos. Os ciganos usam muitas cores em seus trabalhos, mas cada cigano tem sua cor de vibração no plano espiritual e uma outra cor de identificação é utilizada para velas em seu louvor.


_______________________________________________________________________________


Taça da Prosperidade



Para todos que desejam atrair prosperidade em sua vida.


Para aqueles que tem descoberto sua energia cigana, seus mentores ciganos e querem manter sua energia positiva atuando em suas vidas, este é um ritual com a vibração Cigana.


A taça pode ser feita como um objeto de decoração ou como um objeto ritualístico,pode ser colocada na sala de estar, no quarto, no hall de entrada ou onde sua intuição desejar.


Renove a Taça de 3 em 3 mesese mantenha sempre que possível uma rosa sobre a taça.


A vela e o incenso acendam sempre que desejar e reforcem a mentalização.



Prosperidade a Todos



TAÇA CIGANA DA PROSPERIDADE


1 PUNHADO DE SALVIA


1 PUNHADO DE ARROZ


1 PUNHADO DE GRÃO DE BICO


1 PUNHADO DE SEMENTES DE GIRASOL


1 PUNHADO DE FOLHAS DE MANGUEIRA


1 PUNHADO DE FOLHAS DE EUCALIPTO


1 PUNHADO DE CRAVO DA ÍNDIA


1 PUNHADO DE CANELA EM PAU


1 MOEDA ANTIGA


1 VELA VERMELHA (ou amarela,branca)


1 ROSA AMARELA PARA O POVO CIGANO


1 INCENSO DE ROSAS (ou canela,violeta)



*Monte a taça mentalizando para cada grão a fertilidade e prosperidade em sua vida. Para cada punhado de folhas a boa sorte e fartura; Para os cravos da índia a força e energia em seus empreendimentos; Para a moeda antiga a energia do dinheiro em abundância; Ofereça a rosa vermelha para o povo cigano; Acenda a vela vermelha para combater os tempos difíceis; Acenda o incenso para elevar seus pedidos;Agradeça e deixe a vela queimar até o fim.


_____________________________________________________________________________


Baralho Cigano e os Orixas



1-CAVALEIRO: (EXU) Verbo Agir


Significa o movimento, a transformação da energia espiritual em material. A alegria de viver, o dinheiro e as conquistas de bens materiais. O sexo em sua forma mais primitiva. A forma positiva leva à ação realizadora, à manifestação das propostas do Plano Terra e a atividade dos objetivos propostos.


2- PEDRAS ou TREVO:


Significa destruição, a quebra da harmonia, desventura, tropeço, a pedra no caminho. Demonstra sempre negatividade. Representa uma energia que foi enviada e que já se materializou na vida da pessoa.


3-NAVIO: (YEMANJÁ) Verbo Criar


Significa saúde, viagens, mudanças e a transmutação. Está sempre em movimento e possui grande capacidade de adaptação a novas realidades. A forma positiva demonstra saúde ou grande capacidade de recuperação, mudanças favoráveis, transformação da rotina.Na forma negativa afasta ou atrasa as viagens ou mudanças. Há perigo de doenças ou debilidade nas defesas.


4-CASA:


Significa o lar, o lugar seguro, o ponto de retorno e de recuperação, onde se está protegido e em equilíbrio.Na sua forma positiva significa que a pessoa tem um lugar seguro, que a sua reposição de energia ocorre continuamente. A pessoa está protegida das influências negativas externas. Na sua forma negativa mostra que está havendo desarmonia e desentendimento em casa. A pessoa só se sente bem em outros lugares.


5- ÁRVORE: (OXOSSI) Verbo Prosperar


Significa a fartura, a abundância, o crescimento de tudo o que foi plantado.Na forma positiva significa que tudo que se quer semear será colhido em abundância. Novas oportunidades surgirão trazendo fartura à mesa e garantia de sucesso nos empreendimentos. Negativa significa que está havendo uma quebra no ciclo natural das coisas, que não se está conseguindo completar o que se começou. O que se plantou pode estar sendo colhido por outra pessoa. Pode vir a faltar comida à mesa.


6-NUVENS: (IANSÃ) Verbo Direcionar


São os ventos, o dinamismo, o movimento incessante, a grande capacidade de fluir e não se aprisionar em nada. Confusão de sentimentos; instabilidade; aborrecimentos; tumultos.Na forma positiva significa um grande poder para lutar e vencer. Pessoa altiva, independente, que persegue seus objetivos com garra. Exerce grande atratividade no sexo oposto. Negativa indica arrogância. Pessoa sob influência negativa, com prejuízo para a saúde e perda de interesse pela vida. A pessoa não consegue se ligar em nada, nem a ninguém. Tudo é motivo para brigas e discórdias, principalmente com quem mais gosta.


7-COBRA: (OXUMARÊ) Verbo Renovar


Significa discórdia, desarmonia, intriga e maledicência. A ilusão das falsas aparências. Traição; inveja. Se positiva, representa o arco-íris com sua beleza ilusória e de promessas de brilho e riquezas. Negativa significa o rastejar da cobra, o deslizar sorrateiro e intencionalmente maléfico, sempre pronta para dar seu bote mortal.


8-CAIXÃO: (EGUNS) Verbo Transformar


Significa a destruição; a perda definitiva; perdas materiais; doenças graves; a morte. Na forma positiva demonstra que a perda está próxima ou já configurada. Existe um claro objetivo de interromper um desenvolvimento.


9-RAMALHETE: (NANÃ) Verbo Moldar


Significa alegria, satisfação íntima; felicidade. Entendimento entre as pessoas. Generosidade. Fraternidade. Sorte; contentamento.


10-FOICE: (OBALUAYIE - OMULU) Verbo Curar


Significa o corte, a interrupção do crescimento. A perda da colheita na época de colher o que foi plantado. Rompimento. As decisões a serem tomadas. As opções a serem feitas. Positiva simboliza a transformação. Negativa traz a doença e todos os processos que debilitam e enfraquecem o ser humano. O corte em seu desenvolvimento, sonhos e planos, podendo chegar ao extremo do corte da própria vida.


11-CHICOTE:


Significa o feitiço, a magia negra. A influência maléfica atuando na vida da pessoa. Um feitiço feito na intenção de derrubar as defesas, de quebrar a harmonia individual. Algo que só pode ser combatido com a própria magia Punição, discórdia. Possível punição. Avisa sobre conflito e desarmonia, principalmente na família. Seja cuidadoso.


12-PÁSSAROS:


Significa o namoro, o romantismo, as pequenas atenções. Carinho. Amor. Desejos amorosos. O pensamento. Negativa demonstra que está faltando motivação no relacionamento, que se tornou agora monótono e enfadonho. A vida que se está levando não tem prazeres ou satisfações. Falta estímulo e motivação para viver.


13-CRIANÇA: (ERÊ) Verbo Alegrar


Significa força da infância, a ingenuidade, a pureza e a alegria. Também os filhos que se tem ou se terá. Se positiva significa que a pessoa tem proteção e nada de mal vai lhe acontecer. Vá em frente. Negativa demonstra tristeza, desesperança, descrédito quanto às possibilidades de vencer os obstáculos. Falta de esperança no futuro.


14-RAPOSA:


Carta de aviso de fraude, armadilha, malícia, mentiras. É também a carta de estratagema e engano. Significa também emboscada. Raposas têm bons ouvidos e são silenciosas. Alguém está tentando enganá-lo. Mas também pode estar mostrando uma pessoa inteligente que aproveita as oportunidades que a vida oferece.


15-URSO:


Significa a falsidade daqueles que se fazem de nossos amigos, porém não o são. Privam da nossa intimidade para melhor poderem descobrir nossas fraquezas e saber onde melhor nos ferir. Significa a traição, o mau caratismo, os maus conselhos. Olho grande; inveja; capaz de subserviência para atingir seus objetivos; mau caráter. Ciúmes. Mas também pode nos mostrar os instintos, nossos impulsos sexuais, a busca do prazer, um(a) amante.


16-ESTRELA:


Proteção; predestinação. Destino. Realização. Inspiração. Carta de sorte. Simboliza luz espiritual. Seus planos estão sob uma boa estrela. O sucesso está em seu caminho. Seus dons artísticos e de clarividência estão em crescimento.


17-CEGONHA:


Representa o nascimento ou a mudança. Imprevistos. Novidades. Surpresas. Pode significar a vinda de um filho, de um novo emprego, uma mudança de casa, uma mudança no relacionamento, um novo casamento. Negativa representa a falta de mudança, a ausência de crescimento ou de desenvolvimento nos projetos ou nos objetivos propostos. Está havendo dificuldade no nascimento de novos planos e oportunidades.


18-CÃO:


Representa o amigo fiel, a amizade pura e desinteressada, que realmente quer o nosso bem. Negativa demonstra que está havendo um mal entendido ou uma má interpretação por parte de um grande amigo. Isto deve ser pesquisado para que se possa superar e a harmonia volte ao relacionamento.


19-TORRE:


Significa a postura interior da pessoa, o verdadeiro EU. O lado espiritual. Isolamento; reclusão; posição defendida; afastamento; pouco interesse nos assuntos comunitários; noviciado; iniciação. Negativa representa o equilíbrio rompido. Um aprisionamento interior, uma falta de comunicação com o mundo exterior, uma fuga da realidade, um não enquadramento.


20-JARDIM: (OSSÃE) Verbo Colher


Família; lazer; semear proveitosamente somente o que compensa; sem interesses materiais; cura; magia das plantas.Poder latente de cura que pode ser desenvolvido. Colher o que se plantou.


21-MONTANHA: (XANGÔ) Verbo Equilibrar


Representa a justiça, a imparcialidade de julgamento e os negócios. A rigidez e a segurança.Sua positividade representa sucesso nas pendências judiciais, nos litígios, nos casos de partilha de bens. Significa a segurança da casa própria. Representa o poder de se administrar com justiça e retidão. Possibilidade de exercer um cargo de grande poder.Negativa significa que a pessoa tem problemas de papéis ou de justiça. Pode ficar sem emprego ou mesmo sem ter onde morar. Existe uma certa dureza e autoritarismo exagerados, que devem ser temperados para haver o equilíbrio.


22-CAMINHOS: (OGUM) Verbo Abrir


Significam a estrada da vida, os caminhos a serem trilhados. O livre arbítrio. Uma escolha a ser feita. Caminhos abertos. Positiva significa que a pessoa vai sair vitoriosa de qualquer disputa, que os caminhos estão abertos e sem empecilhos. Negativa diz que os caminhos estão bloqueados que as lutas empreendidas podem ser perdidas. Pode significar separação (dois caminhos).


23-RATO:


Significa perda, a inveja, o ciúme, o roubo. Sempre traz desarmonia, confusão, angústia e desentendimento. Deve-se ter o máximo de cuidado com os objetos pessoais e bens materiais, pois traz avisos de perdas. Não comentar as alegrias e as vitórias, pois isso aumenta a inveja. Está havendo ciúme por parte da pessoa amada; observe com atenção suas atitudes. Negativa apenas enfraquece o seu poder, sem modificar seu sentido.


24-CORAÇÃO:


Representa a paixão, o sentimento. Negativa avisa que a paixão que se está sentindo é algo efêmero e passageiro, que não se deve tomar nenhuma atitude baseada nesse sentimento, pois ele é enganador.


25-ALIANÇAS:


Simboliza a união perfeita, o casamento, a sociedade comercial, a parceria, compromisso, acordo.Negativa significa que a união está um pouco enfraquecida.


26-LIVROS:


Simbolizam o estudo e o trabalho.Positiva significa êxito nos estudos e no trabalho e que vai ter promoção por mérito no trabalho.Negativa significa dificuldades em se alcançar objetivos.


27-CARTA:


Significa que vai se ter notícia de algo que se está esperando com ansiedade e expectativa, avisos, diálogos, mensagens, visitas.Positiva significa que a noticia será de vitórias. Negativa quer dizer que a solução do problema ainda demora.


28-COMPANHEIRO (CIGANO):


Mostra o companheiro da pessoa para quem se está colocando as cartas. Alguém com quem se tem certo grau de ligação, podendo significar também pai, irmão, amigo, alguém por quem se tem interesse e que se interessa por nós.Negativa significa que o companheiro está afastado, não conseguindo ficar em harmonia com a pessoa em questão.


29-COMPANHEIRA (CIGANA):


A figura feminina. Tanto pode representar a pessoa para quem se coloca as cartas, no caso de ser mulher, como também a mãe, esposa, amiga.


30-LÍRIO: ( OXUM ) Verbo Amar


Simboliza a paz, a beleza, o amor, virtude.Positiva simboliza o amor, o ouro, a tranqüilidade. Traz a maleabilidade, capacidade de se adaptar até para poder transformar a realidade. Mostra que a pessoa tem a visão para o jogo e sensibilidade para o mundo espiritual. Negativa mostra falsidade, mentiras, capacidade de trair os amigos em proveito próprio. É a ambição desmedida e sem propósito.


31-SOL: (OXALÁ) Verbo Crescer


Representa a vida, o crescimento, o desenvolvimento e a luz. Um novo caminho se abrindoPositiva significa uma posição patriarcal, respeitada e considerada por todos.Negativa demonstra que o Sol não está brilhando, que a pessoa não está encontrando soluções e que os planos não estão se desenvolvendo devidamente.


32-LUA:


Simboliza as honrarias, o valor reconhecido, o trabalho recompensado. A intuição. Adaptação. Sensibilidade. Negativa significa uma falsa segurança, adversidade, medo, trevas e perigos ocultos. Pode estar havendo uma conspiração contra a pessoa. Deve-se tomar cuidado com as emboscadas, com os aduladores e traições de amor.


33-CHAVE:


Simboliza a solução, a resposta, o objetivo a ser alcançado. Saída para os problemas. Segredo. Negativa a resposta será afastada, a solução será difícil.


34-PEIXES:


Simboliza o dinheiro, a fartura. Multiplicação. Lucros. É a energia do trabalho transformada em dinheiro e bens materiais. Negativa significa falta de dinheiro, trabalho não recompensado, perdas materiais.


35-ÂNCORA:


Significa segurança, firmeza de objetivos. Êxito. Representa o patrimônio, os tesouros; tudo o que se consegue acumular em termos de bens materiais. Estabilidade financeira. Vida feliz. Negativa significa que não há segurança, que não é seguro insistir nos objetivos. Deve-se pesquisar seriamente os motivos.


36-CRUZ (PRETOS VELHOS) Verbo Persistir


Representa a vitória dos planos, o encontro, o sucesso nas empreitadas, o triunfo total sobre os inimigos. O domínio de seu próprio desenvolvimento. A soberania do espírito sobre a matéria. Espiritualidade. Sabedoria superior. Autoconfiança.Negativa não muda o significado.


_____________________________________________________________________________


Prosperidade é energia de Valorização


Dinheiro é a Energia da Valorização


Prosperidade Financeira8 Passos



1º Passo:


Liberar as nossas crenças,transformando-as em Positivas.


2º Passo:


Trace seus Objetivos.


3º Passo:


Mude suas Energias.


4º Passo:


Torne seus objetivos seus motivos de Motivação.


5º Passo:


Trabalhe seu Dinheiro,


De forma, Física, Emocional, Racional e Espiritual.


6º Passo:


Deus está com você.


7º Passo:


Aceite a Vitória.


8º Passo:


Todo seu, ouse.


___________________________________________________________________________


ORAÇÃO DOS PRETOS VELHOS



“Senhor, Nosso Pai, que sois o Poder, a Bondade, a Misericórdia, olhai por aqueles que acreditam em Vós e esperam por vossa bondade, poder e misericórdia. Dá Pai, aos que vacilam ao Vosso Poder, na Vossa Misericórdia e Bondade, a clareza de pensamento e abri-lhes, Senhor, os olhos para que pratiquem sempre o bem, a caridade para com os outros dentro da humildade de Vossa Sabedoria, reconhecendo assim a Vossa Existência, Poder e Misericórdia, bem assim, o Vosso Reino.



Senhor, perdoa aqueles que a escuridão ainda não deixou ver os erros cometidos na sua passagem terrena. Dá, Senhor, a eles que sofrem a luz de Seu imenso Amor e da Sua Sabedoria. Que a sua luz nos ilumine neste mundo e em outros que ainda desconhecemos, e em todos os lugares por onde passarmos nos proteja. Oh ! Meu Pai Santíssimo !!



A nós pecadores, aceita o nosso arrependimento dos erros que temos cometido. Pai, pela sua sagrada bondade e paixão, consenti que caminhe até vós pelo caminho da perfeição.



Dá Senhor, orientação perfeita no caminho da virtude, único caminho pelo qual devemos trilhar. Misericórdia aos nossos inimigos. Perdão a todos os nossos erros, e que Vossa Bondade não nos falte hoje e sempre… Amém!



GRAÇAS A DEUS!


____________________________________________________________________________


Prece para o Companheiro Ideal no Amor


O COMPANHEIRO IDEAL NO AMOR



Deixai meu (minha) companheiro ideal ouvir-me AGORA,



Bem no fundo do seu coração,



Deixai que ele seja atraído à minha presença com alegria



Pois a Mãe Divina e Sagrada



Invoca para que o(a) Companheiro(a) de acordo com as Leis Divinas



Se apresente no plano físico AGORA



Que seja Alegre, Amoroso, tenha Força de Vontade



E que caminhe em minha direção.



Libertando o passado no ETERNO AGORA,


MÃE MARIA atrai e une os companheiros ideais


Para que estejam juntos no trabalho desta Nova Era.


Em nome da minha Presença EU SOU,EU SOU, EU SOU



ASSIM É, ASSIM É, ASSIM É.


AUM, AUM, AUM,



AMEM, AMEM, AMEM.


______________________________________________________________________________


Prece da Abundância Divina



Da décima segunda esfera do corpo de diamante de Deus, Eu invoco pelo Poder de Metatron, para que sele meu campo áurico, meus chacras, a chama de luz do meu cardíaco, meu ambiente e meu sucesso financeiro. Proteja meu banco, minhas contas bancárias e todos os canais de abundância necessários para minha vida diária bem-sucedida. Eu não permito interferências no meu DIREITO DIVINO DE LIBERDADE FINANCEIRA E SUCESSO NA LUZ.



Eu tambem invoco por esta proteção para todos os trabalhos de Luz direcionados à humanidade especialmente os dirigidos por MÃE MARIA.



Obrigada (o) minha Divina Presença EU SOU, Hoste Angélica, Bem-Amado Metatron e meus amigos pessoais na LUZ ( Mestres, Anjos e Guias que trabalham comigo). Obrigada (o) meus queridos amigos por vossas constantes proteções e diretrizes.



PELO PODER DA MINHA BEM-AMADA PRESENÇA EU SOU, EU MAGNETIZO OPORTUNIDADES PARA MIM E ABRO OS PORTAIS DIVINOS DO AMOR ETERNO E DA ABUNDÂNCIA DE ACORDO COM A VONTADE DIVINA, EU SOU, EU SOU, EU SOU.



AMÉM


_____________________________________________________________________


Salve Jorge, Salve Ogum



Ogum representa o fogo do interior da terra: a lava do vulcão e a fornalha do ferreiro. É um orixá ligado à civilização. Seu mundo é o do ferro, do fogo e da tecnologia. Tanto o guerreiro quanto o cirurgião, o ferreiro e o mecânico estão sob sua proteção. Filho de Iemanjá, foi um aventureiro conquistador, que percorria o mundo com o irmão Exu. No Brasil é chamado o “Vencedor das Demandas” pois nenhum inimigo pode com ele.



Ajuda seus fiéis a obterem a vitória em qualquer disputa, luta ou desafio, além de protegê-los contra os inimigos. Sua cor é o azul-escuro, ou vermelho e branco. Gosta de angu, feijoada, churrasco, cerveja clara e folhas de espada-de-são-jorge e aroeira. Seu dia da semana é quinta-feira ou terça-feira. Usa um facão de mato ou uma espada.



É sincretizado com São Jorge (23 de abril) ou São Sebastião (20 de janeiro). Seus presentes, que recebe nas retas das estradas, são cravos vermelhos e o “boi de Ogum” (um cará com palitos de dendezeiro espetados). Ogum, como o guerreiro triunfador do Carro, é aquele que encontrou seu caminho e assumiu a direção da sua viagem.


______________________________________________________________________


Novena Cigana da Prosperidade


Novena para Santa Sara Kali e os 9 Clãs Ciganos da Luz Astral para


Abertura de Caminho.


Prosperidade, Amor, Saúde, Sorte e Proteção



1º vela Dourada –Consagrar p/o Clã dos Ciganos Dourados


2º vela Vermelha – Consagrar p/o Clã das Ciganas do Amor.


3º vela Verde – Consagrar p/ o Clã dos Ciganos da Saúde.


4º vela Laranja – Consagrar p/ o Clã dos Ciganos Encantados.


5º vela Cobre – Consagrar p/o Clã dos Beduínos.


6º vela Azul Marinho – Consagrar p/o Clã dos Ciganos Andarilhos.


7º Vela amarela – Consagrar p/o Clã das Ciganas da Sorte


8º Vela Prata – Consagrar p/ o Clã dos Ciganos Guardiões


9º vela Azul Escuro – Consagrar p/ o Clã dos Ciganos Tuaregues.


_________________________________________________________


Os Sete Preceitos Ciganos



-FELICIDADE


Um campo aberto, um luar, um violão, uma fogueira, o canto do sabiá e a magia de uma cigana.


-ORGULHO


É saber que nunca participamos de guerras e nunca nos armaremos para matar nossos semelhantes. Somos os menestréis da paz.


-AMOR


Amar é vivermos em comunidade, é repartir o pão, nossas alegrias e até nossas aflições.


-LEALDADE


É não abandonar nossos irmãos quando precisam. É nunca negar o ombro amigo, a mão forte e o incentivo à vida.


-RIQUEZA


É termos o suficiente para seguirmos pela estrada da vida.


-NOBREZA


É fazermos da humilhação um incentivo ao perdão.


-HUMILDADE


É não importar-se em ser súdito ou nobre, importar-se apenas em saber servir.


____________________________________________________________________


OS 12 MANDAMENTOS CIGANOS



1º- Amar a Deus acima de tudo e respeitar todos os Santos;


2º- Respeitar a Semana Santa;


3º- Respeitar todas as Religiões e credos que elevam o nome de Deus – Nosso Pai


4º- Ajudar-se mutuamente;


5º- Amar e não desmerecer nenhuma criança;


6º- Respeitar os idosos e não desprezar a sua sabedoria;


7º- Não mostrar o corpo;


8º- Não se prostituir;


9º-Manter a fidelidade entre os casais;


10º-Não se envergonhar de sua origem;


11º-Não deixar de praticar o dom da adivinhação;


12º-Não trair seu povo.


__________________________________________________________________



Será uma verdade a teoria das alma gêmeas?



No sagrado mistério da vida, cada coração possui no Infinito a alma gêmea da sua, companheira divina para a viagem à imortalidade.



Criadas umas para as outras, as almas gêmeas se buscam, sempre que separadas.



A união perene é-lhes a aspiração suprema e indefinível. Milhares de seres, se transviados no crime ou na inconsciência, experimentaram a separação das almas que os sustentam, como a provação mais ríspida e dolorosa, e, no drama das existências mais obscuras, vemos sempre a atração eterna das almas que se amam mais intimamente, envolvendo umas para as outras num turbilhão de ansiedades angustiosas; atração que é superior a todas as expressões convencionais da vida terrestre.



Quando se encontram no acervo real para os seus corações a da ventura de sua união pela qual não trocariam todos os impérios do mundo, e a única amargura que lhes empana a alegria é a perspectiva de uma nova separação pela morte, perspectiva essa que a luz da Nova Revelação veio dissipar, descerrando para todos os espíritos, amantes do bem e da verdade, os horizontes eternos da vida.



A atração das almas gêmeas é traço característico de todos os planos de luta na Terra?


O Universo é o plano infinito que o pensamento divino povoou de ilimitadas e intraduzíveis belezas. Para todos nós, o primeiro instante da criação do ser está mergulhado num suave mistério, assim como também a atração profunda e inexplicável que arrasta uma alma para outra, no instituto dos trabalhos, das experiências e das provas, no caminho infinito do Tempo.



A ligação das almas gêmeas repousa, para o nosso conhecimento relativo, nos desígnios divinos, insondáveis na sua sagrada origem, constituindo a fonte vital do interesse das criaturas para as edificações da vida. Separadas ou unidas nas experiências do mundo, as almas irmãs caminham, ansiosas, pela união e pela harmonia supremas, até que se integrem, no plano espiritual, onde se reúnem para sempre na mais sublime expressão de amor divino, finalidades profundas de todas as cogitações do ser, no Dédalo do destino.



A união das almas gêmeas pode constituir restrição ao amor universal?


O amor das almas gêmeas não pode efetuar semelhante restrição, porquanto, atingida a culminância evolutiva, todas as expressões afetivas se irmanam na conquista do amor divino. O amor das almas gêmeas, em suma, é aquele que o Espírito, um dia, sentirá pela Humanidade inteira.



Perante a teoria das almas gêmeas, como esclarecer a situação dos viúvos que procuram, novas uniões matrimoniais, alegando a felicidade encontrada no lar primitivo? Não devemos esquecer que a Terra ainda é uma escola de lutas regeneradoras ou expiatórias, onde o homem pode consorciar-se várias vezes, sem que a sua união matrimonial se efetue com a alma gêmea da sua, muitas vezes distante da esfera material.



A criatura transviada, até que se espiritualize para a compreensão desses laços sublimes, está submetida, no mapa de suas provações, a tais experiências, por vezes pesadas e dolorosas. A situação de inquietude e subversão de valores na alma humana justifica essa provação terrestre, caracterizada pela distância dos Espíritos amados, que se encontram num plano de compreensão superior, os quais, longe de desdenharem as boas experiências dos companheiros de seus afetos, buscam facultar-lhes com a máxima dedicação, de modo a facilitar o seu avanço direto às mais elevadas conquistas espirituais.



Os Espíritos evoluídos, pelo fato de deixarem algum amado na Terra, ficam ligados ao planeta pelos laços da saudade?


Os espíritos superiores não ficam propriamente ligados ao orbe terreno, mas não perdem o interesse afetivo pelos seres amados que deixaram no mundo, pelos quais trabalham com ardor, impulsionando-os na estrada das lutas redentoras, em busca das culminâncias da perfeição.



A saudade, nessas almas santificadas e puras, é muito mais sublime e mais forte, por nascer de uma sensibilidade superior, salientando-se que, convertida num interesse divino, opera as grandes abnegações do Céu, que seguem os passos vacilantes do Espírito encarnado, através de sua peregrinação expiatória ou redentora na face da Terra.



Somente pela prece a alma encarnada pode auxiliar um Espírito bem-amado que a antecedeu na jornada do túmulo?


A oração coopera eficazmente em favor do que partiu, muitas vezes com o espírito emaranhado na rede das ilusões da existência material.



Todavia, o coração amigo que ficou aí no mundo, pela vibração silenciosa e pelo desejo perseverante de ser útil ao companheiro que o precedeu na sepultura, para os movimentos da vida, nos momentos de repouso do corpo, em que a alma evoluída pode gozar de relativa liberdade, pode encontrar o Espírito sofredor ou errante do amigo desencarnado, despertar-lhe à vontade no cumprimento do dever, bem como orienta-lo sobre a sua realidade nova, sem que a sua memória corporal registre o acontecimento na vigília comum. Daí nasce à afirmativa de que somente o amor pode atravessar o abismo da morte.



Somente pela prece a alma encarnada pode auxiliar um Espírito bem-amado que a antecedeu na jornada do túmulo?


A oração coopera eficazmente em favor do que partiu, muitas vezes com o espírito emaranhado na rede das ilusões da existência material.



Todavia, o coração amigo que ficou aí no mundo, pela vibração silenciosa e pelo desejo perseverante de ser útil ao companheiro que o precedeu na sepultura, para os movimentos da vida, nos momentos de repouso do corpo, em que a alma evoluída pode gozar de relativa liberdade, pode encontrar o Espírito sofredor ou errante do amigo desencarnado, despertar-lhe à vontade no cumprimento do dever, bem como orienta-lo sobre a sua realidade nova, sem que a sua memória corporal registre o acontecimento na vigília comum.



Daí nasce à afirmativa de que somente o amor pode atravessar o abismo da morte.



(Esta oração é para facilitar o encontro da sua alma gêmea. Faça-a durante sete dias, se possível, no mesmo horário).



Eu sou um(a) filho(a) de Deus puro(a), divino(a) e perfeito(a), porque fui criado(a) à sua imagem e semelhança.



Estou em busca da minha alma gêmea e sei, que nenhuma outra pessoa tem exatamente as mesmas qualidades que possuo, apesar de todos termos um denominador comum, Deus, essa Chama Divina dentro de cada um de nós.



Neste mesmo instante há uma pessoa que anela internamente ser minha(meu) companheira(o) de toda a vida, e que saberá apreciar o que sou e o que desejo expressar. A lei do Bem Absoluto está atraindo para mim essa pessoa.



O Espírito de Deus é a suprema atração do Universo.


Eu sou parte integrante desse Espírito em manifestação e a



Essência dessa suprema atração.


Em meu desejo de ter uma(um) companheira(o) não existe egoísmo algum de minha parte, já que em minha consciência existe somente o amor de Deus, que não conhece egoísmo.



Ajudai-me, Pai, a compreender que da mesma maneira que estou anelando ter a meu lado essa(e) companheira(o) também ela(e) está ansiando por sua(seu) companheiro(a) perfeito(a).



Preparo-me para a chegada de meu(minha) companheira(o) porque minha palavra põe em movimento a lei imutável do amor divino.



Ajudai-me, eu vos peço, a deixar de lado qualquer sentimento de solidão que chegue a mim, e a olhar, com fé e esperança, que vós fareis chegar a mim as amizades perfeitas no momento propício.



Fazei-me ter sempre presente que, para conseguir amigos, antes de mais nada tenho que ser um(a) amigo(a), e que para que me amem, antes tenho eu que amar.



Deste instante em diante vos prometo fazer a minha parte.


Abro minha mente e meu coração, e me preparo para receber com os braços abertos a chegada de meu(minha) companheira(o), se essa for a vossa vontade.



Eu vos agradeço, amado Pai, pelas muitas evidências e manifestações de vosso infalível amor e companheirismo, que sempre me consolam e sustentam, e me fazem compreender que nunca estou só.




Que assim seja!


__________________________________________________________________


Oração para encontrar Alma Gêmea



(Esta oração é poderosa para facilitar o encontro da sua alma gêmea. Faça-a durante sete dias, se possível, no mesmo horário).



Eu sou um(a) filho(a) de Deus puro(a), divino(a) e perfeito(a), porque fui criado(a) à sua imagem e semelhança.



Estou em busca da minha alma gêmea e sei, que nenhuma outra pessoa tem exatamente as mesmas qualidades que possuo, apesar de todos termos um denominador comum, Deus, essa Chama Divina dentro de cada um de nós.



Neste mesmo instante há uma pessoa que anela internamente ser minha(meu) companheira(o) de toda a vida, e que saberá apreciar o que sou e o que desejo expressar.



A lei do Bem Absoluto está atraindo para mim essa pessoa.


O Espírito de Deus é a suprema atração do Universo.


Eu sou parte integrante desse Espírito em manifestação e a Essência dessa suprema atração.



Em meu desejo de ter uma(um) companheira(o) não existe egoísmo algum de minha parte, já que em minha consciência existe somente o amor de Deus, que não conhece egoísmo. Ajudai-me, Pai, a compreender que da mesma maneira que estou anelando ter a meu lado essa(e) companheira(o) também ela(e) está ansiando por sua(seu) companheiro(a) perfeito(a).



Preparo-me para a chegada de meu(minha) companheira(o) porque minha palavra põe em movimento a lei imutável do amor divino.



Ajudai-me, eu vos peço, a deixar de lado qualquer sentimento de solidão que chegue a mim, e a olhar, com fé e esperança, que vós fareis chegar a mim as amizades perfeitas no momento propício.



azei-me ter sempre presente que, para conseguir amigos, antes de mais nada tenho que ser um(a) amigo(a), e que para que me amem, antes tenho eu que amar.



(Deste instante em diante vos prometo fazer a minha parte. Abro minha mente e meu coração, e me preparo para receber com os braços abertos a chegada de meu(minha) companheira(o), se essa for a vossa vontade.



Eu vos agradeço, amado Pai, pelas muitas evidências e manifestações de vosso infalível amor e companheirismo, que sempre me consolam e sustentam, e me fazem compreender que nunca estou só.



Que assim seja!


Mônica Buonfiglio


Recebido de Cristina


__________________________________________________________________


As Leis da Magia



Desde os tempos imemoriais, as deidades na Natureza têm sido objeto de adoração dos homens. Reconhecendo a sua extrema fragilidade, o homem reverenciou os seus deuses, buscando, dentro de si, essa manifestação de força e, lutando pelas necessidades diárias visando à melhoria de vida, aprendeu e progrediu no sentido de tornar-se capaz de realizar algo real a partir da vontade dirigida, através do seu pensamento projetado no Universo, sem conotações de tempo e/ou espaço e sempre em harmonia com as leis naturais - isso é Magia.



Se durante muito tempo, essas práticas foram se não esquecidas, pelo menos relegadas a um plano secundário, graças à prepotência, à intolerância e a ignorância de muitos, hoje, o interesse pelas antigas religiões e pelas velhas crenças ressurge, infundindo nas pessoas um profundo sentimento de respeito pela Grande Mãe: a Natureza.


As Leis da magia


Elas derivam de sete princípio


Herméticos, a saber:


1. Mentalismo: é o princípio pelo qual a nossa mente abre-se para o Universo e interage com a mente cósmica, abrindo os portais para a Luz do Conhecimento Universal. Em outras palavras: digamos que o Universo assemelha-se a um grande Livro de Sabedoria onde, através de práticas de relaxamento, de autodisciplina e de concentração, podemos alcançar a compreensão de todos os mistérios que, antes, nos pareciam inatingíveis. A partir do momento em que nos predispomos a conhecer algo, sincera e verdadeiramente, existe uma reciprocidade natural. Assim, nós somos os alunos; o Universo, o Cosmos, é o Mestre.



2. Correspondência: é o princípio da manifestação do Universo holográfico, onde a interação do homem com o Cosmos se faz por meio da mente holográfica, que capta imagens do passado, presente e futuro, sem tempo ou espaço. E o que é mente holográfica? Explicando: a mente humana é tal qual uma potentíssima máquina de fotografar e/ou filmar, onde podem ser registradas milhares de imagens, independente do tempo comum. Para a mente humana não existe passado (ontem), nem presente (hoje), nem futuro (amanhã).



Quem precisa desta divisão de tempo somos nós e, descarte, utilizamos uma parte da nossa mente, chamada Consciente para orientar-nos e estabelecer horários no dia-a-dia. Contudo, através de uma grande preparação, o estudante de magia estando pronto, ocorre o processo de "visualização", ou seja, ele conseguirá "ver" fatos que ocorreram há uma semana ou há séculos atrás, independente do tempo/hora em que se encontrar. Assim como vemos um filme, um documentário, um noticiário na televisão, exatamente. Do mesmo modo como existe um Universo maior (macrocosmos) há, igualmente, um Universo menor (microcosmos) que é a nossa mente. Se aprendermos a trabalhar, a impulsionar, a abrir a nossa mente, poderemos "Ver" tudo o que quisermos.



3. Vibração: é o princípio da manifestação e transferência onde o ser humano, através de determinados estados de consciência, adquire habilidades psíquicas. Comumente, denominam esses estados de consciência, de "transes". É também, a chamada mediunidade. Nos ritos afros, por exemplo, os médiuns são ajudados pelos tambores; nos ameríndios, os pajés usam de determinadas ervas, ingerindo-as na forma de beberagens ou inspirando-lhes a densa fumaça. Esses estados não são prerrogativas de alguns. Todos nós podemos atingi-los, desenvolvendo-os adequadamente. Contudo, hoje, em muitos países do mundo (nos Estados Unidos, por exemplo) existem aparelhos que, em questão de minutos, fazem qualquer pessoa atingir esses estados.



4. Polaridade: é o princípio que demonstra que tudo no Universo é dual. A Magia, no trabalho com as leis naturais, labuta com essa dualidade, em busca da alquimia perfeita. Isto significa que, na natureza, há dois princípios básicos: o universal masculino e o universal feminino. Alcançar a alquimia perfeita é trabalhar com esses dois princípios para, por extensão, o mago manifestar, com perfeição, a realidade dos "milagres", isto é, transformar qualquer metal em ouro; obter o elixir da longa vida; "materializar" coisas, à maneira de Sai-Baba, na Índia; etc.



5. Ritmo: é o princípio que demonstra como se movimenta o sistema dual do Universo, que gira em círculo e espirais, marcando o movimento cíclico da Grande Roda da Vida, através das fases da Lua e das Estações do Ano. Para entendermos bem o que significa esse movimento cíclico da Grande Roda da Vida, tomemo-nos como exemplo; assim, do espermatozóide paterno fundido ao óvulo materno somos feitos (ciclo de formação que corresponde ao nosso nascimento, à lua nova e à primavera); então, crescemos (ciclo de desenvolvimento, lua crescente, verão) e tornamo-nos adultos (ciclo de plenitude e maturidade, lua cheia, ainda parte de um grande verão e início do outono) e, finalmente, envelhecemos (ciclo de culminação, lua minguante, inverno). Quando ocorre a morte física, outros ciclos iniciam-se: o corpo volta à Terra, Grande Mãe e a alma que é a centelha de Vida, em si continua em planos mais elevados. Portanto, morte não é antônimo de vida e sim de nascimento. A vida é infinita, perene, eterna, girando sem parar tal qual uma Grande Roda.



6. Gênero: é o princípio que tem como componentes as forças masculinas (o homem e seus elementos) e femininas (a mulher e seus elementos) cuja integração e criação são formas andróginas de energia. Dentro de um plano fenomenológico, ou seja, no mundo em que vivemos, precisamos da junção dessas forças para atingirmos um terceiro estado, por assim dizer. Por exemplo a eletricidade. Quem lhe sabe bem a origem? Utilizá-la, nós a utilizamos; a partir do momento que combinamos um pólo positivo e um negativo temos a luz "armazenada" nas lâmpadas. Os deuses não precisam disso: eles têm, em si, perfeitamente integrados, esses dois elementos; por isso podem criar. Atingir essa meta é um grande desafio para o mago.



7. Causa e efeito: é o princípio cuja lei evidencia que para toda ação há uma repercussão cósmica que se manifesta por meio de alguma outra causa. Este princípio está muito bem definido nas seguintes máximas: "Amor com amor se paga"; "Quem planta ventos, colhe tempestades"; "Não faças aos outros o que não queres que te façam"; "Aqui se faz, aqui se paga", etc. É a famosa Lei do Karma. Os bruxos sejam xamãs, pajés, magos, babalorixás, enfim, todos os que se dedicam à magia, têm de, primeiramente, vivenciar estas leis para se tornarem, verdadeiramente, bruxos e, em conseqüência, mestres.


________________________________________________________________


Numerologia


Tudo são Números


Significados:



1.Representa a unidade, o poder criador, a independência, a liberdade, a dinâmica e a inovação. Planeta correspondente.Sol.



2.Representa a paciência,a tolerância, a compreensão,a dualidade.Um é ser, dois é reflexo, é a natureza.Planeta correspondente.Lua.



3.É a manifestação da Criação, a Trindade (verdade, bondade e beleza; liberdade, igualdade e fraternidade. Representa o otimismo, a alegria e a comunicação. Planeta correspondente.Saturno.



4.Representa a estabilidade, a habilidade, a confiança, a persistência, a disciplina, a matéria e o equilíbrio. Planeta correspondente.Júpiter.



5.Representa a atração, a versatilidade, o raciocínio rápido, o espírito, a estrela e o homem. Planeta correspondente.Marte.



6.Representa a harmonia, a família, o romance, busca a perfeição, o Selo de Salomão, a matéria + o espírito. Planeta correspondente.Sol.



7.Representa o poder criador, a perfeição, o místico, o oculto, o silêncio, o número sagrado. O sétimo dia é o dia do Senhor.Planeta correspondente.Vênus.



8.Representa a matéria e o espírito, a ambição, o autoritarismo, negócios, a razão e a emoção, o reforço e a estabilidade. Planeta correspondente. Mercúrio.



9.Representa a energia, a expansão, o otimismo, a generosidade e o poder.



11.Representa o controle, a força, o sucesso, a estabilidade e a verdade. É o número mestre.



22.Representa a virtude, a confiança, a praticidade e a objetividade.



33.Representa a sabedoria,o equilíbrio e a estabilidade.



44.Representa a prudência, a liderança, o sucesso material e bom negociante.


________________________________________________________________



Astrologia Cigana



Os Ciganos, como todos os povos da Terra, amam a Deus. E através da observação das estrelas criaram sua Astrologia pouco ou nada divulgada aqui no Ocidente. Como a Astrologia dos caldeus, a dos Ciganos tem também doze signos. Cada um deles tem suas características, planetas regentes, influências e lendas. Não nasceu, no entanto de Cláudio Ptolomeu que criou enquanto trabalhava na famosa Biblioteca de Alexandria. Foi criada pelos kakus (feiticeiros) Ciganos em suas caminhadas pelas estradas banhadas de luar e pelas lendas vindas da Índia e também das passagens deste povo pela Babilônia e pelo Egito.



Cores, metais, pedras, plantas, perfumes e animais foram ligados a cada signo. E claro os 4 Elementos, terra, água, fogo e ar que para os Ciganos mostram as características de cada pessoa. Os Ciganos, como todos os povos místicos, levam a sério a astrologia. Procuraram conhecer as leis dos céus e suas regras, os Ciganos, os caldeus, os magos e pensadores antigos buscavam encontrar respostas, de como usar em seu próprio beneficio, os Ciganos usam ate hoje estes conhecimentos da Astrologia nas suas negociações, nos Oráculos e claro nos seus Rituais.



Os Ciganos não vivem e não fazem nada sem olhar para o Céu e ver como está Lua, cada fase é indicada para resolução de um problema, de uma doença, enfim para tudo os Ciganos usam os conhecimentos de Astrologia e dos 4 Elementos. Os Ciganos chamam a constelação do hemisfério norte de Caçarola até hoje. Na Idade Média e para os Ciganos kalderach, ela se chama a Carruagem. Os antigos gregos a chamaram Ursa Maior. Assim, os nomes para as constelações e os signos zodiacais podem mudar de povo para povo.



Desde os tempos antigos, que cada um dos 12 signos está ligado a uma parte do corpo. O primeiro signo, Áries/Punhal, está associado à cabeça e o último signo, Peixes/Capela, está ligado aos pés. Os outros signos ligam-se a outras partes do corpo. Nos tempos primitivos, a Astrologia estava ligada à medicina, principalmente aos humores. A Astrologia para os Ciganos mostra de forma simples o seu temperamento, e o seu caráter. Este temperamento determina o tipo de doenças que o homem irá desenvolver ao longo de sua vida. (As chamadas Pré- disposições).



A Astrologia Cigana hoje é estudada como um caminho de auto-conhecimento, para entender os bloqueios que nós geramos, as Pré-disposições que trazemos. Com as estas informações compreendemos à nós e o próximo, gerando relacionamentos harmoniosos nas nossas vidas.



Signos Ciganos



PUNHAL (21/03 a 20/04)


O Punhal é a imagem da luta e vontade de vencer. Representa honra, vitória e êxitos. Os ciganos também usavam o punhal para abrir matas, sendo então, símbolo de superação e pioneirismo. A pessoa sob esta influência é uma pessoa irrequieta, firme e dona de si mesma. Ousada, tem uma personalidade forte e odeia ser subestimada. Quando isso ocorre, torna-se agressiva. Ama demais, é fiel e adora sexo. Não é econômica, mas sabe controlar o dinheiro. Sai-se bem em desportos, artes marciais e cargos de chefia e liderança.


COROA (21/04 a 20/05)


Relaciona-se ao ouro e a nobreza. É símbolo de amor puro, força, poder e elegância, o que torna a pessoa desse elemento valorizada e importante. A pessoa sob esta influência luta pelo que quer, pois a estabilidade financeira lhe é fundamental. Nasceu para administrar e querer ser dona do seu próprio trabalho..É fiel no amor, sensível e não suporta que brinquem com os seus sentimentos.Gosta das artes e tem grande criatividade para trabalhar nesse setor.


CANDEIAS (21/05 a 20/06)


Representa as luzes e a verdade, portanto a sabedoria e a clareza de idéias. As candeias eram usadas para iluminar os acampamentos.Também simbolizam a esperteza e a vivacidade. A pessoa sob esta influência é comunicativa e Tem uma inteligência brilhante fazendo muitos amigos. Adora estudar e pesquisar, principalmente o que se relaciona com ela mesma. É romântica e nunca desiste de uma conquista, mesmo que não se envolva por completo.Quando quer algo, consegue.


RODA (21/06 a 21/07)


Por representar o ir e vir e estar relacionada à Lua, pela sua forma arredondada, as pessoas regidas por este signo tem uma forte ligação com as mulheres e gestantes em geral. A emoção é a palavra que traduz a sua maneira de ser. Roda move a sua vida na alegria e na tristeza. Dócil e tranquila, mas, quando se irrita, "sai de baixo!". É um pouco insegura e tem uma certa tendência nostalgia. Ama com intensidade e sente muito ciúme.


ESTRELA (22/07 a 22/08)


A estrela cigana possui seis pontas, formando dois triângulos iguais, que indicam a igualdade entre o que está acima e o que está abaixo. Representa sucesso e evolução interior. A pessoa que nasce sob esta influência é otimista e "alto astral", nasceu para brilhar. Vive a vida intensamente e tem um talento especial para atrair as pessoas.Vive rodeada de amigos, mas tem a mania de querer que tudo seja como deseja. Conseguirá ótimas oportunidades como atriz, dançarina, modelo, cantora, etc.


SINO (23/08 a 22/09)


Exatidão e perfeição. Nos séculos passados, o sino era usado como relógio, ciganos associaram-no à pontualidade, à disciplina e à firmeza.A pessoa sob esta influência é bastante aproveitada nos mínimos detalhes, porém, com consciência e sem exageros. Muito inteligente, analisa e critica tudo o que está ao seu redor. Dá-se bem a trabalhar em administração.


MOEDA (23/09 a 22/10)


A moeda é associada ao equilíbrio e à justiça e relacionada à riqueza material e espiritual, que é apresentada pela cara e coroa.Para os ciganos, cara é o ouro físico, e coroa, o espiritual. A pessoa sob esta influência é charmosa e sensível, vive de amores e sentimentos.Tem de estar sempre apaixonada. As atenções voltam-se facilmente para si. Tem talentos artísticos e decorativos. Adora ajudar as pessoas e vive para isso. Razão pela qual está sempre cercada de amigos e companheiros.


ADAGA (23/10 a 21/11)


A adaga é entregue ao cigano quando ele sai da adolescência e ingressa na vida adulta. Por isso, associada também à morte, ou seja às mudanças necessárias que a vida nos oferece para crescermos. A pessoa sob esta influência tem um temperamento forte e enigmático, torna-se irresistível e respeitada. Possui uma mente analítica, percebendo tudo o que está ao seu redor. Procura sempre aprofundar-se no que está à sua volta, seja no amor ou no trabalho. Ama de maneira sensual e arrebatadora.


MACHADO (22/11 a 21/12)


O machado é o destruidor de bloqueios e barreiras. Ele simboliza a liberdade pois rompe com todas os obstáculos que a natureza impõe. A pessoa sob esta influência tem a liberdade como preferida.Aventureira, jamais permanece parada num só lugar. É como o vento, que tudo toca, em tudo está, mas em nada fica. Otimista, até as dores para si são sinais de alegria. Apaixona-se e desapaixona-se facilmente. Dá-se bem com trabalhos sem rotinas em que possa aprender sempre.


FERRADURA (22/12 a 20/01)


A ferradura representa o esforço e o trabalho. Os ciganos têm a ferradura como um poderoso talismã, que atrai a boa sorte e afortuna, e afasta o azar.A pessoa desta influência tem bom senso, às vezes até se torna séria demais. Então, tem de se soltar um pouco mais. Raramente confia em alguém. Procura amores estáveis e concretos.. Pretende casar e ter filhos. É completamente familiar, ama os poucos amigos que tem e dedica-se à profissão.


TAÇA (21/01 a 19/02)


É união e receptividade, pois qualquer líquido cabe nela e adquire a sua forma.Tanto que, no casamento cigano, os noivos tomam vinho numa única taça que representa valor e comunhão. A pessoa sob esta influência Sente grande preocupação com os assuntos à sua volta. Inteligente, humana, inquieta, tem vários amigos sinceros. Original, está sempre a inovar. Vive em busca da felicidade. No amor, aprecia a sinceridade e a fidelidade.


CAPELA(20/02 a 20/03)


Representa o grande Deus. É sinal de religiosidade e fé. É o local onde todos entram em contato com o seu Deus interior e onde desperta a força e o amor. A pessoa sob esta influência é emotiva, sensível, leal, justa, espiritualizada e sonhadora. É o próprio amor encarnado. Tem muita força espiritual e dons para clarividência. Ama cegamente e, às vezes,desilude-se. É romântica e carinhosa. Quanto ao trabalho, gosta de tudo o que se relaciona com ajudar o próximo.


_______________________________________________________________


A Magia do Baralho Cigano


O Baralho Cigano:


Para um povo que sempre teve suas próprias tradições e seus mistérios, os Ciganos resolveram criar um novo jogo, com base no tarot que conheceram no Egito.



O novo Oráculo, porém, foi confeccionado repleto de símbolos ligados à Magia do Povo do Oriente ou Linha do Oriente, corrente espiritual que os guia e protege. A este novo Tarot,os Ciganos deram o nome de Iniciático ou Cigano.



Naquela época, as lâminas eram pintadas à mão e passavam como herança entre os membros de uma mesma família (normalmente entre as mulheres, até em razão de serem elas as responsáveis pelo jogo dentro da tribo).


Este procedimento garantiu o segredo deste Tarot por muitos séculos.



O Baralho Petit Lenormand:


Existe uma verdadeira aura de mistério envolvendo a associação deste Baralho, criado por Mll. Lenormand com o Baralho Cigano propriamente dito. Para ser justo com as duas explicações correntes, vamos reproduzi-las aqui.



A primeira explicação dada a essa controvérsia é a de que Mlle. Lenormand, que nasceu na França, em 1772, teve acesso ao Baralho Cigano e, analisando-o, criou o seu próprio Baralho e método. Só que, então os Ciganos teriam dois tipos de Baralhos com que trabalhavam, um verdadeiro, usado exclusivamente dentro das tribos e um outro,mais popular, usado para consultar os não-Ciganos.



O Baralho então visto por Mlle. Lenormand, teria sido essa versão popular. Para manter a versão original intacta, no entanto, os Ciganos teriam se calado quanto a esse engano, fazendo-a acreditar ter copiado o Baralho verdadeiro.



Uma outra versão, exatamente oposta, conta que Mlle. Lenormand criou um Baralho com 36 Cartas, o qual teria agradado muito ao Povo Cigano, pois era feito com imagens do cotidiano. Tamanha identificação fez com que começassem a usá-lo, difundindo-o pelos lugares por onde passavam.



Passou-se o tempo e o antigo Baralho Lenormand ficou esquecido, pelo menos no nome, já que passou a ser chamado (essa versão cigana), de Baralho Cigano.



A Cartomancia:


É importante não confundir o Tarot Cigano ou Baralho Cigano, com a Cartomancia, que é um método que utiliza as Cartas do Baralho comum, e que teve a sua origem totalmente diferente.



As Cartas do Baralho que conhecemos e utilizamos em nossa diversão, surgiram na Europa, por volta de 1369 e 1380, e seu uso como adivinhação aconteceu, provavelmente, em 1390, isto sim, nas mãos de uma cigana.



Nenhum comentário: